dez12

Adeus Nexus One: queime no inferno seu filho da p…

21 Comentarios »Postado por GordoGeek em 12/12/2011 às 11:55h

     Há menos de uma semana eu destrui meu iPhone 4, conforme comentei aqui no blog (fotos e vídeo inclusos). Infelizmente não tô com meu Galaxy S, que está com um parceiro há mais de 10 dias, num projeto conjunto que estamos trabalhando. Na impossibilidade de usar o aparelho que queria, vinha alternando entre o Galaxy Tab e o Nexus One. Hoje, meu momento de fúria foi contra o Nexus One, como vocês podem ver no vídeo abaixo (ou fotos, aqui e aqui).

     Acho que não seria necessário explicar muito o motivo, afinal, todos sabemos que eu sou meio maluco mesmo. Mas estou adotando a seguinte filosofia: se algo não funciona, pare de tentar remendar (o que só vai te estressar) e acabe logo com o problema. Preferencialmente, descontando toda a raiva que o aparelho te causou. Podem apostar: é a melhor coisa a ser feita. É como dizem: “mais vale um gosto do que um tostão no bolso”.

     Meu primeiro aparelho Android foi um HTC Magic, comprado numa promoção muito boa da TIM. Escrevi sobre isso aqui no blog em 21 de setembro de 2010. Infelizmente o Magic era um aparelho bem básico e não dava pra aproveitar muito do que o Android tem a oferecer (como se fosse muita coisa #TrollFace). Ae decidi comprar um aparelho nativo do Google, o Nexus One. Além de poderoso (para a época), ele era um aparelho puro e não tinha qualquer modificação de operadoras ou fabricantes.

     Infelizmente o namoro com o aparelho durou pouco, conforme narrei por aqui. Primeiro ele começou a falhar o botão ON/ OFF até que finalmente morreu. Depois, começou a não mais entrar no 3G, só aceitando o EDGE. Esses dois fatos são bem comuns no aparelho, conforme eu descrevi no post que citei. Lá fora o Google providenciou o recall. Aqui, como sempre, ficamos a ver navios. Eu entrei em contato com o Google, que jogava a responsabilidade para a HTC (fabricante do aparelho) e essa devolvia a batata quente pro Google (informando que só monta o aparelho, mais ou menos o que a Apple faz com a Foxconn). Mais recentemente o Google resolveu ir deixando o aparelho de lado, atrasando os updates pra ele e finalmente, dizendo que ele não receberia a versão 4.0 do Android.

     Eu sempre nutri certa simpatia pelo Nexus One. Cheguei a comprar vários acessórios pra ele e tudo. Infelizmente, a recíproca não era verdadeira. Desde o começo o aparelho me deixou na mão. Mais recentemente ele começou a derrubar chamadas, inclusive algumas logo que atendia. Hoje, depois de derrubar a quinta chamada, deixei a raiva tomar conta e mandar o aparelho pra terra dos pés juntos.

     Espero que “queime no inferno seu filho da p…” não vire uma coluna aqui no blog, pois a brincadeira vai doer no bolso. Mas ao mesmo tempo não vou mais ficar convivendo meses com problemas irritantes. Se algo não funcionar como deveria eu vou destruir mesmo!

     Update 12/12/2011 15:38 => Lembrei de outra coisa que me irritava profundamente: toda vez que eu ia instalar ou atualizar algo, ficava dando mensagem de espaço indisponível. Isso porque o maldito Android insistia em instalar as coisas na ROM, ao invés de usar o espaço livre no SD. Eu movia todos os apps possíveis pro SD, tentando liberar espaço na ROM, mas nem todos eram possíveis. Isso me irritava muito!!!

Leave a Reply

preload preload preload