nov09

Quanto cada coisa consome de energia?

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 09/11/2009 às 14:08h

     Desde que mudei de casa, vi minha conta de energia elétrica ir para as alturas. No primeiro mês, como ainda não tinha instalado todas as coisas, nem retirado tudo das caixas, minha conta não chegou a R$ 100,00. Porém, logo no segundo mês, vi ela praticamente dobrar e isso me preocupou muito. Não sei quanto a vocês, mas pra mim, pagar R$ 200,00 por mês de energia, é muito!

     Mesmo não sendo do tipo gastão, que sai de um cômodo e deixa a luz acesa, não conseguia fazer a conta de energia baixar por nada, ainda mais agora nesse calorzão de meu Deus, onde ventiladores e condicionadores de ar ficam ligados praticamente o dia todo. Assim, tive que apelar para um equipamento que me ajudasse a saber quanto cada equipamento estava consumindo, me indicando os ‘bandidos’ dessa história. Esse aparelho foi o Kill-a-Watt, que comentei rapidamente em vídeo, num post que fiz no final do mês passado.

     Primeiramente, como muita gente já me perguntou e respondi de forma individual, comprei o aparelho aqui mesmo no Brasil. Eu ia comprar via eBay, mas em virtude da demora e dos tributos, acabei comprando aqui mesmo. Paguei R$ 115,00 com frete sedex, na loja virtual Plug Informática.

     Uma coisa chata do aparelho é que ele tem aquela tomada padrão americano, com fio terra e as laterais fininhas e muitos equipamentos no Brasil usam os 2 pinos laterais redondos. Assim, você vai precisar providenciar um adaptador. A mesma coisa acontece com a conexão do aparelho na tomada, que tem o pino de terra. Assim, como acredito que em sua casa/ escritório, nem todas as tomadas tenham esse pino, você vai ter que usar 2 adaptadores, sendo um entre a tomada e o Kill-a-Watt e outro entre o Kill-a-Watt e o equipamento que você quer medir o consumo.

     Tirando essa parte chata, o aparelho é muito interessante, pois dá várias informações em ‘tempo real’. Assim, basta plugar o Kill-a-Watt na tomada, o aparelho que se quer medir no Kill-a-Watt e acompanhar, em seu pequeno visor de LCD (tipo uma calculadora), várias informações interessantes, como o consumo em Watt, a tensão, corrente, etc. Com essa informação, você pode fazer a conta de quanto esse equipamento de custa por hora, por mês, etc.

     Eu fiz várias medições aqui em casa e fiquei abismado com muita coisa… Por exemplo, praticamente todos os aparelhos eletrônicos que ficam em standby, ou seja, desligados, mas conectados a tomada, consomem entre 3w e 5w por hora. É pouco? Sim, não podemos dizer que seja muito, mas some todos os equipamentos que ficam dessa forma em sua casa e verá que pode ser um belo desperdício (5w/hora x 24hs x 30 dias = 3.6kW = R$ 1,73/ mês cada aparelho).

     Na questão dos computadores, muita coisa influencia no consumo, como o tipo da fonte, o HD, placa de vídeo, etc. Porém, um dos ítens que mais consome é a CPU. Aqui em casa por exemplo, eu tinha um Pentium 4 ligado 24 horas por dia como servidor e ele consumia 120w/ hora. Fiz o investimento de trocar a placa-mãe, cpu e memória (kit Atom) e isso desabou pra quase a metade (65w/ hora). Assim, no médio/ longo prazo, esse investimento irá se pagar.

     Ainda falando em computadores, medi também o meu Dell Optiplex 740 e vi que em modo intenso de trabalho (CPU acima de 50%), ele consome cerca de 110w/ hora. Todavia, quando a CPU está baixa, isso fica em torno de 70w/ hora. Porém, o que mais me chamou a atenção foi o MacMini, que mesmo com a pico de processamento, não chega a 25w/ hora, ou seja, uma máquina muito ecônomica!

     A coisa que mais me chamou a atenção foi o consumo da TV da sala, uma LG Time Machine de 42´´ (primeira geração). Ela consome absurdos 300w/ hora, enquanto a minha de LCD de 32´´ da Samsung, consome apenas 100w/ hora. Claro que o tamanho não é o mesmo, sendo uma de 42´´ e outra de 32´´, então a comparação não é totalmente justa, mas se fizermos uma conta usando “regra de três”, veremos que os números são absurdos.

     Bom, uma vez que você sabe o consumo em watt do aparelho, como saber quanto ele realmente consome em reais? Como o cálculo do ICMS da conta de energia é algo totalmente maluco, achei mais fácil pegar o valor total da conta e dividir pelo número total de kW consumido no período. Aqui em casa, por exemplo, pela CPFL Paulista, o custo total do kW/ hora, já com tributos, ficou em R$ 0,48.

     Fazer a conta é muito simples. Para ilustrar, vou pegar o consumo do meu antigo Pentium 4 (120w/ hora). Como ele ficava ligado 24hs por dia, multiplico: 120w x 24 (1 dia) x 30 (dias), totalizando 86.400 w/ hora ou 86.4kW/ hora. Sabendo que o custo do kW/ hora é de R$ 0,48, chegamos a conclusão que essa máquina custa R$ 41,47 por mês.

     Se você quiser conhecer mais aparelhos interessantes como esse e ter mais dicas sobre esse assunto, recomendo que ouçam o episódio do PapoTech 94, onde o João Roberto Gândara comenta de várias coisas que usou na casa nova dele.

Leave a Reply

preload preload preload