ago 09

     Hoje a Vivo atualizou o aplicativo “Meu Vivo” e vi que surgiu uma nova opção curiosa: “compartilhe internet com amigos“. Como tenho usado mais meu chip da Oi, não tinha nenhum plano elegível da Vivo para testar. Ae, acabei contratado a promoção “Vivo Turbo de R$ 9,99″ pra fazer o teste.

     Parecia bom demais pra ser verdade e na realidade é isso mesmo. A Vivo não iria dar ponto sem nó, canibalizando seus outros planos, especialmente os familiares, onde é possível incluir dependentes (a peso de ouro) e compartilhar internet com eles.

     No caso da promoção de R$ 9,99 para a minha cidade (isso varia de localidade para localidade) eu tenho 1,2GB de internet. Ao clicar no compartilhamento, ele me pede o número do amigo e quanto eu quero compartilhar. Diferente do que eu imaginei, dá pra compartilhar quanto você quiser e não tem limite Porém, a pegadinha vem ae. Essa “doação” tem validade máxima de 2 dias, expirando às 23:59h do dia seguinte a doação. Ou seja, se eu doar 200MB dos 1,2GB, fico com 1GB (os 200MB já saem na hora) e o coleguinha tem 2 dias pra usar os 200MB. Usando ou não, essa franquia já foi e não volta mais.

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
nov 19

Por que o plano TIM Beta é muito interessante

5 Comentarios »Postado por GordoGeek em 19/11/2013 às 14:22h

     Ano passado eu fiz o primeiro post aqui no blog sobre o TIM Beta. Ontem eu comentei sobre um problema no meu chip e surgiram várias dúvidas de leitores, especialmente sobre o valor de adesão do plano, que não é nada barato (R$ 100,00). Resolvi fazer um novo post pra tirar as dúvidas que surgiram.

     Pra quem está totalmente por fora do que é o plano TIM Beta e como ele funciona, vamos as explicações. O plano surgiu há anos anos com o nome de “Bloqueia Véio”, numa campanha de marketing da operadora. Depois de um tempo o plano mudou pro nome atual. Quem já estava no plano, recebeu o status de “TIM Beta Lab” e ganhou convites para chamar amigos para o plano. Os amigos entravam como “TIM Beta” e não tinham o status de Lab, como seus amigos. Logo, não tinham convites pra distribuir para outros amigos. Porém, se forem “hard user” do plano, mais cedo ou mais tarde, acabam subindo um degrau e passam a ser Lab também.

     Quando um amigo te manda um convite, você precisa entrar no site e fazer o cadastro. O envio do chip é um processo lento e pode demorar até 40 dias. Algumas vezes, sabe-se lá Deus o motivo, ele nunca chega. Nem adianta reclamar na operadora, Anatel e o diabo a quatro. Eu mesmo já tive problemas com isso e não consegui resolver, por mais que eu tentasse, até que eu resolvi desistir desse esquema de convites.

     Em julho do ano passado, me falaram que eu poderia migrar para o plano Beta, já sendo cliente da TIM. No entanto, teria que pagar R$ 100,00 de adesão. Pode parecer um absurdo, mas ao longo do texto você vai entender que não é assim tão caro quanto parece. Caso você já seja cliente TIM e queira manter o número, é possível. Se quiser pegar um chip completamente novo, seja ele SIM normal, microSIM ou nanoSIM, basta ir numa loja e comprar por R$ 10,00. Por fim, caso queira fazer a portabilidade do seu número de outra operadora pra TIM e depois migrar o Beta, também dá.

     Uma vez que você já está como cliente da operadora, seja antigo, novo ou de portabilidade, basta você ter mais de R$ 100,00 em crédito e ligar para o *144, pedindo a migração de plano. Caso não tenha esse saldo, faça uma recarga antes de ligar. Na hora o atendente vai te confirmar que os R$ 100,00 serão debitados a título de migração e fará a mudança. Segundo eles, pode demorar até 2hs, mas geralmente são 5 minutos.

     O TIM Beta tem algumas vantagens em relação aos demais planos da operadora, inclusive os pós-pagos. Conheço muita gente do pós que migrou para o Beta, tamanha as vantagens. A título de comparação, vamos pegar o plano Infinity Pré, que é o padrão no qual todo novo cliente TIM fica vinculado. A operadora cobra o valor de R$ 0,25 por chamada realizada para outro TIM, usando o DDD 41, não importa a duração. No TIM Beta o valor são os mesmos R$ 0,25, mas não por chamada e sim por dia. Ou seja, você pode fazer 100 chamadas pra outro TIM, no Brasil todo, sem se preocupar com a duração delas, pagando apenas R$ 0,25. Ou seja, se você liga muito, acaba valendo a pena pagar o valor da adesão, pois rapidamente você recupera o seu investimento. Basta fazer as contas.

     Como eu tenho um perfil de falar muito pouco ao telefone, usando mais internet, o que mais me interessa no TIM Beta é o pacote de 3G. No TIM Infinity Pré você contrata 10MB de internet por R$ 0,50 por dia. Depois dessa franquia, continua a navegar, mas numa velocidade sofrível. No TIM Beta, por contrato, essa franquia também existe, mas se você não abusar, a TIM não vai te limitar. Eu tenho o plano há quase 2 anos e nunca sofri com isso. Uso tranquilamente 1GB de 3G a uma velocidade média de 1Mbps, sem redução. E o valor do pacote ainda é a metade do Infinity Pré, saindo por apenas R$ 0,25 o dia que usar. Eu conheço casos de gente que abusou, colocando o chip como modem e acabou tendo a velocidade reduzida. Se a sua intenção for essa, provavelmente vai dar com os burros n’água. Mas pra um uso razoável (1GB é bem razoável hein) no smartphone, tranquilo.

     Pra finalizar, vamos fazer uma continha básica. Supondo que você use internet todos os dias e faça 10 chamadas por dia, no Beta você vai pagar apenas R$ 0,50 (R$ 0,25 do 3G e R$ 0,25 das 10 chamadas). No plano TIM Infinity Pré você vai pagar R$ 3,00 (R$ 0,50 do 3G e R$ 2,50 pelas 10 chamadas). Ou seja, dá uma diferença de R$ 2,50 por dia. Assim, em 40 dias você paga o investimento de R$ 100,00 pra migrar de plano e o resto é lucro, fora que a internet 3G do plano TIM Beta é muito superior, tanto em velocidade, como em franquia. E obviamente, quanto mais chamadas você faz, menor será o tempo de retorno do seu investimento na migração.

     Acho que vale uma ressalva importante: devemos sempre lembrar que a TIM é “a TIM” e a cobertura deles não é das melhores. Eu recomendo que a pessoa compre um chip comum (R$ 10,00), coloque num aparelho secundário e verifique, nas áreas onde costuma ir (casa, trabalho, faculdade, clube, etc.) como é o sinal. Se for sofrível, melhor não passar raiva. Se for boa, vale a pena migrar. No meu caso, que uso mais de um aparelho e tenho sempre um backup, não me preocupo muito com a cobertura, pois sei que nunca vou ficar na mão.

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
nov 02

Preços de smartphones e planos de telefonia em Londres

4 Comentarios »Postado por GordoGeek em 02/11/2013 às 22:09h

     Não precisa ser muito inteligente pra saber que quase R$ 3.000,00 num Galaxy Note 3 é muito dinheiro, né? Mas calma… Se você tiver um bom plano pós-pago, a operadora vai te dar o aparelho quase de graça, né? Não, fiote. Não vai. Tu ainda vai pagar mais de R$ 1.200,00 na bagaça.

     O vídeo acima é do canal “Vlog do Magrelo” no Youtube, que já foi citado aqui outras vezes. No vídeo de hoje ele comparou preços de aparelhos e planos pós-pagos no Brasil e em Londres. Obviamente eu já sabia que ia dar uma enorme diferença, mas não imagina que era tão grande.

     Em Londres, pagando um plano de £37/ mês, você pega o Galaxy Note 3 de graça! Além disso, tem minutos ilimitados pra qualquer operadora (nada de ilimitado apenas dentro da mesma operadora, como de Vivo pra Vivo, Claro pra Claro, etc.), SMS ilimitado e 1GB de internet. Aqui, se você precisa falar muito com outras operadoras, você tá fudido, pois um plano de 600 minutos sai mais de R$ 500,00 por mês (e tu ainda tem que comprar o aparelho com desconto de só 50%).

     Se você está pensando em ver quanto vale a libra, pra fazer a conversão, não perca seu tempo. Esse tipo de comparação não serve, já que a pessoa que paga o plano em libra, ganha em libra. Logo, qual o sentido de se converter pra reais, euro, dólar? E não para por ae, pois ainda tem que levar em conta o salário do cliente da operadora.

     Pelo que pesquisei na internet, o salário mínimo em Londres atualmente é de £6.19 por hora trabalhada. Supondo que a pessoa tenha uma “jornada light”, de apenas 8hs por dia, ela faz quase £50 por dia de trabalho. Ou seja, ela paga os £37 do plano e ainda sobre um troco pras refeições do dia.

     Eu sei que tem muita gente que acha os preços, impostos, qualidade de serviços públicos estejam “tudo de boa”. Como eu já disse em outros posts, não quero pagar de gostoso, mas quem já teve a mínima experiência de ir pra outro país sabe como as coisas são diferentes. Claro, não existe paraíso, mas inferno eu sei que existe, atende pelo nome de Brasil e o capeta tem apenas 4 dedos em uma das mãos.

TAG(s):
Categoria(s): Geral
out 02

Como falar por R$ 0,05 o minuto com o Brasil todo?

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 02/10/2012 às 09:36h

     Antes que alguém levante a dúvida que esse é um post pago, não é. Como sempre faço aqui no blog, gosto de compartilhar minhas experiências, especialmente quando acredito que vá ajudar o pessoal a economizar. E como celular é algo que todo mundo usa hoje em dia, mesmo que o foco principal seja transmissão de dados, esse post é bastante relevante.

     Tem praticamente 4 meses que falei aqui no blog a respeito do Tim Beta, um plano super vantajoso da Tim, mas que infelizmente não funciona a contento. Eu consegui um chip pra mim e outro pra minha esposa, mas como o sinal é muito fraco, não é raro um deles (ou ambos) estarem com sinal baixo ou sem serviço, o que impede a utilização. Ou seja, temos, mas não temos.

     No passado a gente vinha utilizando o plano VivoON, mas quando a empresa passou a cobrar pelos acessos 3G, achamos que não compensava mais ficar com ele. Atualmente estamos usando um plano chamado Vivo Sempre, onde se paga R$ 6,90 de adesão e, fazendo ao menos uma recarga de R$ 25,00 por mês, pode-se falar com qualquer outro Vivo no Brasil inteiro por apenas R$ 0,05 o minuto, além de enviar SMS pra qualquer operadora por R$ 0,05. Ou seja, eu ligo pra minha mãe, que mora há mais de 300Km e falo 10 minutos e gastando apenas R$ 0,50.

     O melhor de tudo é que os R$ 25,00 que coloco em crédito todos os meses são mais que suficientes pra eu falar o que preciso, enviar SMS e ainda debitar R$ 9,90 do meu plano de internet 3G, onde tenho 200MB de franquia de tráfego e após isso tenho a velocidade reduzida pra 32kbps. Caso eu queira voltar a navegar rápido, tenho a opção de ligar no atendimento e pedir pra cancelar e depois comprar outro plano 3G, voltando a ter mais 200MB de franquia por R$ 9,90. Ou então, conforme a dica que dei aqui, por R$ 2,90 você ganha 2 dias de utilização com tráfego de 150MB, perfeito se você já estiver no final do mês.

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
set 14

Vivo Internet 3G Plano Diário: R$ 2,99 por 150MB

23 Comentarios »Postado por GordoGeek em 14/09/2012 às 17:33h

     Já comentei algumas vezes aqui no blog que trabalho com sistemas de missão crítica e fico de plantão 24 horas por dia, 7 dias por semana. Para que eu não fique preso feito um escravo a mesa do escritório, eu tenho 3 planos pré-pagos de internet 3G (Tim, Vivo e Claro), em 3 smartphones diferentes (Galaxy X, Galaxy SIII e iPhone 4S).

     Por mais incrível que possa parecer, mesmo tendo 3 operadoras, tem alguns locais onde nenhuma das operadoras funciona bem. A Tim é a minha linha principal, não pela qualidade e sim pelas baixíssimas tarifas do plano Tim Beta: R$ 0,25 por dia de ligação pra outro Tim, R$ 0,25 por dia de ligação local pra outra operadora, R$ 0,25 por dia de internet e R$ 0,50 por dia de SMS pra qualquer operadora. Isso se eu usar. Senão usar, não paga. E onde pega 3G, funciona acima de 1Mb. O duro é achar onde pega bem. Na maioria fica em EDGE, GPRS ou sem sinal, inclusive em áreas centrais.

     Como contingência secundária eu tenho usado a Vivo, que geralmente tem a melhor cobertura em qualquer lugar do Brasil. É raro ver alguém falar mal da cobertura da empresa. Usei durante muitos meses o plano Vivo On, mas quando a operadora começou a cobrar acessos a web a parte, eu parei. Hoje eu tenho o plano Vivo Sempre, onde pago R$ 0,05 por minuto de ligação outro Vivo ou R$ 0,05 por SMS pra qualquer operadora. Pra ter acesso a esse plano, paga-se uma única vez R$ 7,90 e precisa de uma recarga mínima de R$ 25,00 por mês. Desse valor, debita-se R$ 9,90 pra internet 3G, com 200MB de franquia a 1Mb e depois reduz pra míseros 32kbps.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
jun 05

     Conforme escrevi aqui, já tem quase dois anos que sou usuário do plano Vivo ON, um pacote de serviços que, a partir de R$ 25,00 mensais, dá direito a vários minutos em ligações (R$ 450,00) e SMS ilimitados para outro Vivo, bem como internet 3G no celular. Pra mim, esse plano era o ideal, pois envio SMS e falo bastante com minha esposa (que também é Vivo ON), mas não falo com outros números, além é claro de usar o 3G. Porém, de uns meses pra cá, várias pessoas começaram a reclamar que estavam sendo cobradas pelo uso da internet.

     Desde que a promoção da Vivo foi anunciada, ficava claro nas regras que o acesso gratuito se limitava a emails (Gmail e Hotmail), redes sociais (Twitter, Facebook e Orkut), além do site da Vivo. Porém, durante vários meses, isso nunca foi cobrado. No começo de março várias pessoas reclamaram aqui nos comentários sobre isso e no final de abril, todos os dias a Vivo debita alguns centavos do meu saldo como sendo acesso Vivo ZAP. É coisa bem pouca, mas estão cobrando. Certo dia, cobraram R$ 15,00 da minha esposa por 3MB de uso. Quando reclamei, eles estornaram em menos de uma hora. Porém, existem vários casos de pessoas que estão reclamando disso, inclusive junto a Anatel, tendo em visto que a Vivo não detalha os sites acessados e não estão sendo estornados. Assim, achei melhor sair em busca de alternativas.

     Nos últimos dias eu fiz vários posts aqui no blog com o resultado das minhas pesquisas. Foi ae que o pessoal me recomendou o Tim Beta (plano pré-pago). Eu já tinha ouvido falar dele, mas não vi muita vantagem. A Tim tem os planos Infinity, onde o usuário paga R$ 0,25 para falar ilimitado com qualquer outro Tim (local ou DDD usando 41), R$ 0,50 para fixo local, R$ 0,50 para internet (apenas o dia que usar) e R$ 0,50 para SMS ilimitados de qualquer operadora (apenas o dia que usar). No Beta, o valor da internet cai para R$ 0,25 por dia. Até ae, eu não estava vendo muita vantagem. Porém, vários usuários me reportaram que não existe redução de velocidade depois da cota, o que acontece no Infinity convencional, deixando o acesso impraticável de tão lento.

     Pra se tornar Tim Beta você deve se inscrever no site e participar de alguma rede social (Twitter, Facebook ou Orkut). Lá, você deve pedir pra seus amigos que já são Beta te enviarem um chip. Porém, eles tem convites limitados. Eu tenho vários amigos que usam o Beta, mas não tinham convite disponível pra enviar. Vi que isso já criou um mercado paralelo e tem gente no Mercado Livre vendendo o convite por até R$ 150,00. Porém, alguém me deu a dica: “por que pagar R$ 150,00 pra alguém se você pode por R$ 100,00 de crédito e pedir pro atendente da Tim migrar seu chip pra Beta?”

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
jun 28

Abra o olho na renovação do seu plano pré-pago 3G

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 28/06/2011 às 09:43h

     Como comentei aqui no blog, meu pai comprou um iPad 3G e anda com o bichinho pra tudo que é lado. Acabei fazendo um plano pré-pago 3G da Claro pra ele. Optei pela operadora pois na cidade em que ele mora só tem sinal 3G pela Vivo e Claro. A Tim ainda é GPRS, como em boa parte das cidades do interior de São Paulo. Como o plano de internet 3G pré-paga mais em conta da Vivo são R$ 9,90 e tem apenas 10MB de quota (contra 300MB de Claro e Tim), a escolha foi meio óbvia.

     Apesar de já conseguir se virar no iPad, usando email, web, facebook e afins, algumas operações simples pra alguns de nós, ainda são complicadas para um iniciante. Uma delas é a renovação do plano de internet pré-paga, que deve ser feita mês a mês, de forma manual, uma vez que as operadoras não tem um mecanismo de renovação automática e nem uma integração no próprio iPad, como é feito pela AT&T nos Estados Unidos. Diferente do Galaxy Tab, que possui aplicativo de SMS e inclusive faz e recebe chamadas, funcionando como um grande smartphone, o iPad não tem tais recursos. Assim, o assinante é meio que obrigado a tirar o microSIM (uma operação meio chatinha pra quem não está acostumado), colocar em outro telefone e reativar o plano através do SAC. Existe ainda a opção do SMS, enviando uma mensagem pra um determinado número e seguindo alguns passos, também via SMS. Por último, resta ainda a opção no site da operadora, que devo salientar, geralmente não aceita a operação, dando erro, o que obriga a ligar no SAC.

     Pra não deixar meu pai responsável pela tarefa de renovação do plano, que certamente iria confundí-lo e até estressá-lo, talvez até a ponto de deixar o iPad sem conexão, resolvi assumir essa tarefa e nem falo pra ele que é nececessário pagar pelo 3G. Pra ele, o iPad acessa a internet magicamente. Dessa forma, todo dia 27 eu tenho que entrar no site da Claro e ir tentando renovar o plano. É muito raro quando vai de primeira. Geralmente tenho que tentar umas cinco vezes ao longo do dia. E é ae que mora o problema!

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
set 16

Vale a pena pegar o iPhone 4 pela Vivo?

6 Comentarios »Postado por GordoGeek em 16/09/2010 às 12:27h

     Ano retrasado, quando comprei meu iPhone 3G, fiz várias contas das opções disponíveis, até fazer o plano iPhone 50 na Vivo. Na ocasião, era a melhor opção. Fiquei com esse plano durante um ano e quando ele expirou, ao invés de renová-lo para pegar o 3Gs, resolvi ir pra Claro, pois a operadora era a única com cobertura 3G na minha cidade. Esse ano, a Vivo resolveu manter a mesma estratégia do ano passado para o iPhone 4, tanto no pré, como no pós-pago, no preço dos aparelhos, dos planos e seus características.

     Quem acompanha o blog sabe que eu adoro fazer contas, então vamos a elas: me baseando na tabela de preços divulgada pelo MacMagazine, o plano iPhone 60 tem a mensalidade de R$ 79,00, com direito a 60 minutos de ligações, 250MB de dados, 100 SMS e 50 MMS, além de algumas vantagens adicionais pelos próximos 6 meses. Nesse plano, o iPhone 4 32GB custará R$ 1.599,00, tendo um subsídio de R$ 500,00 em cima do preço do pré-pago, que custará R$ 2.099,00.

     Caso você seja como eu e use pouca voz, o plano de iPhone 60 está mais que suficiente. Talvez os 250MB de dados sejam pouco pra você, mas como a Vivo não cobra excedente, “apenas” reduz a velocidade após exceder a franquia, isso quer dizer que você poderá continuar com a internet móvel, sem pagar a mais por isso. Nesse plano, que custa R$ 79,00 por mês ou R$ 948,00 por um ano, tiramos os R$ 500,00 de subsídio (desconto) que você vai ganhar no preço do iPhone. Assim, o preço final do plano depois de um ano cai dos R$ 948,00 para R$ 448,00, o que daria algo em torno de R$ 37,34 por mês, um excelente preço pelo pacote oferecido.

     O ponto crucial na Vivo é que ela, como nos anos anteriores, está fazendo um agrado pra sua base atual de clientes e esses terão prioridade na compra do aparelho, que tem oferta limitada. Só espero que a Vivo não faça como ano passado, lançando o aparelho num preço mais atraente que as demais operadoras e aumente-o uma semana depois.

     Update 16/09/2010 13:44 ~> Comentaram comigo que me basear no valor de R$ 2.099,00 não seria justo. Mas vejam bem, seria justo se basear nos USD 800 americanos, que é um aparelho bloqueado, sem impostos nacionais de comercialização (importação, ICMS, etc.) e que não se acha pra vender aqui? O preço de R$ 2.099,00 para o pré-pago parece um padrão das operadoras atualmente. Vivo, Claro, Tim e Oi deverão praticar esse mesmo valor, que é mais em conta do que comprar via Mercado Livre, onde o iPhone 4 beira os R$ 3.000,00.

     Update 16/09/2010 13:56 ~> A Tim está querendo trazer clientes de outras operadoras para a sua base, ofertando o pacote com iPhone 4 16GB, mais Tim Liberty (ligações ilimitadas entre Tim, local e DDD), mais 6 meses de internet grátis, por R$ 190,00 mensais, pra quem levar seu número para a operadora. No final de um ano, serão R$ 2.280,00. Se descontar o valor do iPhone 4 16GB pré-pago (R$ 1.799,00), o plano sai por R$ 481,00 (R$ 40,01 mensais). Eu não gosto muito da Tim, tanto pela sua péssima cobertura 3G no estado de SP, tanto pelo atendimento. Mas, pra quem gosta e especialmente tem contatos que também tem Tim, pra se beneficiar do plano, é mais uma opção.

     Update 29/09/2010 12:07 ~> Fiquei sabendo a pouco que nos planos iPhone existe a cobrança do excedente, não sendo reduzida a velocidade. Tomei um grande banho de água fria com isso!

TAG(s):
Categoria(s): Apple
mai 18

AT&T terá desconto no plano de dados?

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 18/05/2009 às 12:23h

     Os rumores de que a Apple lançará um iPhone mais barato não são recentes e ganharam mais um componente hoje, quando analistas da Business Week especularam que a AT&T (até então operadora exclusiva do iPhone para os EUA) terá um plano ilimitado de dados por USD 20 no aparelho. Atualmente, o plano ilimitado custa USD 30.

TAG(s):
Categoria(s): Apple, iPhone/iPod, Notícias
dez 07

Empresas nacionais já estão seguindo o padrão Google

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 07/12/2008 às 16:11h

Esta semana troquei e-mail com o Luís Gustavo, da empresa Plano Bê Desenvolvimento de Sistemas, ele me mandou um vídeo sobre a empresa deles e eu achei simplesmente fantástica sua sede e métodos de trabalho, não pude deixar de postar o vídeo pois muitos de você programam e se estão cansados dos métodos aplicados por sua empresa não custa mandar um currículo para estes caras, realmente inovadores eles são. Pena que eu não sei programar. hahaha



TAG(s):
Categoria(s): Notícias
preload preload preload