abr07

Explicando a mudança na linha editorial e afins

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 07/04/2013 às 07:46h

     Frequentemente eu recebo perguntas de leitores me questionando porque o blog anda parado, quando o podcast irá voltar e coisas parecidas. Depois de alguns anos usando o blog como um grande repositório de notícias de tecnologia, em 2010 eu resolvi mudar a abordagem. Ao invés de fazer 30 posts por dia, destacando o que de mais importante acontecia no mundo da tecnologia, optei por me concentrar em escrever dicas (do que eu julgava importante e difícel de encontrar) e reviews (dando o meu ponto de vista sobre determinado produtos).

     Essa mudança na linha editorial do blog veio principalmente por três motivos. O primeiro era porque o formato inicial do projeto, escrevendo um novo post sobre cada notícia que eu julgava relevante, demandava um tempo enorme e isso era um recurso que eu tinha cada vez menos. Por algumas semanas, eu até tentei gravar um podcast diário, no final do dia, resumindo todas as notícias em 10 minutos, mas mesmo com uma edição muito rápida, entre fazer a pauta, escrever um pequeno roteiro, gravar, editar e publicar, eram gastos no mínimo 1 hora e meia. Ou seja, pra gerar 10 minutos de conteúdo, eu gastava mais de 1 hora. Cai no mesmo problema que eu tinha anteriormente: falta de tempo. Até hoje me pergunto como o @CocaTech consegue estar há mais de um ano fazendo algo parecido. O cara merece uma medalha! O @Alexandre786 foi outro que tentou, levou por alguns meses e viu que era quase impossível fazer algo sozinho e sem patrocínio ou ajuda.

     O segundo motivo foi a explosão do Twitter, que me permitiu compartilhar um link do fato relevante e emendar alguns comentários rápidos em segundos. Era bem mais fácil do que abrir o WordPress, traduzir a notícia, fazer a formatação, editar uma imagem para ilustrar o post e fazer os comentários pertinentes. Pra questões de monetização e tráfego, isso foi bem ruim pro blog, porque antigamente, falando de quase tudo, era muito mais fácil ele ser linkado no Google do que hoje. E isso, por tabela, impacta nas receitas do blog, pois são menos pageviews, que geralmente é a métrica usada pra vender anúncio. Mas sinceramente eu não liguei muito por isso, pois o que eu queria com o blog não era ficar rico e sim compartilhar conhecimento.

     Em terceiro lugar, em 2010 eu me tornei pai e, se meu tempo já estava cada vez mais curto (por questões no trabalho), ficou ainda mais. A vida é feita de escolhas e não tem como a gente esticar as 24 horas disponíveis todos os dias. Mesmo trabalhando muito, a gente não dá conta de fazer tudo que precisa. Precisamos priorizar e focar. Então eu tive que fazer essa escolha.

     Eu sei que muita gente não tem Twitter, mas se você tem um gosto parecido com o meu e não pode acompanhar 150 veículos e ler 1.000 notícias por dia, o que faço no meu perfil @GdGkNews é justamente filtrar essa avalanche de notícias em algo dem torno de 30 por dia. Muitas estão em inglês e isso talvez possa ser um problema para alguns, mas é muito raro alguma notícia aparecer primeiro em português e, como eu gosto de agilidade, publico no Twitter quem publicou primeiro. Aliás, isso é algo que me incomoda muito. Alguns blogs (como o Tecnoblog) tem um delay de apenas algumas horas entre sair lá fora, traduzirem e publicarem em português. Isso é louvável! Eu bem sei o trabalho que dá. Mas a maior parte demora um dia e, alguns, ainda publicam notícias da semana passada, o que sinceramente me dói nos olhos. Pra fazer isso, era melhor não fazer.

     Uma última questão que eu queria esclarecer era sobre minha presença em alguns podcasts. Apesar de ficar muito feliz com os convites, eu procuro recusar todos. Faço isso porque, se eu aceitar participar de um e não de outro, vai gerar um certo mal estar que eu não quero. E, mesmo não ficando responsável pela edição, o motivo da recusa novamente é falta de tempo. Eu costumo trabalhar diariamente até às 20hs, que é quando minha esposa chega do trabalho, trazendo meus dois filhos. Como acordo muito cedo (também por conta das crianças), quando chega 22h eu já estou em marcha lentíssima. É bem raro eu ficar até alta horas acordado. Geralmente acontece porque, como dou manutenção em servidores, vez ou outra é necessário fazer alguma coisa que só pode ser feita de madrugada, quando o número de usuários é bem menor. Ou seja, minha recusa em participar de podcast não é “estrelismo”, como já ouvi gente dizer ;)

     Eu fiz esse post hoje porque, como vez ou outra alguém me pergunta sobre o tema, é bem melhor eu simplesmente enviar o link do que ficar quebrando isso em 140 caracteres. Espero que todos entendam. Talvez num futuro, quando eu ficar milionário e puder trabalhar menos, volte ao ritmo anterior, pois era algo que eu adorava fazer.

Leave a Reply

preload preload preload