jan 07

Curso de Arduíno em Vídeo por Renato Aloi

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 07/01/2012 às 07:56h

     Quando estamos aprendendo algo por conta própria, precisamos ler muito. O começo é especialmente difícil, pois os conceitos ainda não estão fixados e tudo é muito novo. Nessas horas, alguns vídeos sobre o assunto de interesse dão um empurrãozinho a mais nessa caminhada. Abaixo, compartilho com vocês um curso em vídeo (ainda em andamento) do Renato Aloi.

     O Renato começou a postar em seu blog alguns tutorais sobre Arduíno. Recomendo que façam uma visita lá e coloquem o blog nos favoritos. Além disso, no dia 18 de outubro do ano passado, ele começou uma série de vídeo aulas sobre o assunto. Até o momento foram 11 vídeos, totalizando mais de 05 horas de material e praticamente toda semana tem um vídeo novo. Por isso, fica a dica de assinarem o canal dele no Youtube.

     Achei interessante unificar todos os vídeos disponíveis até o momento numa única página de forma a facilitar o acesso das pessoas ao curso. Claro, isso poderia ser feito através do próprio blog do Renato ou do canal do Youtube, mas acredito que da forma que fiz abaixo, um em seguida do outro, fica melhor. Recomendo que vá clicando no play, depois de um pause, de forma a deixar carregando todos os vídeos enquanto você vê os outros (especialmente se sua internet for lenta como a minha).

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Arduino
dez 02

Como controlar equipamentos eletrônicos remotamente

2 Comentarios »Postado por GordoGeek em 02/12/2011 às 18:22h

     Essa semana eu finalmente consegui “sequestrar” o eletricista e fiz diversas modificações em casa. Alguns dos equipamentos estavam há várias semanas comprados, encostados, esperando a instalação. Mais cedo eu comentei aqui no blog sobre o porteiro eletrônico com RFID e nos últimos dias fiz uma série de posts sobre o Arduíno.

     Nesse post eu vou falar sobre um pequeno equipamento que permite acionar equipamentos eletrônicos via controle remoto. Os que eu instalei aqui em casa são esses, que custam cerca de R$ 50,00 e controlam um único dispositivo. O fabricante é nacional e presta total suporte a instalação (meu eletricista comprovou isso, rs). Existem modelos que controlam mais dispositivos, podendo chegar a até oito, por R$ 181,90. O “problema” é que, nesse caso, todos os acionadores precisam estar no mesmo local, o que não é muito usual. Geralmente temos tomadas/ interruptores com apenas dois ou três dispositivos.

     O primeiro equipamento desse tipo que comprei está instalado há cerca de dois anos e meio. Eu usei esse produto para ativar um refletor que fica no postinho de energia, focando os portões de entrada. Ele tem alcance nominal máximo de 100 metros, mas não chega a tudo isso. Acabei optando pelo controle remoto porque ficaria complicado puxar um cabo de energia pra dentro de casa. A tubulação é estreira e já está bem atolada. O que eu iria gastar de tempo e mão de obra pra puxar o fio, acabou não valendo a pena. Pra isso, essa solução é excelente. Prática e rápida.

     Essa semana eu instalei mais desses dispositivos para controlar as lâmpadas do jardim e garagem. Deixei um circuito com lâmpadas de LED, que acionam automaticamente através de um sensor fotocélula, mas permitem ser desligados pelo controle remoto ou interruptor. Um outro circuito eu deixei com lâmpadas bem fortes (econômicas de 42W), ligadas a refletores posicionados ao redor da casa. Esses são acionados via controle remoto, especialmente se ouvimos um barulho fora de casa. Veja no vídeo abaixo pra entender melhor o que foi feito.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Arduino, Geral
nov 26

Aprendendo a usar o Arduíno com uma protoboard

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 26/11/2011 às 01:17h

     Desde que comprei o meu kit básico do Arduíno eu fiquei curioso sobre como usar a protoboard que veio nele. Infelizmente não achei nada muito detalhado e como estava com medo de danificar algo fazendo ligações incorretas, deixei de canto por uns dias. Hoje eu encontrei um blog bem interessante com vários tutoriais bem detalhados e para leigos. Finalmente consegui usar a minha protoboard, como mostro nos vídeos abaixo.

     O mais importante que você precisa saber é que as trilhas dos extremos (duplas) são conectadas horizontalmente, enquanto as do centro (5) são ligadas verticalmente. Ou seja, se você conectar um terra numa trilha do extremo, ela será válida por toda a extensão horizontal (no meu caso, 80 pinos). Já nas do centro, quando você liga algo na coluna A, ela se extenderá somente até a E (5 pinos).

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Arduino
nov 25

Sistema de alarme e automação residencial via iPad

3 Comentarios »Postado por GordoGeek em 25/11/2011 às 09:15h

     Como vocês já devem saber, nos últimos dias eu tenho feito vários testes com o Arduíno. Apesar dele já ter 6 anos de vida e eu já ter ouvido falar das coisas que ele pode fazer há anos, por ser uma pessoa mais ligada ao software do que ao hardware, nunca me interessei em mexer com isso. Porém, recentemente eu quis implementar uma solução de automação residencial e vi que o Arduíno é uma das formas de fazer o que eu queria.

     Lá fora o Arduíno é vendido a preços bem acessíveis. Aqui, só pra variar, tanto o Arduíno em si, como seus “acessórios”, são vendidos por um preço bem menos atrativo. Um dos principais sites gringos de venda de produtos de eletrônica para hobbistas, o Sparkfun, vende o Arduíno UNO por USD 30 (R$ 57,00) e esse preço pode cair dependendo da quantidade. Aqui, o preço médio num distribuidor oficial é de R$ 136,00. Claro, no Mercado Livre você encontra gente vendendo por menos, que é onde eu tenho comprado. Eu paguei R$ 75,00 no Uno e R$ 119,00 no Mega. A diferença entre eles é basicamente a quantidade de coisas que você consegue controlar.

     Esse mesmo vendedor que mencionei acima vende uma placa de alarme e automação por R$ 250,00. A vantagem dessa placa é que ela já vem com vários componentes integrados, como um LCD, 8 relês, 6 sensores de movimento, 8 conexões para sensores de leitura analógica, etc. Para que tudo funcione, você vai precisar também do Arduíno Mega (link mencionado anteriormente). Caso queira incrementar as coisas e gerenciar via internet (como no vídeo acima), basta adicionar um módulo de rede (ethernet shield) por R$ 147,00. Comprando tudo com esse vendedor ele te manda todo os esquemas de como fazer funcionar, inclusive com os sistemas para o Arduíno. Veja abaixo esse outro vídeo onde ele demonstra a integração da placa com o reconhecimento de voz do Android.

TAG(s):
Categoria(s): Arduino
nov 24

Vídeo: curso básico de Arduíno

3 Comentarios »Postado por GordoGeek em 24/11/2011 às 15:55h

     Tô até imaginando a cara de quem não está nem um pouco interessado no Arduíno com esses meus últimos posts. A esses, peço desculpas com uma mão e dou um “pedala Robinho” com a outra mão. Afinal, geek que é geek se interessa por isso (trollei). Pois bem, hoje me passaram uns vídeos interessantes e coloco abaixo alguns deles, dando uma visão geral pra quem quer iniciar. Obviamente não vou colocar tudo, pois quem quiser basta clicar sobre o vídeo e ir para a continuação no próprio Youtube.

     Pra começar, o vídeo acima não está em português do Brasil, mas é perfeitamente “entendível”. Ele é formado por duas partes e quem tiver interesse em continuar, basta clicar nela ao final do primeiro vídeo. No mesmo canal no Youtube você ainda encontra mais um monte de vídeos com projetos diversos para Arduíno. O canal está super completo e cheio de coisas interessantes.

     Se você faz questão de vídeo em seu idioma nativo, sugiro que comece a ver o vídeo acima. Assim como os demais, caso tenha interesse em prosseguir, basta clicar nos outros ao final do vídeo. Até o momento tem mais 5 vídeo aulas (2, 3, 4, 5 e 6) e mais uns vídeos relacionados no canal do Youtube.

TAG(s):
Categoria(s): Arduino
nov 23

Arduíno: O Documentário (com legendas em português)

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 23/11/2011 às 15:20h

     Na semana passada escrevi por aqui que estou fazendo alguns projetos em Arduíno. Até o momento fiz pouca coisa realmente útil. Comprei vários módulos, sensores, shields, etc. para aprender a usá-los separadamente, em pequenos experimentos e depois integrá-los em soluções mais complexas.

     O vídeo acima mostra um pouco mais sobre a história do Arduíno, como surgiu, porque foi desenvolvido, quem está usando, que tipo de coisa se pode fazer com ele, etc. Vi a notícia originalmente nesse blog e achei interessante replicá-la por aqui. Estou narrando meus avanços no meu Twitter e como o pessoal pergunta, achei válido que entenda um pouco mais sobre ele.

TAG(s):
Categoria(s): Arduino
nov 15

Primeiros passos na brincadeira com o Arduino

3 Comentarios »Postado por GordoGeek em 15/11/2011 às 01:23h

     Há muito tempo eu venho ouvindo falar sobre o Arduíno e apesar de ter ficado interessado, nunca arranjei tempo pra conhecer. Como tudo na vida, se a gente não se coloca metas, o negócio não anda. E foi exatamente isso que eu fiz: comprei um kit básico e aproveitei uma semana mais curta (em virtude do feriadão) para fazer algumas brincadeiras com ele.

     Primeiramente, pra quem ainda não conhece, Arduíno é uma plataforma de hardware livre (existem inúmeros fabricantes em virtude disso) muito utilizado para projetos de eletrônica. O grande barato dessa plataforma é que ela não exige muitos conhecimentos para se começar a fazer coisas interessantes. Claro, dependendo do projeto que se queirar implementar, os conhecimentos exigidos vão aumentando. Eu por exemplo quero fazer um projeto de automação pra casa, onde eu possa abrir portas e portões, acender e apagar lâmpadas e tomadas, entre tantas outras coisas. O Alexandre Mainardi por exemplo fez um bem bacana, com integração Web via HTML5. Veja a demonstração dele aqui.

     Muita gente tem me perguntado onde eu comprei o kit. Eu fiz a compra através do Mercado Livre com uma empresa chamada Empretec. Eu fiz o pagamento (via Mercado Pago) num dia e no outro o kit já estava aqui. Fiquei bem satisfeito com o atendimento deles. Talvez você até encontre lugares mais baratos pra achar os componentes, mas como eu tô começando, queria comprar tudo num local só e ter algum ponto de referência em português.

     Depois de vários dias com o kit em cima da minha mesa (e eu sem tempo de mexer), finalmente peguei o feriado pra brincar. Devo confessar que estava com medo de fazer alguma cagada e queimá-lo, já que eu não tenho conhecimento algum de eletrônica (nem a básica). Eu tô até pensando em procurar algum curso presencial pra aprender o básico. Enquanto não faço isso, o Marcelo Souza me recomendou essa apostila, a qual já baixei e joguei no iPad pra ler.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Arduino
preload preload preload