out20

Quer importar? Skybox te ajuda.

8 Comentarios »Postado por Pedro Alves em 20/10/2011 às 10:36h

     Sempre me considerei um geek do tipo “early-adopter”. Desde o inicio de minha independência financeira me esforcei em botar as mãos nas mais recentes novidades tecnológicas, seja por que realmente achei que facilitariam minha vida ou apenas porque eu sentia aquele tesão nerd em testar novidades e conhecer as direções em que a tecnologia caminha.

     Contudo, por acaso do destino, eu nasci, cresci e continuo no Brasil. Os mais nacionalistas poderiam me citar centenas de vantagens por isso, mas jamais poderiam dizer que esse é um país rico em tecnologia. Um entusiasta, como eu, sempre se viu fora da rota de novidades. Os novos gadgets sempre são lançados primeiro lá fora e, quem sabe, chegam aqui depois de alguns meses e com preços astronômicos.

     Para quem assim como eu não tem a oportunidade de fazer viagens para a américa do norte e Europa com alguma frequência, só resta contar com as poucas lojas online que enviam para o Brasil. Isso, é claro, dificilmente escapa do pagamento de altos fretes e impostos alfandegários absurdos. Mas e se houvesse outra opção?

     Pois bem, alguns dias atras encontrei uma possível facilitadora para esse problema. A Skybox é uma empresa focada em importações para pessoas na América Latina. O funcionamento é bem simples, você assina o serviço e recebe um endereço físico em Miami. Esse endereço é pura fachada e tudo que é recebido lá é reenviado para sua residência real no Brasil (ou em algum outro lugar dos 52 países em que a empresa trabalha).

     Obviamente, essa não é uma possibilidade para quem tem intenções de desviar dos impostos alfandegários brasileiros. No momento em que sua encomenda chega em seu endereço nos EUA, a Skybox calcula o frete de envio para sua residência e a quantidade de impostos que devem ser recolhidos.

     Eu já tinha ouvido falar desse tipo de serviço a muito tempo, mas nunca tinha encontrado algum com um nível de transparência que me fizesse ter coragem de experimentar, até agora.

     Algumas semanas atrás a Amazon lançou três novos modelos do conhecido leitor digital Kindle. Uma atualização do modelo anterior sem o teclado (Kindle), uma versão touch screen (Kindle Touch) e um tablet (Kindle Fire). Imediatamente me interessei pelo modelo mais simples. Eu já possuo um iPad, não preciso de outro tablet. Além de que só tenho interesse em utilizar o gadget para leitura, logo não faria sentido pagar a mais apenas por um modelo com tela touch.

     Ok, modelo escolhido, agora é só comprar, certo? Errado. A Amazon começou a enviar seus eReaders para o Brasil em 2009, contudo essa nova leva de modelos não foi completamente agraciada por isso. Eles enviam para o país das bananas apenas o modelo mais simples, e sem possibilidade do desconto de 30 dólares fornecido pelas “Special Offers” (propagandas são mostradas no lugar do screensaver).

     Portanto, comprando diretamente pela Amazon e mandando entregar em minha residência no Brasil o preço sairia por nojentos U$255,57 (U$109 pelo aparelho, U$21,98 de frete e U$124,59 em impostos!!!). Convertendo com a cotação do dólar hoje (R$1,763) isso equivale a R$450. Eu estaria pagando R$256 apenas para tirar o Kindle do estoque da Amazon e traze-lo para minha casa. Absurdo.

     Um estimulo desses é o suficiente para fazer qualquer um procurar novas possibilidades, e foi ai que resolvi dar a chance para a Skybox. No dia 03/10 eu me cadastrei, fiz a compra de um Kindle pelo site da Amazon e mandei entregar no endereço que me foi fornecido em Miami (portanto pude escolher a versão com o desconto).

     Em 07/10 a Skybox recebeu a encomenda (escolhi a opção de frete mais barata) e disponibilizou um vídeo muito legal mostrando o exato momento em que o operador recebeu a embalagem, abriu, conferiu para ver se estava tudo certo e lacrou novamente. Apesar de eu ficar desconfortável em saber que alguém abriu minhas encomendas antes de mim, ainda assim prefiro isso do que receber uma caixa vazia ou um produto estragado.

Skybox conferindo Kindle

Skybox conferindo encomenda.

     No dia 12/10 enviaram o Kindle para o Brasil por um frete de U$17,11 e já cobrando taxas alfandegárias de U$87,70. Em 17/10, apenas 5 dias depois, o recebi em minha casa em perfeitas condições e tendo um sentimento de extrema transparência da empresa em todas as etapas do processo.

     Essa brincadeira me custou U$180,79, ou R$318. Um valor quase 30% menor do que eu pagaria com o envio direto da Amazon. Isso equivale a um gasto 35% inferior em impostos e frete.

     Economizar esse montante é algo muito bom, mas acredito que a grande vantagem de usar um serviço como esse é para compras em lugares que não enviam para o Brasil ou o fazem utilizando fretes muito altos. Para mim, o serviço já está aprovado e inclusive já possuo mais encomendas chegando em minha caixa postal nos EUA.

     Acredito que essa seja uma boa opção para quem vira e mexe resolver comprar algo lá fora. Você passa a poder trazer praticamente qualquer coisa, tem uma bela facilidade no pagamento dos impostos (e não precisa se deslocar até alguma agência dos correios para pagar em espécie) e os caras agilizam bastante os tramites legais para que seu pedido não fique muito tempo parado na alfandega. Além de que, como mostrei com minha aventura com o Kindle, você ainda pode encontrar uma opção para comprar itens que até poderiam ser entregues direto no Brasil, mas chegariam aqui por um preço bem maior do que o justo.

     Quem desejar testar o serviço deixe um comentário nesse post com seu e-mail pessoal que envio um e-mail com desconto de 50% no cadastro do Skybox.

8 Responses to “Quer importar? Skybox te ajuda.”

  1. Ralfe Henrique disse:

    Bom dia, ainda é possível o cupom de desconto?

  2. Luiz Massa disse:

    Valeu … seus comentários foram de grande ajuda, vou me cadastrar.

  3. Pedro Meneghetti disse:

    Muito esclarecedor. Vou me cadastrar. Ainda é possível conseguir esses 50%?

  4. helver disse:

    valeu a sua experiencia,pois gostaria de encomendar produtos de lá e esta e uma boa opção, vc já ouviu algo sobre o shopito e o mercado dreto?

  5. TONI GUIMARÃES disse:

    Olá…Obrigado pelas informações.. Também vou me cadastrar

  6. Excelente esse conteúdo! Eu já acompanhava seus posts e vc é fera. Pra falar a verdade o que me encanta é a forma como vc usa as palavras. As coisas se tornam mais gostosas de ler sem perder sentido. Espero para ler outras coisas do que você escreve! Um forte abraço :)

  7. Pablo disse:

    Olá. Para uma compra como um Macbook pro top de linha (15″) valeria a pena??? Qual a porcentagem que a alfandega retem??

  8. Dewison Ribeiro Lage disse:

    achei interessante,estou querendo fazer uma compra

Leave a Reply

preload preload preload