jun20

É mais fácil ganhar dinheiro com Windows Phone

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 20/06/2014 às 12:48h

     Há alguns anos eu escrevi aqui no blog sobre como eu acho que Microsoft e Google deveriam proceder pra melhorar a plataforma deles. Passado algum tempo, não vi nenhuma das duas despejando rios de dinheiro em cima dos desenvolvedores. Porém, não podemos negar que elas vem se esforçando.

     Recentemente a Microsoft anunciou que deixaria de cobrar as taxas de licenciamento do Windows Phone para dispositivos com até 9”. Em seguida, vieram aparelhos com dual-sim e TV, além do Nokia X, um híbrido entre Android e Windows Phone. Ou seja, Satya Nadella não quer cometer o mesmo erro de Steve Ballmer e vai abrir mão de receitas imediatas para investir no longo prazo.

     A base instalada do Windows Phone cresce e a tendência é de alta, segundo o IDC. A Microsoft diz que já vende mais aparelhos que a Apple. No Brasil, o Windows Phone já tem mais mercado que o iPhone.

     Diferente da Apple (que só se interessa pelo mercado premium) e da Motorola (que parece ter abandonado o premium), a Nokia está jogando em todas as posições. Eles tem aparelhos de entrada, intermediários e topos de linha. Ou seja, para todos os gostos e bolsos. Não chega a ser como a Samsung, que lança um aparelho novo a cada 10 dias, mas o consumidor não pode reclamar de falta de opções.

     Se tudo parece encaminhado na Microsoft, o que está faltando? Bons apps, definitivamente! Existem ótimos apps para Windows Phone. Alguns, até superiores que similares no iOS e Android, mas infelizmente ainda são minoria. E como se muda essa realidade? Fazendo com que desenvolvedores vejam na plataforma uma forma de ganhar dinheiro. Desses bons apps para Windows Phone, a maioria é feito por pequenas empresas ou até mesmo um único desenvolvedor. Ou seja, não são necessários grandes investimentos para conseguir se destacar, o que é bem diferente da realidade dos outros sistemas, em especial do iOS, onde quase 90% da verba de um novo app vai para o marketing, senão ele fica “escondido” na App Store.

     No final de 2012 a Nokia lançou um projeto piloto para incentivar não só o desenvolvimento de novos apps, mas também a portabilidade de apps já existentes para as plataformas móveis Nokia X Software, Nokia Asha e Windows Phone. Inicialmente apenas Estados Unidos e Canadá faziam parte do programa. Hoje, já são 47 países, entre eles o Brasil. Os desenvolvedores daqui também podem (e devem) participar desse programa de incentivo global da Microsoft Devices, fazendo sua inscrição gratuitamente em www.dvlup.com. Veja aqui mais detalhes dos prêmios e desafios.

Leave a Reply

preload preload preload