set 03

Comparando JVC GC-XA1 x GoPro White x Sony HDR AS-15

4 Comentarios »Postado por GordoGeek em 03/09/2014 às 17:28h

     Há algumas semanas comprei um câmera compacta da Sony (post aqui) e alguns leitores me indicam a JVC GC-X1, que tem um preço muito chamativo, além de características bem interessantes, como o fato de não precisar de case (como a GoPro e a Sony), além de já vir com o LCD embutido no corpo da câmera.

     Quando a JVC lançou sua compacta no Brasil ela custava a pagatela de R$ 1.499, um preço muito similar ao da GoPro e ao preço de lançamento da Sony. Como não há como concorrer de igual pra igual com a marca símbolo de qualidade na categoria, tanto a Sony, quanto a JVC, tiveram que reduzir os preços de venda. No meu caso, confesso que só comprei ambas porque os preços estavam atrativos. Se fosse pra pagar mais de R$ 1.000 em cada, teria optado pela GoPro.

     A câmera da Sony me agradou em alguns pontos, como possibilidade de gravar em 120 graus ou 170 graus, melhor qualidade de cores, estabilização de imagem (disponível apenas em 120 graus) e possibilidade de usar um microfone exterior sem precisar de adaptador. Porém, a qualidade da imagem da GoPro ainda é superior, além de ter uma facilidade muito maior em se achar acessórios, tanto no mercado oficial, como no paralelo.

     E como fica a JVC GC-X1 competindo com essas duas? Eu gostei dela já vir com um LCD embutido, apesar de achá-lo bem ruinzinho, além de mal posicionado. O fato de não precisar de um case para filmagens com água e também ser resistente a impactos é interessante, mas isso eu ainda não consegui testar, pois vou precisar preparar um ambiente próprio (já pensou parar de funcionar sem eu ter documentado que segui a risca a garantia?).

     A qualidade das imagens da JVC é razoável, mas eu ainda sinto que a GoPro leva a melhor nesse fator. Além disso, o áudio da JVC é sofrível e tanto a GoPro, quanto a Sony, levam a melhor nesse quesito. Mas, se levarmos em conta o preço da JVC, bem como sua resistência a água e choques (sem case), somados a sua tela embutida, não dá pra dizer que o produto é de todo ruim. E, com mais alguns dias de uso, vou conseguir pesar melhor se vale a pena comprá-la ou não.

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
ago 21

Comparando os preços da GoPro com a Sony HDR-AS15

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 21/08/2014 às 14:48h

     Essa semana eu fiz alguns vídeos comparando a GoPro com a Sony HDR-AS15. Neles, citei brevemente que a Sony tem um preço muito mais acessível que a concorrente. Porém, alguns leitores, deixaram comentários no Youtube, dizendo que não é bem assim. Então eu resolvi fazer uma pesquisa de preços, usando como referência o preço nos Estados Unidos, a loja mais barata encontrada no Buscapé (confiável ou não), uma loja mais reconhecida no mercado brasileiro e um vendedor confiável no Mercado Livre.

     Conforme podemos ver no site oficial da GoPro, a empresa tem atualmente 3 modelos de câmeras: a White, Silver e Black. Pra ver exatamente qual a diferença entre elas, recomendo que consulte o próprio site já citado. Mas, no geral, a White grava em fullHD 30FPS e tira fotos em 5MP. A Silver grava em fullHD 60FPS e tira fotos em 10MP. A Black grava em 4K e tira fotos em 12MP. Estou sendo simplista, claro. Mas o objetivo é esse mesmo.

     Nos Estados Unidos o modelo White é vendido por USD 200 e tem um salto de USD 100 a cada nova versão, ou seja, a Silver sai por USD 300 e a Black por USD 400. Assim, o modelo mais topo de linha custa o dobro do modelo mais básico. Como eu acredito que muita gente ficará satisfeita com fotos em 5MP e gravações em fullHD a 30FPS, minha recomendação de compra é a White. Logo, não vejo motivos em chamar quem escolhe esse modelo de idiota, como deixaram nos comentários do Youtube. Existem produtos diferentes para necessidades diferentes. E aliás, nem todo mundo tem uma árvore de dinheiro no quintal. Mas a molecada bancada pelos pais não deve saber disso.

     Aqui no Brasil, o preço mais barato do modelo White que encontrei foi R$ 730. No Mercado Livre, num vendedor confiável: R$ 733. Porém, em ambos os casos, a garantia é de apenas 90 dias. Ou seja, dá pra comparar um produto comprado oficialmente no Brasil, com nota fiscal e 12 meses de garantia, como a Sony HDR-AS15, com esses produtos comprados em condições diferentes? Eu não acho justo com o leitor. Assim, se formos comparar corretamente, temos que levar em conta o preço do Magazine Luiza, que é de R$ 1.259. Ou seja, praticamente o dobro do preço da câmera da Sony, o que reforça o que eu disse no vídeo: existe sim uma diferença considerável de preço.

     No modelo Silver, o preço mais barato que achei foi R$ 879. No Mercado Livre, com vendedor confiável, se acha até mais barato: R$ 865. Na Saraiva, uma loja conhecida, com nota fiscal e garantia de 1 ano: R$ 1.661. E pra fechar, o modelo Black é encontrado por R$ 1.200 na loja mais em conta, R$ 1.150 no Mercado Livre e R$ 1.800 na Kabum.

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
ago 20

Primeiras impressões da câmera compacta Sony HDR-AS15

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 20/08/2014 às 18:28h

     Ontem eu publiquei aqui no blog um post comparando a qualidade das câmeras GoPro White e Sony HDR-AS15. Aproveitei para mostrar também como dá pra melhorar ainda mais o áudio da Sony, colocando um microfone na porta P2, que já vem embutida nela (diferente da GoPro, que exige acessório).

     No post de hoje eu mostro um pouco mais sobre a caixa da HDR-AS15, o que vem com ela, comparo com a GoPro e conhecemos um pouco mais sobre seu design, que eu acabei não mostrando anteriormente, pois estava mais focado em exibir a qualidade de gravação de ambas.

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
ago 19

Comparando a qualidade da GoPro com a Sony HDR-AS15

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 19/08/2014 às 17:35h

     Depois de alimentar por algum tempo o sonho de ter uma câmera GoPro, acabei aproveitando uma oportunidade de pegá-la num preço bacana (usada de uma amiga) e mandei bala. Além do preço alto (aqui no Brasil), o principal motivo pra eu ter adiado a compra por alguns anos foi o fato de não conseguir responder a uma pergunta bem simples: “não sendo eu um esportista ou praticante de nada radical, pra que diabos eu vou usar a GoPro?”.

     Acredito que muitas pessoas, assim como eu, também se fizeram essa pergunta e acharam que seria um péssimo investimento. Confesso que, nos primeiros dias, me vi meio perdido, sem ter onde realmente usá-la. Acabei colocando primeiramente no carro, gravando meus trajetos, pra servir como prova caso eu tomasse uma multa que eu julgasse injusta, sofresse um acidente onde eu precisaria de provas ou até pra capturar alguma improvável situação atípica e engraçada.

     Conforme o tempo foi passado, acabei usando a GoPro em vídeos pro canal (já que ela tem um ângulo de visão muito superior ao de outras câmeras) e especialmente pra documentar momentos em família, como uma ida ao parque, já que meu filho adora uma montanha russa, tobogã e afins. E devo confessar que, por esse ângulo, tem valido cada centavo que paguei nela. Porém, nos últimos tempos, duas coisas vinha me incomodando nela: qualidade das cores (sempre desbotadas) e a tremedeira, por mais que eu tentasse firmar a mão.

     Eu já tinha visto alguns vídeos comparativos no Youtube e as câmeras da concorrência sempre se saiam tão bem (ou até melhor) que a GoPro. Fiquei pensando se a GoPro era realmente boa ou apenas um hype, como Apple, Beats e afins. Eu resolvi pagar pra ver e aproveitei uma promoção na Ricardo Eletro para conferir pessoalmente se realmente valia a pena. E, comprando online, a gente tem sempre o benefício previsto no Código de Defesa do Consumidor: o produto não atendeu as suas expectativas, pode devolver.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
preload preload preload