mar 23

Notebook Bom, Bonito e Barato (BBB) existe ou é mito?

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 23/03/2015 às 17:56h

     Já tem alguns meses que eu estava a procura de um notebook pra minha esposa e outro pro meu avô. As necessidades dos dois são basicamente a mesma, mas o da minha esposa eu queria caprichar um pouco mais, pois ela pode precisar de um pouco mais de potência. Já meu avô, qualquer coisa que não trave e abra Facebook e Powerpoint (aqueles famosos anexos dos emails) estava de bom tamanho.

     No universo de notebooks rodando Windows, as possibilidades são praticamente infinitas. Eu me segurei pra não comprar algumas opções super baratas, como alguns CCE e Positivo girando na casa dos R$ 600, inclusive com tela touch. Porém, pelo que andei lendo (faz tempo que estava fora do mundo Windows), pegar algo com menos de 2GB é pedir pra ter problemas. Especialmente se levarmos em conta que o Windows 10 chega ainda esse ano e provavelmente vai exigir mais do sistema, além de ser um upgrade gratuito.

     Resolvi abrir mão de uma tela touch, apesar de ficar bastante atraído por elas, pois os modelos de marcas mais conhecidas (Dell, Lenovo, Asus, etc.) com tela touch e hardware um pouco melhor eram bem mais caros. Eu dei sorte de comprar ambos os notebooks em promoção. O do meu avô (Asus X552EA-SX188H) tem um preço médio de R$ 1.100 e paguei R$ 850. O da minha esposa (Lenovo G40 i5), atualmente vale em torno de R$ 2.000 e paguei R$ 1.150. Ou seja, excelentes descontos.

     Se você não quer pagar muito caro e ter uma máquina de um fabricante conhecido, com uma boa garantia, uma boa performance para tarefas cotidianas e acadêmicas, recomendo que fique de olho em promoções do Asus que comprei para o meu avô. Com certeza você vai conseguir usar a suíte Office, se divertir em redes sociais e aproveitar de recursos multimídias (YoYube, Netflix, etc.) pagando relativamente pouco.

TAG(s):
Categoria(s): Computadores
mar 19

MX Player com problema de áudio? Veja como resolver.

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 19/03/2015 às 06:07h

     Já tem alguns meses que eu vinha enfrentando um problema com o MX Player, mas como não estava muito empolgado em assistir seriados na telinha do celular, acabei desistindo de procurar uma alternativa. Porém, recentemente comprei um pendrive OTG e resolvi ir atrás da solução.

     Essa semana eu perguntei no Twitter se alguém sabia como resolver o problema, que envolvia arquivos MKV sem áudio no MX Player, e o Junior me enviou um link com orientações. A princípio, parecia algo complicado e chatinho de fazer, mas é bem simples.

     Até onde eu entendi, o pessoal do MX Player foi obrigado a retirar o suporte devido a problemas de licença. Assim, apareceu esse problema de compatibilidade de áudio com alguns formatos que, antes, eram reproduzidos sem problema algum no app.

     No post do XDA (que coloquei o link acima), existe uma pequena explicação sobre o problema e a orientação de como proceder. Como o codec muda de acordo com a CPU, dependendo do modelo que equipa seu hardware, o codec pode mudar. Mas, geralmente, será esse aqui (Arm v7-Neon).

     Uma vez que você coloque o arquivo compactado no seu gadget (seja fazendo download direto nele, seja enviando pro Dropbox, FTP, SSH, etc.), ele geralmente ficará na pasta de download. Abra um gerenciador de arquivo (eu uso o ES File), localize o arquivo e mova-o para a raiz. Em seguida, abra o MX Player e ele provavelmente vai localizar o novo codec. Irá pedir pra reiniciar o app e em seguida estará com suporte ao MKV novamente.

     Caso você não se ache apto a fazer esse procedimento, pode ainda usar dois outros players com versões gratuitas, disponíveis na Google Play: VLC e BS Player. Eles são mais simples que o MX Player (especialmente a versão paga, que eu uso), mas dão conta do recado.

TAG(s):
Categoria(s): Android
mar 15

O que eu achei do novíssimo Samsung Galaxy S4

5 Comentarios »Postado por GordoGeek em 15/03/2013 às 18:15h

     A Samsung pode até não ter o status de uma Apple (por enquanto), mas os coreanos vem se esforçando bastante pra isso. Hora pisando na bola, hora acertando no alvo, hora batendo na trave… O certo é que eles estão tentando, sem medo de errar, algo que a gente não anda vendo muito lá pelas bandas de Cupertino. E é louvável ver uma empresa sem medo de arriscar. Pois só assim a evolução acontece. Quem não decide trocar o certo pelo duvidoso, quem vive na zona de conforto, quem não se mexe, pode até demorar, mas fica pra trás.

     No ano passado o lançamento do Galaxy SIII gerou um certo burburinho antes só visto nos keynotes da Maçã. Já no Galaxy S4, os rumores começaram já no ano passado e vieram se intensificando nos últimos meses, chegando a pegar fogo nos últimos dias. Era um tal de suposta foto vazada aqui, outro vídeo acolá, especificações em sites de benchmark, recursos possíveis, etc.

     Um dia antes do evento da Samsung, Phil Schiller, vice presidente senior de marketing mundial da Apple (puta nome de cargo gigante hein…), começou a alfinetar a coreana e o Android, com aquela ladaina que o sistema operacional é inseguro, que já nasce defasado, etc. E, horas antes de começar a apresentação, a Apple solta uma atualização do OSX. Coincidência ou Cupertino realmente está bem incomodada com o sucesso da concorrente?

     Diferente do que acontece com a Apple, a Samsung tem o costume de transmitir os eventos ao vivo na internet. Até onde eu observei, o número de visualizações simultâneas beirou meio milhão de espectadores querendo ver as novidades do super smartphone. O evento começou mais de 10 minutos atrasados e com o chatíssimo CEO mundial da empresa, falando um inglês que poucos conseguem realmente entender, já mostrando ao mundo uma versão preto e outra branca do aparelho (bem diferente da Apple, que só mostra no final). Mas, aos poucos, foi se tornando um verdadeiro show da Broadway.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Android
jul 15

Apple irá usar CPU própria?

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 15/07/2009 às 10:56h

     Vai parecer que estamos requentando notícias antigas, mas na verdade é que muitos rumores vem a vão, especialmente os que dizem respeito a planos da Apple.

     Tudo começou quando a empresa de Cupertino comprou a P. A. Semi por quase USD 300 milhões. De lá pra cá muita coisa foi especulada, mas sabemos que produtos não surgem da noite para o dia e talvez agora, quase dois anos depois da aquisição, a Apple vai plantar o que colheu.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Apple, iPhone/iPod, Rumores
maio 22

Lentium Inside

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 22/05/2009 às 08:26h

TAG(s):
Categoria(s): Biblioteca Digital
abr 04

Hackintosh – Processadores

10 Comentarios »Postado por GordoGeek em 04/04/2009 às 14:12h

     Esses dias estava conversando com o Pedro Alves e ele falou algo que muita gente deve sentir: ‘que saudades do tempo que a gente escolhia a CPU apenas pelo clock’. Isso é uma grande verdade, pois atualmente existem inúmeras opções de processador, com dezenas de combinações de Núcleos (Core´s), FSB (Front Side Bus), Cache L2, processo de fabricante (65nM x 45nM), etc. Antigamente, de forma resumida, era basicamente assim: a CPU de 1Ghz era melhor que a de 800Mhz e ponto final. Hoje, você tem que perder um bom tempo analisando cada atributo para chegar no melhor custo x benefício e foi exatamente esse trabalho árduo (e chato) que fizemos para vocês.

     Antes de entrar no mérito da questão de que CPU podemos escolher na montagem de nosso Hackintosh, vamos a uma velha polêmica: AMD x Intel. Apesar de já ter visto relatos de pessoas instalando Hackintosh em AMD, o processo é mais complicado e pode dar mais problemas. Eu mesmo já tentei instalar no meu Dell Optiplex, que é um 64 X2 e não consegui. Detalhe: tentei várias ‘distro’ (iPC, iDened, Kalyway, etc.), devidamente customizadas com o Kernel ‘Voodoo’ modificado e não tive êxito. Se você olhar na HCL (sim, ela de novo), verá que constam algumas CPU da AMD, sendo que a maioria é necessário o Kernel Voodoo e apenas dois outros modelos (AMD Athlon 64 X2 5600+ 64Bits SSE3 e AMD Phenom X4 9650 Quad Core) irão rodar sem a necessidade da customização.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas, Hackintosh, Notícias
jan 09

Desacelerando…

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 09/01/2009 às 00:35h

     Conforme comentei no podcast, fabricantes de notebook teriam pedido para a Intel dar uma desacelerada no ritmo e que segurasse o lançamento da nova linha de CPU Nehalem.

     Imagino que o fato da Apple não ter mostrado mais novidades no Keynote, tem a ver com o fato de guardar algumas cartas na manga e não jogar tudo no mercado de forma tão rápida, obrigando mais e mais investimento em P&D, que em época de crise, é um voraz consumidor de recursos.

TAG(s):
Categoria(s): Notícias
jan 06

AMD: Notebook fininhos

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 06/01/2009 às 13:02h

     A AMD nunca chegou a uma grande fatia do mercado, mas muito provavelmente colocou certo ‘medo’ na Intel, tanto é, que essa teve que se mexer e fechar vários acordos do tipo Microsoft com fornecedores, de forma a jogar um balde de água fria na AMD e em quem quisesse usar seus chips. Com isso, a AMD não decolou muito e em 2008 teve um péssimo ano.

     Hoje no entanto tomei conhecimento que a AMD está equipando um notebook fininho da HP, o Yukon. Será um recomeço?

TAG(s):
Categoria(s): Notícias
preload preload preload