jul21

GoGo Air: conectado a internet a 30.000 pés

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 21/07/2012 às 15:14h

     Já faz tempo que eu queria testar o sistema de internet dos aviões, mas nunca tinha dado a sorte de pegar um voo onde o sistema estava disponível. Nessa última viagem eu consegui encontrar 3 trechos onde eu pude avaliar o serviço. Já adianto: a hora passa muito mais rápido quando estamos conectados a 10.000 metros de altitude.

     Eu sinceramente não sei se existe um outro serviço disponível, além do Gogo Air. Até onde eu pude perceber, me parece ser o único. Pelo menos essa foi a impressão que tive ao ver anúncios nos aeroportos, nas aeronaves e no próprio site da empresa, que lista as companhias aéreas parceiras. Na própria página de usuário da Delta me foi dada a opção de contratar o Wi-Fi de forma antecipada (pela Gogo), mas fiquei com receio de chegar na hora, não ter disponibilidade e eu pagar a toa. Assim, preferi comprar já embarcado, com a certeza que iria funcionar, usando meu cartão de crédito internacional.

     Algumas pessoas acharam o valor da conexão cara, quando eu comentei a respeito no Twitter. Bom, barato não é, mas devemos lembrar que, quando estamos viajando, os preços das coisas são geralmente mais caros e vivemos numa realidade alternativa durante alguns dias. “Ah, olha esse chaveiro na lojinha do museu por USD 12. Tão linda.. E tá baratinha!”. Poxa, quase R$ 30,00 num chaveiro feito na China, que não vai durar 6 meses? Mas isso a gente só vê depois que a viagem termina, rs.

     No site da empresa tem uma opção de acesso de 24 horas por USD 14.95 (promocionalmente a USD 12.70) e outra de acesso mensal por USD 39.95, válido em todas os voos que tenham o serviço, independente da companhia aérea. Se você voa sempre pela mesma empresa, tem um outro plano, válido apenas para aquela companhia, por USD 34.95 (promocionalmente a USD 29.70). No voo que eu fiz, quando eu me conectei a rede Wi-Fi ao avião e fui abrir um site, já caiu na página de contratação de um plano. Além dessas opções que citei, tinha também uma de USD 1.95 por 15 minutos ou USD 4.95 somente para aquele voo, que foi o valor que acabei pagando.

     A velocidade da internet é de cerca de 2mbps e dá pra usar muitos serviços sem problemas, como Twitter, Facebook, Instagram, sites diversos, etc. Porém, devido a alta latência, fazer uma chamada via Skype, especialmente usando vídeo, se torna quase impossível. A voz fica metalizada, o delay fica imenso e ninguém se entende. Eu tentei várias vezes, o que chamou a atenção do meu colega de voo (que achou que eu estava usando o telefone celular convencional) mas sem sucesso.

     Vale a pena contratar esse serviço? Se você não deu a sorte de sentar na janelinha, se tem algo que queira adiantar na viagem ou simplesmente quer matar o tempo de forma rápida, vale bastante. Não é dos serviços mais baratos, mas pagar cerca de R$ 10,00 pra ficar 2 horas conectado a internet, a 30.000 pés, vale bastante.

Leave a Reply

preload preload preload