ago 23

Publicando os vídeos da viagem a NY no YouTube

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 23/08/2015 às 11:11h

     E ae galera, tudo beleza? Estou aqui para avisar que comecei a publicar uma série de vídeos sobre a viagem a Nova Iorque no nosso canal do YouTube. Porém, como aviso no vídeo abaixo, devido a lerdeza extrema do meu MacBook (2009) eu não consegui fazer uma edição prévia, então o material está totalmente cru, sem edição alguma, totalmente sem cortes, com meus erros e tal.

     E por que diabos eu tô enviando esse material pro YouTube agora, sem edição e não espero fazer isso no iMac de costume, quando voltar ao Brasil. São vários fatores, mas o principal é que vai levar algumas semanas pra eu voltar e o pessoal tá pedindo pra ver os vídeos. Assim, estou atendendo aos pedidos dos leitores.

     Eu sei que vai ter gente que não vai gostar de ver vários vídeos pingados, sem edição alguma, mas eu peço a compreensão de vocês. Da mesma forma que você não gosta (e devemos respeitar isso), tem pessoas que querem ver, seja porque vem pra cá em breve, ou simplesmente porque querem conhecer os lugares, saber dicas, etc.

TAG(s):
Categoria(s): Geral
ago 21

Comparando os preços da GoPro com a Sony HDR-AS15

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 21/08/2014 às 14:48h

     Essa semana eu fiz alguns vídeos comparando a GoPro com a Sony HDR-AS15. Neles, citei brevemente que a Sony tem um preço muito mais acessível que a concorrente. Porém, alguns leitores, deixaram comentários no Youtube, dizendo que não é bem assim. Então eu resolvi fazer uma pesquisa de preços, usando como referência o preço nos Estados Unidos, a loja mais barata encontrada no Buscapé (confiável ou não), uma loja mais reconhecida no mercado brasileiro e um vendedor confiável no Mercado Livre.

     Conforme podemos ver no site oficial da GoPro, a empresa tem atualmente 3 modelos de câmeras: a White, Silver e Black. Pra ver exatamente qual a diferença entre elas, recomendo que consulte o próprio site já citado. Mas, no geral, a White grava em fullHD 30FPS e tira fotos em 5MP. A Silver grava em fullHD 60FPS e tira fotos em 10MP. A Black grava em 4K e tira fotos em 12MP. Estou sendo simplista, claro. Mas o objetivo é esse mesmo.

     Nos Estados Unidos o modelo White é vendido por USD 200 e tem um salto de USD 100 a cada nova versão, ou seja, a Silver sai por USD 300 e a Black por USD 400. Assim, o modelo mais topo de linha custa o dobro do modelo mais básico. Como eu acredito que muita gente ficará satisfeita com fotos em 5MP e gravações em fullHD a 30FPS, minha recomendação de compra é a White. Logo, não vejo motivos em chamar quem escolhe esse modelo de idiota, como deixaram nos comentários do Youtube. Existem produtos diferentes para necessidades diferentes. E aliás, nem todo mundo tem uma árvore de dinheiro no quintal. Mas a molecada bancada pelos pais não deve saber disso.

     Aqui no Brasil, o preço mais barato do modelo White que encontrei foi R$ 730. No Mercado Livre, num vendedor confiável: R$ 733. Porém, em ambos os casos, a garantia é de apenas 90 dias. Ou seja, dá pra comparar um produto comprado oficialmente no Brasil, com nota fiscal e 12 meses de garantia, como a Sony HDR-AS15, com esses produtos comprados em condições diferentes? Eu não acho justo com o leitor. Assim, se formos comparar corretamente, temos que levar em conta o preço do Magazine Luiza, que é de R$ 1.259. Ou seja, praticamente o dobro do preço da câmera da Sony, o que reforça o que eu disse no vídeo: existe sim uma diferença considerável de preço.

     No modelo Silver, o preço mais barato que achei foi R$ 879. No Mercado Livre, com vendedor confiável, se acha até mais barato: R$ 865. Na Saraiva, uma loja conhecida, com nota fiscal e garantia de 1 ano: R$ 1.661. E pra fechar, o modelo Black é encontrado por R$ 1.200 na loja mais em conta, R$ 1.150 no Mercado Livre e R$ 1.800 na Kabum.

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
set 25

Pagamos caro pra ter internet banda larga no Brasil?

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 25/09/2013 às 17:48h

     Nas grandes cidades, boa parte da população mora numa região onde existe pelo menos uma empresa oferecendo banda larga. Claro, sei de casos de gente que mora na capital mais rica do país e tem que se virar com 1Mb da Telefonica ou 3G capenga. Porém, acredito que esses casos são exceções e não a regra.

     Mesmo quem tem acesso a uma velocidade de internet bem bacana (como 30Mb), paga um valor caro, se formos comparar com outros países, como Japão, Estados Unidos, Inglaterra, etc. Quem mora no interior, como eu, então, nem se fala.. Vejam o vídeo ae em cima pra ter uma noção das regras vigentes no Brasil, sendo uma das mais gritantes a garantia mínima.

     Pra vocês terem uma noção mais próxima da realidade, vejam outros dois vídeos, feitos por brasileiros morando no exterior. No vídeo de cima, temos um exemplo dos planos em Londres. Abaixo, um outro morando nos Estados Unidos.

     Evidente que a essa altura você já deve estar muito p. da vida. Meu conselho: vai fazer um chazinho enquanto os vídeos vão carregando.

TAG(s):
Categoria(s): Geral
jun 27

Como viabilizar uma viagem pros EUA gastando pouco

3 Comentarios »Postado por GordoGeek em 27/06/2012 às 12:31h

     Eu sei que alguns vão pensar “poxa, de novo esse alerta”, mas eu vou fazer em todos posts referentes a viagem pra evitar que nos comentários (como às vezes acontece) alguém venha me chamar de burro e dizer que o post foi uma porcaria, que não ajudou em nada, que eu quero me passar por sabichão e não sei nada, etc. Acreditem, por mais que eu faça os posts pra ajudar, ainda tenho que ler coisas desse tipo. Então, na tentativa de minimizar tais comentários, vou sempre colocá-los no início dos posts. Você, que já leu, pode começar sempre a ler do segundo parágrafo. Isso dito, lá vai: essa série de posts sobre a viagem que fiz são para compartilhar o pouco que sei e tais informações podem não ser as melhores alternativas pra você. Conto com os comentários dos leitores para me corrigirem e enriquecer o conteúdo.

     Quem me acompanha pelo Twitter já deve estar de saco cheio de me ouvir falar dos preparativos da minha viagem. Por outro lado, tem sempre aqueles que me pedem e compartilham dicas, seja de hospedagem, plano de internet, etc. Na semana passada eu decidi que queria viajar e sai à caça de alternativas pra viabilizar esse desejo repentino. Infelizmente, planejamento é tudo em uma viagem, especialmente quando se quer gastar o mínimo possível. Quem deixa tudo pra última hora, sempre paga mais caro (a não ser que tenha uma sorte gigantesca, o que não é o meu caso). Esse post é justamente pra compartilhar algumas dicas que me passaram e outras que aprendi vasculhando a internet.

     Em 2009 eu fui com a família para os Estados Unidos e ficamos quase um mês viajando entre várias cidades. O voo chegou em Miami, onde alugamos uma van e começamos visitando amigos na Flórida (Boca Raton). Depois fomos pra Kissimmee, explorar os parques temáticos da Disney. Cerca de cinco dias mais tarde pegamos um voo para Nova Iorque, onde meus pais ficaram apenas dois dias e eu e minha esposa prorrogamos a estadia por mais uma semana. Em seguida fomos de avião pra Las Vegas, onde ficamos cerca de quatro dias. De carro, fomos até São Francisco, onde pude ir explorando todo o Vale do Silício, que sempre quis conhecer. Fechamos indo pra Los Angeles e finalmente de volta ao Brasil. Essa “brincadeira” ficou quase R$ 20.000,00 (hospedagem, voos e alimentação para duas pessoas). Porém, eu sai do Brasil com praticamente tudo planejado e fiz isso com tempo. Estudei conexões, horários de voos, hotéis, etc. Otimizei o máximo pra gastar o mínimo possível. Se você tiver tempo pra organizar a viagem, vai economizar um bom dinheiro fazendo simulações de voos, reservas em hotéis, etc.

     Em 2010, me deu esses “cinco minutos” causados pela #VidaDeTI (onde a gente fica extremamente estressado e querendo chutar tudo que tenha um microprocessador) e resolvi que queria viajar. Porém, como o stress era muito, acabei não planejando a viagem muito bem e 10 dias em Nova Iorque ficaram praticamente o preço da viagem de 2009, justamente devido a falta de tempo e planejamento.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Geral
abr 11

Internet móvel pré-paga por apenas USD 1.49/ dia

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 11/04/2011 às 23:25h

     É bastante comum as pessoas irem para os Estados Unidos e me perguntarem como fazer pra ficar conectado por lá. Geralmente recomendo a AT&T, que custa USD 50 e tem 1GB de quota durante 30 dias. Fiz um post bastante completo sobre isso, comparando várias operadoras, que você pode consultar clicando aqui.

     Hoje eu vou falar da T-Mobile, uma opção mais barata, especialmente pra quem for ficar poucos dias na gringa. O chip deles custa USD 10 e a internet custa USD 1.49 por dia, podendo ser ativada através do site. Infelizmente, assim como acontece na AT&T, se você usar iPhone terá que alterar as configurações do APN, caso contrário, não irá funcionar. Outra coisa chata é que só vai rolar EDGE (nada de 3G), apesar de terem relatos que é até razoável a velocidade.

TAG(s):
Categoria(s): Apple, Dicas
preload preload preload