out 27

Indiegogo: uma tomada perfeita para a casa geek

2 Comentarios »Postado por GordoGeek em 27/10/2013 às 13:31h

     Eu já vi algumas tomadas com saída USB, mas acredito que poucas pessoas vão chamar um eletricista (ou se arriscar sozinho) pra mudar as já instaladas em suas casas. Além disso, geralmente elas são caras e possuem apenas uma (quando muito, duas) portas. Também não é incomum a amperagem ser muito baixa e demorar muito pra carregar os aparelhos. Alguns mais fominhas (como iPads) nem chegam a ser carregados.

     O projeto da thingCHARGER hospedado na Indiegogo é muito interessante porque não é uma tomada em si, mas sim um adaptador e pode ser facilmente instalado em qualquer canto. Melhor ainda, dá pra levar do quarto pra sala, pra cozinha ou qualquer outro cômodo que você vá ficar por um período que dê pra carregar seu gadget.

     Algumas coisas chamam a atenção nesse projeto. Primeiro é o fato que ele mantém uma tomada disponível, ou seja, você pode continuar a conectar outros aparelhos eletrônicos nela. Aqui em casa mesmo eu tenho casos onde tenho que ficar a todo instante comutando o carregador de gadgets com outras coisas, especialmente na bancada da cozinha.

     Talvez o fato mais legal seja que a tomada também é um dock e não deixa seu smartphone, tablet, ipod, etc. “jogado”. Ele se encaixa perfeitamente e aceita várias conexões. Por fim, na base da tomada, ainda existe uma porta USB para você conectar outra coisa. Demais!

     O projeto já alcançou a meta estipulada, mas ainda tem mais quase 3 semanas no ar. Se você apoiar agora, leva um por USD 29. Quando ele chega ao varejo o preço será de USD 42.

TAG(s):
Categoria(s): Indiegogo
out 18

Qual smartphone eu compro? Moto X? Nexus? Galaxy?

7 Comentarios »Postado por GordoGeek em 18/10/2013 às 13:10h

     A pergunta que mais ouço diariamente no Twitter é “Gordo, tô querendo trocar de aparelho. Esse Moto X é bom? Ou tem outro melhor nessa mesma faixa de preço?”. E foi justamente por isso que, ao invés de fazer um review tradicional, focando apenas no aparelho da Motorola, aproveitei para fazer um comparativo bem abrangente, com vários aparelhos que tenho por aqui, usando o próprio Moto X, o LG Nexus 4, Samsung Galaxy S3, Samsung Galaxy S4 e Samsung Galaxy Note 2. Eu sei que tem vários outros bons aparelhos no mercado, como os da Sony, mas como a assessoria nunca nos mandou nada, não posso expressar opinião sobre o que não testei, só me baseando no que eu li. Ficaria vago e sem nexo.

     No dia em que eu recebi o Moto X, fiz um post aqui no blog pra dar minhas primeiras impressões. Não estava muito animado com ele, pois me parecia apenas uma versão mais cara do Nexus 4. Porém, como pude passar quase 2 semanas com ele, fui usando-o mais e valorizando algumas características dele, em especial sua beleza, ergonomia e performance. Infelizmente, como moro no interior, não pude testar um dos principais atrativos dele: a compatibilidade com o 4G brasileiro.

     Minha intenção era fazer um vídeo de uns 20 minutos, mas acabou que ficou com o dobro. Até pensei em dividir em dois ou até três pedaços (pra facilitar a visualização), mas achei melhor deixar num único. Nele, respondi a várias dúvidas que ouço todos os dias no Twitter. Agora vai ficar mais fácil, pois quando alguém me fizer alguma pergunta que eu já tenha respondido nele, bastará indicar esse post. Se você quiser entender todos os detalhes, veja o vídeo todo. Se quiser um resumo rápido, veja os 5 minutos finais.

     Sobre os preços dos smartphones, eu usei o Buscapé como base de comparação. Levei em conta a reputação das lojas e, no geral, a eFácil foi a que se saiu melhor, pois tem tradição, já comprei algumas vezes com eles e sei que não vão lesar nenhum leitor. Pra quem quiser os links dos produtos, segue: Moto X, Nexus 4,Galaxy S3,Galaxy Note 2,Galaxy S4. PS: não recebo comissão alguma deles.

     Update 30/10/2013 12:09h => Fui avisado pelos leitores que o vídeo tinha sido tirado do ar pelo Youtube. Consta pra mim como uma cópia. Estranho, já que o vídeo é uma produção 100% minha e nem música tinha. Pior ainda que já estava com uma semana no ar e quase 10.000 views. Eu tentei contato pelo Youtube via formulário, pedindo explicações, mas não deram (ainda). Como não tem outra forma de contato, apaguei o vídeo antigo e subi novamente. Mas subi com baixa qualidade, pois o Youtube anda um lixo ultimamente. Esse vídeo, em baixa qualidade, ficou quase 16hs processando. Imagino se tivesse subido em 1080p, como o anterior.

TAG(s):
Categoria(s): Android
out 07

Como instalar o Cyanogenmod no Galaxy S4 LTE

6 Comentarios »Postado por GordoGeek em 07/10/2013 às 13:15h

     Depois de quase 3 meses usando o Galaxy S4 LTE sem modificações, resolvi ligar o foda-se e instalar o Cyanogenmod nele. Resisti o quanto deu, pois não queria violar a garantia, mas a lentidão que ele vinha apresentando me incomodava demais. A Samsung é daquelas fabricantes que adoram modificar o Android, enchendo-o de porcaria, o que o deixa com menos espaço disponível, além de mais lento.

     A gota d’água que me fez migrar foi que recebi no final de semana um Moto X da Motorola para fazer resenha pro blog e vi que ele roda tudo muito fluido, como o Nexus 4. Ambos, em teoria, são inferiores ao Galaxy S4, mas possuíam desempenho real (ignore benchmarks) muito superior, sem apresentar pequenas travadinhas, especialmente quando muitos apps estão carregados na memória.

     Como eu já adiantei, esse procedimento viola a garantia e pode danificar o aparelho. Assim, caso queira fazer, faça por sua conta e risco. Eu aconselho fazer um seguro da Pitzi. Pra quem ainda não conhece, recomendo que leia esse outro post, onde explico de forma mais detalhada o serviço. Em resumo: praticamente tudo que acontecer com seu aparelho, seja uma tela quebrada, mergulho na piscina, ROM danificada, etc. é coberto. Assim, me senti mais a vontade a mexer no aparelho. Se desse merda, mandaria pra Pitzi arrumar.

     Eu tenho diversos artigos aqui no blog sobre como instalar Cyanogenmod em aparelhos. O procedimento pro Galaxy S4 não é diferente deles. A primeira coisa a ser feita é instalar o CWM. Depois, limpar a ROM atual e em seguida jogar o novo sistema. É tudo muito simples, mas eu sei que assusta os menos experientes. Aviso importante: o meu modelo é o LTE Quad-Core e não o 3G Octa-core. Apesar do procedimento ser semelhante, os arquivos que coloquei abaixo são para o LTE. Se você usá-los no seu 3G, f-o-d-e-u.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Android
out 02

Galaxy Note 3 tem um modo “tela normal”

Comentários desativados em Galaxy Note 3 tem um modo “tela normal”Postado por GordoGeek em 02/10/2013 às 15:55h

     Ouço com cada vez mais frequência “não aguento mais essa telinha pequena do iPhone”, seja diretamente de amigos, nas redes sociais ou artigos. Acredito até que esse seja o motivo número um (mas não o único) que tem levado os fãs (ou antigos fãs) da Apple a irem pro mundo Android. Porém, temos visto que o limite do razoável está cada vez sendo mais estendido.

     Entendo perfeitamente que cada pessoa tem gostos e demandas diferentes. Assim, o que serve (é bom) pra um, não serve pra outro. Eu gosto de telas grandes, mas acho que o Galaxy Note 2 está no limite. Recentemente tenho visto telas gigantes, acima de 6”. Convenhamos, pra um smartphone, me parece um pouco demais, até para os mais exagerados. Porém, como disse, talvez quem goste tenha uma necessidade diferente da minha. Talvez precise de muitas coisas na tela, talvez use terno ou bolsos largos, etc.

     Desde o primeiro Galaxy Note a Samsung colocou um recurso para que o usuário possa fazer algumas tarefas utilizando apenas uma das mãos. Devido ao tamanho de tela, nem todos conseguem atingir todos os cantos da tela e isso pode ser um problema. Por isso, o recurso é um tanto bizarro, mas não deixa de ser útil. Vejam no vídeo acima que coisa mais estranha.

TAG(s):
Categoria(s): Android
set 25

Recuperando um smartphone com arroz. Funciona?

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 25/09/2013 às 17:58h

     Acredito que boa parte dos leitores já deve ter se deparado com o “mito” (ou não) de que, se o seu smartphone cair na água, o melhor a fazer é rapidamente resgatá-lo, desligar, tirar a bateria, secar tudo e por num pote com arroz (e não deixar secar ao sol). Mas isso funciona mesmo?

     O pessoal da CNET da Inglaterra fez o vídeo acima e mostrou que o procedimento pode sim ajudar. Não existe milagre, é claro. Alguns componentes podem ter sido danificados e terão de ser trocados. Contudo, tanto um Galaxy S4, quanto um iPhone 5, voltaram a vida depois de 4 dias “enterrados” num pote com arroz.

     Um fato bastante curioso é que o iPhone 5 morreu em cerca de 22 segundos depois de tomar contato com a água. Já o Galaxy S4, demorou quase 2 minutos e meio. Além disso, foram feitos outros testes de resistência, nos quais o Galaxy também se saiu melhor.

     Se você não quer contar com a sorte e nem com o poder divino do arroz, meu conselho é visitar o site da Pitzi e fazer o seguro deles. Conforme narrei nesse outro post, eu já tive que trocar a tela do Galaxy S3 da minha esposa e valeu muito a pena, porque o conserto numa autorizada iria ficar em torno de R$ 800,00.

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
set 11

Os prós e contras dos ambientes da Apple e Google

6 Comentarios »Postado por GordoGeek em 11/09/2013 às 03:01h

     Como acontece em todo dia de keynote, vejo muitos usuários da Apple dizendo que ficaram decepcionados e me perguntam se vale a pena migrar pro Android. Diferente do que alguns podem pensar, eu nunca aconselho que a pessoa se jogue de cabeça, pois sei que, quando o negócio apertar, essa mesma pessoa vai vir com 7 pedras na mão pra me fazer de alvo. Eu gosto de trollar, dou muita risada quando me xingam, mas não gosto de prejudicar as pessoas. Dizer pra pessoa mudar de plataforma, que significa investir dinheiro e tempo, sem explicar minimamente as consequências é algo leviano.

     Uma vez que o assunto é recorrente, se você der uma procurada ae na busca, vai encontrar outros posts interessantes sobre o assunto, como Migrando de iOS pra Android: que apps fazem falta de outubro de 2012 e Vale a pena migrar do iPhone para o Android?. Se você estiver mesmo cogitando a possibilidade de deixar o mundo Apple, perca alguns minutos e leia esses dois posts. Nesse aqui, eu vou fazer apenas um update.

     Apesar de ser uma pessoa bastante passional, de vez em quando eu tenho meus atos de sobriedade e tenho racionalizar as coisas. Geralmente após um lançamento que pode mudar a balança, como um keynote da Apple ou Samsung, eu faço uma tabelinha de prós e contras de ambos o sistema, listando o que vejo de bacana (ou não) em cada plataforma e vou dando pontos pros ítens. Ex.: O iOs tem backup total no iTunes. Gosto disso. Pra mim valem X pontos. O Android tem bateria removível. Também dou valor nisso. Merece Y pontos. Ao final do processo, somo tudo e vejo como fica. Geralmente, o Android ganha de lavada, apesar de sim, ter defeitos e da Apple ter suas qualidades.

     É muito importante lembrar que, quando estou vestido de troll, minha intenção é provocar, gerar discussão e polemizar. Por isso, uso e abuso dos extremos, como dizer que algo é uma bosta, mesmo quando é apenas mais ou menos. Aqui, o foco é te ajudar a decidir algo importante. Porém, você tem papel muito importante na decisão, pois o peso que eu dou pra um determinado conjunto de características, julgando-o muito importante, pode ser menos importante ou até sem sentido pra você, na sua rotina de trabalho ou uso cotidiano dos gadgets.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Android, Apple
jul 12

Mais um processo em vista: Samsung e Mobile Doctor

9 Comentarios »Postado por GordoGeek em 12/07/2013 às 06:34h

     Já contei aqui nesse outro post o meu problema com a Mobile Doctor, assistência autorizada da Samsung em São José dos Campos, que devolveu meu Galaxy Note 2 exatamente igual eu o enviei. Não tiveram nem o cuidado de ler a documentação ou ver o vídeo onde eu demonstrava o problema. Era investir 3 minutos pra ver que o problema e tentar uma solução. Mas não se deram ao trabalho, devolvendo o aparelho com problema.

     Depois de entrar em contato com o 0800 da Samsung, me pediram pra enviar o aparelho de novo e assim foi feito. Mais algumas semanas sem poder usar o aparelho pelo qual paguei mais de R$ 2.000,00 e finalmente devolvem o celular ontem a tarde, agora com problema na recepção do sinal de celular, que é incapaz de se registrar na rede da operadora, conforme mostro no vídeo acima.

     Eu fiz o teste com chip de 3 operadoras (Vivo, Claro e Tim), sendo que todos funcionam perfeitamente no Galaxy S4, mas não funcionam no Galaxy Note 2. Notem que não precisa ser nenhum técnico para fazer esse teste. É por um chip e fazer uma ligação. Simples assim. Mas claro, a Mobile Doctor não é muito chegada em testar o equipamento do cliente antes de dar o caso como resolvido e devolvê-lo. Eu dei uma procurada no Google pela empresa e vi que não sou o primeiro cliente a ter o aparelho devolvido sem o devido reparo da parte deles.

     Como eu já havia avisado a empresa que se o aparelho não voltasse em perfeitas condições de uso eu iria processar a Samsung e a autorizada, que responde de forma solidária, cumprirei o que havia dito. Acho um tremendo descaso uma assistência autorizada não efetuar testes básicos antes de enviar o aparelho para um cliente, que paga caro pra ter um produto topo de linha e tem um pós-venda sofrível como esse, onde o aparelho tem que ficar indo e vindo pra autorizada.

TAG(s):
Categoria(s): Android
jul 11

Promoção: Samsung Galaxy S3 por R$ 1.199,00 em 10x

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 11/07/2013 às 21:46h

     Novamente o @o_nerd nos tráz a dica de uma ótima promoção na eFácil. Dessa vez é o Samsung Galaxy S3 por R$ 1.199,00 em 10 vezes sem juros ou R$ 1.175,02 à vista.

     Apesar do smartphone da Samsung ter mais de um ano de mercado, vamos lembrar que ele tem uma CPU de 4 núcleos, ou seja, ainda roda tudo muito bem (e vai rodar por um bom tempo). Acho que R$ 1.199,00 está um preço bem atraente! Mas se você tiver com mais dinheiro pra gastar, vez ou outra aparece o S4 por R$ 1.799,00 também na eFácil.

TAG(s):
Categoria(s): Android
jul 11

Empresa sem vergonha da rodada: SanDisk

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 11/07/2013 às 13:15h

     No começo do mês eu contei aqui no blog que a SanDisk soltou alguns cartões de memória que tem problema no controlador e não são compatíveis com todos os aparelhos no mercado, em especial os mais recentes, como o Samsung Galaxy S4. Ao invés de emitir uma nota pública, fazer um recall ou algo parecido (que qualquer empresa idônea faria), eles simplesmente resolveram esconder a sujeira debaixo do tapete.

     A SanDisk é uma marca muito reconhecida mundialmente e é por isso que sempre dei preferência aos produtos da marca. Eu tenho aqui comigo 4 cartões microSD de 64GB (3 comprados na Amazon e 1 no Mercado Livre) e 2 de 32GB (comprados no Mercado Livre). Eu vinha usando os cartões sem problema nos meus dispositivos (2 Galaxy Tab P3100, 1 Galaxy S3, 2 Galaxy Note 2 e 1 RAZR D1). Porém, quando comprei meu Galaxy S4, notei que a todo momento ele ficava falando que o cartão estava danificado. Pra saber se o problema era o cartão ou o S4, testei todos os cartões e notei que o problema acontecia em todos. Tudo levava a crer que o problema era o S4, pois se os cartões funcionavam em outros aparelhos e nenhum funcionava no S4… Mas pesquisando na internet eu descobri que cartões de outros fabricantes funcionavam normalmente no S4, enquanto muitos da SanDisk, não. Ou seja, o problema não era o S4 e sim os cartões mesmo.

     Eu entrei em contato via chat com a SanDisk, reportei o meu problema e eles reconheceram um problema no controlador dos cartões microSD de 32GB e 64GB. Ainda de acordo com eles, foi um “pequeno lote”, mas se eu tenho 6 cartões e isso acontece com 100% deles, ou eu sou a pessoa mais azarado do mundo ou o lote com problema não é tão pequeno assim. Mas como eles assumiram o problema e disseram que iriam trocar por novos, totalmente compatíveis, sem custo algum, considerei o caso resolvido.

     Vários dias se passaram desde o meu contato inicial, muitos emails foram trocados e, a cada dia, eles me pedem mais e mais informações. Me pediram várias fotos dos cartões, eu mandei. Pediram as invoices de compra, eu mandei. Me ligaram pra esclarecer novamente o problema, eu narrei. Hoje, eu recebo um email dizendo que (pasmém, não é brincadeira), como meu email de contato é de uma empresa (a minha empresa por sinal – @whinston.com.br), eu não sou um consumidor final e não posso ter suporte com eles. Ou seja, eu comprei como pessoa física, paguei como pessoa física, tô usando como pessoa física e não vão me dar suporte porque eu mandei o email pro suporte deles com o meu @whinston.com.br e não com um @gmail ou @yahoo.

     Eu já estava p. da vida por me sentir enganado, pois a empresa em nenhum momento fez um anúncio público do problema, para tirar do mercado todos os produtos com problema. Segundo porque mentiram ao dizer que era um pequeno lote. Terceiro porque, para eles enviarem novos produtos, sem o defeito, eu teria que destruir meus cartões atuais e ficar 10 dias sem. E agora, no ápice da palhaçada, esse negócio de negar o suporte porque meu email é da empresa.

     Como eu não sou o otário que eles pensam que eu sou, já reclamei no Procon e no ReclameAqui. Se o Procon não conseguir resolver o caso, não vou pensar 2 vezes em acionar o Juizado Especial Civil, como eu já fiz contra Mercado Livre, Samsung, Mandic e outras várias que me trataram como idiota.

     Se você tem um cartão de memória SanDisk, esteja ele com problema ou não, reclame com eles. Isso é vício oculto! Amanhã ou depois você compra um aparelho mais recente e não irá funcionar, lhe obrigando a comprar um novo produto, sendo que se fosse outro fornecedor, iria funcionar normalmente. E fica a minha recomendação: não compre produtos SanDisk, a não ser que você goste de ser tratado como idiota quando precisar de suporte.

     Update 17/07/2013 18:35h => Pessoal da SanDisk me ligou para pedir desculpa e dizer que houve um lamentável engano no tratamento da minha ocorrência. Segundo me passaram, todos meus cartões com defeito serão trocados num prazo de 48 horas.

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
jul 04

Primeiras impressões em vídeos do iPad mini

3 Comentarios »Postado por GordoGeek em 04/07/2013 às 16:30h

     Muitas vezes a gente vê algo pela internet e não acha muito bacana. Porém, quando colocamos as mãos, mudamos de opinião. Isso aconteceu comigo com a linha RAZR da Motorola, que eu achava muito tosca nas imagens de sites, mas acabei gostando quando recebi os produtos para análise. E isso se repetiu com o iPad mini, um produto que até então eu torcia o nariz e fiquei admirado com a sua beleza ao manuseá-lo. Abaixo, você confere as minhas primeiras impressões em vídeo:

     Eu tive algumas oportunidades de comprar o iPad mini, pouco após seu lançamento, seja através de amigos ou parentes indo para o exterior, mas nunca me senti verdadeiramente atraído por ele. Pra mim, um produto sem tela Retina e com as especificações técnicas de um iPad 2, não serviria de muita coisa. No entanto, semana passada o produto foi lançado no Brasil e Saraiva fez uma baita promoção do pequeno notável da Apple. E foi ae que decidi comprar um, mais pela condição ofertada, do que necessariamente por desejo pelo produto. Afinal, eu poderia revendê-lo com facilidade e até ter um lucrinho.

     Agora eu finalmente consegui toda a euforia dos donos de iPad mini ao descreverem seu brinquedinho. Ele realmente é lindo, do tipo amor a primeira vista. Quando comparado a outros tablets no mercado, como o Galaxy Tab e o Nexus 7, dá pra ver que são muito diferentes. O iPad mini não tem aquela aparência de equipamento barato, feito na China (apesar de ser feito lá). Apesar de custar “um pouco” mais caro que os concorrentes, tanto lá fora, quanto aqui no Brasil, acredito que o preço seja justificado (ao menos em parte).

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Apple
preload preload preload