maio22

Griffin Beacon: controle universal para iPhone e Android

7 Comentarios »Postado por GordoGeek em 22/05/2012 às 14:24h

     Há muitos anos, quando eu ainda era usuário de Palm, uma das coisas para qual eu usava o gadget era controlar a TV ou qualquer outro dispositivo com IR (infra-vermelho). Infelizmente, os smartphones mais modernos estão vindo sem essa capacidade. Ou melhor, parece que a tendência, pelo menos em tablet, pode mudar, porque já vi alguns fabricantes colocando novamente esse recurso, como a Motorola fez no Xoom 2 Media Edition e a Samsung com o Galaxy Tab 2. Mas, enquanto a maioria dos dispositivos não tem IR, existem algumas alternativas criativas por parte dos fabricantes de acessórios.

     Boa parte dos “cacarecos” que eu vejo com a função de IR são dongles para se conectar, ou a porta do fone de ouvido ou no dock 30 pinos. Eu particularmente não gosto desse tipo de coisa, pois existe sempre a possibilidade de quebrar ou perder, em especial se deixar o iPhone no sofá. E claro, como você não vai ficar andando por ae com esse dongle no bolso, como dita a Lei de Murphy, quando você mais precisar da função de controle remoto, não vai achar (ou vai ficar com preguiça de pegar) o dispositivo. Sendo assim, nada mais prático do que ter a função no próprio aparelho, a qualquer hora, sem ter que espetar nada nele.

     Recentemente eu comprei um Griffin Beacon for iOS, que se conecta ao iPhone ou iPad por bluetooth (vídeo acima). Existem também uma versão para Android, mas estranhamente, apesar do equipamento ser virtualmente o mesmo, é outro modelo. Acho que isso é estratégia comercial pra vender mais, pois não vejo motivos técnicos para não funcionar com ambas as plataformas. Na loja virtual da empresa, ambos são ofertados por USD 70, mas eu achei por USD 50 na Amazon e foi de lá que comprei.

     O aparelho não possui fonte de alimentação e funciona com quatro pilhas AAA, o que lhe confere uma mobilidade incrível. Ou seja, você pode configurar os aparelhos de vários cômodos (sala, quarto, etc.) e levá-lo consigo, sem a necessidade de comprar dispositivos adicionais. Além disso, ele possui um “ângulo de visão” muito bom e pode facilmente entrar em contato com os várias dispositivos que serão controlados.

     Mesmo tendo dezenas de marcas e dispositivos cadastrados, que podem ser facilmente habilitados em poucos cliques, caso você tenha dispositivos não listados ali, isso não é problema, pois ele “aprende” os códigos com o seu controle remoto tradicional. O mais bacana é que você ainda pode editar o layout do controle que está criando, adicionando botões e funções especiais, ou seja, vai ficar super completo!

     Minhas primeiras impressões do Beacon foram muito positivas, mas na prática, não sei até que ponto é conveniente querer controlar tudo pelo iPhone/ iPad e não por um controle universal genérico. Talvez apenas os mais geeks queiram ter esse gostinho, mas como o aparelho não é muito salgado, acho que acaba sendo um bom investimento para todos.

     Apenas como referência, um dos dispositivos “plugáveis” no iPhone, que citei mais acima, é o NewKinetix. Outro é o L5 Remote. Ambos custam USD 60. Já um similar ao Beacon, que funciona via bluetooth, é o Unity Remote e custa USD 80. Como vocês podem ver, os USD 50 pelo Griffin Beacon na Amazon está bem em conta.

     Update 29/05/2012 18:53H => Algumas considerações depois de uma semana de uso. A bateria realmente dura super pouco. Aconselho fortemente que sejam utilizadas pilhas recarregáveis. Outra coisa chata é que, pra ativar o dispositivo, que fica desligado pra economizar energia, tem que dar um toque no topo dele. Ou seja, se você já sentou no sofá e está com preguiça de levantar, vai xingar um pouco. De resto, continua a ser uma boa compra.

Leave a Reply

preload preload preload