nov 08

Primeiras impressões do notebook gamer Samsung Odyssey

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 08/11/2017 às 00:38h

     Depois de 5 anos usando um modesto MacBook Air de 11 polegadas com míseros 64GB de SSD, acabei tendo que comprar um notebook que suportasse editar vídeos em 4K. Cheguei a cogitar montar um PC, mas como o custo de montagem de uma boa máquina estava beirando os R$ 5.000,00 e acabei encontrando esse Samsung Odyssey por R$ 3.500,00 em 15 vezes, conclui que seria melhor optar pela portabilidade e simplicidade de uma máquina já montada, de marca conhecida, etc.

     Eu geralmente tenho boas experiências com o Submarino, mas dessa vez, parecia até um presságio que algo daria errado. Comprei a máquina no dia 17/10 e, depois de muita reclamação, ela acabou sendo entregue hoje (07/11). Foram longos 20 dias esperando ansiosamente por uma máquina que eu julgava ser a solução dos meus problemas, pois estava equipado com uma poderosa CPU Intel i7700K (penúltima geração), 8GB de RAM e uma placa de vídeo GTX 1050 de 4GB de RAM. Porém, logo ao ligar o computador, as coisas foram se mostrando um pouco mais difíceis do que eu imaginava.

     Apesar de mexer ocasionalmente no Windows, desde 2006 que eu sou um usuário de Mac. Eu bem que queria ter comprado outro computador da Apple, mas com um iMac começando em R$ 8.000,00 e um MacBook em quase R$ 10.000,00 (preços oficiais na loja online da empresa) tive de descartar minha primeira opção e me contentar com um PC Windows. Já sabia que a transição podia trazer alguns problemas, mas como a ideia do novo notebook era ficar mais voltado a edição de vídeo, achei que conseguiria conviver com os dois mundos numa boa.

     Talvez seja uma coisa normal no mundo Windows, mas eu fiquei muito surpreso na quantidade de problemas logo ao tirar o computador da caixa, especialmente esse problema do disco ficar em 99%. Pelos reviews que tinha lido, eu já sabia que o HD do Odyssey, por ser de 5.400 RPM, era um gargalo. Porém, imaginei que fosse aceitável e não um tremendo problema como acabou se revelando. Assim, fui buscar algumas soluções com amigos, com a própria Microsoft e depois de alguns ajustes em registro e afins, o problema persistia. Vi até um vídeo no YouTube onde o cara dava 27 dicas pra acabar com esse problema. 27!

     Hoje foi um dia cheio de problemas no trabalho e não consegui mexer muito com no computador. Deixei ele de lado, baixando as várias atualizações do Windows e imaginei que, depois de um tempo ligado, baixando, instalando e otimizando tudo, no final do dia ele estaria melhor. Ledo engano. Eu já fiz uns 4 reboots de novas instalações, ele volta querendo atualizar mais coisas e dá-lhe 99% de uso de disco.

     Sobre o hardware em si, eu achei que um computador maior, com 15.6” de tela, me traria um conforto que há tempos não tenho, com o MacBook Air de 11′. Porém, mesmo com um teclado bem grande e espaçoso, do mesmo tamanho do que uso no PC tradicional, ele se revelou muito ruim, com um toque péssimo e uma luz de fundo extremamente fraca. Outro grande problema que me atrapalha é a qualidade do touchpad. Diferente dos produtos da Apple, que são de vidro e deslizam perfeitamente, o da Samsung é feito de um plástico de baixíssima qualidade e sem a menor precisão. O mesmo vale para o acabamento geral do computador, que nem de longe lembra algum premium (gamer). Parece um desses CCE que se compra por R$ 799,00. Por fim, a tela parece de baixa qualidade, muito lavada e péssima para leitura.

     No final das contas, eu nem consegui instalar o Sony Vegas no aparelho até agora, que foi o objetivo principal da compra do equipamento. Já pedi o cancelamento da compra no Submarino e, enquanto eles não vem buscar o produto, vou continuar tentando ver como ele se comporta nos próximos dias, sem grandes esperanças de melhora.

     Muito provavelmente você verá esse computador em promoção na Black Friday e o intuito desse post é justamente fazer o alerta sobre a qualidade do mesmo. Não recomendo de forma alguma esse produto. Se quiser comprar, vá por sua conta e risco.

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
mar 10

Primeiras impressões do Asus Transformer T100TA-DK056B

5 Comentarios »Postado por GordoGeek em 10/03/2015 às 15:52h

     Recentemente eu recebi pra resenha um Nokia Lumia 2520 da assessoria da Microsoft Devices e fiquei bem surpreso com o que vi. O Windows realmente evoluiu bastante, desde que eu “o abandonei” e passei a usar Mac. Fiquei tão surpreso que acabei comprando um tablet baratinho da CCE (menos de R$ 300) e depois consegui outros notebooks rodando Windows pra testar. Entre eles, o Asus Transformer T100TA-DK056B do vídeo abaixo.

     Vou começar falando do lado negativo do produto: o teclado. Ele poderia ser melhor, sem ser maior. A distribuição das teclas poderia ser melhor, ele poderia ter retroiluminação e mais um monte de “frescurinhas” que nos dão mais prazer ao digitar. Pode parecer bobagem, mas esse pode ser um fator decisivo na compra de um produto (e foi). Minha esposa estava procurando um notebook barato pra volta as aulas e não quis pegar um Transformer porque achou o teclado desajeitado.

     Por mais incrível que pareça, eu (universalmente conhecido como chato) não consegui achar muitos “defeitos” no produto, além do teclado. O fato dele ser um 2 em 1 barato, me agradou bastante. Em algumas promoções, o consumidor consegue comprá-lo por menos de R$ 1.150 em 10 vezes. É um baita preço pelo que ele oferece. Isso é, se esse usuário conseguir relevar o teclado nem tão bom assim.

     Num uso moderado, rodando coisas do dia-a-dia, como redes sociais, Netflix, Youtube, Spotify e pacote Office, não notei lentidão no aparelho. Aliás, foi o contrário. Ele se comportou muito bem e rodou tudo liso. Eu curti a experiência de ter a portabilidade de um tablet e, quando necessário, espetá-lo a um teclado e ainda ganhar 500GB extras, do HD que fica embaixo do mesmo.

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
out 26

     Esse projeto não é daqueles que você fica apaixonado logo de cara e muito provavelmente não tem um único pedaço de silício. Porém, achei interessante postá-lo aqui pra mostrar como às vezes, devemos ficar atento aos problemas que surgem diante de nós. Pois problemas, se bem aproveitados, podem ser na verdade um caminho para desenvolvermos algo útil não apenas pra gente, mas pra muita gente.

     A ideia parece extremamente simples, mas com certeza envolveu muito trabalho até começar a se tornar realidade. Foram feitos inúmeros testes pra chegar no formato ideal, bem como achar os materiais certos pra cada parte do produto.

     O projeto já ultrapassou com folga a meta estipulada e será disponibilizado a partir de USD 15 para apoiadores e USD 25 quando for efetivamente colocado a venda no varejo.

TAG(s):
Categoria(s): Kickstarter
jul 28

Primeiras impressões: MacBook Air 11” 2012

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 28/07/2012 às 12:57h

     Poucos dias após o keynote da Apple, onde foram anunciados os novos MacBooks, os preços dos modelos antigos começaram a ter uma baixa considerável nas lojas. Cheguei a cogitar comprar, até coloquei no carrinho, mas na hora de pagar, decidi fazer só no dia seguinte, após uma boa noite de sono (aliás, recomendo que usem essa estratégia pra evitar compras no impulso). Comentei bastante sobre isso no Twitter, arrastei a decisão por dias e decidi que não iria comprar. Muita gente comprou e eu acredito que realmente foi um bom negócio. Mas por que diabos eu não comprei então?

     Como eu já estava inclinado a viajar para Nova Iorque, acabei optando por comprar a versão nova por lá. Eu não acho que as diferenças de especificações sejam lá tão diferentes que compensasse pagar quase 50% a mais no modelo novo, mas pra quem tem a oportunidade de comprar lá fora, ae a coisa muda de figura. E foi o meu caso. Porém, ainda faltava decidir um monte de detalhes sobre o modelo que eu iria realmente comprar.

     Atualmente uso como máquina principal um iMac 21.5” de 2011, numa configuração padrão, mas com 16GB de RAM e me atende muito bem. Como a garantia dele venceu mês passado, contratei o Apple Care pra ele e espero que ele dure mais uns 2 anos. Como máquina secundária, uso um MacBook Pro 13” comprado em 2009, que já está sem garantia, mas ainda é um maquina bem razoável, pois sofreu alguns upgrades de RAM e HD nesse período comigo.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Apple
jul 14

Carro de Geek

2 Comentarios »Postado por GordoGeek em 14/07/2009 às 19:18h

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets, Nerdices
jul 09

Precisando de um notebook com tela confortável?

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 09/07/2009 às 15:07h

     Muita gente não gosta de notebook, seja pelo tamanho reduzido da tela, seja pelos teclados menores e descortáveis. Pensando em atednder esse público, a Asus está lançando uma linha muito bacana de notebooks.

     Bonitos e poderosos, as máquinas tem opção de CPU AMD ou Intel. Esse ae acima por exemplo, tem tem de 17,3 polegadas, 4GB de RAM e placa gráfica ATI Mobility Radeon HD4570.

TAG(s):
Categoria(s): Computadores, Gadgets
jun 27

Openaire: essencial para curtir seu notebook

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 27/06/2009 às 13:05h

     Muitas vezes quero sair da tradicional posição de trabalho na mesa, mas nunca fico confortável deitadão na cama ou encostado no sofá. Porém, isso pode mudar com o Openaire.

     Os Openaire pode ser dobrado de uma maneira bem fácil e que praticamente envolve seu portátil como se fosse uma bolsa. Aliás, pode ser muito bem considerado uma bolsa. Mas ele vai muito além disso e fornece uma “bancada” móvel, deixando suas costas bem apoiadas e com um suporte para que seu notebook não fique fritando nas suas pernas. Adorei!

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets, Nerdices, Úteis
jun 07

NT: uma cadeira com braço para notebook

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 07/06/2009 às 13:06h

TAG(s):
Categoria(s): Biblioteca Digital, Gadgets
mai 08

Notebook “feito” em casa

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 08/05/2009 às 05:05h

     Você deve se lembrar daquela famosa frase: “não basta ser pai, tem que participar”. É mais ou menos isso no caso desse notebook “feito em casa”, mas com a seguinte frase: “não basta ser geek, tem que ser nerd”.

     Apesar de me considerar geek, eu não tenho nenhuma apitidão com eletrônica, demonstrar equipamentos ao nível de fazer reparos com solda, etc. Que dirá montar uma coisa com essa.

abr 22

Makro erra e é obrigado a honrar anúncio

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 22/04/2009 às 15:30h

     A rede Makro cometeu um erro de digitação numa mala direta enviada a clientes, onde constava um notebook de R$ 1.899,00 por R$ 899,00.

     Num primeiro momento a empresa se negou a vender o produto pelo preço anunciado, o que causou revolta nos consumidores, pois muitos se deslocaram de outras cidades até a loja.

     Indignados com a falta de comprometimento da empresa, os consumidores foram até a delegacia e fizeram um boletim de ocorrência. Posteriormente, foram também ao Procom, que determinou que a empresa vendesse o produto no preço originalmente anunciado. E assim foi feito.

TAG(s):
Categoria(s): Notícias
preload preload preload