jul11

Empresa sem vergonha da rodada: SanDisk

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 11/07/2013 às 13:15h

     No começo do mês eu contei aqui no blog que a SanDisk soltou alguns cartões de memória que tem problema no controlador e não são compatíveis com todos os aparelhos no mercado, em especial os mais recentes, como o Samsung Galaxy S4. Ao invés de emitir uma nota pública, fazer um recall ou algo parecido (que qualquer empresa idônea faria), eles simplesmente resolveram esconder a sujeira debaixo do tapete.

     A SanDisk é uma marca muito reconhecida mundialmente e é por isso que sempre dei preferência aos produtos da marca. Eu tenho aqui comigo 4 cartões microSD de 64GB (3 comprados na Amazon e 1 no Mercado Livre) e 2 de 32GB (comprados no Mercado Livre). Eu vinha usando os cartões sem problema nos meus dispositivos (2 Galaxy Tab P3100, 1 Galaxy S3, 2 Galaxy Note 2 e 1 RAZR D1). Porém, quando comprei meu Galaxy S4, notei que a todo momento ele ficava falando que o cartão estava danificado. Pra saber se o problema era o cartão ou o S4, testei todos os cartões e notei que o problema acontecia em todos. Tudo levava a crer que o problema era o S4, pois se os cartões funcionavam em outros aparelhos e nenhum funcionava no S4… Mas pesquisando na internet eu descobri que cartões de outros fabricantes funcionavam normalmente no S4, enquanto muitos da SanDisk, não. Ou seja, o problema não era o S4 e sim os cartões mesmo.

     Eu entrei em contato via chat com a SanDisk, reportei o meu problema e eles reconheceram um problema no controlador dos cartões microSD de 32GB e 64GB. Ainda de acordo com eles, foi um “pequeno lote”, mas se eu tenho 6 cartões e isso acontece com 100% deles, ou eu sou a pessoa mais azarado do mundo ou o lote com problema não é tão pequeno assim. Mas como eles assumiram o problema e disseram que iriam trocar por novos, totalmente compatíveis, sem custo algum, considerei o caso resolvido.

     Vários dias se passaram desde o meu contato inicial, muitos emails foram trocados e, a cada dia, eles me pedem mais e mais informações. Me pediram várias fotos dos cartões, eu mandei. Pediram as invoices de compra, eu mandei. Me ligaram pra esclarecer novamente o problema, eu narrei. Hoje, eu recebo um email dizendo que (pasmém, não é brincadeira), como meu email de contato é de uma empresa (a minha empresa por sinal – @whinston.com.br), eu não sou um consumidor final e não posso ter suporte com eles. Ou seja, eu comprei como pessoa física, paguei como pessoa física, tô usando como pessoa física e não vão me dar suporte porque eu mandei o email pro suporte deles com o meu @whinston.com.br e não com um @gmail ou @yahoo.

     Eu já estava p. da vida por me sentir enganado, pois a empresa em nenhum momento fez um anúncio público do problema, para tirar do mercado todos os produtos com problema. Segundo porque mentiram ao dizer que era um pequeno lote. Terceiro porque, para eles enviarem novos produtos, sem o defeito, eu teria que destruir meus cartões atuais e ficar 10 dias sem. E agora, no ápice da palhaçada, esse negócio de negar o suporte porque meu email é da empresa.

     Como eu não sou o otário que eles pensam que eu sou, já reclamei no Procon e no ReclameAqui. Se o Procon não conseguir resolver o caso, não vou pensar 2 vezes em acionar o Juizado Especial Civil, como eu já fiz contra Mercado Livre, Samsung, Mandic e outras várias que me trataram como idiota.

     Se você tem um cartão de memória SanDisk, esteja ele com problema ou não, reclame com eles. Isso é vício oculto! Amanhã ou depois você compra um aparelho mais recente e não irá funcionar, lhe obrigando a comprar um novo produto, sendo que se fosse outro fornecedor, iria funcionar normalmente. E fica a minha recomendação: não compre produtos SanDisk, a não ser que você goste de ser tratado como idiota quando precisar de suporte.

     Update 17/07/2013 18:35h => Pessoal da SanDisk me ligou para pedir desculpa e dizer que houve um lamentável engano no tratamento da minha ocorrência. Segundo me passaram, todos meus cartões com defeito serão trocados num prazo de 48 horas.

Leave a Reply

preload preload preload