out23

Mais um desejo realizado: Nexus One em mãos

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 23/10/2010 às 23:51h

     Quem me segue no Twitter já viu que nesse sábado realizei mais um sonho de consumo geek e coloquei as mãos no Nexus One, o telefone do Google. Como muitos devem saber, o aparelho não foi um sucesso de vendas, pois a estratégia de vender o aparelho sem subsídio, não foi muito bem aceita pelo mercado americano, acostumado a fortes subsídios das operadoras, com longos contratos de fidelização. Tanto é que, atualmente, o Google não vende mais o aparelho e as últimas peças em estoques estão sendo vendidas apenas para desenvolvedores Android.

     O aparelho em si, apesar de já ter alguns meses do seu lançamento (janeiro de 2010), ainda tem especificações muito boas, com 1GHz de CPU, 512MB de RAM e tela super AMOLED. Como vocês podem ver, comparando com outros aparelhos lançados recentemente, ele não faz feio. Além disso, por ser feito pelo Google (na verdade a HTC quem produz), é o único aparelho que recebe o Android com todas as suas funcionalidades e em primeira mão, sem passar pelas operadoras e demais fabricantes, que costumam atrasar seus lançamentos e capar algumas coisas que não achem interessante disponibilizar a seus clientes.

     Todos sabem que sou um fã da Apple e tenho um iPhone 4, o qual adoro! Mas porque eu comprei o Nexus One? Bom, há cerca de um mês comprei o HTC Magic pra conhecer de perto o Android. O aparelho não é de todo ruim, mas ele se destina a outro público. Pra quem sempre teve aparelho top de linha, ficar com um aparelho como o Magic é fazer downgrade. Porém, pra quem está querendo um smartphone barato com Android, dá pra explorar bastante esse mundo. O meu, já coloquei a venda no Mercado Livre, se tiver interesse, dá uma olhada por aqui.

     Uma das pessoas que me incentivaram a conhecer o Android, pois tinham deixado o mundo da maçã recentemente, foi o Eduardo Masuda, antigo proprietário desse Nexus One que comprei. Ele só vendeu o aparelho pois comprou um Samsung Galaxy S, que segundo ele, tem uma tela melhor, especialmente quando vista na rua, com o sol refletindo direto. Hoje, no primeiro teste em campo com o Nexus, realmente notei esse problema. Mesmo com o brilho no máximo, fica incômodo de visualizar. O iPhone 4 ganha de lavada nesse quesito! Já num ambiente fechado, a tela do Nexus é muito boa.

     Ainda a respeito do Eduardo, ele pegou o Galaxy S há poucos dias e também está fazendo algumas descobertas, que estou acompanhando pelo Twitter. Infelizmente, a Samsung ainda não disponibilizou o Android 2.2 (Froyo) para o aparelho. Uma pena, já que o Eduardo sentiu que o Nexus com Froyo roda muito mais rápido. Isso deve ser resolvido nas próximas semanas, pois o fabricante disse que irá lançar esse update. Contudo, acredito que isso não irá resolver outro problema que ele comentou: autonomia de bateria. Pra ele, o Nexus One tem uma autonomia melhor.

     Pra quem tava usando o Magic há quase um mês e já acostumado a sua lentidão em algumas coisas, fazer os mesmos procedimentos no Nexus foi uma grata surpresa. Me senti trocando o iPhone 3G pelo 3Gs. O salto de performance foi incrível! Tudo roda muito mais rápido, além do que, a tela é maior e com um touch bem mais sensível. Sem dúvidas, em questão de especificações, o Nexus One é um belíssimo aparelho. Assim como eu guardo com muito carinho todos os meus iPhone (2G, 3G, 3Gs), acredito que farei o mesmo com o Nexus, pois são aparelhos emblemáticos e que não penso em vender.

     Como o Google não vende mais o aparelho pra qualquer um e muitos tem desejo de comprar, a velha máxima capitalista de oferta e procura fez o preço do gadget disparar, custando até mais caro que aparelho mais novos, como o Galaxy S. Se você der uma rápida procurada no Mercado Livre, verá que tem gente vendendo o Nexus One por volta dos R$ 2.500,00. Contudo, se você não fizer questão de um aparelho zerado, pode encontrá-lo na faixa de R$ 1.500,00.

Leave a Reply

preload preload preload