dez 12

Comentários da pulseira fitness Samsung Gear Fit2 Pro

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 12/12/2017 às 13:28h

     Desde 2011 que uso algum tipo de “dispositivo vestível” para monitorar passos e sono. Passei por diversos modelos, de vários fabricantes. Mas ultimamente me senti incomodado com relógios, especialmente pelo fato de ficarem raspando o notebook. No caso do MacBook, que tem corpo de alumínio, o atrito com a pulseira (geralmente na trava metálica) gera um ruído muito desagradável. Assim, acabei optando por pulseiras mais leve e com a tira praticamente inteira de borracha. É claro que eu poderia tirar o relógio quando fosse trabalhar e colocá-lo de novo ao término. Até tentei fazer isso, mas não me adaptei a rotina. Sempre acaba esquecendo o relógio, o que me obrigou a pensar em algo com mais praticidade.

     O problema é que estou sentindo muita falta de ter notificações no pulso, especialmente quando estou dirigindo ou operando o drone. É muito chato ter de parar tudo que estou fazendo pra tirar o telefone do bolso e verificar o motivo dele ter apitado ou vibrado. Assim, comecei a pesquisar algumas opções e achei interessante a Gear Fit2 Pro da Samsung.

     Apesar de ter um custo um tanto elevado (R$ 1.100), a pulseira é bonita e bem construída. Ela tem recursos interessantes, é leve e a bateria dura mais de 1 dia. Porém, o que mais me irritou nela foi a qualidade da tela num ambiente de muita luz. No vídeo acima eu faço mais comentários sobre o produto.

     Em tempo: me perguntaram se eu não gostaria de vender algum dos relógios antigos. As baterias estão bem ruins. Não dura nem 2 horas de uso. Por isso acho melhor não vender e evitar dor de cabeça. Mas se mesmo assim, alguém quiser comprar e se arriscar a trocar a bateria, me contate.

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
fev 19

Por que o Gear 2 não exibe o nome do contato que ligou?

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 19/02/2015 às 16:42h

     Depois de meses na gaveta, acabei vendendo meu relógio Gear 2 para o meu pai. Eu sempre achei que ele não teria paciência pra um smartwatch, especialmente a parte de carregá-lo diariamente. Mas, para a minha surpresa, não só ele adorou, como muitos amigos dele também e estão doido atrás do relógio.


Ivan Garcia / Shutterstock.com

     No feriadão de carnaval eu fui visitar a família e, pra variar, meu pai tinha uma listinha (bem pequena, assim, umas 200 coisas, rs.) pra eu ajudá-lo a fazer. Uma delas era o fato do Gear 2 mostrar apenas o número de quem está ligando e não o nome. Apenas com o número, ele não conseguia identificar quem era e isso vinha lhe aborrecendo. Totalmente compreensível, correto?

     No curto período que usei o relógio, eu lembrava que aparecia o nome do contato que ligou. Fiquei pensando que poderia ser alguma alteração em novas versões do software (do relógio ou do smartphone), mas depois de muito mexer, descobri que era uma coisa bem simples.

     Meu pai instalou um daqueles apps de portabilidade e esse app alterou todos os contatos dele, colocando o 01517 (operadora e DDD dele) na frente dos contatos. Só que o app fez isso inclusive pros telefones locais, do mesmo DDD. Assim, quando a pessoa liga, o software do relógio não reconhece o contato. A solução foi baixar outro software de nono dígito e configurar corretamente o DDD padrão.

TAG(s):
Categoria(s): Android
set 26

Primeiras impressões do smartwatch Samsung Gear Live

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 26/09/2014 às 17:57h

     Há algumas semanas eu tive meu primeiro contato com o sistema Android Wear através do relógio inteligente (vulgo smartwatch) LG G Watch. Dá pra notar bem claramente a minha decepção no vídeo de primeiras impressões dele. Mas, conforme os dias foram passando, achei algumas coisas legais, como responder um tweet por voz diretamente no relógio, sem pegar o smartphone, bem como o controle de mídia pelo pulso (novamente, sem ter que recorrer ao smartphone).

     Eu tenho um relógio Samsung Gear 2, que roda o sistema Tizen. O vídeo de primeiras impressões dele está aqui. Com ele eu consigo fazer coisas mais bacanas do que consigo com o Android Wear. Porém, ainda não me sinto a vontade para recomendar que alguém invista R$ 1.000 nele.

TAG(s):
Categoria(s): Android
set 10

     Existem dezenas de soluções para monitoramento de exercícios, especialmente voltada para amadores. Eu uso há alguns anos o Motorola Moto ACTV, que mesmo descontinuado pela marca e sem update há um bom tempo, continua a me atender bem, pois funciona de maneira autônoma, sem depender de smartphone.

     Esses dias estava mexendo no app da Runtastic e vi que eles tem uma integração com o relógio Samsung Gear 2. Curioso, baixei, instalei, configurei e fui ver como funcionava. Eu confesso que iria gostar mais se me permitisse um pouco mais de customização, me fazendo navegar menos entre as telas, mas não dá pra negar que é uma funcionalidade bacana você poder acompanhar várias informações do exercício sem tirar o smartphone do bolso.

TAG(s):
Categoria(s): Android
jul 01

Como configurar as notificações no Samsung Gear Fit

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 01/07/2014 às 18:09h

     Algumas vezes leio matérias com estatísticas de uso e fico abismado com as pessoas pagam R$ 2.500,00 num iPhone e não instalam apps. Algumas, sequer tem conta na iTunes. A pessoa paga tudo isso num telefone e usa, além da função primordial, apenas o que vem nele. Não é incomum pedirem ajuda pra um parente mais “entendido” no assunto e ae conseguem colocar WhatsApp, Instagram, Facebook, mas ficam no básico, em torno de 10 apps.

     Da mesma forma que tem pessoas que subutilizam o smartphone, com certeza tem pessoas que compraram seu relógio inteligente e ficam só no básico. Assim, vou fazer uma série de posts ensinando como tirar mais proveito desse gadget ae no seu pulso, já que ele custou tão caro e não serve apenas como relógio e pedômetro.

     Uma das coisas mais bacanas num smartwatch é a integração com o smartphone. É muito prático você deixar o telefone no bolso, na mesa ou até dentro da gaveta e poder ter acesso a algumas funções só olhando o pulso. E, as notificações, talvez sejam o recurso mais interessante pra quem tem esses relógios. No vídeo acima eu mostro, rapidamente, como configurar o telefone e habilitar o recurso.

TAG(s):
Categoria(s): Android
jul 01

Como fazer o Gear 2 e Fit funcionarem em qualquer Android

5 Comentarios »Postado por GordoGeek em 01/07/2014 às 14:39h

     Há cerca de 2 semanas eu dei a dica aqui no blog sobre como fazer com que o Samsung Gear 2 e Gear Fit funcionassem em qualquer smartphone Android e não apenas nos 12 selecionados pela coreana. Agora, fiz um vídeo mostrando o procedimento:

     É importante observar que no post anterior eu havia falado sobre 2 métodos de hack, sendo um deles mais completo (e que exigia root) e outro mais simples. Como acredito que a maioria dos leitores não tenha root em seus aparelhos, já que não é uma coisa muito simples e envolve perda de garantia, fiz o vídeo baseado no segundo método.

     Vale lembrar também que, em ambos os métodos, nem todas as funções são liberadas, como se fosse um smartphone homologado pela Samsung. Porém, nos dois, funcionam as coisas mais básicas e interessantes, como as notificações chegando em seu pulso.

TAG(s):
Categoria(s): Android
jun 29

     Tá querendo comprar um relógio inteligente da Samsung, mas ainda não se definiu pelo Gear 2 ou Gear Fit? Vou mostrar, numa série de 3 posts, um pouco sobre esses smartwatches disponíveis no mercado brasileiro, com pagamento em R$, nota fiscal e garantia. O primeiro vídeo da série você acompanha abaixo:

     Nesse primeiro de 3 vídeos eu dou um panorama geral sobre a “wearable computing” (computação vestível), comento sobre a Nike Fuelband, o Motorola Moto ACTV e dou dicas importantes sobre os Gear 2 e Gear Fit, já que muita gente não sabe sequer que eles não são compatíveis com qualquer aparelho, como iPhone e Android de outros fabricantes, que não a Samsung.

TAG(s):
Categoria(s): Android
jun 21

Como usar o Galaxy Gear em qualquer telefone Android

12 Comentarios »Postado por GordoGeek em 21/06/2014 às 16:42h

     Por mais que não seja novidade e faça parte da estratégia da empresa, eu odeio o ecossistema extremamente fechado da Apple. São inúmeras restrições impostas a seus usuários “simplesmente” por capricho da empresa, não tendo qualquer obstáculo técnico justificado. Justamente por isso, tem mais de 3 anos, deixei de ser um fiel usuário da Maçã e fui pro Android. Porém, de vez em quando, vejo empresas que trabalham com o robozinho verde também dando suas cabeçadas.

     Já tem mais de um ano que a Samsung lançou seu relógio Galaxy Gear (sendo que já tem inclusive uma segunda versão) e até agora eles estão limitados a funcionar com alguns smartphones da empresa coreana. Por que não liberar pra toda linha da Samsung? Por que não liberar pra trabalhar com aparelhos de outros fabricante? Limitações técnicas, como veremos a seguir, não são. Inclusive, a empresa está tentando socar seus relógios goela abaixo do consumidor, em combos, que chegam a custar quase R$ 3.500,00.

     Eu tenho alguns aparelhos da empresa (Galaxy Note 2, Note 3, S3, S4, Note 8, Tab 3) e mesmo assim não consegui usar com o Galaxy Gear 2. Isso porque eu acabei optando por usar a ROM Cyanogenmod, que roda muito mais lisa e não tem todo aquele lixo da Samsung. Porém, por não ser a ROM original, mesmo alguns desses aparelhos sendo compatíveis, o relógio não funcionava. E, caso você ainda não saiba, sem um smartphone compatível, seu relógio não serve de nada. Você sequer consegue ativá-lo e usar apenas pra mostrar as horas.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Android
preload preload preload