ago 05

O que levo na maleta de viagem da GoPro

2 Comentarios »Postado por GordoGeek em 05/08/2014 às 20:40h

     Comprar acessórios originais para a GoPro no Brasil é bastante complicado, pois o preço praticado aqui é bem alto. Nos Estados Unidos é bem mais tolerável, mas ainda assim, caro. Assim, acabei comprando alguns acessórios em sites chineses, como DealExtreme e AliExpress.

     Quando vou para algum lugar fechado, como um aniversário, acabo levando a GoPro no bolso mesmo. E, para não correr o risco de danificar sua lente, comprei um protetor. Já quando vou para locais aberto, como parques, acabo levando toda a maleta, com baterias e cartões extras.

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
jul 30

Chaveiro bluetooth facilita a vida das pessoas esquecidas

3 Comentarios »Postado por GordoGeek em 30/07/2014 às 12:29h

     Você é daqueles que só não esquece a cabeça porque está “grudada” ao corpo? Existem diversos produtos como esse, especialmente em projetos no Kickstarter, mas como nem todos enviam para o Brasil, acabei recorrendo as famosos sites chineses (DealExtreme e AliExpress) para conseguir comprar alguns modelos para testar. O primeiro deles a chegar foi o Safe Guard, mostrado no vídeo abaixo:

     O chaveiro funciona tanto em dispositivos iOS (iPad e iPhone) como em Android (tablets e smartphones). E para tal, basta ativar o bluetooth, instalar o aplicativo e pressionar o botão do chaveiro, ativando o seu reconhecimento. Dentro do app, você escolhe com qual chaveiro quer se conectar (caso exista mais de um) e pronto. Sempre que você se afastar, ambos os dispositivos irão apitar. É possível ainda configurar o tom de aviso e a distância (uma média) de quando o alarme irá soar.

     Se você comparar com os modelos americanos, esse gadget chinês é bem arcaico. Ele é grande (lembrando um chaveiro de token bancário), um tanto feio e o app é bem fraquinho. Funciona? Sim. Mas se você tiver a chance de comprar modelos mais bem acabados e menores, como o Tile, StickNFind, Trackr ou Kensington Proximo, eu recomendo fortemente.

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
jul 29

Vale a pena comprar um extensor para a GoPro?

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 29/07/2014 às 00:59h

     Não sou praticamente de nenhum esporte radical, mas uso bastante a GoPro com a família. Faço gravações embaixo d’água, na montanha russa, tobogã e por ae vai. Porém, recentemente eu andei observando que estava sendo muito comum eu cortar coisas importantes do enquadramento, como meus filhos :/ Pra quem não sabe, a GoPro não vem nativamente com uma tela LCD, ou seja, você não consegue saber exatamente o que ela está gravando.

     Apesar de ter uma lente no formato “olho de peixe”, que proporciona um ângulo de visão muito acima da média das câmeras no mercado (celular então, nem se fala), de vez em quando você pode acabar deixando de capturar momentos bacanas porque não fez o devido enquadramento. E, quanto mais longe/ alto você conseguir posicionar a câmera, melhor o resultado. Mas, como não somos macacos e não temos um rabo de 2 metros, por mais que a gente estique o braço, não fica legal.

     Eu já tinha visto por ae uns extensores de câmera e tava interessado em comprar. Em sites da China, como AliExpress e DealExtreme, você encontra por algo em torno de R$ 20. Porém, vai ter que aguardar alguns meses até chegar e correr o risco de ser tributado. Como as férias escolares estavam terminando e eu queria fazer vídeos melhores com meus filhos, acabei pagando bem mais caro via Mercado Livre.

     No vídeo acima eu fiz alguns testes simples, mas que dão uma noção mais do que suficiente de como a gravação fica melhor com o uso do extensor, mesmo com a metade do seu tamanho máximo. Além disso, parece que as imagens ficam mais suaves e estabilizadas.

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
dez 27

Nexus 4 e Lumia 920 carregando sem fio (indução QI)

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 27/12/2013 às 11:07h

     Já tem mais de um ano que existem aparelhos com suporte a carregamento sem fio no mercado (como o Nexus 4), mas ainda são poucos os dispositivos que suportam nativamente esse recurso. Grandes fabricantes, como Apple e Motorola, simplesmente não adotaram a tecnologia em seus aparelhos. Talvez se Tim Cook resolvesse aderir, provavelmente veríamos muitos suportes como esse do vídeo (USD 22 na DX) abaixo em mesas por ae.

     Se você quiser entender melhor como tudo funciona, recomendo que leia esse post do Gizmodo. E, não fique triste se o seu aparelho não tiver suporte nativo a tecnologia, pois tem alguns adaptadores que você pode comprar e torná-lo compatível. Eu comprei para o Galaxy S4 (USD 8,50) e Galaxy Note 2 (USD 8,80). Infelizmente ainda não chegaram. Ah, se você usa iPhone, também já inventaram um adaptador super fino pra ele.

TAG(s):
Categoria(s): Android, Windows Phone
jun 26

Teste noturno de qualidade das câmeras IP da DX

3 Comentarios »Postado por GordoGeek em 26/06/2013 às 11:23h

     Muitas pessoas me perguntam se as câmeras IP compradas na DealExtreme são boas. Eu já tive alguns problemas com elas e é praticamente impossível achar assistência no Brasil. As originais já são complicadas, imagina as “paralelas”, compradas na China. Mas como elas são muito mais baratas que as vendidas no Brasil, muita gente (como eu) acaba se arriscando a importá-las.

     É sempre bom lembrar que mesmo custando abaixo de USD 50 e a DX enviando como presente (gift), a Receita Federal já sabe desse procedimento e acaba não isentando o produto, pois essa regra é apenas de pessoa física para pessoa física e foi criada para que algum parente ou amigo morando no exterior, possa lhe enviar algum agrado vez ou outra. Se ela pegar, como tem pego, vai tributá-la em uns R$ 80,00. Ou seja, acrescente isso ao valor da câmera e veja se vale a pena.

     Sobre a qualidade da imagem em si é bem razoável, mesmo sendo em SD (480p). O infra dela é relativamente forte e dá pra ver muito bem de noite, conforme você pode observar no vídeo ae em cima. Claro, está longe de ser um produto profissional, mas pode resolver o seu problema ae. O modelo que eu tenho comprado ultimamente é esse aqui, que custa USD 48.20. Se computar o dólar (nas alturas), mais o IOF e tal, sai em torno de R$ 120,00. Se você der azar e a Receita tributar, uns R$ 200,00.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Geral
mar 05

Como rastrear encomendas via smartphone e tablet

3 Comentarios »Postado por GordoGeek em 05/03/2013 às 11:29h

     Já sou usuário do serviço Muambator há vários anos, mas por um daqueles inexplicáveis motivos, nunca havia falado especificamente dele aqui no blog. Acho que até já devo ter citado em algum artigo, comento sobre ele com certa regularidade no Twitter, mas chegou a hora de corrigir a injustiça.

     O Muambator é um serviço gratuito, criado e mantido pelo Rodrigo Hahn. No site deles, você cria uma conta e cadastra o número de tracking das suas encomendas. Sempre que houver uma atualização, receberá uma notificação deles, que pode ser via email ou Twitter. Caso tenha algum dos aplicativos integrados ao serviço, também receberá uma notificação push.

     Falando em aplicativos, existem muitos apps bacanas para rastreio de encomendas. Alguns até com serviços adicionais como cálculo de frete, etc. Porém, são poucos os que possuem integração ao Muambator, que eu acho fundamental. Isso porque, supondo que você tenha mais de um dispositivo (um iPhone e um iPad, um iPhone e um Galaxy Tab, etc.) ter que cadastrar suas encomendas mais de uma vez é de uma perda de tempo inacreditável. Através da API do Muambator, fica muito mais simples e confiável centralizar as coisas lá com eles.

     Pra quem usa o iOS, a minha dica é usar o app Pacotes. Infelizmente, o aplicativo está meio abandonado e praticamente não sofre atualizações. Uma pena, pois eu já uso ele há bastante tempo e sinto falta de novidades, especialmente porque outros apps de rastreio estão sempre lançando coisas bacanas. Já no Android, recomendo o Muamba Tracker. E claro, se você quiser acompanhar apenas via navegador, basta recorrer ao site.

TAG(s):
Categoria(s): Android, Apple
nov 20

Cuidado na hora de comprar: réplicas e clones a vista

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 20/11/2012 às 14:05h

     Estava procurando um Galaxy S3 no Mercado Livre e, como sempre faço, mandei ordenar a busca do menor para o maior preço. Curioso que surgiram vários produtos, supostamente originais, por preços muito (mas muito mesmo) abaixo do mercado. A princípio achei que fosse algum tipo de golpe (quase não tem isso no ML, né?), mas depois, vendo o anúncio, características como TV, 2 chips e outras especificações, deixaram claro que se tratavam de clones e não de aparelhos originais. O mais engraçado é que, quando você pergunta pro vendedor se é original, ele tem a cara de pau de responder: “Sim. Original. Da XYZ”. Ou sabe-se lá Deus que fabricante colocou isso no mercado, apesar do anúncio constar Samsung Galaxy I9300.

     Isso não acontece apenas com o Galaxy S3, mas também com o Galaxy Note e aparelhos de outros fabricantes, como LG, Motorola, etc. A prática é muito difundida e alguns conhecem tais produtos como “réplica”. Pros menos atentos, isso pode ser uma enorme dor de cabeça, pois não duvido que muitos pais, tias, avôs e outros já devem ter comprado tais aparelhos achando que eram originais. Ainda mais agora na época de natal e “Black Friday”, onde muitos sites darão descontos na compra de produtos.

     Engana-se quem acha que tal prática acontece apenas no “submundo” do Mercado Livre. Já recebi várias ofertas de sites de leilão e compras coletivas com tais anúncios. Muitas vezes, o preço nem é assim tão baixo. No caso do “genérico” do S3, já vi “ofertas” de R$ 999,00. O aparelho original chegou ao Brasil por R$ 2.199,00 e atualmente pode ser encontrado em lojas de varejo na faixa de R$ 1.500,00.

     Recentemente foi divulgado que as quatro maiores operadoras do país (Vivo, Claro, Tim e OI) iniciarão em 2013 um controle mais rígido dos aparelhos que estão utilizando suas redes. Tal controle será feito a partir de um número único de identificação de cada aparelho (EMEI) e servirá para bloquear que aparelhos roubados ou sem registro na Anatel, possam utilizar de seus serviços. Pelo que vi, nenhum desses aparelhos citados tem registro na Anatel. Portanto, são uma bomba relógio.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Android, Dicas
preload preload preload