fev 19

Um pequeno desabafo pela falta de um iTunes para Android

13 Comentarios »Postado por GordoGeek em 19/02/2015 às 18:15h

     O iTunes é um dos softwares mais polêmicos da Apple. Tem gente que ama e tem gente que odeia. Mas, a maioria, reconhece que ele é ultrapassado e lento. Porém, mesmo com todos esses “defeitos”, eu sinto falta de uma versão similar do Google para os aparelhos Android, seja qual fosse o modelo/ fabricante dele. Poderia até ser polêmico igual ao da Apple. Eu não ligo. Apenas quero algo.


Chukcha / Shutterstock.com

     Recentemente a Motorola lançou o update com o Android 5 para vários aparelhos da sua linha de smartphones. Curioso o fato de que aparelhos de entrada (como o Moto G) receberam o update antes do topo de linha (Moto Maxx). Mas isso não vem muito ao caso agora, apesar de me irritar bastante. Isso seria algo que jamais a Apple faria. É como dizer pro seu cliente que pagou mais caro: “você é menos importante do que aquele cliente que pagou 1/4 por um produto ‘inferior'”.

     Eu tenho um Motorola Moto X 2014 (assim com o 2013) e um Moto Maxx. Em ambos os casos, eu recebi o update e notei que o aparelho ficou extremamente pior com a nova versão do Android, deixando os aparelhos com lags insuportáveis, coisa que eu só via em aparelhos da Samsung. Aliás, justamente por isso abandonei a Samsung/ Sony/ LG e estava priorizando a Motorola.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Android, Apple
nov 25

Como fazer backup completo do seu Android

3 Comentarios »Postado por GordoGeek em 25/11/2013 às 15:03h

     Perdi as contas de quantas vezes já critiquei aqui no blog e no Twitter o fato da Google não ter uma ferramenta fácil pra backup do Android, como é o iTunes para o mundo iOS da Apple. Existem várias formas de se fazer backup do seu equipamento. Porém, nem todas são eficazes, fáceis, flexíveis e funcionam em todos os aparelhos (novamente, como no iTunes).

     Nos meus aparelhos que tem bootloader modificado, eu geralmente faço o chamado NANDROID Backup. Basta dar um boot em modo recovery, entrar na ferramenta, localizar a opção de backup e disparar o procedimento, que pode demorar até uns 30 minutos, dependendo da quantidade de coisas que você tem no aparelho. Quando o aparelho tem slot microSD (como o Galaxy S4 e Note 2) fica melhor ainda, pois você carrega consigo uma forma eficiente de restore em caso de problema, sem precisar de um PC ou internet (como o iTunes e iCloud). Lembrando: é sempre bom pegar o arquivo do backup e copiar também para um outro local, como o PC, DVD, etc. Se por um lado esse backup é bem completo, por outro você não pode usá-lo para restaurar os dados em outro aparelho, em caso de um upgrade futuro, por exemplo.

     Se você procurar na Google Play, vai encontrar vários apps de backup, como o Titanium Backup, Helium, Easy App Backup e vários outros. O grande problema desses apps é que eles não fazem um backup realmente completo, além de não funcionar em todos os modelos de aparelhos e ainda exigirem o modo root (que nem todo mundo tem habilitado) para funcionarem integralmente.

     Já vi alguns programas pra PC que prometiam fazer um backup similar ao do iTunes. Porém, na prática, ou não funcionava com a marca do meu dispositivo, ou fazia um backup extremamente básico (apenas de contatos, SMS, etc.), que não me servia de muita coisa caso eu comprasse um aparelho novo e quisesse fazer um restore fácil e eficiente (novamente, como o iTunes – eu sei, sou chato).

     O Android tem algumas ferramentas interessantes dentro do seu SDK, que está disponível para Windows, Linux e Mac, conforme já narrei em outros posts (como 1 e 2). Se você abrir o console dentro do diretório “/adt-bundle-mac-x86_64-20131030/sdk/platform-tools” e digitar “./adb backup -f equipamento_data.ab -apk -shared -all”, seu equipamento vai acender e pedir uma senha. Assim que colocá-la, ele vai começar a gerar um arquivo de backup no seu computador. Para dar um restore, faça “./adb restore nome_do_backup.ab”.

     Pra finalizar, também tem um outro tipo de backup que algumas pessoas gostam de fazer, separando o conteúdo do backup nos arquivos de boot, sistema e dados do usuário. Nesse modo você precisa entrar em “recovery mode” no seu aparelho e digitar os comandos: “./adb backup-f boot boot.img”, “./adb backup-f system system.img” e depois “./adb backup-f data.img date”.

     Finalizo texto batendo na mesma tecla: apesar de existirem várias formas de backup no Android, não existe nada tão bom quanto o iTunes, sendo fácil, eficiente e permitindo inclusive processos de migração de gadgets, como de um iPhone 5 para 5s. Mesmo assim, não deixe de escolher ao menos uma forma de backup para seu Android, pois Murphy está sempre na área para te trollar e “quem tem um, não tem nenhum”.

TAG(s):
Categoria(s): Android
maio 22

Como criar uma contingência de internet usando o 3G

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 22/05/2013 às 12:55h

     Muita gente sofre com conexões de internet, que acabam ficando lentas (em determinadas horas do dia, como depois das 19h), instáveis (perda de pacotes, alta latência, etc.), com falhas no roteamento (impedindo que acessem determinados sites e serviços), etc. Eu mesmo tenho uma conexão Speedy da Vivo e em várias ocasiões ela acaba ficando mais lenta que um 3G da TIM. Por mais absurdo que isso possa parecer, acontece bastante aqui comigo. Mas como podemos criar uma contingência quando isso acontece e precisamos trabalhar usando a internet?

     No mês passado eu resenhei aqui no blog o Draytek VigorFly 210, um equipamento muito bom, mas um pouco salgado, especialmente para o mercado residencial. Entre as características que gostei estava o fato dele suportar um modem 3G e comutar para essa conexão sempre que a principal (via cabo na porta WAN) ficasse indisponível.

     Comecei a procurar alternativas mais em conta, achei vários roteadores com essa função, mas fiquei com receio de não serem compatíveis com meu modem 3G, que vai espetado na porta USB. Como o vendedor me garantiu que era compatível, acabei comprando um modelo TL-MR3420 da TP-Link. Afinal, senão funcionasse, eu iria devolver. Assim, fiz a compra na semana passada e ontem fiz a instalação. Pra minha sorte, realmente era compatível e já estou rodando com a solução.

     Como eu não queria mexer na minha infra-estrutura de rede atual, eu acabei fazendo o seguinte: coloquei o TP-Link bem ao lado do Time Capsule. No equipamento da Apple, que antes autenticava a conexão PPPoE do Speedy, eu coloquei para ficar com DHCP na WAN. Essa porta, eu conectei na porta LAN 1 do TP-Link que ficou autenticando o Speedy na porta WAN e conectado ao 3G via USB. Dessa forma, não precisei alterar mais nada na minha rede para criar a contingência, deixando o Speedy como principal e, caso ele falhe, muda automaticamente pro 3G. Eu também posso fazer isso manualmente, caso o Speedy esteja ativo, mas lento demais ou com problemas de roteamento, perda de pacotes, alta latência, etc.

     Durante alguns meses, eu usei meu Galaxy Note 2 como roteador Wi-Fi em casos de contingência. Porém, essa não é a solução ideal. Primeiro que ele não tem potência de sinal Wi-Fi suficiente. Segundo, porque ele não suporta muitos equipamentos conectados nele. Terceiro, porque ele só fornece a internet via Wi-Fi, ou seja, os equipamentos conectados via cabo, ficam fora da internet. Quarto, quando eu mudava o iMac pra acessar a internet via Wi-Fi do Android, perdia acesso a rede local via RJ-45. Ou seja, os problemas eram diversos e acabei resolvendo todos com esse roteador de menos de R$ 150,00 (com frete Sedex incluso).

TAG(s):
Categoria(s): Geral
nov 23

Backup fácil com CrashPlan

9 Comentarios »Postado por em 23/11/2012 às 17:05h

Já dizia o poeta, “Quem tem dois tem um, quem tem um não tem nada”. Se existe uma palavra que deveria estar na cabeça de todo usuário de computador, essa palavra é backup. Não importa como será feito, mas se você da alguma importância aos seus dados, faça.

CrashPlan é uma solução multiplataforma (Windows, Mac OS e Linux) voltado para backups e tem uma proposta das mais simples e poderosas possível: instale, configure e esqueça. Você define um ou mais conjuntos de pastas para serem monitoradas, define um ou mais destinos para armazenar o backup e pronto. Com isso já é possível manter um backup bem satisfatório de seus dados. Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas, Programas
jul 23

Ganhando espaço no sistema com backup dos iTrecos

3 Comentarios »Postado por GordoGeek em 23/07/2012 às 13:49h

     Vamos dar uma paradinha nos posts da viagens e voltar as dicas? Eu comecei a editar alguns vídeos de reviews dos produtos que comprei nos Estados Unidos e comecei a receber um aviso atrás do outro de falta de espaço no HD do iMac. Eu tenho o modelo básico, de 500GB, sendo que deixei 100GB pro OSX e o restante como Extendido. No geral, essa configuração me atende bem, mas esses alertas me forçaram a tomar uma atitude.

     Infelizmente, no caso do iMovie, eu não consegui mover a pasta dele no sistema (/Users/SeuUser/Movies). Quando tento fazer qualquer coisa nessa pasta, recebo um aviso dizendo que não é permitido pois é uma pasta do sistema. Porém, como vários iTrecos (iPhones, iPads e iPods) sincronizam nesse iMac, a pasta de backup deles chegou aos 40GB e ocupou boa parte do espaço livre. Mas como resolver?

     Uma vez que eu tinha um bom espaço livre na partição Extendida, eu movi o conteúdo do backup do iTunes pra lá e criei um link simbólico. Como assim? A pasta em questão é a /Users/SeuUser/Library/Application Support/MobileSync/Backup/. Eu movi a partir da MobileSync, que ficou agora em /Extendido/MobileSync. Ae, pelo terminal, eu digitei: su ln -s /Volumes/Extendido/MobileSync /Volumes/Users/SeuUser/Library/Application Support/MobileSync/. Me foi pedido a senha de root e concluída a tarefa, liberando o espaço de 40GB na partição do OSX.

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
ago 09

Reflexões sobre backup e armazenamento de dados

12 Comentarios »Postado por GordoGeek em 09/08/2011 às 16:53h

     O nome do post ficou um tanto filosófico, mas eu gostaria de compartilhar algumas coisas com vocês (e pedir ajuda em outras). Ia falar disso rapidamente pelo Twitter mesmo, mas quando vi que as perguntas foram surgindo, achei que o melhor caminho seria vir pro blog, onde não temos limitação de espaço e lê quem tiver interesse, sem tumultuar a timeline alheia.

     Comentei por aqui recentemente que fiz algumas aquisições e mudei bastante coisa no meu ambiente de trabalho. Comecei com a troca do Mac mini pelo iMac, passando pela troca de um switch de 8 portas fast-ethernet para um de 24 portas gigabit, mais uns HDs para backup, DVR Stand Alone para monitoramento, etc.

     Já comentei por aqui também que nessas compras eu tive alguns probleminhas. Por exemplo, o DVR Stand Alone, que iria substituir meu servidor, acabou não dando certo. Apesar de super econômico (em consumo de energia) e cheio de recursos, eu não conseguia acessá-lo pelo Mac e pelo iPhone. Sempre dava algum tipo de problema e funcionava quando ele queria. Maiores detalhes nesse outro post.

     Outra compra que tive problema foram os 2 HDs externos de 2TB da Samsung. Comprei no Submarino e após uns 3 dias de uso, começaram a apresentar problemas pra ligarem. Pelo que comentei no Twitter, outras pessoas que compraram tiveram o mesmo problema. Achei melhor devolvê-los e evitar problemas futuros. Também fiz um outro post detalhando o problema. Caso queira ler mais sobre isso, clique aqui.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Apple
jun 16

Como resolver problemas no backup do iCloud

15 Comentarios »Postado por GordoGeek em 16/06/2011 às 16:53h

     Faz mais de uma semana que eu estava batendo cabeça tentando fazer o backup do iPad e iPhone pelas contas do iCloud, mas ele nunca terminava. A previsão era sempre de várias horas (19 horas no iPhone e 7 no iPad). Depois de alguns minutos tentando enviar os dados, ocorria falha e quando eu retomava o procedimento, ele começava do início. Já tinha desistido de tentar, quando me deram a preciosa dica pelo Twitter de como resolver.

     O backup que o iOS manda pra nuvem contém informações relevantes ao seu aparelho em caso de um restore, como todas as configurações dos aplicativos nativos, incluindo ae as configurações do sistema, bem como de suas contas de emails, documentos, fotos e conteúdo dos apps de terceiros. E era justamente ae que morava o problema: alguns apps chegam a ter mais de 1GB de dados internos e subir tudo isso pra nuvem, usando uma conexão “podre” da Telefonica, é praticamente impossível. Como proceder então?

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Apple, Dicas
maio 30

Data Deposit: backup do iPhone no Dropbox

5 Comentarios »Postado por GordoGeek em 30/05/2011 às 23:34h

     Se você é usuário de jailbreak, provavelmente já deve ter passado por isso: depois de semanas se dedicando no Angry Birds, seu aparelho fica instável e você resolve restaurá-lo. Porém, ao fazer isso, nota que todos os dados gravados do seu jogo, já eram. Adeus fases, placar, etc. Foi tudo pro ralo! E isso não acontece apenas com o Angry Birds, mas com diversos outros jogos e aplicativos.

     Já existem algumas soluções para aparelhos jailbroken que conseguem fazer backup desses dados. A que eu descobri recentemente e venho utilizando é o Data Deposit, disponível gratuitamente pelo Cydia. Apesar de não ser perfeito, o programa bate um bolão.

     Ao instalar o programa, você deve vincular uma conta do Dropbox nele, pois todos os seus dados irão para a núvem. Assim, quando você reinstalar o iOS, basta logar sua conta do Dropbox e puxar tudo de volta, do jeitinho que estava antes. Uma coisa chata é que não existe uma forma de fazer isso para todos os apps ou para um grupo deles, tendo que ser uma tarefa braçal, um a um. Mas funciona e isso é o que importa.

TAG(s):
Categoria(s): Apple, Dicas
maio 17

Onde fica o diretório de backup do iPhone/ iPad?

9 Comentarios »Postado por GordoGeek em 17/05/2011 às 23:17h

     Eu estou desistindo de ler periódicos no iPad. Apesar de algumas revistas serem bem formatadas e ter uma experiência bacana, o fato de não poder baixar o conteúdo em mais de um iPad (assim como acontece com os apps, que permite até cinco dispositivos), aliado a enorme quantidade de aplicativos, mais a lentidão dos backups, me fizeram descartar essa funcionalidade no tablet da Apple.

     Depois que comecei a testar as revistas no iPad (mais de 30), notei que a sincronia se tornou extremamente lenta. Se ainda fosse apenas a primeira vez, quando seriam transferidas as novas edições pro backup do iTunes, eu até entenderia, mas o problema é que a cada sincronia, o backup passou a demorar mais de 15 minutos. Sim, eu poderia tirar as revistas e ficar apenas com algumas, mas isso é um contra-senso, não?

     Dia desses, depois de esperar mais de 20 minutos pelo backup e nada dele terminar, eu acabei cancelando a operação. Porém, quando fui tentar sincronizar de novo, aparecia erro. Tentei desligar o iPad e ligá-lo novamente, mas nada. Mesmo erro. Ae eu fui ao grande oráculo de Mountain View e vi que precisava apagar o diretório de backup do dispositivo e tentar novamente. Deu certo!

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Apple, Dicas
abr 11

Synk Pro: sincronizando pastas e arquivos no MacOS

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 11/04/2011 às 14:31h

     Acredito que boa parte dos usuários Mac já devem conhecer o recurso de Time Machine. Ele é tão bom e facilita tanto o backup, que eu já li por ae que a Microsoft está trabalhando em algo similar para o Windows 8. Porém, ele é um tanto limitado em suas configurações. Claro, existem ferramentas como o Cocktail, que usa pequenos “hacks” pra liberar funções adicionais, como usar um volume qualquer da rede como destino, mudar o intervalo padrão em os backups (60 minutos), entre outros.

     Há alguns anos eu cuidava dos servidores de uma empresa de engenharia e tínhamos o desafio de manter todos os arquivos de projetos devidamente sincronizados e com os devidos históricos das sincronizações. Na ocasião usávamos a ferramenta Second Copy, que permitia uma gama enorme de customizações e regras. Recentemente eu procurei algo similar pra Mac e não encontrei. Mas hoje, recebi um email da MuPromo com uma promoção do Synk Pro, que está com 58% de desconto.

     Fiz o download da versão da avaliação (disponível por 3 semanas) e como as primeiras impressões foram muito boas, resolvi pagar os USD 25. O preço normal dele é de USD 40 na versão Standard e USD 60 da Pro. Ou seja, belo desconto, né?

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Apple, Dicas
preload preload preload