mai27

Primeiras impressões do tablet Lenovo ThinkPad 8

7 Comentarios »Postado por GordoGeek em 27/05/2015 às 17:46h

     No começo do ano, a assessoria da Microsoft me enviou o Nokia Lumia 2520 para review. Confesso que olhei meio de canto de olho, pois fazia muito tempo que não usava Windows e meu interesse mesmo é por iMac, MacBook, iPad e até Android. Mas um bichinho me picou quando comecei a mexer nele.

     Mesmo o equipamento enviado pra review sendo um antiquado Windows RT (já descontinuado pela Microsoft), me chamou a atenção como a plataforma estava evoluindo. Sobretudo, num hardware muito bem acabado como o Lumia 2520. Ele é rápido, bonito, tem 4G embutido: um xuxuzinho.

     Como a oferta de aplicativos para Windows RT são bem limitadas (já que eles rodam em CPU ARM), decidi que era hora de comprar um tablet rodando Windows 8.1 completo (full). Mas ao mesmo tempo que queria experimentar, não queria gastar os tubos num tablet topo de linha. Ae acabei vendo algumas promoções do CCE TF74W e embarquei nele.

     Por um produto de R$ 229, não dá pra se esperar que muito ainda mais sendo um CCE (Começou Comprando Errado), né? #Brinks. Pelo preço do equipamento, ele é até bastante razoável. Claro! Longe da perfeição. Longe mesmo. Mas dá pra brincar, rodando YouTube, Netflix, vídeos em mp4, avi, mkv, jogos leves, redes sociais, etc.

     Depois do CCE, resolvi me aventurar num tablet da DL. Ele tinha a tela ligeiramente maior (7.85″ x 7″) e parecia ter a tela melhor. Ledo engano. Mesmo custando mais de R$ 150 mais caro que o CCE (o que, percentualmente, é muito), não vi ganhos que justificassem esse investimento. Inclusive, nem fiz vídeo dele, porque não me animei nem um pouco.

     E assim como aconteceu com minha entrada no mundo Android, onde peguei um aparelho bem porcaria e fui melhorando, eis que finalmente decidi investir R$ 800 no objetivo desse review: o Lenovo ThinkPad 8. Com certeza, um equipamento muito melhor que os dois já citados, como todos já esperavam. Mas o quão melhor?

     Se tem uma coisa que você não verá tão cedo no mercado é um tablet barato e com tela boa. Tudo que tem por ae é baseado na tecnologia TFT e ela, apesar de barata, é bem ruim. Pra quem já teve contato com algo de qualidade superior, tentar usá-la no dia-a-dia é um tormento. Talvez, pra quem esteja comprando o seu primeiro tablet, até vá lá… Mas pra todos os outros mortais, é bem ruim.

     Apesar da qualidade da tela do Lenovo ser muito boa, um pequeno detalhe me decepcionou: sua resolução vertical. Não sei ao certo porque o fabricante fez essa escolha, mas ao definir a resolução do tablet, eles limitaram a 3 linhas de aplicativos quando o mesmo é usado em modo paisagem. Até o CCE baratinho suporta 4 linhas. Por que diabos fizeram isso?

     A qualidade de construção e detalhes de acabamento do tablet são muito boas. Porém (novamente um) ele é muito liso e não me adaptei muito em segurá-lo. Ele fica escorrendo e não é nada confortável de usá-lo sem capa. Poderiam haver algumas ranhuras ou algum material emborrachado pra melhorar isso.

     Como o tablet chegou ontem, evidentemente que não deu para testá-lo bem. Logo, esse é um post de primeiras impressões. Nos próximos dias eu irei usá-lo mais, instalar mais apps, ver a autonomia de bateria, etc. Ae volto pra contar se vale ou não a pena comprá-lo.

Leave a Reply

preload preload preload