ago 10

O Find My iPhone da Apple é realmente útil? NÃO!

4 Comentarios »Postado por GordoGeek em 10/08/2015 às 10:05h

     Não é raro, especialmente nos dias de hoje, com celulares custando mais de R$ 3.000,00, que os mesmos sejam alvos fáceis para bandidos. Eles são pequenos, leves e podem ser facilmente roubados/ furtados. Mas a Apple tem um grande sistema de proteção, que inibe esse tipo de crime, deixando o usuário mais seguro. Né? Tadinho de você que respondeu que sim ;)

     Hoje em dia, praticamente todo smartphone, desde o mais baratinho, até o mais topo de linha, tem algum sistema de rastreamento embutido. Tanto a Europa, como os Estados Unidos, pressionaram as fabricantes e adotarem tecnologia visando diminuir o roubo de aparelhos. Assim, Android, iOS e Windows Phone, acabam trazendo ferramentas que dificultam a revenda de aparelhos roubados e também ajudam na recuperação do item.

     No mês passado minha irmã foi vítima de um assalto em São Paulo e levaram o iPhone 4 dela. Ok, já era velhinho, mas era dela. E comprar um novo hoje em dia, não é tarefa muito fácil, ainda mais com o dólar que não para de subir e a Apple sendo “obrigada” a reajustar os preços.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Apple
dez 17

Restrições que aumentam a segurança do iPhone

3 Comentarios »Postado por GordoGeek em 17/12/2012 às 15:57h

     Na semana passada eu fiz um comentário sobre o “Find My iPhone” no Twitter e vi que várias pessoas não entenderam muito bem sobre o que eu falei, me pedindo pra explicar melhor. Prometi gravar um vídeo contando um pouco mais sobre isso, já que não há melhor forma de explicar esse tipo de coisa. E ae está ele:

     Caso você tenha o celular roubado, provavelmente a primeira coisa que a pessoa que tiver de posse do aparelho irá fazer é desligá-lo. Com isso, adeus atualização da localização e mais difícil será recuperar o celular. Porém, se você tiver com um pouco de bateria no iPhone e o recurso de restrição por senha, as chances aumentam.

     Evidente que a pessoa pode tirar o chip do aparelho ou então zerá-la diante de um computador. Tirar a bateria, não tem como, pois não tem como acessá-la no iPhone (não de maneira fácil, como em outros aparelhos). Retirar o chip até é fácil, mas o ladrão precisa ser um pouco mais entendido e andar por ae com um ejetor de SIM próprio ou arranjar um clipe de papel (daqueles mais finos).

     Além de colocar uma senha de acesso ao aparelho, eu costumo ativar as restrições, não deixando que se removam ou alterem as contas de email, entre elas, a que fica vinculada ao “Find My iPhone”. Quanto mais camadas de segurança você colocar na solução, melhor ela fica.

TAG(s):
Categoria(s): Apple, Dicas
jan 17

Please Steve Jobs: ‘Find & Fix My iPhone’

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 17/01/2010 às 07:06h

     Durante a semana que passou, fiz inúmeros testes em meus iPhones (2G, 3G e 3GS), visando esclarecer se algumas coisas amplamente divulgadas são mitos ou realidade, especialmente no que diz respeito ao Jailbreak. O aparelho fica mais lento? Fica mais instável? A bateria dura menos? O push pára de funcionar?

     No decorrer dos testes, acredito que tenha dado restore em meu iPhone 3GS, pelo menos, umas 10 vezes. E, como a Apple retorna o aparelho bloqueado, sendo necessário a conexão com a internet, através do iTunes, o qual se comunica com a Apple, para liberar o aparelho, tudo isso ficou logado em seus servidores. Acredito eu (achômetro), que isso disparou algum alerta nos servidores da empresa, que acabou bloqueando meu dispositivo para operar corretamente, comprometendo funções importantes, como push e aGPS.

     O mais curioso disso tudo é que os 2 aparelhos com jailbreak (2G e 3G) estão funcionando corretamente. Já o 3GS, o único sem Jailbreak, é o que está apresentado problemas diversos.

jan 13

1 conta MobileMe: 3 iPhones monitorados

2 Comentarios »Postado por GordoGeek em 13/01/2010 às 16:47h

     Um dos recursos mais bacanas do MobileMe e que foram fundamentais para a minha decisão de adesão ao serviço é o fato de poder localizar/ bloquear seu iPhone, remotamente, através do serviço Find My iPhone, que integra o pacote. Mas, uma coisa que eu não sabia e fiquei muito feliz em ver que funciona, é que uma única conta, pode servir/ monitorar 2 ou mais aparelhos. Confira no vídeo abaixo:

     Como a Apple lhe dá a opção de ativar/ desativar os serviços de forma separada, quando se cadastra uma conta de email vinculado ao MobileMe, pode-se deixar ativo o serviço de monitoramento (Find My iPhone) em ambos, mas apenas um deles ficar recebendo os emails e sincronizando a agenda de contatos ou compromissos, caso isso seja do seu interesse.

preload preload preload