mai 27

O que está havendo com e-commerce no Brasil?

6 Comentarios »Postado por GordoGeek em 27/05/2011 às 13:12h

     Já tem alguns dias que quero abordar o assunto, mas como não quero alimentar muito a minha fama de #mimimizento, acabei adiando. Contudo, essa semana saiu uma notícia de que a justiça, em virtude de inúmeros processos contra a Americanas.com, havia proibido que a empresa fizesse vendas no estado do Rio de Janeiro. Hoje, eu leio a notícia de que o Ministério Público está indo atrás do site CompraFácil pelo mesmo motivo. Além dessas, outras também podem sofrer sansões parecidas. Ou seja, não sou apenas eu que estou com uma impressão que o e-commerce no Brasil está uma merda.

     O comércio eletrônico no Brasil está dando saltos de crescimento da ordem de 40% ao ano. Ou seja, as vendas vão muito bem, obrigado. Porém, as empresas por trás dos sites não estão investindo na mesma velocidade do crescimento. Assim, sem gente suficiente para processar os pedidos de forma adequada, todos trabalham num rítmo super acelerado, o ambiente ideal para que as merdas aconteçam. Pelo que eu li, tem gente que fez compra de natal na Americanas e ainda não recebeu.

     Alguns dizem que o Brasil é um país muito paternalista e dá muitos direitos aos consumidores. Eu discordo. Vamos supor que você comprou numa loja, deu algum problema, tentou de todas as formas, durante semanas, resolver com a loja e eles sequer respondem a email/ ligações. O que fazer? Bem, você vai perde seu tempo indo ao Procom. Eles irão entrar em contato com a loja. Se for caso de atraso, por mais que já tenha demorado, é normal a loja ganhar mais 30 dias pra entregar. Senão entregar, o Procom notifica a loja e marca uma audiência. Muitas vezes, a loja simplesmente ignora e o caso acaba na justiça.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Geral
nov 24

E agora, quem poderá me ajudar? O Chapolim?

3 Comentarios »Postado por GordoGeek em 24/11/2009 às 14:05h

     Ontem eu fiz um post comentando sobre a situação ‘braba’ da ‘banda-larga móvel’ (se é que podemos chamá-la assim). Citei alguns artigos bem interessantes da Folha e no final, sugeri que cada consumidor não engula o sapo e que abra reclamação na Anatel a cada ocorrência. Ae, um leitor começou uma discussão (civilizada e colaborativa) acerca de Anatel, Procom, Ministério Público, etc. Como não sou advogado, aproveitei que tem uma integrante do Ministério Público nos meus contatos do Twitter e passei a dúvida a ela. Coloco abaixo um trecho do que ela me esclareceu:

     Na minha opinião, uma reclamação direto no MP pelo consumidor será de pronto arquivada, por não terem sido esgotados os meios administrativos. Os órgãos específicos já mandam os dados de forma que possa ser tomada alguma providência. O MP não tem estrutura para investigar e resolver o problema de cada consumidor, individualmente, pois seriam necessários servidores designados só para isso e a demanda de trabalho já é muito grande.

     Conforme o que eu já imaginava, por experiências anteriores, infelizmente o caminho para reclamação é tortuoso. Primeiro, você deve tentar resolver diretamente com seu fornecedor, no caso, a operadora. Ela vai te gerar um protocolo e fazer aquele enorme esforço, que todos nós conhecemos, pra resolver. Caso ela não resolva, ae você parte pro próximo nível: Anatel. Se ainda não estiver satisfeito, vá ao Procom, que irá notificar a operadora, tentando conseguir um TAC (Termo de Ajuste de Conduta). Caso a operadora não se manifeste (o que não é incomum), ae você pode tentar reunir mais pessoas com o mesmo problema e que já passaram por esses órgãos, sem sucesso e apelarem ao MP.

     Eu bem sei a situação atual no setor de Telecom no país e isso é desanimador. Porém, tenho convicção de que, se cada consumidor fosse tão chato quanto eu e reclamasse sempre que o problema acontece, as metas das operadoras seriam tão prejudicadas, que alguma atitude seria mudada. Vejamos por exemplo o caso da Telefônica, que ficou praticamente 2 meses sem autorização para vender Speedy e acabou perdendo a liderança no setor de banda-larga para a Net.

TAG(s):
Categoria(s): Geral
abr 09

As desculpas da Telefônica

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 09/04/2009 às 21:55h

     Tendo em visto que a Anatel não serve pra porcaria nenhuma, o Procom resolveu jogar a Telefonica contra a parede e pediu explicações sobre o que vem acontecendo durante toda essa semana. Sem ter mais pra onde correr, a empresa de origem espanhola divulgou uma nota dizendo que está sendo vítima de crackers, que estão fazendo um ataque de negação de serviço a seus servidores DNS.

     O Procom respondeu a Telefonica mais ou menos assim: ‘que ruim pra vocês hein… Mas isso não isenta vocês de responsabilidades. Arrumem isso logo, nos explique o motivo de tanta demora para resolver e indenize os consumidores. Depois, se quiserem, vão atrás de quem causou o problema’.

     Fiquei pensando aqui com meus botões, será que esse problema todo não é causado pelo despertar tardio do Conficker, o vírus fodão que todo mundo falou que ia por o mundo abaixo no dia primeiro de abril e nada aconteceu?

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Notícias
abr 09

Quem poderá nos defender?

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 09/04/2009 às 11:59h

     Alguém ae por acaso tem o telefone do Chapolim? Pois eu tento reclamar no serviço 10315 da Telefonica, só dá ocupado. Abro reclamação na Anatel, a Telefônica tem a cara de pau de dar baixa no chamado dizendo que falou comigo por telefone e resolveu, sem sequer me ligar e nada acontece. A Anatel, agência criada para fiscalizar as empresas de telecomunicações devia ser extinta, pois essa merda não faz nada.. As empresas tão cagando e andando e nada acontece.

     Como que milhares de pessoas podem estar reclamando e a Telefonica diz que não existe problema e alguns dias depois diz que tem problemas, mas são isolados? Pelo amor de deus Anatel, caça a concessão desse povo pois eles não tem competência nem pra abrir uma barraca de churros!!!

TAG(s):
Categoria(s): Notícias
dez 28

Vivo: Sinal de Qualidade?

12 Comentarios »Postado por GordoGeek em 28/12/2008 às 02:06h

     Já passei pelas 3 grandes operadoras de telefonia móvel que operam no estado de São Paulo (Claro, Tim e Vivo) e tive problemas em todas, em menor ou maior grau. Recentemente, estava tendo muitos problemas com a operadora atual (Tim) e me vi obrigado a fazer um novo estudo para sanar tais problemas. Esse estudo, deu origem a dois posts aqui no blog, sendo um deles sobre um plano corporativo e outro para pessoa física. Em ambos, cheguei a conclusão que a Vivo se destacava.

     Há cerca de 6 anos tive uma empresa de informática e como era moda na época, também começamos a vender celulares. Nessa época, a Vivo ainda era chamada de Telesp Celular e tinhamos um credenciamento com eles. Por causa disso, acabei pegando um plano com a empresa e durante pouco mais de um ano, tive alguns problemas como falta de cobertura, contas erradas, péssimo atendimento (mesmo sendo um revendedor da empresa) e dores de cabeça mil, que me fizeram jurar a mim mesmo que jamais voltaria a ser clientes deles.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Notícias
preload preload preload