jun 22

Review do D-Link ShareCenter DNS-320L

10 Comentarios »Postado por GordoGeek em 22/06/2013 às 15:57h

     Essa semana eu comprei o D-Link ShareCenter DNS-320L por R$ 399,00 via Mercado Livre. Acabei escolhendo ele e não outras marcas bastante conhecidas como Drobo, Synology e outras por um motivo simples: preço. Basta uma rápida pesquisa pelas marcas citadas e você vai encontrar preços que passam facilmente dos R$ 1.500,00.

     Quando eu comentei que estava comprando um NAS, muita gente me perguntou porque não usar um PC para a mesma função e, novamente, a resposta é preço. Dessa vez, da energia. Enquanto um dispositivo dedicado como esse NAS gasta em torno de 20w de energia, um PC gasta uns 80w. Isso, no final do mês, acaba dando uma diferença de uns R$ 30,00 na conta. Parece pouco, mas em um ano, você praticamente pagou o investimento feito na compra do NAS.

     Esse equipamento da D-Link é bem bonitinho, tem baixo consumo de energia e é um dos poucos a suportar HDs de 4TB. Como ele tem duas baias, dá pra chegar a 8TB. Caso queira usar como RAID, espelhando a informação de um em outro, permanecem os 4TB, mas aumenta-se a segurança das informações. Porém, ele tem USB 2 (e não 3, como seria desejável) e notei alguns problemas com o software. Além de só ter opção de inglês, estou tendo graves problemas no acesso dos dados, pois nem sempre ele respeita as permissões configuradas e um usuário acaba vendo informação que não deveria ou o contrário, não vê o que deveria.

     Conforme eu deixei claro no vídeo, esse é um vídeo de primeiras impressões. O equipamento está comigo não tem nem uma semana e ainda vou explorá-lo mais, buscar em fóruns, ligar na assistência pra ver se isso é bug ou erro de configuração, etc. A princípio, eu não recomendaria a compra do equipamento. Quem sabe essa opinião mude…

     Update 27/08/2013 16:54 => Demorei muitos meses pra fazer um teste de performance, que muitos me pediram. Isso ocorreu porque não era simplesmente pegar uma pasta, copiar e marcar o tempo. Para ser o mais correto possível, tinha que desligar tudo na minha rede, de forma que outros dispositivos não acessem o NAS e o Time Capsule, gerando uma distorção nos resultados.

     Isso dito, o meu Time Capsule é um modelo 2012 e além do HD interno de 2TB, tem também um HD de 3TB plugado via USB. Já no NAS, tenho um HD de 2TB num slot e outro de 3TB em outro. Já comprei dois novos HDs de 4TB, que é capacidade máxima do dispositivo, mas o vendedor do Mercado Livre está me enrolando pra enviar. Como o preço dele é bem abaixo dos outros e ele possui boas qualificações, resolvi esperar ao invés de pedir o dinheiro de voltar e comprar com outro.

     Usei nos meus testes uma pasta de 1.75GB com 99 itens diversos, tendo fotos, vídeos, músicas e documentos. A cópia no Time Capsule demorou 1:23 minuto no HD interno e mais de 3 minutos na porta USB. No caso da NAS, demorou bem menos, sendo 59 segundos no HD de 2TB e 45 segundos no de 3TB.

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
mar 04

Droid NAS: compartilhando seus arquivos com facilidade

4 Comentarios »Postado por GordoGeek em 04/03/2013 às 17:23h

     O Droid NAS é um dos programas gratuitos que mais gosto no Android. Com ele, posso compartilhar os arquivos dos meus gadgets rodando o robozinho verde de forma bem fácil.

     É muito comum a gente acabar usando o Dropbox (ou outro serviço na nuvem qualquer, como Google Drive, Skydrive, etc.) para compartilhar algo do ou para o smartphone. Porém, pra quem tem uma internet capenga como a minha, isso não é lá muito prático, principalmente com um upload de míseros 300kbps. Assim, nada melhor do que usar a própria rede Wi-Fi para pegar ou enviar algo na rede, sem precisar de cabos.

     O app tem uma interface bem limpa e vem com três perfis de configuração (Home, Office e Cafe), mas permite que o usuário experiente modifique de acordo com sua necessidade, inclusive com proteção de autenticação por usuário e senha, para deixar o processo mais seguro.

     Existem dezenas de programas na Google Play que permitem que o usuário acesse o smartphone via Wi-Fi, mas a maioria deles é feio e o acesso é feito via browser. O bacana do Droid NAS é que o dispositivo aparece na rede como se fosse um computador qualquer, usando o protocolo Bonjour da Apple.

TAG(s):
Categoria(s): Android
abr 03

Como compartilhar pastas públicas no Dropbox?

6 Comentarios »Postado por GordoGeek em 03/04/2012 às 00:46h

     Na semana passada eu subi algumas fotos para o Dropbox e queria compartilhar a pasta com a galera. Porém, não consegui fazer isso de maneira fácil, como eu gostaria. Fiquei dias procurando onde eu estava errando, tendo em vista que eu já vi outras pessoa usando o recurso, mas não achei nada.

     Dentro do ambiente do Dropbox, existe um ícone para se compartilhar pastas. Porém, esse recurso só permite compartilhar com amigos previamente cadastrados, seja através de contas Dropbox ou do Facebook. Já dentro da pasta Public, todos os arquivos colocados ali podem ser compartilhados através de links, mas pastas, nada… E convenhamos, compartilhar arquivo por arquivo não é nada prático em determinadas situações.

     Algumas pessoas me disseram que tal recurso só estaria disponível pra contas pagas. Porém, hoje eu troquei umas ideias com o @RafaelAbrantes, fizemos inúmeros testes, até que ele finalmente conseguiu desvendar o mistério. Nesse link tem a solução. Basta clicar aqui e habilitar esse recurso.

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
abr 04

InstaDesk: melhorando a experiência com o Instagram

2 Comentarios »Postado por GordoGeek em 04/04/2011 às 13:38h

     Esse final de semana eu vi muita gente recomendando o InstaDesk no Twitter e resolvi pagar pra ver (USD 1.99 na Mac App Store). O programa é um cliente para Mac do famoso serviço de compartilhamento (ou rede social!?!) de fotos Instagram, que se destaca por aplicar filtros bastante bacanas de maneia simples.

     Eu demorei algum tempo para começar a usar o Instagram, pois não via muito sentido. Já tem o Twitter, onde as pessoas postam as fotos, por que eu precisaria de uma outra rede social/ aplicativo especificamente pra isso? Na minha opinião, a maior vantagem é o foco: diferente do Twitter, onde tem assuntos diversos e a timeline pode ficar bem agitada em alguns momentos, o Instagram é um local específico pra quem quer ver as fotos dos seus amigos (ou desconhecidos).

     O InstaDesk ainda precisa de vários pequenos ajustes, a meu ver, mas mesmo em sua versão atual, o programa muda radicalmente a experiência de ver as fotos e interagir com elas, tanto postando comentários, como favoritando. Nada como poder apreciar uma bela foto na tela grande do computador ao invés das miúdas polegadas do celular.

TAG(s):
Categoria(s): Apple
preload preload preload