mar20

Como usar internet 3G numa viagem aos EUA?

27 Comentarios »Postado por GordoGeek em 20/03/2010 às 01:30h

     Como muitos devem saber, ano passado Steve Jobs ficou um bom tempo afastado das funções de CEO da Apple, por motivo de saúde. Ele teve que passar por um transplante, mas acabou se recuperando. Como sou muito amigo dele, fui levar meu abraço caloroso a ele, nesse momento difícil da recuperação (NOT).

     Brincadeiras a parte, ano passado fui com a família para os EUA e fiquei quase um mês por lá. Como tenho uma empresa de tecnologia e não tenho funcionários que podem fazer a minha função, eu acabei tendo que me virar pra ficar com internet móvel por lá e poder fazer os atendimentos emergencias. Mas, que plano usar, tendo em vista que o roaming de dados de qualquer operadora nacional é simplesmente absurdos e poderia simplesmente me levar a falência? É isso que vamos ver nesse artigo.

     Minha idéia inicial era, logo que desembarca-se, comprar um simcard da AT&T e usar o plano Pay&Go, que eu já havia consultado via internet, ainda no Brasil. Contudo, não consegui encontrar um local para comprar isso no aeroporto, o que me deixou preocupado, visto que eu precisaria estar em contato com meus clientes no Brasil. Por sorte, na época eu era cliente Vivo pós-pago e havia pedido pra habilitar o roaming internacional. A intenção não era usar pra receber ou fazer chamadas, pois o custo era proibitivo, mas o recebimento de SMS era gratuíto.

     Algum tempo depois eu fui até um shopping e acabei comprando alguns aparelhos da AT&T pela bagatela de USD 15 cada (sim, aparelho + chip, com USD 15 de saldo). Através desse plano, você fala com qualquer número AT&T nos EUA (fixo ou móvel) de graça e ainda faz ligações pro Brasil, pagando muito menos do que se usasse roaming pela sua operadora do Brasil. Então, fica a primeira dica.

     No meu aparelho, eu coloquei um crédito adicional e pedi pra ativar o plano de internet que achei que iria me atender (100MB por USD 19,90). Contudo, nada do bicho funcionar no iPhone. Ele funcionava no aparelhinho porcaria que veio junto com o plano, funcionava no meu HTC P3300, mas no iPhone, nada. Ele ligava e recebia chamadas, também enviava e recebia SMS. Porém, na hora de navegar, simplesmente não conseguia. Ficou claro pra mim que o problema era no iPhone, pois se o mesmo chip funcionava com internet em outros aparelhos, a razão era algum bloqueio ou algo similar no bendito gadget da Apple.

     Na ocasião, lembro de ter pensado que o problema eram as configurações de APN da operadora. Infelizmente, quando eu colocava o chip da Vivo, aparecia uma opção pra ajustar os dados de APN. Porém, ao colocar o chip da AT&T, esse menu simplesmente sumia. Pesquisei um monte, tentei usar sites que geram perfil online com dados customizados do APN e nada! Passei a viagem toda tendo que usar a internet no HTC P3300, que é uma lástima, pois o browser é péssimo, os softwares são ruins, etc. etc. etc.

     Essa noite, pesquisando mais a respeito do assunto, pois vou voltar aos EUA na semana que vem, resolvi me precaver e comecei a procurar alternativas pra editar o APN. Até o firmware 3.1.2, existiam vários hacks via Cydia que faziam isso. Porém, o cabeçudo aqui resolveu atualizar pro 3.1.3 e esses hacks não funciona mais.

     Depois de uma rápida pesquisa no oráculo de Mountain View, encontrei esse blog com uma dica muito valiosa e que realmente funcionou. Nele, descobri que existe um diretório no iPhone (/System/Library/Carrier Bundles/) com o nome de várias operadoras. Provavelmente, só estão listados ae as operadoras que fizeram contrato com a Apple e vendem o aparelho de forma oficial. Dentro desse diretório, existe um arquivo chamado carrier.plist que tem várias configurações da operadora, inclusive, um parâmetro que você adiciona, salva e imediatamente, sem precisar de reboot nem nada, o iPhone passa a exibir as configurações de APN pra você editar.

     Fiz o procedimento nas configurações da Claro (ae acima) e da Vivo (ae embaixo). Em ambos, o reusltado foi o mesmo, funcionando de pronto. Fiz também no da AT&T, mas esse, só poderei testar quando desembarcar nas terras do Tio Sam. Acredito que não terei problemas, visto que o procedimento parece funcionar em qualquer operadora, pois a formatação do arquivo é a mesma, só mudando os dados de cada operadora.

     Quando voltei dos EUA, eu trouxe comigo os aparelhos (e os chips) que comprei por lá. São aparelhos bem porcaria, mas que serviu para o propósito que foram comprados. No entanto, como já faz mais de 6 meses que voltei de lá e não fiz recargas nos números, acredito que já foram bloqueados pela AT&T, pois eu tentei entrar no site deles (como fazia por lá), pra ver os dados, comprar créditos, etc. e aparece uma mensagem de números inválidos.

     Resumo do post então: se você estiver indo com amigos ou família, aconselho que comprem aparelhos pré-pagos por lá. A comunicação de vocês ficará perfeita e ninguém mais vai ficar tendo que pagar roaming pra combinar os locais de encontro. Segundo, se precisar usar internet no iPhone, contrate o plano de 100MB por USD 19,90 e lembre-se de editar o APN da AT&T.

     Update 20/03/2010 01:26h => Descobri que a AT&T parece que não trabalha mais com o plano de 100MB por USD 19,90. Ao menos, não consta no site. O que aparece por lá é um plano de 200MB por USD 35 e outro de 5GB por USD 60. Com a chegada do iPad, a empresa passará a ter um plano de 250MB por USD 15 e outro ilimitado por USD 30. Não sei se será restrito ao iPad, mas acredito que sim. Sobre o acesso a rede WiFi da AT&T (que é super ampla, cobrindo hotéis, cafés, etc.) você pode usar gratuitamente dentro dos planos.

     Update 20/03/2010 01:30h => Sobre as ligações ilimitadas que comentei, também fui ver no site da AT&T como está atualmente e segue o site para consulta. Pelo que vi, existe um plano onde você paga USD 1 por dia (apenas os dias que usar o serviço) e USD 0,10 por minuto de ligação. Tem um outro plano de USD 60, com ligações e SMS inclusos. Até onde eu entendi, acredito que ligações dentro da rede AT&T você não paga. Esses valores de tarifas são para ligações para outras operadoras.

     Update 30/03/2010 23:51h => Os planos que realmente existem no pré-pago são de 1 MB por USD 5 e 100 MB por USD 20. Aqueles de USD 60 são pra outros tipos de planos, não disponíveis para turistas.

Leave a Reply

preload preload preload