ago 05

         Faz muitos anos que compartilho aqui no blog o meu interesse por câmeras, vigilância eletrônica e afins. O começo foi com câmeras analógicas tradicionais e DVR para gravação das imagens. Depois parti para as primeiras câmeras IP XingLing, compradas no DealExtreme, onde eu não consegui achar uma solução interessante para gravação. Agora, estou utilizando câmeras no padrão ONVIF, que gravam localmente num cartão microSD e também tem a possibilidade de trabalhar em conjunto com um NVR.



         A câmera que tenho utilizado atualmente é a do vídeo acima. Sinceramente, eu não sei a marca dela. Isso porque, a cada compra, a mesma câmera vem numa embalagem e versão de software diferente. As vezes chega numa caixa da Jortan, outras da Yoosee e assim por diante. Ou seja, uma verdadeira bagunça.

         Diferente das primeiras câmeras IP que comprei, que eram todas da China (especialmente do DealExtreme), as câmeras atuais foram quase todas compradas no Mercado Livre, mas também comprei algumas em distribuidores oficiais. Porém, mesmo nesse último caso, não recebi nota fiscal, manual em português, etc. Ou seja, se você resolver comprar na China pra economizar, no Mercado Livre ou em um distribuidor, provavelmente receberá um produto similar.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
jul 29

Câmeras IPs ou analógicas? O que vale mais a pena?

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 29/07/2015 às 17:11h

     Praticamente todas as semanas eu recebo alguma consulta de leitor sobre instalação de câmeras em casa. Uma dúvida muito recorrente é: instalar câmeras analógicas ou IP? Então, vamos abordar o assunto nesse artigo, tirando as principais dúvidas que recebo.

     As câmeras IPs são muito práticas. Sem dúvida esse é o seu maior ponto positivo. Atualmente, você acha modelos por menos de R$ 200 (qualidade SD e não HD). E, como muitas tem a opção de cabo e Wi-Fi, a instalação é incrivelmente simples. Basta rodar o software que acompanha o produto, selecionar a rede, colocar a senha e pronto. Está funcionando. Para usar, basta apontar o navegador para o IP onde ficou a câmera, se autenticar e já consegue gerenciar as câmeras. O mesmo vale para apps, seja para desktop, tablet ou smartphone. Até a vovó consegue, né?

     Eu já vi algumas câmeras analógicas que vem com conectores e cabos feitos (são mais caras, mas tem essa conveniência), o que facilita demais a instalação. Contudo, como os cabos já vem prontos, é comum o tamanho dos mesmos ser curto e não resolver o problema da maioria das pessoas. Fora que, como a ponta já vem com o conector, deve-ser abrir um buraco enorme nas paredes, a fim de passar o mesmo da câmera até o DVR, o aparelho que fica responsável por gerenciá-las (as câmeras IPs trabalham de forma independente e usar um aparelho para gerenciamento é opcional e não mandatório, como nas analógicas).

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
mar 03

Como fazer para o iPhoto não abrir automaticamente

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 03/03/2015 às 18:34h

     Quando eu fiz o update do OSX, ele começou a abrir o iPhoto a cada dispositivo que eu conectasse no Mac, seja um iPhone, iPad, um HD, um cartão de memória, etc. Isso estava me deixando maluco, pois meu iPhoto tem uma biblioteca muito grande e acabava demorando.

     Dei uma procurada no Google e encontrei um artigo explicando como fazer. O vídeo acima ilustra justamente como você pode fazer para acabar com esse problema.

TAG(s):
Categoria(s): Apple
set 03

Comparando JVC GC-XA1 x GoPro White x Sony HDR AS-15

4 Comentarios »Postado por GordoGeek em 03/09/2014 às 17:28h

     Há algumas semanas comprei um câmera compacta da Sony (post aqui) e alguns leitores me indicam a JVC GC-X1, que tem um preço muito chamativo, além de características bem interessantes, como o fato de não precisar de case (como a GoPro e a Sony), além de já vir com o LCD embutido no corpo da câmera.

     Quando a JVC lançou sua compacta no Brasil ela custava a pagatela de R$ 1.499, um preço muito similar ao da GoPro e ao preço de lançamento da Sony. Como não há como concorrer de igual pra igual com a marca símbolo de qualidade na categoria, tanto a Sony, quanto a JVC, tiveram que reduzir os preços de venda. No meu caso, confesso que só comprei ambas porque os preços estavam atrativos. Se fosse pra pagar mais de R$ 1.000 em cada, teria optado pela GoPro.

     A câmera da Sony me agradou em alguns pontos, como possibilidade de gravar em 120 graus ou 170 graus, melhor qualidade de cores, estabilização de imagem (disponível apenas em 120 graus) e possibilidade de usar um microfone exterior sem precisar de adaptador. Porém, a qualidade da imagem da GoPro ainda é superior, além de ter uma facilidade muito maior em se achar acessórios, tanto no mercado oficial, como no paralelo.

     E como fica a JVC GC-X1 competindo com essas duas? Eu gostei dela já vir com um LCD embutido, apesar de achá-lo bem ruinzinho, além de mal posicionado. O fato de não precisar de um case para filmagens com água e também ser resistente a impactos é interessante, mas isso eu ainda não consegui testar, pois vou precisar preparar um ambiente próprio (já pensou parar de funcionar sem eu ter documentado que segui a risca a garantia?).

     A qualidade das imagens da JVC é razoável, mas eu ainda sinto que a GoPro leva a melhor nesse fator. Além disso, o áudio da JVC é sofrível e tanto a GoPro, quanto a Sony, levam a melhor nesse quesito. Mas, se levarmos em conta o preço da JVC, bem como sua resistência a água e choques (sem case), somados a sua tela embutida, não dá pra dizer que o produto é de todo ruim. E, com mais alguns dias de uso, vou conseguir pesar melhor se vale a pena comprá-la ou não.

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
ago 22

Acessórios originais para GoPro: carregador dual e LCD

3 Comentarios »Postado por GordoGeek em 22/08/2014 às 11:32h

     Na semana passada eu comprei alguns acessórios para a minha GoPro: tela LCD, carregador dual de bateria, adaptador de microfone (USB/ P2) e dois microfones, sendo um estéreo e outro de lapela. Infelizmente, tanto o adaptador, quanto os microfones, não funcionaram na GoPro. Porém, funcionaram na Sony HDR-AS15 (vídeo aqui). Ainda preciso ver certinho onde está o erro.

     Pra quem não sabe, tanto a GoPro, quanto a câmera da Sony, não vem com um LCD pra gente ver o conteúdo gravado, além do “ao vivo”. Isso porque ambas são destinadas a esportes, geralmente radicais, e o pessoal costuma afixá-las em capacetes, pranchas, etc., tornando o LCD dispensável. Assim, quem tiver a necessidade do mesmo, precisa comprar como acessório. Lá fora custa USD 80 e aqui R$ 399.

     Além do LCD, comprei também um carregador duplo de bateria (USD 30 lá fora e R$ 130 aqui). Infelizmente não dá para plugá-lo direto na tomada, como eu acho que seria o ideal, sendo necessário conectá-lo a um cabo e um carregador USB tradicional. Isso é meio inconveniente, pois são mais coisas pra levar na mochila em uma viagem. Eu tenho um outro carregador de parede (compra na DX), que tem o formato perfeito pra mim. Porém, um deles quebrou o pininho e o outro tá em vias de quebrar também. Dae, minha opção por gastar mais e comprar o original.

     Durante a minha pesquisa pelos acessórios, encontrei alguns LCDs “genéricos” no Mercado Livre. São bem mais em conta (R$ 240), mas não vem com todas as tampas traseiras que a original traz, além do que eu fiquei com medo de danificar a câmera usando algo não oficial. Aliás, o modelo que comprei é a mais recente (Alcdb-304), mas tem alguns antigos (Alcdb-303) um pouco mais baratos.

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
ago 20

Primeiras impressões da câmera compacta Sony HDR-AS15

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 20/08/2014 às 18:28h

     Ontem eu publiquei aqui no blog um post comparando a qualidade das câmeras GoPro White e Sony HDR-AS15. Aproveitei para mostrar também como dá pra melhorar ainda mais o áudio da Sony, colocando um microfone na porta P2, que já vem embutida nela (diferente da GoPro, que exige acessório).

     No post de hoje eu mostro um pouco mais sobre a caixa da HDR-AS15, o que vem com ela, comparo com a GoPro e conhecemos um pouco mais sobre seu design, que eu acabei não mostrando anteriormente, pois estava mais focado em exibir a qualidade de gravação de ambas.

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
ago 19

Comparando a qualidade da GoPro com a Sony HDR-AS15

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 19/08/2014 às 17:35h

     Depois de alimentar por algum tempo o sonho de ter uma câmera GoPro, acabei aproveitando uma oportunidade de pegá-la num preço bacana (usada de uma amiga) e mandei bala. Além do preço alto (aqui no Brasil), o principal motivo pra eu ter adiado a compra por alguns anos foi o fato de não conseguir responder a uma pergunta bem simples: “não sendo eu um esportista ou praticante de nada radical, pra que diabos eu vou usar a GoPro?”.

     Acredito que muitas pessoas, assim como eu, também se fizeram essa pergunta e acharam que seria um péssimo investimento. Confesso que, nos primeiros dias, me vi meio perdido, sem ter onde realmente usá-la. Acabei colocando primeiramente no carro, gravando meus trajetos, pra servir como prova caso eu tomasse uma multa que eu julgasse injusta, sofresse um acidente onde eu precisaria de provas ou até pra capturar alguma improvável situação atípica e engraçada.

     Conforme o tempo foi passado, acabei usando a GoPro em vídeos pro canal (já que ela tem um ângulo de visão muito superior ao de outras câmeras) e especialmente pra documentar momentos em família, como uma ida ao parque, já que meu filho adora uma montanha russa, tobogã e afins. E devo confessar que, por esse ângulo, tem valido cada centavo que paguei nela. Porém, nos últimos tempos, duas coisas vinha me incomodando nela: qualidade das cores (sempre desbotadas) e a tremedeira, por mais que eu tentasse firmar a mão.

     Eu já tinha visto alguns vídeos comparativos no Youtube e as câmeras da concorrência sempre se saiam tão bem (ou até melhor) que a GoPro. Fiquei pensando se a GoPro era realmente boa ou apenas um hype, como Apple, Beats e afins. Eu resolvi pagar pra ver e aproveitei uma promoção na Ricardo Eletro para conferir pessoalmente se realmente valia a pena. E, comprando online, a gente tem sempre o benefício previsto no Código de Defesa do Consumidor: o produto não atendeu as suas expectativas, pode devolver.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
ago 05

O que levo na maleta de viagem da GoPro

2 Comentarios »Postado por GordoGeek em 05/08/2014 às 20:40h

     Comprar acessórios originais para a GoPro no Brasil é bastante complicado, pois o preço praticado aqui é bem alto. Nos Estados Unidos é bem mais tolerável, mas ainda assim, caro. Assim, acabei comprando alguns acessórios em sites chineses, como DealExtreme e AliExpress.

     Quando vou para algum lugar fechado, como um aniversário, acabo levando a GoPro no bolso mesmo. E, para não correr o risco de danificar sua lente, comprei um protetor. Já quando vou para locais aberto, como parques, acabo levando toda a maleta, com baterias e cartões extras.

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
jul 16

Comparando a qualidade de fotos em vários smartphones

3 Comentarios »Postado por GordoGeek em 16/07/2014 às 18:24h

     Já tem quase 2 semanas que eu estou pra fazer um comparativo de fotos disparadas de vários smartphones, mas acabei esbarrando em alguns aspectos. O principal deles deles é que não estou conseguindo encontrar um recurso de “carrossel de fotos” pra “embedar” as fotos, usando como origem uma pasta compartilhada do Dropbox. Se alguém souber de algo, me avisa. Mas pra não ficar mais vários dias “enrolando” o pessoal, que me cobra diariamente no Twitter, vou liberar apenas os links.

     Outro “pequeno detalhe” é que o imbecil aqui “formatou” alguns aparelhos e as fotos se perderam. Eu imaginei que todas já estavam na nuvem, sem alteração da qualidade, mas quando fui ver, estavam modificadas e isso iria comprometer o teste. Assim, tive que começar tudo de novo. Mas como não estou mais com o Lumia 1520 e o Lumia 1020 por aqui, depois eu atualizo o post com as fotos deles.

     Foram tiradas 42 fotos de cada smartphone em diferentes situações. Porém, eu fiz um “melhor de 3″ e escolhi apenas 1 delas. Como capa do post tem uma colagem em miniatura, apenas pra dar uma leve comparada entre os 9 aparelhos (na ordem: Nexus 4, Nexus 5, Moto E, Moto X, Note 2, Note 3, S4, Xperia Z Ultra e Z2). Ao clicar nela, vai abrir uma imagem em alta qualidade, com pouquíssima distorção. Só que, para tal, a imagem ficou bem grande (algumas passam de 20MB). No rodapé de cada mosaico tem as fotos individuais de cada aparelho. Divirtam-se!

Clique na imagem para ver a foto 01 em alta resolução
Foto 01: LGE Nexus 4, LGE Nexus 5, Motorola Moto E, Motorola Moto X, Samsung Galaxy Note 2,
Samsung Galaxy Note 3, Samsung Galaxy S4, Sony Xperia Z Ultra, Sony Xperia Z2.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
jul 07

3 coisas que irritam muito no smartphone Sony Xperia Z2

7 Comentarios »Postado por GordoGeek em 07/07/2014 às 23:53h

     Estou com o Sony Xperia Z2 há pouco mais de uma semana e ele já coleciona comportamentos que me irritam profundamente. O primeiro deles eu narrei logo no primeiro dia de uso, que é o fato do aparelho esquentar muito, o que acaba causando o encerramento do app de câmera, conforme eu mostrei aqui.

     Infelizmente (e digo isso com muito pesar), o fato do aparelho esquentar muito não é o único problema do Xperia Z2. Quem hoje em dia não usa o Instagram? Como pai de filhos pequenos, a rede social do Markinho é uma das principais formas deu compartilhar os momentos com meus pais, que moram longe. E, se nem isso funciona bem, conforme eu mostro no vídeo acima? Pode ser erro do app e não do Z2? Pode! Mas como eu mostro no vídeo, em outros aparelhos, como o Nexus 5, não ocorre o erro.

     Outra recurso que perdi desde que comprei o Sony Xperia Z Ultra, dois meses antes do Z2, foi a manipulação de arquivos no smartphone, em especial, os vindos da rede. Conforme demonstro no vídeo acima, a Sony mexeu tanto no Android dos seus aparelhos, que acabou criando alguns bugs muito chatos. Assim, eu não consigo pegar documentos, fotos, vídeos, músicas ou qualquer outro arquivo da minha rede e jogar no meu Z2 ou Z Ultra, sendo que eu fazia isso normalmente com outros tablets e smartphone.

     Existem mais coisas me irritando no uso diário do Xperia Z2. Esses 3 são os principais e dei prioridade pra eles. Com o tempo, vou postando mais sobre isso. Afinal, se me irrita, também pode irritar mais gente e, duvido, que alguém queira pagar R$ 2.499,00 num aparelho que tenha esse tipo de comportamento. Você pagaria?

TAG(s):
Categoria(s): Android
preload preload preload