jul 29

Câmeras IPs ou analógicas? O que vale mais a pena?

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 29/07/2015 às 17:11h

     Praticamente todas as semanas eu recebo alguma consulta de leitor sobre instalação de câmeras em casa. Uma dúvida muito recorrente é: instalar câmeras analógicas ou IP? Então, vamos abordar o assunto nesse artigo, tirando as principais dúvidas que recebo.

     As câmeras IPs são muito práticas. Sem dúvida esse é o seu maior ponto positivo. Atualmente, você acha modelos por menos de R$ 200 (qualidade SD e não HD). E, como muitas tem a opção de cabo e Wi-Fi, a instalação é incrivelmente simples. Basta rodar o software que acompanha o produto, selecionar a rede, colocar a senha e pronto. Está funcionando. Para usar, basta apontar o navegador para o IP onde ficou a câmera, se autenticar e já consegue gerenciar as câmeras. O mesmo vale para apps, seja para desktop, tablet ou smartphone. Até a vovó consegue, né?

     Eu já vi algumas câmeras analógicas que vem com conectores e cabos feitos (são mais caras, mas tem essa conveniência), o que facilita demais a instalação. Contudo, como os cabos já vem prontos, é comum o tamanho dos mesmos ser curto e não resolver o problema da maioria das pessoas. Fora que, como a ponta já vem com o conector, deve-ser abrir um buraco enorme nas paredes, a fim de passar o mesmo da câmera até o DVR, o aparelho que fica responsável por gerenciá-las (as câmeras IPs trabalham de forma independente e usar um aparelho para gerenciamento é opcional e não mandatório, como nas analógicas).

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
maio 29

Vídeo sobre monitoramento residencial

6 Comentarios »Postado por GordoGeek em 29/05/2013 às 09:27h

     Contei ontem aqui no blog que tentei fazer upload de um vídeo sobre monitoramento residencial com câmeras pro Youtube, mas ele foi barrado porque ficou acima dos 15 minutos e com quase 600MB. Tentei novamente usando outros serviços e tive o mesmo problema. Ae, acabei convertendo o arquivo usando o Handbrake, de forma a reduzir seu tamanho pela metade e se encaixar nas políticas do Vimeo. Infelizmente perdeu um pouco de qualidade, mas foi o jeito que tive de resolver o problema.

     O vídeo acima foi uma forma fácil de ilustrar o que eu descrevi no post sobre monitoramento. Como ele ficou mais longo do que eu queria, com conceitos meio vagos pra quem não entende nada do assunto, nada melhor que um vídeo para ilustrar. Nele eu abordo um pouco sobre o uso de câmeras analógicas com DVR, usando minicâmera, câmera com infra, lente olho de peixe, câmera IP e outras coisas.

TAG(s):
Categoria(s): Segurança
maio 27

Como montar um sistema barato de monitoramento

21 Comentarios »Postado por GordoGeek em 27/05/2013 às 16:26h

     Quem me segue pelo Twitter sabe que eu tenho um verdadeiro Big Brother em casa. São mais de 50 câmeras espalhadas, nas áreas internas e externas, usando diferentes marcas, equipamentos e tecnologias. O sistema mais antigo é baseado em câmeras analógicas e tenho dois DVRs (Digital Video Recorders), sendo um de 24 portas e outro de 16, totalizando 40 câmeras. Algumas delas são de infra e outras são minicâmeras com uma lente chamada olho de peixe, que aumenta o ângulo de visão. Geralmente, uma câmera capta entre 90 e 120 graus. Dessa forma, pra você cobrir um ambiente de 16 metros quadrados (4x4m), sem deixar pontos cegos, vai precisar de mais de uma câmera. Ae que entra a lente especial, pois ela abre a imagem até 220 graus. Porém, como ela afasta os objetos, ocorre uma perda de qualidade, além da visão noturna ficar piorada. Além disso, tenho 12 câmeras IPs adicionais, que contam com recursos que não tenho nas analógicas, como rotacionar a cabeça da câmera em quase 360 graus, além de captar e enviar som através delas.

     Diante dessa minha verdadeira obsessão por monitoramento e câmeras, recebo com frequência dúvidas de amigos e leitores a respeito do tema. Se você for contratar uma empresa de segurança para instalar 4 câmeras analógicas, usando DVR com um HD de 1TB, a brincadeira chega fácil aos R$ 1.500,00. Isso porque, geralmente, a empresa não faz instalações usando equipamentos que não foram comprados com ela. Eu sei, isso constitui venda casada, o que é proibido, mas eu já fiz várias denúncias a respeito no Procon e nunca virou nada. Assim, eu você fecha o pacote e acaba pagando mais caro pelos produtos (que você mesmo poderia conseguir 50% mais barato na internet) ou fica sem ter quem instala. E é um negócio chato. Tem que passar vários cabos, fixar as câmeras, fazer as pontas, etc.

     Como o custo de se montar algo mais profissional é alto, as câmeras IP acabam se tornando uma solução interessante pra ter em casa ou num pequeno negócio. A instalação é bem menos complicada, já que muitas delas trabalham via Wi-Fi, ou seja, você liga ela na tomada, espeta o cabo de rede no computador, coloca os dados do seu roteador e depois a leva pro canto dela. É bem diferente das câmeras analógicas, onde você precisa mandar um cabo com alimentação, outro de dados, fazer as ponteiras com alicate especial, etc.

     Como disse no post anterior, monitoramento residencial não é um assunto novo aqui no blog. Já tem alguns anos que venho tratando do assunto. O primeiro foi esse aqui, no final de 2011, onde mostrei um pouco da minha primeira câmera IP, comprada na DX.com. De lá pra cá, a tecnologia evoluiu e os preços caíram. Com algo em torno de R$ 100,00 você já pode começar a se aventurar no assunto.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Segurança
fev 02

Como gerenciar câmeras com DVR pelo Mac?

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 02/02/2012 às 12:23h

     Mais cedo eu escrevi um post a respeito de como gerenciar câmeras IP pelo Mac e citei que ainda não havia encontrando um aplicativo compatível com meu DVR. Porém, resolvi dar uma nova procurada na Mac App Store e, pra minha grata surpresa, encontrei uma solução. Simples, mas ao menos agora posso ver as câmera também pelo Mac, dispensando assim a visualização via Internet Explorer.

     Um velho conhecido de quem quer gerenciar câmeras conectadas a um DVR pelo iOS e Android é o MEye. Infelizmente, para o meu DVR, ele sempre dá um alerta dizendo que a versão gratuíta não é compatível e me leva a versão paga. Como o custo é até acessível (USD 9.99), acabei comprando a versão pra iPhone, Android e outra pro iPad (adaptado a tela grande). Hoje eu comprei também a versão pro Mac.

     Antes de mais nada, devo dizer que a versão pra Mac é extremamente simples. Além de não possibilitar a gravação (algo bem básico), só dá pra ver até 4 câmeras ao mesmo tempo. Como eu tenho 16, fica chato ter que ficar comutando entre elas. É algo meio estranho pois a própria versão do iPad tem suporte a 9 câmeras ao mesmo tempo. Pra quem não tinha alternativa no Mac e era forçado a ver no iPad ou na máquina virtual XP, pelo menos agora tenho, mas confesso que está longe do ideal.

TAG(s):
Categoria(s): Apple, Dicas
fev 02

Como gerenciar câmeras IP pelo Mac?

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 02/02/2012 às 11:47h

     Apesar dos Macs estarem ganhando mercado e já marcarem presenças nas mesas de cada vez mais usuários, ainda sofremos com a falta de alguns aplicativos, especialmente no setor de monitoramento. Ainda não consegui encontrar um aplicativo compatível com meu DVR, mas no caso das câmeras IP é bem mais fácil e existem algumas opções, inclusive gratuítas.

     Todas as câmeras IP que comprei no DealExtreme (foram quase 10 no total) são compatíveis com Firefox e Chrome. Portanto, com Mac. Porém, pra acessar a maior parte dos recursos, apenas via Internet Explorer (ou seja, Windows). Claro, dá pra acessar a câmera, ver as imagens e até controlar o posicionamento delas, o que já quebra um galho, mas algumas coisas mais avançadas, só via Windows mesmo.

     Um grande problema das câmeras IP pra quem usa Mac é a opção de gravação. Dá pra programar a câmera para enviar fotos pra um local remoto, tanto ativado por movimento ou a cada X minutos, mas gravar mesmo, de forma gratuíta, não é possível. Caso você esteja disposto a pagar por um serviço, o Sistema Vigia é uma das opções. Mas se você quer fazer a gravação local no Mac, conheça algumas alternativas gratuítas disponíveis na Mac App Store.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Apple, Dicas, Segurança
jan 05

Como receber email da câmera IP em caso de invasão?

7 Comentarios »Postado por GordoGeek em 05/01/2012 às 11:29h

     Já comentei em alguns posts aqui no blog que coloquei umas câmeras IP em casa. Se você não viu, pode consultar os posts relacionados as câmeras acessando aqui e aqui. Nesse outro eu explico como configurar a câmera e a sua rede para permitir o acesso remoto. Tem também um outro onde explico mais sobre o serviço DynDNS e DLinkDDNS, que ajudam a quem não tem uma conexão de IP fixo a contornar esse problema. Pra fechar, tem esse outro post sobre o aplicativo Live Cams, pra visualizar e controlar a câmera IP remotamente pelo iPhone/ iPad.

     Agora irei explicar um pouco sobre como configurar a câmera para que ela te envie um email caso alguém invada o perímetro monitorado por ela. Comentei sobre isso no Twitter e o pessoal gostou da ideia. Assim, mesmo que você não tenha alarme no local, dá pra saber se alguém entrou numa determinada sala. Apesar dela não enviar SMS, se você tiver um email com tecnologia push (como o MobileMe/ iCloud ou Gmail), que usam Exchange ou similar, o resultado será parecido, uma vez que o seu smartphone irá apitar assim que o email chegar na caixa postal. No meu caso, estou usando uma conta tradicional do Gmail.

     Primeiramente você deve acessar o painel de controle da câmera pelo navegador. Através da maioria dos aplicativos pra smartphones você só visualiza e controla a câmera, não podendo acessar essas configurações mais avançadas. Outra ressalva: mesmo as câmeras que tem suporte a navegadores como Chrome e Firefox, geralmente o acesso feito por eles é mais limitado, como o dos aplicativos para smartphones, só permitindo visualização e controle. Sugiro então que você use o Internet Explorer e permita o uso do ActiveX, pois será instalado um plugin que lhe dará acesso a essas opções.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas, Segurança
nov 25

Live Cams HD: gerenciando câmeras IP no iPad/ iPhone

6 Comentarios »Postado por GordoGeek em 25/11/2011 às 08:11h

     Na semana passada eu recebi uma câmera IP da DealExtreme e outra do Mercado Livre, conforme comentei aqui. Apesar de parecidas, são de fabricantes diferentes e possuem o firmware também diferente. A do Mercado Livre tem mais recursos e é mais flexível, podendo ser visualizada também via Firefox. É muito comum que os equipamentos de vigilância funcionem apenas no IE, por causa da dependência do ActiveX.

     Existem vários aplicativos que você pode usar no iPad/ iPhone para gerenciar câmeras IP. Sem dúvida alguma um dos melhores é o Live Cams. Além de permitir que você veja inúmeras câmeras públicas pelo mundo, dá também pra cadastrar suas câmeras privadas. A qualidade da imagem fica excelente e é possível gerenciá-la de forma muito fácil, como eu mostro no vídeo acima.

     Diferente da minha outra solução, envolvendo DVR, as câmeras IP não possuem o recurso de gravação autônoma. Caso queira gravar o monitoramento você vai ter que deixar uma máquina ligada pra fazer isso. Através do software que acompanha a câmera (apenas Windows) é possível gerenciar até 9 câmeras, gravando localmente. Caso queira gravar remotamente, existem provedores que oferecem essa solução, como é o caso da Sistema Vigia, que cobra R$ 40,00 por mês para fazer isso. O sistema é bem simples de usar e oferece a segurança de manter o arquivo fora da sua residência, o que facilita uma possível identificação dos bandidos em caso de roubo (imagine gravar localmente e roubarem o computador).

TAG(s):
Categoria(s): Apple, Segurança
set 28

Mini-Review DVR Stand Alone RoHS AE-7000-16HC

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 28/09/2011 às 10:29h

     Há algumas semanas eu contei por aqui a minha péssima experiência com o DVR da LuxVision. Acho que ela foi agravada em virtude do péssimo vendedor que me atendeu. Apesar de ter qualificações elevadas no Mercado Livre, ficou claro pra mim que eles não tem a menor ideia dos produtos que vendem. O suporte é extremante lento e não faz questão alguma de ajudar. Justamente por isso, já adianto, não vou citar a empresa, como muitos me pediram no Twitter.

     Os leitores mais antigos do blog já conhecem meu ambiente aqui. Antes eu tinha um servidor Windows com uma câmera Geovision de 16 canais. Como isso elevou muito minha conta de energia, eu queria trocar por uma solução mais econômica. Infelizmente, não achei nada compatível com Mac. Até encontrei em alguns sites gringos alguns dispositivos via USB, mas a enorme maioria vai até 4 canais. Como eu preciso de 16, fica inviável. Assim, minha alternativa foi partir para um equipamento DVR. Novamente, achar algo 100% com o mundo Apple é complicado. A enorme maioria das soluções é baseada em clientes Windows, seja o aplicativo em si ou tal ActiveX para visualização no Internet Explorer.

     Eu testei o antigo equipamento da LuxVision a exaustão. Com uma documentação horrível e sem suporte do fabricante e do vendedor, foi bem complicado. Tive problemas em reconhecer os HDs, em colocar pra funcionar no browser e nos dispositivos móveis (iPhone, iPad e Android). Resetei a configuração inúmeras vezes, fiz update do software e nada. Assim, não me restou outra alternativa que não devolver o equipamento. Como eu queria aposentar o servidor e não é muito fácil achar um DVR com cliente para iPhone, acabei aceitando que o vendedor me enviasse outro equipamento e ele mandou o da RoHS, modelo AE-7000-16HC.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets, Segurança
preload preload preload