dez05

Minha péssima experiência com a Dell no Brasil

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 05/12/2017 às 17:11h

     Desde 2007, quando a Americanas fez uma promoção do Mac mini, sou um usuário de computadores da Apple. De lá pra cá, comprei um MacBook Pro em 2008, um iMac em 2011 e um MacBook Air em 2012. Porém, como os preços da empresa no Brasil estão além do razoável, com um iMac começando em R$ 8.000,00, tive de dar um passo atrás e voltar pro mundo Windows. Pro meu desgosto…

     Minha primeira tentativa foi comprar um notebook Samsung Odyssey. Pra quem não conhece, é a linha gamer da empresa. Como eu queria um computador com potência suficiente para editar vídeos em 4K e rodar máquinas virtuais, mesmo que isso comprometesse um pouco a mobilidade, aceitei pegar um notebook um pouco maior e mais pesado. Foram muitas decepções, conforme eu escrevi aqui. Mas em resumo: o aparelho, apesar de ser uma linha mais premium, é feito de um plástico vagabundo, o trackpad e teclado são horrorosos, além do HD ficar sempre em 100% e a bateria ser uma porcaria.

     Eu não queria montar um PC pois moro no interior e, caso o mesmo desse problema (e comigo sempre dá), eu iria ficar semanas sem o equipamento, além de ter de pagar altos valores com frete de ida e volta pra empresa (uns R$ 200, pegando um PAC com seguro). Cheguei a cotar com Kabum, ChipArt, etc. mas acabei optando por pegar um Dell, uma vez que eles tem atendimento no local, seja em casa ou escritório, no dia seguinte a abertura do chamado. E o cliente ainda pode pagar uma extensão de garantia até 3 anos. Assim, deixei de lado a ideia de montar um PC, esperei uma promoção e comprei um montado.

     Nas últimas semanas eu assinei vários canais sobre hardware no YouTube, pra me inteirar novamente desse mundo. Num passado bem remoto, eu sabia bastante sobre o tema, cheguei a ter uma loja de computadores entre 1999 e 2003, mas acabei ficando obsoleto no assunto. Não sabia sequer os nomes das linhas de CPU da Intel, AMD, placas de vídeo, etc. Assim, depois de semanas aprendendo mais e conhecendo o que tinha disponível, acabei optando pela linha de CPU AMD Ryzen, uma vez que eles um números de cores maior que a linha da Intel i7, então seria perfeito para meus propósitos, especialmente na hora de renderizar os vídeos.

     Eu vi uma promoção no Hardmob sobre um Dell Ryzen 1400, com 8GB de RAM, GPU RX560 e 1TB de HD por R$ 2.600. Os comentários eram positivos e acabei comprando. Porém, 3 dias depois, apareceu um outro Dell, dessa vez um Ryzen 1700X e GPU RX570 por R$ 3.500. Como a diferença era pouca e eu teria quase o dobro de performance, fechei a compra também. Pensei em cancelar a compra do Ryzen 1400, pois nem havia entrando em produção ainda, mas decidi ficar com ambos, pra ter um backup e também uma máquina pra esposa.

     Estranhamente, quem chegou primeiro foi o Ryzen 1700X, mesmo o pedido sendo colocado depois. E, logo ao ligar, notei algo estranho: as letras estavam meio serrilhados, dando um efeito horroroso para a leitura. Como o PC veio com o Ubuntu, achei que fosse algo relacionado ao Linux. Assim, peguei um pendrive do Windows 10 e instalei. Tive de ligar na Microsoft, pois não estava conseguindo ativar, mas deu certo. Porém, o problema do vídeo ainda continuava. Tentei usar outros 2 monitores e acontecia o mesmo. Comprei outros cabos, pra ver se era isso, mas nada.

     Alguns dias depois, quando o Ryzen 1400 finalmente chegou, achei que, como ele já vinha com Windows, não teria o mesmo problema. Ledo engano. Logo ao ligar, ele funcionou perfeitamente, mas depois dos vários updates do Windows, a imagem ficou ruim igual a do Ryzen 1700X. Reinstalei, travei o Windows Update pra não atualizar e danificar a qualidade da imagem, mas mesmo assim, os softwares da Dell conseguiram burlar meu bloqueio e atualizaram os drivers, ferrando tudo de novo.

     Num mundo ideal, eu apenas ligaria para a empresa e tudo seria resolvido, correto? Bom, o que eu não sabia é que o suporte da Dell anda péssimo. Você liga no 0800 e demora quase 1 hora pra alguém te atender. Enquanto isso, tenta outras opções como chat e email, que também não funcionam. Ae faz o esforço de aguardar 1h na linha pelo atendimento, quando o suporte lhe diz que esse tipo de problema não é coberto pela garantia, pois se trata de problemas de software e eu devo ver com a Microsoft.

     Falando em software, muitos dos aplicativos que eu precisaria rodar nos PCs não funcionaram, como Vegas 15 e Adobe Premiere (pra edição de vídeo). Não sei se é alguma incompatibilidade com os Ryzen, com as VGA, com o conjunto ou sabe-se lá Deus o que. O fato é que o suporte não pode me ajudar e eu não posso aguardar meses até sair uma correção, seja da Dell, seja dos desenvolvedores dos softwares, pra finalmente conseguir usar o PC que comprei.

     Como eu vi que não conseguiria resolver o problema, o próprio suporte da empresa sugeriu que eu devolvesse o produto. Mas, ficaram de me ligar e nada. Eu já abri 3 solicitações no ReclameAqui e a empresa se limita a pedir pra eu ligar pro 0800, o qual nunca consigo falar. A ligação ainda sugere que eu tente o chat, mas ao acessá-lo, cai numa página dizendo que ele não está disponível. Na opção de email, também nada acontece. Tentei ainda, dentro do site, achar alguma forma de contato. Preenchi um formulário e aparentemente foi, mas minutos depois, chegou um email de falha, dizendo que o email foi recusado. Frustrante!

     No passado, comprei produtos da Dell pra mim, para familiares e clientes. Mas depois de ver como o suporte da Dell no Brasil está precário, fico realmente com receio de recomendar algo da empresa. Espero que melhorem, pois ficar na mão da Apple, com seus produtos caríssimos, também não é opção.

Leave a Reply

preload preload preload