set 30

Talkatone: app fornece número americano grátis e fácil

2 Comentarios »Postado por GordoGeek em 30/09/2015 às 06:19h

     Se você é usuário de iOS e precisa de um número americano que receba chamadas e SMS sem custo algum, o app Talkatone, disponível gratuitamente na App Store americana, vai resolver o seu problema. Vale lembrar que o Talkatone também está disponível na loja brasileira, mas essa versão pede que se faça uma assinatura de USD 0,99 pra manter o número durante 6 meses.

     Logo após baixar o aplicativo, basta fazer um cadastro bem simples (nome, sobrenome, idade, sexo, email e senha), validar sua conta clicando num link que chegará no seu email e pronto. Você já vai receber um número americano capaz de receber ligações e SMS. Assim, dá pra validar muitos serviços que exigem confirmação via telefone.

     Caso você queira comprar pacotes de voz e texto, pra não apenas receber, mas também pra poder originar chamadas e SMS, existem in-app dentro do aplicativo. Porém, não recomendo que faça isso, uma vez que no Google Voice não custa nada.

     A essa altura, você deve estar se perguntando: “mas GG, se o Google Voice é melhor, por que eu vou criar uma conta no Talkatone?”. Simples meu caro: pra você conseguir fazer o cadastro no serviço do Google, além de uma VPN (pra se obter um IP americano), você vai precisar de um número americano pra receber uma chamada deles e validar o cadastro. Ou seja, primeiro você faz a conta no Talkatone, depois valida o Google Voice. Entendeu?

     Uma vez criada a conta no serviço de telefonia da Google, você não mais precisará da VPN ativa. Ela se faz necessário apenas no momento da ativação. E, feito isso, você contará com chamadas e SMS ilimitados para todo o território americano. Além disso, o Google Voice tem alguns serviços bem interessantes, como receber em formato texto os recados em áudios que te deixarem na secretária de voz, quando as ligações não forem atendidas. E, pra fechar com chave de ouro, ainda existem filtros antispam muito bacana (se fudeu telemarketing).

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
mar 02

Google, copie o compartilhamento familiar da Apple!

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 02/03/2015 às 02:59h

     Esses dias eu escrevi aqui no blog sobre a falta que faz um aplicativo como o iTunes para os usuários de Android. Hoje, venho falar de outra coisa que sinto muita falta: o compartilhamento familiar.


Bloomua / Shutterstock.com

     Apesar deu ser a ovelha negra da família (usuário de Android), meus filhos tem um iPad cada e minha esposa, apesar da minha insistência, não veio para o lado negro da força e continua a usar iPhone. Recentemente, ganhei um iPhone 6+ do meu padrinho (que mora no Canadá e não me via há anos) e voltei a usar o smartphone da Apple. Mas já fazia tantos anos que não mexia com iOS no dia-a-dia (apesar de ter um iPad, fica na gaveta), que fiquei bem perdido e estou descobrindo algumas coisas bacanas só agora.

     Meus filhos e esposa tem suas contas iCloud, mas apenas para que eu possa localizar os dispositivos em caso de perda ou roubo. Eles efetivamente nunca compram nada. Sou eu sempre quem compro as coisas e depois instalo no deles. Pra facilitar as coisas, acabo deixando meu Apple ID configurado nos aparelhos deles. Claro, com senha, de forma que eles não pudessem fazer compras sem minha autorização, mas facilitando o update.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Android, Apple
jan 30

     Como eu fiquei mais de um mês sem gerar conteúdo pro blog e pro Youtube, estou compensando, fazendo algo inédito pra gente: respondendo dúvidas em vídeo. Eu sei que outros canais já fazem isso e resolvemos fazer também, especialmente porque o vídeo do Nokia X, em pouco mais de 24 horas, teve quase 3.000 visualizações e 150 likes. Continuem assim, nos motivando a gerar conteúdo e vamos responder, propiciando o material que vocês tanto gostam ;)

     Peguei algumas dúvidas mais comuns, mas também fiz questão de pegar uma específica de cada canal: Instagram, Youtube e Blog. Também citei nominalmente o Washington Valentin (dúvida via Youtube), a Morena Távora (via Instagram) e o Rodrigo Zaratin (blog). Continuem interagindo e vamos fazer mais respostas nesse formato.

TAG(s):
Categoria(s): Android, Windows Phone
mar 16

New iPad com Retina: você também vai pagar essa conta

4 Comentarios »Postado por GordoGeek em 16/03/2012 às 23:23h

     Eu não fiz nenhum post sobre o keynote de lançamento da Apple, mas comentei bastante no Twitter, pois acho que fica mais apropriado fazer alguns comentários por lá, uma vez que são mais dinâmicos e permitem maior interatividade. No geral, eu gostei bastante do novo iPad, mas uma coisa que não me desceu muito bem na goela foi a falta de uma versão de 128GB. Tudo indica que os custos da Apple subiram, já que ela finalmente implantou uma tela Retina (ou quase) e o suporte a LTE. Porém, acho que devia ter dado a opção de, quem quisesse pagar mais caro, tivesse a chance de comprar um produto com uma capacidade maior.

     Nos dias anteriores ao evento, onde se especulava sobre a tela com alta resolução, surgiram alguns comentários dizendo que o tamanho dos apps iria aumentar bastante e portanto, faria sentido os 128GB. Infelizmente, a Apple não põe em prática tudo que faz sentido pra gente e sim o que faz sentido na estratégia de negócios deles (que por sinal é acertada, tendo em vista que ela vale mais de meio trilhão de dólares). Demorou pra eu entender, mas hoje eu tenho claramente em minha mente: a Apple não faz produtos pra mim (geek ferrenho) e sim pra um público mais amplo. Eu quero Blu-ray no Mac. Vou ficar querendo. Eu quero 4G no iPhone. Vou ficar querendo. Até que eles decidam colocar, por mais que a concorrência já tenha e os críticos caiam matando em cima.

     Agora que o New iPad já está nas mãos de alguns, surgiram vários updates de aplicativos na App Store, trazendo suporte a nova tela de alta resolução. Conforme já previam os rumores, os apps realmente ficaram maiores. Na média, os apps quase dobraram de tamanho, inclusive os da própria Apple, como a suíte iWork. O que eu só parei pra pensar hoje, quando estava fazendo tais downloads é que, mesmo eu (e talvez você), que ainda não temos o novo iPad, vamos ter um belo espaço “roubado” de nós, tendo em vista que o mesmo aplicativo que roda no New iPad roda também nos mais antigos. Assim, se você já estava com pouco espaço, depois desses updates, vai ficar com menos ainda.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Apple
set 29

Amazon App Store é uma pegadinha do Malandro?

4 Comentarios »Postado por GordoGeek em 29/09/2011 às 08:32h

     Diferente da Apple, que mantém um rigoroso controle do seu ambiente, o mundo Android é “livre”, como muitos adoram apregoar. Tal liberdade permite coisas bizarras, como operadoras que removem o Gmail de seus aparelhos. Além disso, apesar do Google manter uma loja oficial (Android Market), várias outras empresas mantém lojas próprias, como é o caso de operadoras, fabricantes e até grandes varejistas, como a Amazon.

     Pro desenvolvedor, já não bastasse todas as intempéreis de desenvolver pra um ambiente que roda nos mais diversos aparelhos, com enormes variedades de tamanho de telas, capacidade de processamento e afins, ainda tem a complicação extra de existirem diversas lojas pra colocar o seu produto, sendo que cada uma delas tem suas regras específicas. Apesar de muitos criticarem o controle que a Apple exerce em sua loja, uma coisa é fato: além de ser muito mais fácil de trabalhar com uma única empresa, é lá que o dinheiro está de verdade.

     Quando uma plataforma é criada, a falta de aplicativos é algo ruim para o consumidor, mas muito benéfica para o desenvolvedor. Quem sai na frente acaba colhendo frutos por isso. Eu lembro as primeiras semanas com o iPad em mãos. Não tinha praticamente opção. Se queria um leitor de feeds, haviam 2 ou 3. Hoje, existem centenas. Na tentativa de se destacar, alguns desenvolvedores acabam caindo em tentação e acabam colocando seus negócios em risco.

     Desde que a Amazon App Store foi criada, todos os dias eu tenho um motivo pra mexer no meu Android, pois diariamente ela libera um aplicativo pago de graça. Ontem eu fiquei na dúvida se a Amazon bancava isso pro desenvolvedor e perguntei no Twitter. Dae, me indicaram esse link, que não é recente (já tem 2 meses) e fiquei pasmo ao saber o que realmente acontece na loja deles. Se você acha que a Apple é f…, espere até ler isso.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Android
jun 27

Apple muda política de devolução de apps em Taiwan

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 27/06/2011 às 13:21h

     Eu já comentei aqui no blog algumas vezes que acho uma tremenda cachorrada o que acontece na App Store. Alguns vendedores, sem o menor escrúpulo, divulgam seus produtos com propaganda enganosa, o consumidor cai e depois fica a ver navios. Alguns usuários disseram que já conseguiram ter o dinheiro de volta, mas outra grande parte me disse que reclamou e nada (o que acontece sempre comigo).

     Quando eu comecei a fazer testes com o Android, no ano passado, se você comprasse algo e se arrepende-se (em até 15 minutos), bastava pedir o estorno e isso era feito de forma extremamente rápida e descomplicada. Eu li (não lembro onde) que isso tinha mudado, porém, ainda recebo relatos que dizem que a devolução continua bem rápida.

     Visando atender a uma lei local de Taiwan, a Apple teria alterado os termos de uso e estaria permitindo que os usuários se arrependam da compra em até sete dias. Aqui no Brasil a lei é semelhante e deixa brecha pra gente ficar pensando se ocorrerá o mesmo por aqui. Sinceramente, acho que sete dias é um prazo muito longo! Dá pra pessoa baixar um jogo, zerá-lo e pedir reembolso. Não acho justo. Acho que um prazo de 1 hora é mais que suficiente pra pessoa testar o app, ver se faz tudo que promete e ver se quer devolver ou não.

TAG(s):
Categoria(s): Apple
mai 01

Apple incentivando a pirataria na App Store

8 Comentarios »Postado por GordoGeek em 01/05/2011 às 09:03h

     Muita gente faz jailbreak não apenas pra ter acesso a recursos que a Apple “esqueceu” (leia-se não quis) implementar, mas em especial pra poder usar apps piratas e economizar uns trocos. Quem me acompanha sabe que gasto uma boa grana com aplicativos, seja pra iPhone, iPad, Mac e até Windows. Talvez porque eu viva de fazer programas, não acho correto piratear o trabalho alheio. Mas às vezes me sinto um idiota em dar dinheiro pra quem não merece.

     Tirando a parte legal e o peso na consciência de lado, se uma pessoa se dispõe a pagar por algo é pra que ele funcione, seja melhor, mais fácil, mais cômodo, correto? Mas parece que quem decide pagar por algo tem sempre muito mais trabalho e menos benefícios do que quem resolveu burlar o sistema e ir pro lado negro da força. Você compra um filme, mas só pode ver naquele dispositivo. Compra uma música, mas fica restrito a certo aparelho, como o Zune. Já quem baixou do torrent, usa onde quiser, quando quiser. Não tem algo errado com isso?

     Bom, mas voltando ao foco desse post, eu fico extremamente revoltando (pra não dizer PUTO) quando eu compro um aplicativo na App Store e ele não faz o que promete. Alguns, nem rodam direito, encerrando logo após a abertura (caso do browser Mercury por exempo). Outros prometem passar as coordenadas do iPhone pro iPad via tethered (AirLocation), colocam vários depoimentos de sites famosos na descrição, ae você paga, baixa, instala e não funciona. É aqui que muitos vem dizer: “mas você pode pedir a devolução do aplicativo”. Bom, eu conheço o procedimento, já fiz isso algumas vezes, sempre com apps que não funcionam e tão cheios de reviews dando 1 estrela na própria App Store e a Apple simplesmente me ignora. Nem um email explicando o motivo da recusa eles se dão ao trabalho de enviar. É nessas horas que eu penso: não seria melhor eu baixar cracked, testar e se funcionar eu compro? Sim Apple, eu acho que você está incentivando a pirataria e isso não é bom pra você, pros desenvolvedores e nem pros consumidores. Ninguém ganha com isso!

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Apple
abr 14

Tweetbot: o cliente de Twitter queridinho da vez

9 Comentarios »Postado por GordoGeek em 14/04/2011 às 02:39h

     Existem dezenas (senão centenas) de clientes de Twitter para iOS e de tempos em tempos, algum cai nas graças do pessoal. Dessa vez, parece que o queridinho atende pelo nome e Tweetbot e foi lançado a pouco por USD 1.99 na App Store.

     Eu conheci o aplicativo por indicação do @MacMasi, mas pouco tempo depois, começaram a pipocar avaliações muito positivas do aplicativo em vários sites do mundo da Maçã. Acabei comprando pra ver qual era a do bicho.

     A primeira impressão que tive é que parecia o cliente oficial do Twitter, mas com uma “skin” diferente. Várias características bacanas, presentes no Twitter for iPhone, como puxar a timeline pra baixo para atualizar, estão presentes no Tweetbot. E por mais incrível que possa parecer, mais bem implementada. Bonitona mesmo!

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): App Store, Apple
fev 28

O XBox/ PS3 não são pra mim. Ou são?

7 Comentarios »Postado por GordoGeek em 28/02/2011 às 11:46h

     Eu não sou um afixionado por games (ou pelo menos não me considero). Meu último console foi um PS2, comprado há uns 5 anos, no qual eu joguei uns 10 dias e encostei. Antes dele, eu tinha um Mega-drive e antes, um Atari. Por esse “histórico”, muitos irão concordar em não me classificar como um amante de games, né?

     Agora, fazendo o papel de advogado de diabo, devo dizer que desde que a Apple lançou a App Store, eu compro cerca de 10 apps por semana e testo uns outros 20 gratuítos (light ou similares). Cerca de 75% desses aplicativos, são jogos. E agora? Ainda continuo como uma pessoa que não curte games?

     Já mencionei aqui que não curto pirataria. Faço de tudo pra não caminhar pelo “lado negro da força”, apesar de algumas indústrias às vezes fazerem de um tudo pra gente ir por esse caminho. Com a App Store, eu não me incomodo de comprar jogos por USD 0.99 (até USD 9.99 quando é uma “puta” jogo), jogar algumas horinhas e esquecê-los. E não venha me dizer que são jogos podres. Podem até ser jogos sem gráficos igual do XBox/ PS3, mas o que conta, afinal, são os gráficos ou são a diversão que eles nos proporcionam? Claro que, quanto mais realistas (ou simplesmente bem feitos), melhor, mas existem jogos belíssimos que tem um jogabilidade horrível, além de serem extremamente chatos e cansativos. Recentemente, um garoto de menos de 15 anos fez fama ao fazer um jogo simplérrimo que figurou nos Top 5 da App Store americana.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Geral
fev 18

Flick Kick Football: um jogo viciante e divertido

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 18/02/2011 às 12:18h

     Gostaria de lembrar quem me recomendou esse jogo, mas infelizmente já passei dos 30 e minha memória já não é mais a mesma ;) De qualquer forma, gostaria de recomendar aqui esse excelente aplicativo que vai fazer valer seus USD 0.99.

     De vez em quando eu me deparo com alguns jogos que são absolutamente viciantes. Foi assim com FieldRunners, depois com AngryBirds e por ae vai. Com o Flick Kick Football foi a mesma coisa. O vício é tanto que os dedos chegam a doer e penso em trabalhar menos (e jogar mais) pra não agravar minha L.E.R. :)

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Apple
preload preload preload