mar 23

Notebook Bom, Bonito e Barato (BBB) existe ou é mito?

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 23/03/2015 às 17:56h

     Já tem alguns meses que eu estava a procura de um notebook pra minha esposa e outro pro meu avô. As necessidades dos dois são basicamente a mesma, mas o da minha esposa eu queria caprichar um pouco mais, pois ela pode precisar de um pouco mais de potência. Já meu avô, qualquer coisa que não trave e abra Facebook e Powerpoint (aqueles famosos anexos dos emails) estava de bom tamanho.

     No universo de notebooks rodando Windows, as possibilidades são praticamente infinitas. Eu me segurei pra não comprar algumas opções super baratas, como alguns CCE e Positivo girando na casa dos R$ 600, inclusive com tela touch. Porém, pelo que andei lendo (faz tempo que estava fora do mundo Windows), pegar algo com menos de 2GB é pedir pra ter problemas. Especialmente se levarmos em conta que o Windows 10 chega ainda esse ano e provavelmente vai exigir mais do sistema, além de ser um upgrade gratuito.

     Resolvi abrir mão de uma tela touch, apesar de ficar bastante atraído por elas, pois os modelos de marcas mais conhecidas (Dell, Lenovo, Asus, etc.) com tela touch e hardware um pouco melhor eram bem mais caros. Eu dei sorte de comprar ambos os notebooks em promoção. O do meu avô (Asus X552EA-SX188H) tem um preço médio de R$ 1.100 e paguei R$ 850. O da minha esposa (Lenovo G40 i5), atualmente vale em torno de R$ 2.000 e paguei R$ 1.150. Ou seja, excelentes descontos.

     Se você não quer pagar muito caro e ter uma máquina de um fabricante conhecido, com uma boa garantia, uma boa performance para tarefas cotidianas e acadêmicas, recomendo que fique de olho em promoções do Asus que comprei para o meu avô. Com certeza você vai conseguir usar a suíte Office, se divertir em redes sociais e aproveitar de recursos multimídias (YoYube, Netflix, etc.) pagando relativamente pouco.

TAG(s):
Categoria(s): Computadores
mar 23

Você compra pendrive pelo preço ou pela qualidade?

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 23/03/2015 às 11:09h

     Que título mais FDP eu coloquei, né? Num mundo ideal, a gente compra algo por ter bom preço e boa qualidade, mas é quase impossível se conseguir isso. Ou você opta por preço baixo ou por qualidade. Conciliar os dois não é tarefa fácil e não seria diferente com pendrives.

     Você já deve ter se deparado com as mais diversas ofertas de pendrive no mercado. Inclusive, a mesma marca (SanDisk por exemplo) tem produtos que se parecem muito, mas os preços e velocidades são completamente diferentes. Vamos a alguns exemplos?

     Na semana passada eu comprei esse pendrive SanDisk de 64GB com tecnologia USB3 por R$ 115. Além de ser bem pequeno, o que dá mais mobilidade a notebooks, ele é muito rápido. Veja aqui que conseguimos ler seu conteúdo em 112MB/s e gravar em 49MB/s. Isso é bem satisfatório! Dá pra copiar uma pasta de 5GB em menos de 1 minuto.

     Eu também comprei algo que queria muito há tempos: um pendrive multiuso com tecnologia OTG. Não conhece? Funciona assim: de um lado o pendrive tem uma conexão USB tradicional, pra você por no PC e do outro, uma porta microUSB, pra você colocar em aparelhos com suporte a tecnologia OTG. Em outras palavras, você pode por no seu Android e ele vai ler o conteúdo do pendrive.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
abr 04

Hackintosh – Memória RAM

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 04/04/2009 às 20:50h

     Em se tratando de memória RAM, se você costuma trabalhar com vários aplicativos abertos ou um mesmo aplicativo com muita coisa carregada (como várias abas do navegador ou várias imagens sendo tratadas no Photoshop), esse é um ítem fundamental. No MacOS é muito fácil gerenciar vários programas através do Exposé e do Spaces. Aliás, esses recursos são uma das coisas que me fazem usar muito o MacOS ao invés do Windows.

     Grande parte das pessoas que compram um Mac, acabam optando pela versão mais básica, geralmente com 1GB de RAM e depois fazem upgrade para 2GB ou até 4GB por conta própria. A diferença de performance é gritante! Contudo, geralmente quem tem 4GB de RAM, trabalha com 2 pentes de 2GB cada e boa parte das motherboard vem com apenas 2 slots, ou seja, se a sua idéia é num futuro expandir para 8GB (ou quem sabe mais), você deve pensar bem se deve pegar uma placa mais em conta (com apenas 2 slots para memória) ou se é hora de investir em algo mais sofisticado (com 4 slots), permitindo futuros upgrades.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas, Hackintosh
preload preload preload