nov 03

     Ontem a noite, no intervalo do Fantástico, vi uma propaganda das Casas Bahia sobre o iPhone 5c, parcelado em 24 meses. Infelizmente, ela não trazia o valor total do produto, o que caracteriza propaganda irregular, segundo a lei 10.962, artigo 9. Pior, abaixo das parcelas vinha o valor à vista (com desconto), o que induz o consumidor ao erro, já que o valor total parcelado ficará em R$ 1.896,00 e não R$ 1.487,00, como a peça dá a entender. Lamentável, pra dizer o mínimo.

     O vídeo acima (vinculado ao canal oficial das Casas Bahia) é similar ao da propaganda que mencionei, mas é com o iPhone 4S (o de ontem trocaram apenas o finalzinho). Como dá pra notar, é prática comum da empresa vincular propaganda irregular, já que também não mostra o valor total das parcelas.

     Alguns vão me dizer: “poxa GG, deixa de ser chato. foi um deslize.”. Você realmente acredita que um dos maiores varejistas do país não tem conhecimento que está infringindo a lei? Obviamente eles sabem, mas como a fiscalização é pouca ou inexistente e as punições idem, eles se dão ao direito de lesar o consumidor, tentando fazer um produto ser mais barato do que ele realmente é.

     Eu fiz a denúncia ao Procon via Twiter e eles me pediram pra oficializar através do site. Fiz isso e irei acompanhar a apuração. Minha recomendação é que, sempre que tiverem seus direitos violadas, também exerçam seus direitos de cidadão/ consumidor e não deixem barato. É fechando os olhos para “pequenos malfeitos” que colaboramos com a corrupção do país. Seja consciente! Seja responsável! Denuncie!

     Atualização 03/11/2014 12:23h => Ontem eu havia feito vários tweets copiando Procon e Casas Bahia. A pouco recebi resposta das Casas Bahia, tirando o dela da reta.

TAG(s):
Categoria(s): Apple
out 04

iPhone 4S: uma merda, mas a melhor das merdas

7 Comentarios »Postado por GordoGeek em 04/10/2011 às 16:40h

     Fiquei semanas (pra não dizer meses) super empolgado pro evento de lançamento do novo iPhone. De ontem pra hoje eu praticamente não consegui dormir. Pouco antes do keynote começar eu tava roendo as unhas e o coração já batia acelerado. Pra que? Pra ver a Apple apresentar uma merda de iPhone 4S. Mas, é a melhor das merdas. Explico…

     Já dizia aquele velho ditado: “em terra de cego, quem tem um olho é rei”. Num mercado onde saem 2 novos smartphones rodando Android por semana, mas onde ninguém consegue inovar, a Apple não tem motivos para estar sempre extrapolando as barreiras. Basta fazer o feijão com o arroz. Afinal, como no futebol, não precisa dar espetáculo ou ganhar de goleada: o 1 x 0 também vale 3 pontos.

     Assim como aconteceu no iPhone 3GS, a Apple se focou em uma atualização mínima, melhorando a velocidade e a câmera. Não foi comentado nada sobre a memória RAM (como geralmente não é comentado no keynote), mas especula-se que ela tenha dobrado, indo para 1GB. Não ficaria totalmente surpreso se a Apple tivesse decido manter os atuais 512MB.

     Eu fiquei bem frustrado pela Apple ter mantido o visual antigo. Não fazia questão de um iPhone mais fino. Se for pra escolher entre uma bateria de maior duração e um iPhone mais fino, não tenho dúvida alguma que prefiro ter maior autonomia. Afinal, eu sempre tenho que colocar uma bateria auxiliar quando vou pra rua com ele. Mas uma coisa que me deixou muito puto foi a Apple insistir nessa tela minúscula do iPhone e a merda do botão home que começa a apresentar defeito dentro de poucos meses de uso. Eu tenho um Galaxy S e adoro o tamanho da tela. O Galaxy S2 tem a tela ainda maior e provavelmente eu gostaria mais ainda. Aliás, falando na concorrência, o iPhone 4S pode até não ter sido inovador ou surpreendido, mas me aponta um smartphone que seja melhor que ele, não apenas no hardware, mas no conjunto, com um excelente sistema operacional, aplicativos, serviços na núvem, etc. Ficou difícil, né? Esse é o mote: A Apple não precisa queimar cartucho agora. Seus concorrentes são ruins e não oferecem perigo (não nessa faixa de preço).

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Apple
preload preload preload