abr27

Esclarecimentos sobre iTunes Gift Card e afins

52 Comentarios »Postado por GordoGeek em 27/04/2010 às 14:58h

     A grande maioria dos meus posts são feitos para responder perguntas que muitas pessoas me fazem e, cansado de responder uma a uma, acabo escrevendo um post e depois pedindo pra pessoa consultar por aqui. Esse post, não será diferente. Muita gente me pergunta, diariamente, várias dúvidas sobre conta na iTunes Store, Gift Card, etc.

     Já tem alguns meses que a Apple finalmente liberou sua App Store no Brasil. Com isso, os brasileiros puderam ter acesso a alguns Apps. Contudo, friso a palavra alguns. Isso porque, nem todos os Apps estão disponíveis, especialmente os jogos, devido a legislação nacional, que existe que todos os jogos vendidos passem por um controle do governo, afim de determinar se sua classificação etária. Assim, a Apple preferiu simplesmente limar os jogos da loja nacional.

     Uma alternativa pra quem quiser comprar jogos e outros Apps que não estão disponíveis na loja nacional, é recorrer a gift cards, ou seja, cartões que são vendidos nas lojas física da Apple. Como nem todo mundo pode comprar tais cartões, alguns vendedores fazem vendas pela internet, seja via eBay, Mercado Livre, etc. O x dessa compra é que ninguém faz isso porque é bonzinho e sim pra obter lucro, ou seja, quando você compra um Gift Card de USD 10, pode pagar um bom ágio e o cartão acaba saindo por USD 13, USD 14 ou até mais.

     Recentemente, quando fui aos Estados Unidos, comprei vários cartões pra pessoas que me pediram. Só pra se ter uma idéia, eu entreguei o cartão de USD 10 por R$ 19,00. No Mercado Livre, as pessoas costumam vender por R$ 31,00. Mas como eu disse, eles visam o lucro. Eu, quis apenas fazer um favor pro pessoal.

     Apesar de ter comprado muitos cartões, como fui “vendendo” pra quem me pedia, acabei ficando sem. Já imaginava que isso poderia acontecer, então tentei comprar cartões de crédito pré-pago americanos. Funciona assim: você entra num mercado qualquer, compra o cartão (uns USD 5) e pede pra por a quantia que você quiser, como por exemplo USD 20. Alguns, ainda dão a opção de você recarregar com mais crédito, quando precisa. Eu acabei comprando 3 tipos, pra ver se consegueria burlar o sistema da Apple e alimentar minha conta americana na iTunes Store com eles, mas não tive sucesso.

     Mas por que esses cartões fracassaram? Por que não consegui alimentar minha conta, já que esses cartões possuem um número válido, como outro cartão qualquer? Bom, ae entra naquelas famosas picuinhas da Apple. Sabe-se lá Deus o motivo, eles fazem um rigoroso controle em cima das contas. Um desses controles é saber se o cartão foi emitido num endereço dos Estados Unidos, que tem que ser o mesmo do cadastro da conta. Se os dados do cadastro do cliente for um e do cartão outro, eles recusam o cartão. A mesma coisa acontece quando tentamos usar uma conta do Paypal. Se a conta não tiver sido validada com uma conta bancária americana, nada feito.

     Me deram a dica de um serviço chamado Entropay, que funcionaria na iTunes Store. Eu fiz a minha conta, coloquei USD 20 via meu cartão de crédito internacional e foi criado um cartão de crédito pré-pago com número válido e tudo o mais. O bacana desse serviço é que você cria quantos cartões quiser e põe neles o valor que quiser. O serviço funciona em diversos sites, exceto, na iTunes Store. Pelo que andei lendo, esse esquema funcionou até 2008, quando a Apple deu um jeito de cortá-lo.

     Existe ainda, uma outra técnica, que me falaram via Twitter. Segundo me falaram, a Apple valida o endereço apenas pelo zipcode (CEP), não usando número de rua, cidade, etc. Ou seja, se o CEP de fatura do seu cartão, bater com o CEP cadastrado na sua conta do iTunes, compra aprovada. Porém, eu não consegui achar nenhuma cidade americana que tenha o mesmo CEP aqui da minha cidade. Alguns leitores já me falaram que deram a sorte de conseguir isso. Pra variar, eu não tive sorte. Se você quiser tentar a sorte, pode usar o site da UPS pra procurar um CEP compatível com o seu.

     Bom, mas se nenhum desses métodos funciona, como eu estou fazendo atualmente? Sempre que eu quero comprar alguma coisa, eu vejo antes de tem na App Store nacional. Se tiver, compro por lá, pagando com meu cartão de crédito do Brasil. É a melhor opção, pois não pago ágio pra ninguém, pago 30 dias depois e na cotação do dólar comercial. Porém, nem sempre acho as coisas na loja nacional, ae tenho que recorrer a minha conta americana, que obrigatoriamente precisa ter crédito. E esses créditos? Como eu consigo?

     No passado, já comprei cartões via Mercado Livre e eBay. Porém, depois de alguns esquemas de fraude serem detectados pela Apple, causando o bloqueio das contas que usaram tais cartões, decidi pagar mais e comprar num site conhecido e recomendado por muita gente, Maximus Cards. O ágio deles varia de 15% a 25%, dependendo do valor do cartão comprado. É muito, mas é menos do que cobram no Mercado Livre e, com certeza, mais seguro. Ao pagar via Paypal, imediatamente chega o seu código para redeem no iTunes.

     Recentemente, descobri que o @Macari, pessoa muito conhecida da internet brasileira, também está vendendo iTunes Gift Cards. Ele criou até um site pra isso. Se você não quiser arriscar com desconhecidos no Mercado Livre ou ainda no site gringo que recomendei, pode procurar o Macari, pois ele é muito de confiança, tem um nome a zelar e não vai se queimar por bobagem.

     Se você ainda não tem uma conta americana, aqui existe um tutorial passo-a-passo que ensina como criar. Isso vai servir pra você baixar Apps gratuítas e também para colocar créditos.

     Update 26/05/2010 10:44h => Atualmente já é possível que brasileiros comprem Apps pra iPad, pois a Apple já liberou contas internacionais com esse recurso.

Leave a Reply

preload preload preload