ago 15

OLX: manda embora o que está encostado por ae

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 15/08/2013 às 09:30h

     Já comentei algumas vezes aqui no blog que tive inúmeros problemas com um determinado site de leilões (que nem vale a pena citar o nome), chegando inclusive a vias de fato, com ida ao Procon, abertura de processo no Juizado Especial Civil, etc. E eu sei que não sou o único, pois vivo me deparando com reclamações contra essa empresa por toda a internet, inclusive no site Reclame Aqui. Mas e agora? Deixo de anunciar minhas coisas e vou socando tudo na gaveta, até que elas vão se depreciando até não valer quase nada? Como bem sabemos, as coisas vão perdendo valor com o passar do tempo e, em se tratando de eletrônicos, especialmente os Android, a coisa é ainda mais grave.

     Uma das alternativas interessantes para você passar o que não te interessa mais pra frente e fazer dinheiro com isso é a OLX. Pra quem ainda não conhece (o que eu acho bem difícil), a empresa foi criada em 2006 na Argentina e atualmente é o maior site de classificados gratuitos do mundo. Atualmente eles estão presentes em quase 100 países, “falando” 40 idiomas diferentes.

     A não ser que você tenha passado os últimos dias explorando Marte ou tenha ido visitar a ilha de Lost, já deve ter se deparado com a campanha na TV: “Celebridade vende. Mas na OLX, vende muito mais!”. A empresa está investindo pesado em mídia e a campanha conta com 3 filmes. Um deles é com a gostosíssima japa do Pânico, Sabrina Sato, inclusive em trajes sempre edificantes. Outro é com a gordelícia (esse termo tem patente pela Christiane Pelajo!?) Preta Gil e por fim um com o Fábio Pochat, um dos cabeças por trás do Porta dos Fundos, um dos canais de humor mais legais (e de maior audiência) do Youtube.

     Se você tem alguma coisa pra vender e cansou de passar raiva com aquele outro site, pare de #mimimi, muda o disco e anuncia num lugar que presta! Depois me conta o retorno que teve. Aliás, veja ae em cima o vídeo que comentei com a Sabrina Sato.

TAG(s):
Categoria(s): Geral
jan 28

Cuidado com comprador da Nigéria no Mercado Livre

8 Comentarios »Postado por GordoGeek em 28/01/2013 às 09:12h

     Eu sempre tive muitos problemas com o Mercado Livre, mas eram coisas que me davam raiva, mas não a ponto de desistir de usar os serviços deles. Até que no final do ano passado eles fizeram a maior cagada de todas e ae decidi abrir contas em sites similares, como OLX, Toda Oferta, Bom Negócio, etc. Infelizmente, conforme eu já imaginava, o número de visitantes é muito menor e, consequentemente, as vendas idem. E é por isso que, mesmo muita gente sabendo que ali não é o lugar ideal, ainda permanecem negociando naquele ambiente muito exposto.

     Como o número de visitantes é menor, achei que o número de tentativas de fraudes também seria. Mas eu estava enganado. Muitas das coisas que acontecem no Mercado Livre, também acontecem nesses outros sites. Entre elas, a que é motivo do post de hoje: vendedores da Nigéria.

     Não vou citar nomes, mas parece que o golpe é sempre aplicado pela mesma pessoa ou pelo menos que se identifica como a mesma pessoa. Geralmente eles procuram anunciantes novos, sem experiência e malícia. Isso é fácil de observar, porque fica bem visível quando o vendedor é novo e não tem qualificações. Ae, eles começam a tentar de tudo pra fechar o negócio “fora do sistema”, através de email. Algumas pessoas acabam caindo na tentação, pra não pagar comissão da venda e ae que estão lascadas.

     Assim como acontece em golpes nacionais, o comprador sempre tem urgência. Geralmente inventam que estão viajando e estão comprando o ítem de presente pro filho, que faz aniversário nos próximos dias. Alguns dizem que farão o pagamento no mesmo dia, com certeza na intenção de colocar um envelope vazio no caixa eletrônico. Quando o vendedor vê o saldo, aparece o dinheiro lá depositado (mas bloqueado). Muitos não se dão conta que ele ainda precisa ser conferido e enviam o produto. Quando descobrem que o problema no pagamento, já é tarde demais.

     Evidentemente que nem todos os comprados da Nigéria são bandidos. Alguns podem ter boas intenções e, sabe-se lá Deus porque, querem comprar um iPad brasileiro do que um da Europa. O fato é que você precisa ficar muito atento quando vai negociar seus produtos online. Eu tenho relatos de casos até mesmo envolvendo ferramentas de pagamentos supostamente seguras, como Mercado Pago e Pagseguro.

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
preload preload preload