nov 04

GloboPlay – Vendo a programa ao vivo fora de SP e Rio

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 04/11/2015 às 16:45h

     Essa semana a emissora carioca lançou o aplicativo GloboPlay, que permite, entre outros recursos, ter acesso a programação ao vivo do canal. Porém, essa opção ficou restrita as capitais de São Paulo e Rio de Janeiro. Com isso, muita gente de outras regiões ficou se perguntando: como burlar isso?

     No PC eu tentei usar várias VPNs, me conectando por IPs de São Paulo e Rio de Janeiro, mas não tive sucesso. Fiz o mesmo procedimento no iOS e Android, mas nada. Até que um leitor (Daniel Taiguara) me deu a dica de usar o app gratuito Fake GPS Location, que como o nome sugere, permite “enganar” o GPS do dispositivo móvel. E realmente funcionou, como demonstro no vídeo acima.

TAG(s):
Categoria(s): Android
jun 05

Suporte veicular universal para smartphones

3 Comentarios »Postado por GordoGeek em 05/06/2014 às 15:52h

     Como trabalho em casa, raramente preciso sair com o carro. Usar GPS então, nem pensar, já que aqui é uma cidade pequena, não tem trânsito e já conheço tudo. Porém, esses dias eu precisei ir pra Campinas e tive que usar o GPS. Só ae me dei conta que o único suporte que eu tinha por aqui (tinha outros, mas sabe-se lá Deus onde estão), era para iPhone 4S.

     Acabei recorrendo ao Mercado Livre para dar uma procurada em um novo suporte veicular, mas priorizei os modelos que não fossem pra um smartphone específico, tendo em vista que cada hora estou com um aparelho diferente e acaba mudando formato, tamanho de tela, etc. Comprei esse modelo por menos de R$ 22,00 e gostei bastante.

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
out 27

Indiegogo: rastreador GPS com ótima autonomia

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 27/10/2013 às 21:13h

     Desde o nascimento do meu filho, já me vi em várias situações onde pensei comigo: “ah se tivesse um produto X, me ajudaria demais”. Conforme contei nesse outro post, sobre o monitoramento de saúde, alguns gadgets despertam bastante interesse dos pais, especialmente os de primeira viagem. Esse é um caso.

     Existem diversas opções de monitoramento via GPS no mercado, desde os mais bizarros feitos na China, passando por apps que podem ser instalados em smartphones, até soluções bem caras. Eu já testei alguns apps, mas o principal defeito era: a bateria de um smartphone não dura nada! E é ae que o PriSecu brilha, com sua autonomia de 2 semanas.

     Quando você quer monitorar alguém, seja uma criança, um idoso, um veículo ou qualquer outro “alvo”, vai notar rapidamente que não basta saber onde ele está, pois você não vai ficar em cima disso 24 horas por dia. Alguns recursos são fundamentais, como o histórico, as cercas virtuais e outros sensores.

     Uma cerca virtual é um recurso lhe permite delimitar, usando um mapa, uma área onde a pessoa deveria estar, como na escola. Caso ele saia desse ponto, um alarme é disparado. Alguns apps, permitem inclusive configurar isso por horário. Ou seja, você sabe que seu filho fica na escola de manhã e a tarde em casa. Se alguma anormalidade acontecer, o alarme dispara.

     Outra coisa bem bacana é ter um histórico. Pode ser que o aparelho não dispare nenhum alerta, mas você pode checar, quando tiver tempo, onde o “alvo” foi. Além disso, se ele ultrapassar determinada velocidade ou tiver um comportamento estranho, como uma parada repentina, também dá pra ser avisado.

     Talvez o pior defeito desse dispositivo seja o tamanho. Achei ele bem grande. Eu sempre quis algo pequeno, que pudesse passar discretamente como um relógio ou até ser escondido na frauda, no caso de crianças bem pequenas. Mas enfim, acho que é o preço que se paga pra ter uma bateria de longa duração e uma boa recepção de GPS. Aliás, ele usa GPS mesmo e não apenas A-GPS.

     Por fim, algumas outras vantagens que valem a pena serem ressaltadas. Primeiro, existe a opção de comprar um case à prova d’água. Segundo, dá pra abrir o microfone remotamente e ouvir o que está acontecendo no local monitorado. Terceiro, um botão de pânico, muito útil em várias situações. Quarto, diferente de muitos serviços similares, não existe mensalidade a pagar pra empresa e você pode por qualquer chip GSM padrão. Quinto, funciona com acesso a web e smartphones. Sexto, segundo o fabricante, usa materiais de qualidade superior a concorrência.

TAG(s):
Categoria(s): Indiegogo
abr 25

Primeiras impressões em vídeo do Motorola MotoACTV

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 25/04/2012 às 22:47h

     Há alguns meses a Motorola lançou o MotoACTV e eu fiquei muito interessado em testá-lo. Infelizmente não dá pra comprar tudo que a gente quer pra testar. Em alguns casos as assessorias dos fabricantes nos enviam produtos, mas a Motorola parece que não gosta muito do blog, visto que nunca nos mandou nada ou sequer respondeu a nossos contatos (puxadinha de orelha em pública #ModeON). Porém, através da nossa parceria com a GSSHop, conseguimos finalmente por as mãos em um.

     Ao olhar pro aparelho, muita gente nem imagina que por trás dessa aparência de um mero relógio encontra-se um dispositivo com 600MHz, 256MB de RAM, GPS integrado e que roda movido a Android. Claro que a Motorola customizou uma interface e não dá acesso a todas as funções de um Android, mas existem diversos tutorais na internet ensinando como hackear o gadget. Infelizmente, por ser um modelo de testes, eu não vou poder me aventurar por esses meios.

     É importante frisar que a versão que testamos é importada dos Estados Unidos (R$ 679,99) e não vem com a pulseira (vem apenas com um clipe). A versão nacional do relógio vem com a pulseira, mas custa R$ 200,00 mais cara. Como a pulseira pode ser comprada a parte (R$ 139,99), acredito que seja um bom negócio comprar primeiro o produto, ver se vai usar no clipe ou na pulseira e ae, se for o caso, fazer a compra do acessório. A própria GSShop vende a pulseira, caso queiram. O MotoACTV tem vários acessórios e se vocês tiverem interesse, também podem conversar com a GSShop pra consultar a disponibilidade.

     Outra coisa importante de se falar é que, assim como o Fitbit e o Nike+ FuelBand, o MotoACTV não tem monitor cardíaco integrado. Ele trabalha com dispositivos compatíveis com o padrão ANT+ e bluetooth 4.0. Em breve irei receber o monitor cardíaco pra testar e falarei mais sobre isso na semana que vem. Por enquanto, vejam o vídeo acima e deixem comentários pra eu saber quais os pontos são de interesse e devem ser abordados no próximo vídeo.

TAG(s):
Categoria(s): Android
abr 02

Primeiras impressões do Polar WearLink+ Bluetooth

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 02/04/2012 às 15:33h

     Apesar do meu avatar deixar claro que sou gordo (e geek), isso não quer dizer que eu seja sedentário. Eu procuro fazer caminhadas diárias de cerca de 1 hora (6Km) e sempre gostei de monitorá-las pelo iPhone, seja usando o RunKeeper ou o Nike+. Não que eu fique monitorando a minha performance, querendo andar cada vez mais rápido e bater metas. Eu prefiro sair andando “de boa”, usando esse tempo também para relaxar e geralmente vou ouvindo podcast, tweetando, tirando alguma foto pro Instagram, consultando um feed RSS, etc. Mas é legal ter as estatísticas dos exercícios, especialmente quando você forma um grupo de amigos (mesmo que virtuais) e ficam competindo pra ver quem pratica mais.

     Faz tempo que estava de olho num monitor cardíaco que fosse compatível com o iPhone. Nunca achei nada bacana e num preço aceitável. Essa semana eu achei o Polar WearLink+ Bluetooth, que apesar de não funcionar com iPhone, funciona com Android. Ela é um conjunto de cinta elástica com um pequeno transmissor que envia esses dados pra um dispositivo compatível. Uma coisa que não gostei é que ela envia os dados apenas para o smartphone, não sendo compatível com nenhum relógio (nem da própria marca).

     O Gerson da GSShop, me enviou uma cinta dessas para teste. Ela custa praticamente R$ 300,00. Não é um produto barato, mas é o preço desse tipo de equipamento. Não consegui encontrar nada mais em conta nas minhas pesquisas. Aliás, eles tem outros produtos também, que eu pretendo testar no futuro, inclusive compatíveis com iPhone, mas eles costumam trabalhar com um pequeno dispositivo (ANT+) que vai encaixado no conector de 30 pinos. Eu sinceramente tenho medo disso acabar quebrando no meu bolso, mas graças as limitações que a Apple impõe ao bluetooth dos seus dispositivos, essa tem sido a saída escolhida pelos fabricantes.

     Assim que o produto chegou, eu fui fazer a pareamento dele com o Galaxy Note. Não resisti e tentei fazer também no iPhone, só por desencargo de consciência e realmente nem apareceu listado. Já no Galaxy, foi de primeira, sem qualquer problema. Uma vez pareado, comecei a baixar os apps que são compatíveis com o dispositivo: Sports Tracker, Endomondo, SportyPal, RunKeeper, Cardio Trainer, Runtastic e Run.GPS. Eu fiquei bem decepcionado com o site da Polar, pois não existe um PDF detalhando o produto, com características e tudo o mais.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Android
abr 25

Sygic por USD 12,99: um app de GPS que vale a pena?

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 25/04/2011 às 13:51h

     Há alguns anos o Sygic Aura era o único programa de GPS com mapas nacionais para iPhone na App Store. O tempo passou e vários outros surgiram, nos dando a possibilidade de escolha e forçando a queda dos preços em virtude da concorrência. Se antes um programa de GPS para iOS beirava os USD 100, hoje existem inúmeras promoções na faixa dos USD 30.

     Num mercado com cada vez mais competidores, a Sygic está com uma promoção incrível até o dia 28/4 (quinta-feira), oferecendo o seu programa de GPS para iOS por apenas USD 12,99. A promoção é válida para os mapas de outros países também. No caso dos Estados Unidos, eles decidiram desmembrar em dois programas (cada um com mais de 1.5GB), sendo um para a costa Oeste e outro para a Leste. Ambas custam USD 14,99, também somente até o dia 28/4.

     Eu já tinha comprado o TomTom Brasil numa promoção há um tempo atrás (paguei USD 29,99 e hoje custa USD 49,99) e mesmo usando pouco, decidi aproveitar a promoção para comprar o Sygic. Como os updates são gratuítos, acaba valendo a pena. Aliás, segundo descrição na App Store, o Sygic Aura também usa a mesma base de dados do TomTom. O curioso é que, enquanto o Sygic Brasil pesa 701MB, o TomTom Brasil pesa apenas 203MB. Pode ser porque o Sygic é universal e também funciona no iPad (aliás, outra vantagem), mas não sei ao certo. Outro programa bastante conhecido, o Navigon Brazil, pesa apenas 225MB e também é compatível com iPad (mas custa USD 59,99).

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Apple
dez 04

RunKeeper: monitore sua corrida com o iPhone

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 04/12/2009 às 14:25h

     Já faz algum tempo que ouço o Vladimir Campos recomendando a aplicação RunKeeper para monitoramento de corridas/ caminhadas/ outros, mas nunca me interessei em testar. Isso porque, como todo gordinho/ nerd sedentário, pratico pouco esporte e quando pratico, prefiro dar uns aremessos (basquete), do que sair pra caminhadas. Porém, ontem resolvi testar o aplicativo e sai pra uma caminhada.

     O mais bacana é que existe uma versão free da aplicação, para que você possa testar antes de comprar. Foi exatamente essa versão que eu usei ontem, no meu teste. A diferença dessa versão para a pro, que custa USD 9,99 na App Store, é que a paga não trás propagandas, permite controlar as músicas do iPhone/ iPod diretamente na App e o mais legal: subir o resultado dos treinos para o site, conforme demonstro no vídeo acima, o que te permite monitorar todo o seu exercício, integrado ao Google Maps.

nov 28

Qual o melhor App de GPS para iPhone?

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 28/11/2009 às 16:17h

     Há bem pouco tempo atrás, não tínhamos escolha de Apps de GPS para iPhone com mapas brasileiros. Era apenas o Sygic Brazil e ponto final. Hoje, pra nossa felicidade, existem vários Apps, o que nos deixa com a seguinte questão: qual vale a pena investir uma boa grana (cerca de UD 80) para te orientar?

     Devido a limitação do tamanho e duração do vídeo no Youtube, dividi esse review em algumas partes. No vídeo acima, a parte 1, demonstro que em virtude do GPS do iPhone ser do tipo aGPS (GPS Assistido), realmente não funciona sem sinal da operadora, o que pode ser um problema para muitos usuários. Veja errata abaixo.

     Na 2. parte do review (acima), irei demonstrar a tela inicial de cada programa (NDrive, iGo, TomTom, Sygic e Navigon), programando um endereço de destino e fazendo alguns comentários sobre sua interface.

     Update 29/11/2009 20:05h => Alertado pelo leitor Humberto nos comentários, que disse que o primeiro vídeo usou uma metodologia errada, refiz o teste e vi que realmente tinha feito caquinha. Ao colocar o iPhone em modo avião, desliguei toda comunicação sem fio do aparelho, inclusive o GPS. Logo mais posto o vídeo do novo teste.

     Update 04/01/2010 16:45h => Abaixo, os vídeos feitos pelo Wolney Alves, usando vários Apps de GPS no iPhone, em seu carro.

TAG(s):
Categoria(s): Apple, Biblioteca Digital, Dicas, iPhone/iPod, Videos
nov 27

Corrigindo BUG de GPS/ Push/ WiFi no iPhone

3 Comentarios »Postado por GordoGeek em 27/11/2009 às 17:29h

     Quem me acompanha no Twitter, viu que ontem eu perdi a tarde toda tentando arrumar um pequeno BUG no meu iPhone. De uma hora pra outra, ele simplesmente parou de achar o WiFi e o sinal de GPS sumiu. Não posso dizer que não fiz nada pra isso acontecer, pois eu testo muitas coisas e principalmente não autorizadas (Cydia). Sendo assim, dou minha mão a palmatória.

     Depois de bater cabeça por algumas horas, achei uma mensagem no fórum do BlogDoiPhone, que me levava a um artigo. Nesse artigo, pedia para eu redefinir os ajustes do iPhone e depois instalar um Fix. Bem, como meu iPhone tem muita coisa instalada, quando mandei redefinir os ajustes, ele praticamente pirou. Entrou num reboot eterno e quando parecia que ia carregar, começava o boot de novo. Não teve jeito: tive que dar restore e zerar o aparelho. Claro que, com o restore, voltei meu backup e tudo certo (demorou quase 1 hora pra reinstalar tudo).

     A princípio eu fiquei com uma raiva danada desse artigo, mas como meu iPhone é uma caixa de Pandora, novamente dei a mão a palmatória. Como mesmo depois do restore, ainda continuei a ter problema com o GPS e WiFi, fiz novamente o procedimento de redefinir as opções de rede e depois rodar o fix. Foi tiro e queda: problema resolvido!

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Apple, Dicas, iPhone/iPod
nov 05

iLocalis – MobileMe bem piorado

7 Comentarios »Postado por GordoGeek em 05/11/2009 às 17:14h

     Como todos que acompanham o blog devem saber, já gastei um bom dinheiro na App Store e muitas vezes, em aplicações que não valiam a pena. Infelizmente, em boa parte delas, a gente só se dá conta disso, algum tempo depois que comprou e ae já era. Por isso que sou a favor de Jailbreak, dando condições reais de testar o aplicativo pelo tempo que for necessário, na sua totalidade (sem modo ‘Lite’) e depois decidir pela compra (ou não).

     Um dos recursos mais bacanas que surgiram no firmware 3.0, mas que só funcionava pra quem tem conta do MobileMe, é a possibilidade de se rastrear o iPhone (muito útil em caso de furto), podendo inclusive bloquear o aparelho, apagar seu conteúdo remotamente, etc. Já vi alguns relatos de gente que conseguiu recuperar seu iPhone com esse recurso.

     Como não sou usuário do MobileMe, vi um post hoje no Apple2All, do amigo @DanDahia, que chamou minha atenção, pois relacionava alguns aplicativos que suprem (em tese) essa funcionalidade de localização do aparelho. O mais completo deles era o iLocalis e fiquei bastante interessado, especialmente porque tem uma versão basic, válida por 10 dias.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Apple
preload preload preload