ago 14

     Essa história já deve ter acontecido contigo ou você já ouviu algum conhecido falar coisa similar. Cansado da sua banda larga obsoleta, o cliente liga pra sua operadora solicitando a migração para um plano superior e ouve “senhor, não temos viabilidade técnica no momento”.

     Geralmente, quem mora em grandes centros, onde a concorrência no setor é feroz, não sofre com isso. Porém, moradores de bairros mais afastados e especialmente quem mora no interior do estado, ouve demais isso. Chega a ser desesperador, pois você vê seus amigos falando que tem internet de 100Mb e você ae se arrastando com meros 2Mb, onde tudo que se faz é aguardar, pacientemente, as coisas carregarem. E, quem como eu, é pai, sabe que paciência não é lá uma das grandes virtudes dos filhos quando querem ver Netflix, Youtube, jogar, etc. Né?

     Não dá pra generalizar e dizer que todas as operadoras são sacanadas, mas vamos fazer um exercício de imaginação. Fulano tem uma internet DSL de 2Mb da operadora fictícia Telecômica e paga R$ 69 por ela. Já o plano de fibra com 100Mb, sai por R$ 89, ou seja, apenas R$ 20 a mais. Qual o interesse comercial de tal operadora em vender um produto 50 vezes mais rápido pra esse consumidor, caso ela não tenha concorrentes na região? Pois bem, é isso que acontece em grande parte do país.

     Um dos motivos mais usados pelas operadoras que não querem migrar o cliente de plano é a tal “inviabilidade técnica”. Porém, quase nunca provam/ explicam exatamente o que isso quer dizer. E, em certos casos, chegamos ao bizarro dos vizinhos terem o serviço, mas o consumidor em questão não. Isso é ilegal?

     Eu conversei com o advogado Robson Edésio da Silva sobre isso e transcrevo abaixo o que conversamos.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
jun 03

Como ver o tráfego 3G utilizado na Claro (pré e pós)

2 Comentarios »Postado por GordoGeek em 03/06/2014 às 15:39h

     Já comentei algumas vezes que tenho plano (pré) de 3 operadoras móveis. Tudo isso, pra ter contingência e não ficar sem internet nunca. Bom, por mais incrível que possa parecer, às vezes acontece de nenhuma estar com 3G bom, mesmo quando a barra de sinal está no máximo. Isso não acontece com frequência, mas mostra como ainda sofremos com telecomunicações no Brasil, especialmente em locais de grande concentração, como estádios, aeroportos, etc.

     Geralmente eu ando com 2 smartphones no bolso, sendo um com chip da Vivo (que costuma ter melhor cobertura, mas menor franquia de 3G) e um da Tim (que tem pior cobertura, mas 3G ilimitado com o plano Beta). Quando viajo, ae levo também um terceiro aparelho, usando chip da Claro. Porém, ele costuma ficar sem plano de dados ativo e só contrato no dia anterior a saída.

     Como a Claro é a empresa que menos uso, estava por fora de como ver o tráfego de 3G já consumido. Isso porque, a Claro tem um dos piores sites de operadoras. Geralmente está fora, você raramente consegue ativar algo por lá e ver o que consumiu então, nem a opção existe. Por isso, de tempos em tempos abro chamado na Anatel pra pedir um extrato dos últimos 90 dias.

     Haviam me dito via Twitter que bastaria acessar, do smartphone ou tablet, sempre via 3G (no Wi-Fi não funciona) o site http://consumo.claro.com.br pra visualizar a informação de tráfego. Porém, tentei durante dias e nada. Até que hoje o DBAmaro me deu a dica de ouro: tem que abrir uma aba anônima no navegador. Dito e feito. Funcionou.

     Outra possibilidade, mais arcaica, é fazer uma chamada para *1052#. Vai aparecer um menu na tela e você deve escolher a opção 9 e depois 6. Feito assim, irá aparecer a telinha com a informação.

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
set 25

Pagamos caro pra ter internet banda larga no Brasil?

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 25/09/2013 às 17:48h

     Nas grandes cidades, boa parte da população mora numa região onde existe pelo menos uma empresa oferecendo banda larga. Claro, sei de casos de gente que mora na capital mais rica do país e tem que se virar com 1Mb da Telefonica ou 3G capenga. Porém, acredito que esses casos são exceções e não a regra.

     Mesmo quem tem acesso a uma velocidade de internet bem bacana (como 30Mb), paga um valor caro, se formos comparar com outros países, como Japão, Estados Unidos, Inglaterra, etc. Quem mora no interior, como eu, então, nem se fala.. Vejam o vídeo ae em cima pra ter uma noção das regras vigentes no Brasil, sendo uma das mais gritantes a garantia mínima.

     Pra vocês terem uma noção mais próxima da realidade, vejam outros dois vídeos, feitos por brasileiros morando no exterior. No vídeo de cima, temos um exemplo dos planos em Londres. Abaixo, um outro morando nos Estados Unidos.

     Evidente que a essa altura você já deve estar muito p. da vida. Meu conselho: vai fazer um chazinho enquanto os vídeos vão carregando.

TAG(s):
Categoria(s): Geral
jun 01

Qual é o melhor plano de internet pós-paga 3G?

14 Comentarios »Postado por GordoGeek em 01/06/2012 às 17:07h

     Já comentei aqui no blog anteriormente sobre planos de internet pré-paga 3G, bem como a duração dos créditos da recarga, caso você queira manter mais de um chip, ativando conforme for mais conveniente pra você. Porém, como boa parte desses planos de internet 3G pré-pagos tem um limite de tráfego de dados muito pequeno (algo em torno de 10MB por dia), chegou a hora de abordar os planos pós-pagos, pra quem tem um uso mais intensivo e um bolso mais fundo.

     Se você já entrou no site das operadoras pra procurar sobre planos, sabe que as combinações são praticamente infinitas. Não vamos aqui mostrar todas, até mesmo porque, o foco é poupar o seu tempo e fazer algo fácil, especialmente pros leigos. Antes de escrever esse post eu passei algumas horas navegando pelos sites das operadoras e coletando informações. Infelizmente, eles podem mudar a qualquer momento, especialmente por conta de promoções. E aqui no Brasil é assim: uma operadora lançou algo, algumas semanas depois a outra copia e faz igual. Como estou acostumado a receber comentários em posts muito antigos, peço que por favor atentem pra data de publicação ae no canto superior esquerdo.

     Outra coisa que devemos explicar antes de citar os planos é que as operadoras costumam separá-los de acordo com os dispositivos: smartphone, tablet e modem. Você pode pegar um chip com um plano smartphone e colocar num modem, sem problema algum, irá funcionar. O maior problema é que, os planos mais focados em dados (tablet e modem) não possuem uma linha ativa para receber e originar chamadas. Na real, todo chip tem um número vinculado, mas na prática, as operadoras só liberam esse número nos planos de smartphones. Como eu falo muito pouco ao celular, eu até toparia pagar um valor bem alto do minuto avulso (uns R$ 2,00), desde que eu pudesse ter a liberdade de receber e originar chamadas. Mas parece que isso não é interessante para as empresas.

     A Vivo é a operadora que tem o pior cenário, pois você não consegue contratar um bom pacote de dados sem alterar os minutos que vem embutidos. O Vivo iPhone 60 (o menor plano) vem com 60 minutos embutidos e apenas 250MB de internet por R$ 83,00 mensais. O próximo plano seria o Vivo iPhone 100, que vem com 100 minutos e 500MB, por R$ 138,00. Já no plano para modem, por R$ 89,90 é possível contratar 2GB. Ou seja, quem usa poucos minutos e muitos dados, fica refém das operadoras. Isso pra mim é venda casada, mas já reclamei inúmeras vezes na Anatel e Procon, que nunca tomaram atitude. Eu até poderia por um chip específico de modem no smartphone e usar programas de VoIP pra receber e fazer chamadas, mas não confio nessa tecnologia operando sobre o instável 3G, onde as velocidades oscilam barbaramente conforme a região, horário, etc.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
jul 01

O Plano Nacional de Banda Larga é uma piada

11 Comentarios »Postado por GordoGeek em 01/07/2011 às 01:52h

     A história não é nova e já vem se arrastando mais que novela importada do México pelo Sr. Abravanel. O tal Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) já foi alterado não sei quantas vezes e segundo o ministro Paulo Bernardo, parece que agora vai. Em uma entrevista, ele garantiu que em no máximo 90 dias, os planos começarão a ser vendidos.

     Quando o plano começou a ser discutido, alguns falavam em 256Kb e outros em 512Kb. Nem de longe isso é banda larga, concordam? O governo Dilma acabou ampliando a velocidade para 1Mb e fixou o valor em R$ 35,00 mensais. Porém, ontem ficamos sabendo que haverá um limite de 300MB de cota, ou seja, baixar arquivos e ver streaming, nem pensar.

     Se você parar pra pensar que existem empresas que oferecem muito mais que isso, por um preço um pouco maior, como o GVT 15Mb por R$ 79,90, a proposta do governo é descabida. Tanto a TIM, como a CLARO, tem planos 3G com os mesmos 300MB de cota por R$ 15,00 e R$ 11,90, respectivamente. Porque o plano do governo custa três vezes isso e não consegue oferecer melhores condições pra um serviço fixo, que sofre muito menos oscilações que um móvel?

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Geral
nov 23

O 3G no Brasil, NÃO é banda-larga móvel

9 Comentarios »Postado por GordoGeek em 23/11/2009 às 13:55h

     Recentemente comentei por aqui que tive que cancelar os planos da TIM e VIVO por um da CLARO. Isso porque a TIM ainda trabalha com tecnologia GPRS por aqui e a VIVO com EDGE. A CLARO é a única com cobertura 3G em minha cidade. Mas eu realmente estou tendo uma banda-larga móvel?

     Depois de alguns dias usando o serviço 3G da CLARO e realizando medições a cada 30 minutos, posso afirmar com certeza que isso não é banda-larga, nem aqui, nem na China. O meu plano contratado é de 1Mbp/s e mesmo que a operadora só garanta em contrato (ilegal por sinal) 10%, o que seriam 100kbp/s, essa velocidade raramente é entregue, especialmente em horário comercial. O padrão da operadora é entregar algo em torno de 50kbp/s, ou seja, menos de 5% do contratado. É como se você comprasse 1Kg de arroz e descobrisse que estão lhe entregando apenas 50 gramas.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Geral
out 15

Verdades sobre a “Banda Larga Econômica”

11 Comentarios »Postado por GordoGeek em 15/10/2009 às 16:51h

     A internet já faz parte da vida de muita gente, especialmente dos brasileiros, que sempre aparecem liderando o tempo de navegação online em pesquisas do gênero. Porém, nem todo mundo tem acesso a internet em casa, sendo as “lan house” um dos pontos onde a população de mais baixa renda consegue o acesso.

     Já tem algum tempo que o governo federal estuda uma forma de democratizar o acesso a internet. Cogita-se inclusive reativar a finada Telebrás para essa tarefa. Porém, o governo do estado de São Paulo, tomou um passo a frente e abriu mão do ICMS (que representa 25% do valor da conta de telefone) para essa finalidade. Contudo, pelo que andei lendo, essa chamada “banda larga econômica”, vai ter a super velocidade de 250kbp/s.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Notícias
mai 08

Vivo terá banda larga móvel por R$ 30,00 ?

5 Comentarios »Postado por GordoGeek em 08/05/2009 às 19:00h

     Viver num país com um governo populista, que se elege na base do Bolsa Tudo, pode ter suas vantagens. O governo Lula, numa tentativa de popularizar a banda larga, estuda reduzir o ICMS para os planos de internet que custem até R$ 30,00. Detalhe: nesse valor deve estar incluso tudo que é necessário para o acesso, ou seja, a operadora não pode cobrar R$ 30,00 mensais do acesso e R$ 90,00 de aluguel do modem ou qualquer outra taxa adicional.

     Segundo o presidente da Vivo, Roberto Lima, a empresa ainda não tem data definida para a estréia do serviço, mas disse ser uma das prioridades da operadora.

     O executivo não comentou sobre que tipos de planos, velocidades, quotas de tráfego, etc. estarão disponíveis, o que me deixa muito pensativo sobre o que eles consideram banda larga, pois em tese, 128k já seria banda larga.

TAG(s):
Categoria(s): Notícias
mar 24

Vai banda-larga ae? Não, obrigado.

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 24/03/2009 às 13:07h

     Estava vendo a pouco uma notícia bastante curiosa na Folha, onde diz que o Governo do Estado de SP foi o único a recusar aderir a um programa que leva a internet em banda-larga a todas as escolhas estaduais. Motivo: segundo o Governo de SP, as escolas já tem banda larga e seria uma má utilização de recursos aceitar a proposta.

     O Governo Federal não disse claramente, certamente para não criar ainda mais polêmica e atrito com o Governo de SP, mas deu a entender que a proposta não foi aceita por questões partidárias. Contudo, segundo o Governo de SP, além do fato da já haver banda-larga nas escolas, a adequação das redes das escolas para participarem do programa do Governo Federal ficaria muito cara.

     E ae? Quem tem razão? Foi picuinha do Governo de SP em não aceitar aderir a um programa do um partido concorrente que está no Governo Federal ou tiveram bons motivos? Para saber mais, clique o link (lá em cima) para ler a matéria completa na Folha.

TAG(s):
Categoria(s): Notícias
fev 14

Claro 3G: Dúvidas e Dicas

8 Comentarios »Postado por GordoGeek em 14/02/2009 às 09:09h

     Caros leitores, quem acompanha o blog já sabe que estou passando por problemas pra ter banda larga e em consequência disso, sai explorando várias alternativas, entre elas, a opção de usar o 3G da Claro, única operando com essa tecnologia na minha cidade (Matão/ SP). Contudo, como toda operadora, existem várias coisinhas que elas não fazem questão de estampar nas propagandas e que você deve ficar ligado para não cair nas pegadinhas e ficar vinculado a um contrato de 12 meses, passando raiva e se achando um estúpido por ter sido enganado.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Notícias
preload preload preload