fev 28

O XBox/ PS3 não são pra mim. Ou são?

7 Comentarios »Postado por GordoGeek em 28/02/2011 às 11:46h

     Eu não sou um afixionado por games (ou pelo menos não me considero). Meu último console foi um PS2, comprado há uns 5 anos, no qual eu joguei uns 10 dias e encostei. Antes dele, eu tinha um Mega-drive e antes, um Atari. Por esse “histórico”, muitos irão concordar em não me classificar como um amante de games, né?

     Agora, fazendo o papel de advogado de diabo, devo dizer que desde que a Apple lançou a App Store, eu compro cerca de 10 apps por semana e testo uns outros 20 gratuítos (light ou similares). Cerca de 75% desses aplicativos, são jogos. E agora? Ainda continuo como uma pessoa que não curte games?

     Já mencionei aqui que não curto pirataria. Faço de tudo pra não caminhar pelo “lado negro da força”, apesar de algumas indústrias às vezes fazerem de um tudo pra gente ir por esse caminho. Com a App Store, eu não me incomodo de comprar jogos por USD 0.99 (até USD 9.99 quando é uma “puta” jogo), jogar algumas horinhas e esquecê-los. E não venha me dizer que são jogos podres. Podem até ser jogos sem gráficos igual do XBox/ PS3, mas o que conta, afinal, são os gráficos ou são a diversão que eles nos proporcionam? Claro que, quanto mais realistas (ou simplesmente bem feitos), melhor, mas existem jogos belíssimos que tem um jogabilidade horrível, além de serem extremamente chatos e cansativos. Recentemente, um garoto de menos de 15 anos fez fama ao fazer um jogo simplérrimo que figurou nos Top 5 da App Store americana.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Geral
preload preload preload