mar02

E a Samsung finalmente lançou sua cópia do iPhone 6

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 02/03/2015 às 03:24h

     Depois de muitos rumores, especulações, teasers e afins, a Samsung finalmente anunciou seus novos smartphones: Galaxy S6 e S6 Edge. Em resumo: sim, eles são extremamente parecidos com o iPhone 6 e abandonaram aquele acabamento de merda (pRásticu Dolly) que a empresa coreana insistia em vender.


Ivan Garcia / Shutterstock.com

     Um dos rumores é que a Samsung não usaria a CPU da Qualcomm, alegando que ela esquenta demais. Segundo a fabricante de chips, isso é pretexto de quem não soube adaptar o projeto (toma!). Mas o fato é que a Samsung realmente desprezou os chips da americana e está usando CPU própria. Segundo eles, é mais poderosa (Octa Core) que as do Galaxy Note Edge, além de mais econômica.

     Aliás, uma das novidades dos novos aparelhos é que agora eles não tem mais slot pra cartões microSD e bateria removível. É a Samsung copiando (ok, ok, se inspirando) a Apple na cara dura. Não duvido que, em breve, vejamos algum processinho rolando por ae, como já ocorreu no passado, já que os aparelhos se parecem bastante. Eu particularmente achei bonito e bem acabado.

     Segundo a Samsung (só acredito vendo/ testando) a bateria teve um enorme salto de autonomia. Com apenas 10 minutos de carga, você consegue usá-lo por mais 6 horas. Seria uma resposta a altura para a tecnologia empregada pela Motorola no Moto Maxx (que aliás, tenho e adoro). E melhor, ele ainda tem recarga por indução (sem fios). Preciso ver os reviews pra ver se isso realmente funciona como o anunciado ou não se trata de papo mole da Samsung.

     “Mas GordoGeek, você sempre teve aparelhos da Samsung, fez posts elogiando eles e agora que lançam algo bonitão, você critica?” Sabe o que é, querido leitor, eu tive o Galaxy S, S3, S4 e S5. Além do Galaxy Note, Note 2 e Note 3. Ou seja, eu paguei o preço de ser um usuário Samsung e tive enormes dores de cabeça, tanto com assistência técnica, como no uso diário, com vários bugs que a empresa não reconhece. Fora isso, o TouchWiz e as customizações da Samsung deixam o aparelho se arrastando, algo que você começa a não aceitar depois de ver como o Android pode ser rápido usando um Nexus 5 que custa 30% de um topo de linha da coreana.

     Os preços ainda não foram revelados, mas as vendas dos aparelhos começam a pouco mais de um mês, inclusive no Brasil. Com o dólar nas alturas e a Samsung vendendo a linha Alpha, que são aparelhos intermediários, com preço de topo de linha, não duvido que o S6 vá chegar aqui custando mais de R$ 3.000. Quem vai pagar isso tudo? A Samsung vai conseguir reverter as fracas vendas nos últimos trimestres? Só o tempo dirá.

Leave a Reply

preload preload preload