mai23

Review: Dock Griffin AirCurve

Sem Comentarios »Postado por Pedro Alves em 23/05/2009 às 12:12h

     Há alguns meses comprei um AirCurve da Griffin. É um dock para iPhone e  iPod Touch 2G que tem como principal função amplificar o volume de suas caixas de som. Contudo, diferente de outros tipos de dock, esse não utiliza energia elétrica para isso! Toda a sua arquitetura foi especialmente projetada para aumentar em 10 dB a intensidade sonora apenas utilizando física.

     Postei essa materia originalmente no Blog do iPhone, mas depois de tanto tempo achei que seria interessante uma revisão para colocar um ponto de vista de alguém que usa esse acessório no dia-a-dia.

Abrindo a Caixa

     Essa é a parte que muitos geeks adoram! Abrir a caixa de um acessório novinho para seu gadget preferido.

     A embalagem é uma bonita caixa com cores chamativas e um escrito em alto relevo: “Play Without Power” ( ou “Toque Sem Precisar de Energia”, se referindo ao fato de que o AirCurve não requer energia elétrica).

     Na parte de trás temos o único “manual” que vem com o dock. Tudo que a Griffin acha que você precisa saber sobre esse acessório está nessas três imprecisas imagens com suas minusculas linhas de texto.

     Abrindo a caixa vemos o AirCurve embalado em um plástico junto de dois adaptadores, um para o iPhone de primeira geração e outro para o iPhone 3G.

     A impressão que dá é que a Griffin não teve o menor cuidado em colocar instruções um pouco mais detalhadas, tipo um “Quick Start” ou qualquer coisa que mostrasse  consideração com o consumidor. Não que o dock tenha vindo mal embalado ou qualquer coisa do tipo, mas que faltou um pouco de atenção da fabricante, isso faltou.


O AirCurve

Enfim, o tão aguardado.

     A primeira coisa que se nota ao segurá-lo é o acabamento. Sem sobras, sem imperfeições nem nada que tirasse seu brilho. O AirCurve é lindo e muito leve! Não deve chegar a 100g.

     O adaptador para o iPhone 3G encaixa perfeitamente na base do acessório. Infelizmente o mesmo não ocorre com o cabo. Ele passa pela abertura feita especialmente para ele, mas o plug fica relativamente solto o que atrapalha demais o “encaixar” e “desencaixar” do gadget. Por causa disso eu já desisti de usa-lo na mesa do computador plugado ao iTunes ou carregando na tomada pois sempre que eu preciso conecta-lo é um trabalhão para evitar que o cabo afunde dentro da dock. Quando isso acontece é preciso puxar o cabo para fora do dock, conectá-lo no iPhone e depois puxar a outra ponta até o telefone prender no adaptador. Já para soltar é necessário puxar o iPhone com um certo “jeitinho” para não usar muita força na ponta do cabo, não correndo o risco de danificá-lo. Devido a isso, no quesito “interface com o cabo de energia” a nota para a Griffin é péssima. Poderia ter sido feito um encaixe direto no AirCurve, o que tornaria o “encaixar/desencaixar” muito mais fácil e elegante.

Pode-se ver que existe um espaço em baixo do acessório para o cabo percorrer sem tombá-lo.

     Diferente do cabo, o encaixe do iPhone é perfeito. Ele fica REALMENTE firme e seguro em cima do AirCurve. Dá para usar a tela multitouch do aparelho sem medo dele cair.

     Não dá para negar que nosso querido iPhone fica muito elegante plugado no AirCurve.

A Performance

     Infelizmente não possuo instrumentos de medição necessários para precisar os ganhos reais do áudio externo obtidos com o AirCurve. Mas uma coisa é certa: ele realmente funciona. O som amplificado fica realmente alto, a ponto de até causar desconforto a quem estiver muito perto.

     Contudo, o acessório apenas amplifica o volume. A qualidade do som continua dependente do iPhone e, quem possui, sabe que o som do alto-falante é bom, mas nem tanto.

     Os graves são muito fracos e os agudos muito fortes, o que causa desagrado a quem tem um ouvido acostumado a boas caixas de som com um subwoofer potente. Tentei equalizar pelas opções padrões do gadget e a opção “amplificar graves” deu uma boa ajuda, mas nada que desse pra falar “Oh Meu Deus”…

     Uma função muito interessante é o Speaker Talk. Você faz uma ligação para seu amigo, coloca o iPhone sobre o AirCurve e ouve a ligação muito bem. Nesse ponto tive uma enorme surpresa pois a pessoa que liguei me ouvia com clareza mesmo eu falando em voz baixa a uma distância de aproximadamente 50cm do aparelho. É perfeito para quem gosta de conversar através do viva voz do celular. Funciona muito bem.

Como comprar

     A Griffin Technology não apenas criou o AirCurve mas também o vende para seus consumidores. Pelo preço de US$19,99 você pode comprá-lo diretamente no site da empresa, clicando aqui.

     Se você mora nos EUA, parabéns! Não precisará pagar frete. Já para os pobres mortais como eu, que moram no Brasil, existem duas opções de envio:
• UPS Worldwide Expedited – por US$72,65
• UPS Saver – por US$78,80

A primeira tem a entrega entre 7 e 10 dias úteis, a segunda um pouco antes. Sim, é desanimador. Ter de pagar um frete 4 ou 5 vezes maior que o valor da compra chega a ser ridiculo. Quem conhece alguém que more nos EUA, pode comprar com o endereço dessa pessoa e pedir para ela enviar para o Brasil. Sairá bem mais barato.

     Para quem resolver comprar direto com a Griffin, como eu, tome o cuidado de colocar nos comentários da compra pedindo para que o valor seja declarado corretamente no pacote. Comigo isso não aconteceu. Meu AirCurve foi enviado tendo como valor declarado o valor do produto mais o frete, ou seja, US$113,56 ao invés de US$19,99. Tive de pagar injustamente um imposto monstruoso totalizando quase 400 reais em gastos para um simples dock. Felizmente após alguns e-mails para a Griffin eles reconheceram a cagada que fizeram e me devolveram cada centavo que paguei de impostos de exportação.

Conclusão

     O AirCurve é um excelente acessório. Para quem não tem caixas de som de qualidade excepcional é uma excelente compra e vale muito mais do que um dock convencional. Seu som deixa muitos falantes mais caros comendo poeira. Além disso o fato do iPhone não ficar solto sobre uma mesa é um ótimo fator. Isso evita possíveis riscos e danos a ele, tornando muito fácil a sua utilização.

     Atualmente tenho uma dock original da Apple e um sistemas de caixas de som de boa qualidade, por isso agora o utilizo como despertador! Assim como o Whinston tenho o costume de dormir realmente tarde. Geralmente depois das 2 da manhã e frequentemente depois das 3h. Porém, diferente dele, eu preciso acordar cedo! E para isso o AirCurve é perfeito. O som fica alto o suficiente para acordar até o mais experiente bixo-preguiça. Só por isso já vale a pena.

Leave a Reply

preload preload preload