jan12

Como fazer jailbreak do Apple TV 2G iOS 4.1.1

10 Comentarios »Postado por GordoGeek em 12/01/2011 às 02:43h

     Conforme comentei por aqui há cerca de duas semanas, comprei um Apple TV 2G. Minha intenção era mais conhecer o produto do que propriamente usá-lo como Media Center, pois meu WDTV Live cumpre essa função de forma muito melhor. No entanto, estava lendo sobre um método de jailbreak que poderia dar um novo gás ao Apple TV.

     Meu Apple TV veio com o firmware 4.1, que era suportado pelo aTV. Contudo, como essa versão do firmware do Apple TV não tinha suporte ao AirPlay, acabei fazendo o update pro 4.1.1. Porém, isso acabou anulando as chances deu rodar essa forma de jailbreak. Até ontem, pois um novo procedimento chamado Seas0nPass surgiu para resolver a questão.

     O jailbreak por ele é relativamente simples. Após fazer o download e instalar, deve-se clicar em “Create IPSW”. O aplicativo vai procurar o firmware mais recente e fazer o download. Após o download, ele vai criar uma versão customizada do firmware. Essa versão, você deve mandar pra dentro do Apple TV. Para tal, é necessário conectá-lo ao Mac pela porta microUSB. Após conectá-lo, segure as teclas menu e play/ pause do controle remoto, por 7 segundos. O aplicativo irá detectar o Apple TV em DFU e começará a transferir. O iTunes será aberto e você deve informar o caminho do arquivo customizado, pressionando alt e clicando em restaurar. Por padrão, o arquivo ipsw gerado fica no diretório de usuário.

     É importante ressaltar que esse método de jailbreak é tethered, ou seja, toda vez que desligar o Apple TV, ele não conseguirá inicializar sozinho. Você terá que conectá-lo ao Mac, rodar o aplicativo novamente, clicar em Boot Tethered e colocá-lo novamente em modo DFU. Uma vez terminado, conecte o cabo de energia, desconecte o microUSB e conecte o HDMI. É um saco, mas se você tiver o hábito de colocar o Apple TV para hibernar, ao invés de desligá-lo da energia, não será necessário fazer esse procedimento com frequência.

     Apenas fazendo esse jailbreak, você não verá nada de diferente no seu Apple TV. Ele é apenas a base para que você possa instalar outras coisas, como o aTV. Aliás, ele é pago! Custa USD 19.95 nessa fase beta, mas se você quiser atualizações pela vida toda, vai morrer com USD 49.95, um precinho bem salgado!

     Caso tenha comprado o aTV, vai aparecer na opção de downloads, dentro da sua conta na FireCore. Uma vez baixado e instalado, ele vai localizar seu Apple TV na rede (via WiFi ou cabo RJ-45, não precisa conectar de novo via microUSB) e efetuar o procedimento. É necessário dar outro boot tethered para as opções surgirem na tela.

     Sinceramente não vi grandes vantagens de realizar esse procedimento. Além da chatice do boot tethered, o menu do Netflix simplesmente sumiu! Pior, eu tinha assinado o serviço e batido a cabeça um montão, pra driblar o bloqueio de IP deles. Assinei serviço de VPN e tudo, pra agora a opção sumir e eu não perder o acesso.

     Dentre as funções liberadas pelo aTV, estão o acesso a Last.Fm, um aplicativo simplérrimo de previsão do tempo e outro de RSS. Esse de RSS até seria legal, mas ele não integra a conta Google, ou seja, você tem que cadastrar cada URL de feed, então perde totalmente o sentido. Além disso, existe um browser para navegação, que pode ser feita pelo controle remoto, mas fica muito melhor usando o app remote do iPad ou iPhone. Abri alguns sites e ele carregou bem. Outros, nem tanto.

     Em resumo, se você for um geek extremo e quiser conhecer, vá em frente. Em todos os outros casos, recomendo que você deixe seu Apple TV exatamente da forma que veio. Até o momento, os recursos disponibilizados, a chatice do boot tethered e os USD 19.95 do aTV, não justificam os transtornos de um jailbreak.

Leave a Reply

preload preload preload