jan26

Primeiras impressões em vídeo: Kindle Paperwhite

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 26/01/2013 às 01:22h

     Há quase 5 meses a Amazon apresentou seus novos modelos de Kindle ao mundo. Entre eles estava o Paperwhite, um grande aprimoramento no famoso leitor de livros digitais da empresa, que ganhou maior contraste e definição de tela, além de uma tecnologia de iluminação muito bacana, que permite ao usuário ler num ambiente sem iluminação.

     Um dos maiores “defeitos” dos e-readers até o meio do ano passado era o fato da tela de tinta eletrônica proporcionar um conforto muito grande na leitura, mas apenas quando houvesse luz presente, seja ela natural ou artificial. Por um lado, esse era um “problema” herdado dos livros tradicionais. De outro, os usuários já estavam se acostumando ao fato de que um tablet possui iluminação própria e não depende de uma luz acesa no ambiente. Nem de longe as telas de LCD possuem o conforto proporcionado pelo e-ink, mas tinham esse diferencial. No entanto, a tecnologia presente no Paperwhite acabou tirando esse trunfo dos tablets.

     A Amazon não é a única (e nem foi a primeira) a colocar essa tecnologia no mercado. Outros leitores com tela e-ink, tais como Nook GlowNight e Kobo Glo já tem características similares. A empresa de Jeff Bezos no entanto parece ter feito o serviço melhor, além de contar com uma plataforma e software bem melhores (na minha opinião, claro).

     Meu contato com os aparelhos da Barnes & Noble foi bem superficial. Brinquei com eles durante uma visita a loja física, no final do ano passado. Já o Kobo, tenho mais experiência. Porém, acredito que posso afirmar com convicção que, se você está convencido que precisa de um e-reader, o Kindle Paperwhite é a melhor escolha que você pode fazer. Veja no vídeo porque essa foi a minha escolha.

Leave a Reply

preload preload preload