jun 17

Como saber que softwares estão instalados no OSX/ Mac?

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 17/06/2015 às 11:26h

     Essa semana um leitor, que atua como perito, me perguntou se eu conhecia ferramentas de auditoria para o OSX, já que ele só tinha experiência com Windows, usando o Free PC Audit. Nunca me interessei por isso, mas perguntei ao guru Alexandre Torres e ele me respondeu.

     O Mac já trás embutida uma ferramenta bastante poderosa pra auditoria. Basta ir até o ícone da Maçã, depois em “Sobre esse Mac”. Na tela que vai se abrir, clique em relatório do sistema e depois em Aplicativos. Você terá, detalhado, todos os softwares instalados.

     O Vaine Barreira, nosso leitor que pediu a dica, disse que fez alguns testes e descobriu algumas coisas interessantes. Ele notou que o arquivo de expotação era um .SPX, mas que na real era algo parecido com um .XML. Porém, no Windows, ele não conseguia abrir com a formatação adequada. Assim, em pesquisa, ele descobriu que usando o terminal (system_profiler -detailLevel full > Desktop/Arquivo.txt), poderia gerar um arquivo .TXT.

     Fica a dica pra quem precisar de algo similar no futuro.

TAG(s):
Categoria(s): Apple
mai 01

Como gravar a tela do Android (sem root) no OSX?

2 Comentarios »Postado por GordoGeek em 01/05/2015 às 20:54h

     Quer gravar a tela do seu smartphone Android no OSX, mas não sabe que ferramenta usar? Eu usei esse tutorial num Sony Xperia Z3 e gerei o vídeo que você pode ver abaixo:

     A parte legal do processo é que ele é bem simples e não exige root no aparelho. Porém, precisa ficar conectado via cabo microUSD ao computador. Não dá pra fazer a gravação usando uma rede sem fio, seja bluetooth ou Wi-Fi.

TAG(s):
Categoria(s): Android
jun 05

Como colocar o Google Chrome em português no OSX?

3 Comentarios »Postado por GordoGeek em 05/06/2014 às 15:08h

     Essa semana eu coloquei o novo OSX Yosemite no meu MacBook Pro e o Chrome resolveu mudar o idioma pra japonês. O mais curioso é que foi apenas ele. Todos os outros apps que testei estavam em português do Brasil normal. Não sei se é algum bug específico do Yosemite, mas me deram a dica via Twitter de como corrigir o caso.

     A primeira coisa a fazer é fechar o Google Chrome. Certifique-se de que ele realmente foi encerrado e não apenas minimizado, olhando no dock. Depois, abra um terminal e digite: exec defaults write com.google.Chrome AppleLanguages ‘(pt-BR)’. Agora abra o navegador novamente e confirme que ele está em pt-br.

TAG(s):
Categoria(s): Apple
jul 14

ReadKit: um leitor de feeds RSS compatível com Feedly

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 14/07/2013 às 00:14h

     A morte do Google Reader movimentou um mercado que até então estava bem parado: o de plataformas de RSS. Não estou falando aqui de clientes de feed RSS, que são os aplicativos que usamos para conectar a plataforma e ler as notícias, mas sim, dos servidores que ficam por trás e fazem tudo funcionar.

     Uma vez que o Google tinha uma plataforma funcional e gratuita, eles praticamente mataram todo um segmento, pois não havia muita brecha para os concorrentes fazerem algo melhor e ainda cobrar por isso. Mas com o anúncio do encerramento do serviço, o mercado se aqueceu novamente e muitas empresas começaram a correr atrás de lançar candidatos a substitutos do Google Reader. Entre os mais conhecidos estão o Feedly, Feedbin, Feed Wrangler, AOL Reader e Digg Reader.

     Uma minoria de desenvolvedores correu e conseguiu tornar a morte do Google Reader o menos traumático possível para os usuários de seus apps, seja para smartphones, tablets ou PC. Porém, a enorme maioria demorou muito e isso causou diversos problemas para os clientes. Talvez o exemplo mais emblemático foi o Reeder, consagrado app de leitura de feeds RSS do mundo Apple, com versões disponíveis para iPhone, iPad e OSX. Até hoje, duas semanas depois do encerramento do serviço do Google, a versão pra Mac ainda não teve update e continua um app zumbi.

     Eu já tinha me decidido pela plataforma Feedly desde o começo, pois já era usuário deles há muitos meses e é uma solução também gratuita. Quando o Reeder parou de funcionar, corri para Mac App Store, digitei Feedly na busca e pasmém: nada. Nenhum resultado! Dae, tive que apelar para a versão web do Feedly, que até quebra um galho, mas é meio bugado e nada produtiva, especialmente pra alguém que gera conteúdo, como é o meu caso. Cheguei a comentar essa semana no Twitter: “o cara que for o pioneiro em lançar um app para OSX que se conecte ao Feedly tá feito!”. Não demorou muito e surgiu o ReadKit.

     O salvador das viúvas é um app bem parecido com o Reeder e apesar de ainda estar um tanto inacabado, é muito melhor que a experiência web do Feedly. Ele tem integração com boa parte das plataformas de RSS, além de serviços como Pocket, Twitter, Facebook, etc. Pra mim, até o momento, é a pedra de salvação e vale os USD 4.99 na Mac App Store.

TAG(s):
Categoria(s): Apple
jan 09

Problemas com Pocket no Tweetbot? Veja como resolver!

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 09/01/2013 às 17:33h

     Eu tenho o hábito de mudar minhas senhas a cada três meses e, quando fiz isso no Pocket, quebrou a integração que eu tinha com o Tweetbot. Cheguei a remover a conta no aplicativo, escolhi o Readability, depois vinculei ao Pocket novamente (ele pedia usuário e senha) mas mesmo assim não funcionava. Comentei sobre isso no Twitter e o @mhgsimoes disse que tinha o mesmo problema, que começou depois da troca de senha.

     O @mhgsimoes então fez o que eu já deveria ter feito e reportou o problema pra Tapbot, que desenvolve o Tweetbot, recebendo a solução muito rapidamente: basta ir na busca do Finder (aquela lupa no canto superior direito da tela), digitar “chaves” e escolher “Acesso à chaves”. Uma vez aberto o aplicativo, mande localizar pocket e apague os vínculos com o Tweetbot. Depois, abra novamente o Tweetbot e vincule novamente a conta. Resolvido!

TAG(s):
Categoria(s): Apple, Dicas
ago 29

OSX Mountain Lion em um HD Externo

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 29/08/2012 às 10:40h

     Na semana passada eu recebi mais uma leva de produtos da GSShop pra testar. Entre eles, estava um SSD de 240GB da Ocz. Dentre os testes que quero fazer, está colocá-lo no meu MacBook Pro 2009, pra ver se dou uma nova vida pra máquina.

     Durante os testes, eu fiz a instalação do OSX Mountain Lion usando o SSD ligado a porta USB 2 do MacBook Pro. A instalação ocorreu sem problemas, mais ou menos no tempo que seria se fosse num HD interno. O mais curioso, que até então eu nunca tinha feito, foi que quando eu coloquei o SSD pra dar boot no MacBook Air e no iMac, o sistema inicializou sem problema algum, como se tivesse sido instalado nessas máquinas.

     Já faz algum tempo que não instalo Windows em máquinas física (uso apenas virtualizado), mas pelo que eu me lembro de quando usava, esse procedimento era quase impensável de ser feito na plataforma PC. Se as máquinas fossem exatamente iguais, iria funcionar. Porém, se as máquinas fossem diferentes, especialmente um notebook e um desktop, iria dar vários problemas de drivers e afins. Depois de alguns ajustes, até poderia funcionar, mas o que me espantou no OSX é que ele simplesmente abriu perfeitamente.

     Em tempo: ao longo da semana irei fazer novos testes com o SSD e irei publicar o resultados dos testes. Tenho também um HD externo Wi-Fi e um Nexus 7 aqui comigo.

TAG(s):
Categoria(s): Apple
jul 23

Ganhando espaço no sistema com backup dos iTrecos

3 Comentarios »Postado por GordoGeek em 23/07/2012 às 13:49h

     Vamos dar uma paradinha nos posts da viagens e voltar as dicas? Eu comecei a editar alguns vídeos de reviews dos produtos que comprei nos Estados Unidos e comecei a receber um aviso atrás do outro de falta de espaço no HD do iMac. Eu tenho o modelo básico, de 500GB, sendo que deixei 100GB pro OSX e o restante como Extendido. No geral, essa configuração me atende bem, mas esses alertas me forçaram a tomar uma atitude.

     Infelizmente, no caso do iMovie, eu não consegui mover a pasta dele no sistema (/Users/SeuUser/Movies). Quando tento fazer qualquer coisa nessa pasta, recebo um aviso dizendo que não é permitido pois é uma pasta do sistema. Porém, como vários iTrecos (iPhones, iPads e iPods) sincronizam nesse iMac, a pasta de backup deles chegou aos 40GB e ocupou boa parte do espaço livre. Mas como resolver?

     Uma vez que eu tinha um bom espaço livre na partição Extendida, eu movi o conteúdo do backup do iTunes pra lá e criei um link simbólico. Como assim? A pasta em questão é a /Users/SeuUser/Library/Application Support/MobileSync/Backup/. Eu movi a partir da MobileSync, que ficou agora em /Extendido/MobileSync. Ae, pelo terminal, eu digitei: su ln -s /Volumes/Extendido/MobileSync /Volumes/Users/SeuUser/Library/Application Support/MobileSync/. Me foi pedido a senha de root e concluída a tarefa, liberando o espaço de 40GB na partição do OSX.

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
preload preload preload