out 27

Indiegogo: rastreador GPS com ótima autonomia

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 27/10/2013 às 21:13h

     Desde o nascimento do meu filho, já me vi em várias situações onde pensei comigo: “ah se tivesse um produto X, me ajudaria demais”. Conforme contei nesse outro post, sobre o monitoramento de saúde, alguns gadgets despertam bastante interesse dos pais, especialmente os de primeira viagem. Esse é um caso.

     Existem diversas opções de monitoramento via GPS no mercado, desde os mais bizarros feitos na China, passando por apps que podem ser instalados em smartphones, até soluções bem caras. Eu já testei alguns apps, mas o principal defeito era: a bateria de um smartphone não dura nada! E é ae que o PriSecu brilha, com sua autonomia de 2 semanas.

     Quando você quer monitorar alguém, seja uma criança, um idoso, um veículo ou qualquer outro “alvo”, vai notar rapidamente que não basta saber onde ele está, pois você não vai ficar em cima disso 24 horas por dia. Alguns recursos são fundamentais, como o histórico, as cercas virtuais e outros sensores.

     Uma cerca virtual é um recurso lhe permite delimitar, usando um mapa, uma área onde a pessoa deveria estar, como na escola. Caso ele saia desse ponto, um alarme é disparado. Alguns apps, permitem inclusive configurar isso por horário. Ou seja, você sabe que seu filho fica na escola de manhã e a tarde em casa. Se alguma anormalidade acontecer, o alarme dispara.

     Outra coisa bem bacana é ter um histórico. Pode ser que o aparelho não dispare nenhum alerta, mas você pode checar, quando tiver tempo, onde o “alvo” foi. Além disso, se ele ultrapassar determinada velocidade ou tiver um comportamento estranho, como uma parada repentina, também dá pra ser avisado.

     Talvez o pior defeito desse dispositivo seja o tamanho. Achei ele bem grande. Eu sempre quis algo pequeno, que pudesse passar discretamente como um relógio ou até ser escondido na frauda, no caso de crianças bem pequenas. Mas enfim, acho que é o preço que se paga pra ter uma bateria de longa duração e uma boa recepção de GPS. Aliás, ele usa GPS mesmo e não apenas A-GPS.

     Por fim, algumas outras vantagens que valem a pena serem ressaltadas. Primeiro, existe a opção de comprar um case à prova d’água. Segundo, dá pra abrir o microfone remotamente e ouvir o que está acontecendo no local monitorado. Terceiro, um botão de pânico, muito útil em várias situações. Quarto, diferente de muitos serviços similares, não existe mensalidade a pagar pra empresa e você pode por qualquer chip GSM padrão. Quinto, funciona com acesso a web e smartphones. Sexto, segundo o fabricante, usa materiais de qualidade superior a concorrência.

TAG(s):
Categoria(s): Indiegogo
out 27

Indiegogo: monitorando os filhos doentes

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 27/10/2013 às 20:45h

     Meu filho mais velho já tem 3 anos e toda vez que ele fica doente, me volta a mente uma ideia de produto que tive logo que ele nasceu. Todo pai, especialmente os de primeira viagem, ficam apavorados por pouca coisa a acabam por comprometer sua rotina, horas de sono e a própria saúde com esse excesso de zelo.

     Quando meu filho fica doente, costumo acordar de hora em hora pra monitorar sua temperatura. Na imensa maioria das vezes, está normal. Mas vez ou outra ele está muito quente e, quando o antitérmico não está dando resultado, tenho que ir no pronto atendimento do nosso plano de saúde pra dar uma injeção. E nessas horas que penso: se tivesse um gadget que monitorasse a temperatura dele e só me acordasse quando tivesse realmente a necessidade, seria ótimo.

     O Baby’s Fairy é um kit que faz basicamente isso que eu quero. Porém, confesso que ainda tem um longo caminho a percorrer. O kit é formado por duas partes, como uma babá eletrônica. Uma delas, em formato de relógio, vai no pulso do bebê e monitora temperatura e batimentos cardíacos. A outra parte é um “tijolinho” com uns LEDs que indicam as condições da criança. Você pode configurar pra ele avisar caso os batimentos caiam ou ultrapassem determinados valores. O mesmo para a temperatura. E caso a bateria esteja baixa ou o relógio pare de mandar as informações, também soa um alarme.

     Essa solução até resolveria o meu caso, mas eu queria algo integrado ao smartphone. Veja outro projeto também na Indiegogo, chamado Angel. Eu falei dele em outro post aqui no blog. Ele custa praticamente a mesma coisa desse, mas é muito mais discreto e ainda mede a taxa de oxigênio no sangue. De qualquer forma, se te interessar, veja o vídeo e consulte o site do projeto.

TAG(s):
Categoria(s): Indiegogo
out 27

Indiegogo: quer saber o que tem na sua comida?

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 27/10/2013 às 18:21h

     Vivemos num tempo onde a tecnologia evoluiu tanto que nunca sei um vídeo é fake ou real. É comum alguns sites de tecnologia fazerem brincadeiras no primeiro de abril, onde eles fazem posts com produtos fakes e temos que ver o que é real ou não. E isso está cada vez mais difícil.

     Se eu lhe disser que tem um pequeno aparelho, menor que o seu celular, que você aproxima da sua comida e ele te mostra várias informações, como quantidade de açúcar, gordura, se tem gluten, calorias, etc., qual a sua reação? É mentira ou esse produto realmente existe?

     O produto ainda não está disponível pra você comprar na prateleira da Bestbuy, mas o projeto existe! Veja o vídeo e fique impressionado, como eu fiquei. Quem aderir nessa fase inicial vai poder comprá-lo por “apenas” USD 150, com direito a dois anos de verificações ilimitadas. Ah, isso é importante: o aparelho é um mero coletor. Ele usa o smartphone para subir os dados pra nuvem, onde é analisado e a informação retorna pra tela do aparelho.

TAG(s):
Categoria(s): Indiegogo
out 27

Indiegogo: protegendo sua pistola “like a boss”

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 27/10/2013 às 18:07h

     O Brasil tentou proibir que seus cidadãos pudessem comprar armas. Felizmente, a medida não foi aprovada. Todavia, conseguir o porte de arma não é nada simples e nem barato. Lá fora, especialmente nos Estados Unidos, qualquer imbecil maior de idade entra numa loja e sai até com uma bazuca em alguns minutos. Mas onde deixar essas armas em casa, já que é cada vez mais frequente vermos casos de crianças “desajustadas” terem acesso a elas, o que leva a inúmeros casos desastrosos?

     Fiquei muito espantado com o projeto “The Gun Box”. O produto é extremamente bonito e bem feito. Chega a lembrar um daqueles vídeos de apresentação de produtos da Apple. Parece que os caras pensaram em cada detalhe. E o melhor: tem três versões, ou seja, a pessoa compra o modelo que mais se encaixa no seu perfil (e bolso).

     O produto em si é uma caixa bem reforçada para você guardar sua pistola com segurança. Para abrir, você pode usar um anel de RFID ou a digital. Ou seja, ambos são muito rápidos, o que é crucial num momento de pânico. O modelo apenas com RFID custa USD 180. O que tem leitor biométrico custa USD 255. Por fim, o topo de linha custa USD 390, tem até GPS e um sistema que lhe avisa caso alguém mova, abra ou tente violar sua caixa de segurança.

TAG(s):
Categoria(s): Indiegogo
out 27

Indiegogo: caixa de som bluetooth à prova d’agua

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 27/10/2013 às 17:36h

     Se você abrir o DX.com, Amazon, eBay, Mercado Livre ou qualquer outro site do gênero, verá que existem centenas de opções de caixa de som bluetooth. Eu mesmo já comprei várias, em todos esses locais que citei acima (confira nesse outro post). No geral, as caixas de som compradas na China eram todas bem ruinzinhas e só gostei das compradas na Amazon e em sites de varejo no Brasil.

     A Rebel Speaker é um projeto que está tentando conseguir fundos na Indiegogo e acho que vale muito a pena. Claro que não peguei nenhum em mãos e nem testei, mas a impressão que passou, pelo vídeo, é que não é um desses produtos chineses de baixa qualidade, mas sim algo bem bacana, feito com atenção e bons materiais.

     Quem ajudar o projeto na fase de arrecadação irá pagar meros USD 18, o que é muito barato, até se você comparar com os Xing Ling. O frete internacional é de USD 10, o que também vale muito a pena. Eu acho que o produto será tributado pela Receita Federal, mas se usarem como base a invoice oficial (tipo a nota fiscal que acompanha todo produto comprado lá fora), mesmo assim vale a pena.

TAG(s):
Categoria(s): Indiegogo
out 27

Indiegogo: o iWatch que a Apple ainda não lançou

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 27/10/2013 às 14:16h

     Muito se fala do tal iWatch, o suposto relógio inteligente que a Apple estaria trabalhando. Ninguém sabe se ela realmente está trabalhando em algo dessa natureza, mas tudo indica que sim. As recentes contratações da empresa dão a entender que o projeto é real e não seria “apenas” um relógio, mas um completo sistema de monitoramento de nossa saúde, além de ter um apelo bem fashion/ pop.

     A Apple não é conhecida por ser uma empresa que abre muitos mercados. Talvez pelas péssimas experiências do passado (Newton, câmera digital, etc.), ela agora deixa os concorrentes perderem dinheiro no árduo de trabalho de preparar o mercado e quando esse já está maduro, ae sim ela entra com seu produto, geralmente uma implementação muito bem feita, casadinha com hardware e softphone, propiciando uma experiência muito boa, que se destaca dos concorrentes e é um sucesso.

     O projeto do vídeo ae em cima tem o nome bem sugestivo (Angel) e vai de encontro com os rumores sobre a provável pulseira da Apple. Ela monitora exercícios, pulsação, temperatura e nível de oxigênio no sangue. Por usar bluetooth 4.0, o consumo de energia dela é bem baixo (autonomia média de uma semana) e pode usar essa comunicação com o smartphone para disparar alertas remotos, como avisar a uma equipe médica que um paciente está com alguma anormalidade.

     Eu já tive alguns modelos de monitores cardíacos e aprendi que nem todos são compatíveis com apps populares, como o Runkeeper. Tive um que só funcionava no app do próprio fabricante, o que era horrível pra mim. No caso do Angel, ele será bem aberto a integração com vários dispositivos e já nasce compatível com vários nomões do mercado, como o próprio RunKeeper, Endomondo, Wahoo Fitness e Strava.

     Se você quiser comprar a sua com desconto, na fase de arrecadação, é bom correr pois resta menos de uma semana. Nessa fase ele custa USD 135 e depois subirá para USD 149. O projeto já obteve toda a grana que esperava (254% a mais na verdade) e não vou achar estranha se a Apple resolver comprar a empresa. Aliás, na página do projeto existe uma comparação do Angel com outros produtos bem conhecidos no mercado, como a Nike Fuelband, Fitbit Flex e Jawbone Up. Claro, ele chuta a bunda de todos esses.

TAG(s):
Categoria(s): Indiegogo
out 27

Indiegogo: um óculos inteligente e discreto

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 27/10/2013 às 13:49h

     Parece que a nova tendência do momento são os computadores “vestíveis”, seja na forma de pulseiras, relógios, óculos e afins. Dezenas de empresas, desde startups, até gigantes, estão com projetos em seus laboratórios. Talvez o mais famoso deles seja o Google Glass, um óculos que muitos querem ter, mas que apenas uns pouco escolhidos dispostos a pagar USD 1,500 já conseguiram brincar.

     O projeto ION Glasses não é muito similar ao do Google, a começar pela aparência. Conheço algumas pessoas que gostariam de ter um óculos mais inteligente, mas sentem repulsa por aquele formato esquisito escolhi pelo Google. Além disso, esse projeto é muito mais acessível e custa meros USD 79 na fase de arrecadação e USD 129 quando chegar as lojas. Porém, também é muito mais modesto em recursos. Vendo pelo lado positivo, com menos recursos, a bateria dura mais. A promessa é de 3 a 10 dias, dependendo do uso.

     Enquanto o óculos do Google se propõe a ser algo bem completo, com uma tela, câmera fotográfica e até apps, baseados no Android, o ION Glasses está mais para um assistente pessoal. Através de um discreto LED na parte interna, ele poderá te lembrar de compromissos e dar notificações de email, redes sociais, SMS, etc. Pra diferenciar um do outro, é interessante associar cada um deles a uma cor, como azul para Facebook, vermelho para email e assim por diante. Além disso, ele também pode controlar algumas coisas em seu smartphone, como a música que está tocando, disparar uma foto, trocar o slide de uma apresentação, etc. E claro, se você esquecer onde o deixou, também pode rastreá-lo através do gadget.

TAG(s):
Categoria(s): Indiegogo
out 27

Indiegogo: uma tomada perfeita para a casa geek

2 Comentarios »Postado por GordoGeek em 27/10/2013 às 13:31h

     Eu já vi algumas tomadas com saída USB, mas acredito que poucas pessoas vão chamar um eletricista (ou se arriscar sozinho) pra mudar as já instaladas em suas casas. Além disso, geralmente elas são caras e possuem apenas uma (quando muito, duas) portas. Também não é incomum a amperagem ser muito baixa e demorar muito pra carregar os aparelhos. Alguns mais fominhas (como iPads) nem chegam a ser carregados.

     O projeto da thingCHARGER hospedado na Indiegogo é muito interessante porque não é uma tomada em si, mas sim um adaptador e pode ser facilmente instalado em qualquer canto. Melhor ainda, dá pra levar do quarto pra sala, pra cozinha ou qualquer outro cômodo que você vá ficar por um período que dê pra carregar seu gadget.

     Algumas coisas chamam a atenção nesse projeto. Primeiro é o fato que ele mantém uma tomada disponível, ou seja, você pode continuar a conectar outros aparelhos eletrônicos nela. Aqui em casa mesmo eu tenho casos onde tenho que ficar a todo instante comutando o carregador de gadgets com outras coisas, especialmente na bancada da cozinha.

     Talvez o fato mais legal seja que a tomada também é um dock e não deixa seu smartphone, tablet, ipod, etc. “jogado”. Ele se encaixa perfeitamente e aceita várias conexões. Por fim, na base da tomada, ainda existe uma porta USB para você conectar outra coisa. Demais!

     O projeto já alcançou a meta estipulada, mas ainda tem mais quase 3 semanas no ar. Se você apoiar agora, leva um por USD 29. Quando ele chega ao varejo o preço será de USD 42.

TAG(s):
Categoria(s): Indiegogo
jan 29
dez 28

Nerd que é nerd… não tem jeito

Sem Comentarios »Postado por em 28/12/2008 às 21:39h
preload preload preload