jan21

Espaço ocupado no MacOS

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 21/01/2009 às 13:56h

     Recentemente a empresa adquiriu um MacBook White usado para que eu pudesse entrar de cabeça na programação para iPhone, através do SDK. A configuração da máquina é Core Duo 1.83Ghz, 2GB de RAM, HD de 60GB e drive Combo (CD-RW/ DVD). O custo da aquisição foi de R$ 1.600,00 e foi feito via Mercado Pago, para dar mais segurança a transação.

     Já tem alguns anos que tenho por hábito sempre particionar o HD, de forma a deixar pelo menos 2 partições, sendo uma para o sistema e outra para os dados. Dessa forma, quando precisar reinstalar um sistema, atualizar para versão mais nova ou voltar um backup, não precise retirar todos os dados da máquina.

     Ao receber o MacBook, fui logo instalando o Leopard e criei uma partição raiz de apenas 15GB, o que, mais tarde, descobri ser insuficiente. Ae, pelo utilitário de disco, redimensionei a partição para 25GB.

     Um fato que me chamou a atenção é que quando se atualiza o MacOS, ele deixa alguns rastros em cache. Esse ‘rastro’, pode consumir GB e GB. Ae, você precisa de uma aplicação tipo o Onyx para limpar e tudo voltar ao normal. Contudo, notei que quando atualizei para o 10.5.6, um bom espaço em disco acabou ‘sumindo’. Num primeiro momento, achei que fosse apenas a cache, mas mesmo limpando, boa parte do espaço ainda tinha sido ‘comido’.

     Foi ae que entrou em ação um programa que o Merino deu a dica aqui há alguns meses atrás JDiskReport.. Esse é um programa feito em Java e roda em Mac, Linux e Windows. Ele faz uma leitura do disco e apresenta relatórios gráficos, mostrando onde exatamente está o ‘devorador’ de espaço. Assim, eu descobri que dentro da pasta Library, havia uma pasta Printers com mais de 3GB, que contém drivers diversos para HP, Lexmark, etc.

Leave a Reply

preload preload preload