mai 04

GearBest: uma nova opção para compras na China

7 Comentarios »Postado por GordoGeek em 04/05/2015 às 09:56h

     Quem me acompanha nas redes sociais viu que eu tive alguns problemas recentes com lojas na China, especialmente no que diz respeito a extravio de produto. O vendedor manda meus produtos pra Porto Alegre/ RS, ao invés de Matão/ SP e depois tenho que ficar correndo atrás de reembolso e esquentando a cabeça com isso. Frustrante!

     Esses dias eu ouvi falar de uma nova loja, chamada GearBest. Como nunca comprei lá, resolvi fazer 3 pequenas compras, aproveitando uma promoção dos produtos da Xiaomi. Pra quem não conhece, é a empresa onde o brasileiro Hugo Barra (ex-Google) foi trabalhar. Os produtos deles são muito bons e baratos! Em breve eles começam a ter presença nacional. Mas enquanto iso não acontece, devemos recorrer a importação.

     Há alguns meses eu dei uma pulseira Jawbone UP pra minha mãe e uma Jawbone UP24 pro meu pai. Acho que eles combinaram, pois é difícil que algo assim aconteça. Por mais incrível que possa parecer, eles conseguiram quebrar as pulseiras na mesma semana. E, elas custam muito caro! Como meu pai já estava acostumado com o monitoramento do sono e não queria ficar sem, acabei comprando uma Xiaomi Mi Band pra ele. É super baratinha (USD 15) e uso há meses.

     Uma coisa que gostei bastante na GearBest é que, logo após enviar seu produto (o que costuma ocorrer uns 3/ 4 dias depois da compra), eles mandam um email não apenas com o tracking, mas também com a foto do seu envelope. Dessa forma, você pode confirmar seus dados, especialmente o endereço. Ae, se os Correios resolverem sumir com o pacote, você pode provar que o erro foi deles e não do vendedor. Show!

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
dez 04

Saldão da Black Friday: quem vai querer pagar menos?

8 Comentarios »Postado por GordoGeek em 04/12/2013 às 18:51h

     Quem me acompanha pelo Twitter viu que eu simplesmente pirei durante a Black Friday e fui comprando tudo que via pela frente. Muitas dessas coisas (talvez até a maioria), comprei simplesmente no impulso, porque tava barato, mas não tenho necessidade alguma. É o caso do Xbox por exemplo. Eu tenho um aqui que não ligo há pelo menos 3 meses, mas fiz questão de comprar mais 2, pois queria deixar um no quarto e um na varanda, evitando assim ficar tendo que desconectar um monte de fios, levando os aparelhos pra outro cômodo e tal. Só que a minha esposa não gostou muito da ideia e, antes que ela me coloque pra dormir na casinha do cachorro, vou vender algumas coisas que comprei.

     Esse post foi originalmente publicado em 02 de dezembro e foi alterado várias vezes, tirando e colocando produtos, a fim de não gerar confusão pros leitores. Tudo que estiver listado abaixo é porque realmente ainda está disponível para compra. Os que já foram removidos é porque foram vendidos.

     + Motorola Moto G Dual-Chip 16GB por R$ 649,00 que comprei junto com o fone Soul Republic. O preço normal dele é de R$ 799,00. Observe no entanto que o modelo que vem no Music Edition não trás as capinhas coloridas. Mas, por uma economia de R$ 150,00, talvez você ache interessante.

     + Tablet Galaxy Note N5110 Android 4.1 Wi-Fi 8 Branco 16GB por R$ 749,00 do Submarino (454889240/ 454854899). O preço normal dele é de R$ 1.299,00 no Submarino, o que dá R$ 550,00 de economia. Lembrando: tenho 2 unidades.

     + Tablet Galaxy Tab 3 T2100 Android 4.1 Wi-Fi 7 Branco 8GB por R$ 549,00 do Submarino (454888698). O preço normal dele é de R$ 699,00 no Submarino, o que dá R$ 150,00 de economia.

     Como alguns já devem saber, todos os produtos são novos e na embalagem original. Estão com um pequeno lucro (em torno de R$ 50,00) em cima do preço que paguei. Acho justo pela oportunidade que aproveitei e pelo trabalho que vou ter em reembalar o produto e ir despachar. Se você não acha isso justo, sem problema. Ignore e não compre. Se você é uma pessoa sensata e entende que, mesmo eu ganhando alguma coisa, você vai fazer uma excelente compra, pagando bem mais barato que nas lojas, vá em frente e mande um email para [email protected] Vai valer a ordem de chegada. Quem enviar primeiro, tem prioridade.

     Última ressalva: nenhum dos produtos inclui frete, então vamos ter que calcular na hora do envio. Se não tiver com pressa, sugiro o PAC, pois é bem mais em conta que o Sedex, ainda mais se for pra fora do estado de São Paulo. Caso queira ter uma estimativa, use a ferramenta dos Correios pra saber quanto vai ficar.

TAG(s):
Categoria(s): Geral
dez 04

Acha que um produto está com preço errado: não compre

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 04/12/2013 às 15:08h

     Vez ou outra aparece algum produto com preço super baixo e o pessoal corre pra comprar. Quando se trata de época como a Black Friday e a loja anunciou que faria algumas loucuras, é até possível que o preço seja real. Porém, em outras épocas do ano, você só estará desperdiçando tempo e dinheiro numa coisa que não vai te trazer resultado algum.

     No post onde eu falei do Xbox One no Submarino, resgatei um tweet meu do dia 28/11, onde eu disse: “DICA: o Procon, IDEC e a própria Justiça já se posicionaram qto a preços MUITO divergentes do real. Tu vai comprar e não vai receber.” Vez ou outra eu falo sobre isso, mas como é muito complicado explicar toda a situação em 140 caracteres, nada melhor do que um post.

     É muito comum as pessoas virem me pedir ajuda no Twitter pra resolver casos parecidos, como aconteceu agora a pouco com o leitor Roberto Perroti. Ele fez uma compra de um Ultrabook Acer Aspire M5-481T-6650 por R$ 193,43 no Balão da Informática, conforme consta descrito aqui na reclamação que ele fez no Reclame Aqui. O preço real do produto é de mais de R$ 2.000,00, conforme pode ser visto aqui.

     Já houveram inúmeros casos similares a esses no Reclame Aqui, IDEC, Procon e até em Juizados Especiais Civis (JEC). Em praticamente todos os casos, o entendimento é o mesmo: em casos de erros gritantes, como esse, a loja pode sim cancelar o pedido, sem indenizar o cliente e/ ou sem entregar o produto. Uma vez que já existe farta jurisprudência sobre o ocorrido, mesmo que você não concorde, não adianta insistir, pois você estará errado aos olhos da lei.

     O meu entendimento é o seguinte: anunciou preço errado e o consumidor comprou, tem que arcar com as consequências do erro. Isso é risco intrínseco de qualquer negócio! Além disso, a exposição gratuita que as lojas ganham quando isso ocorre, por si só, já paga um eventual prejuízo de vender um produto tão barato. Porém, o que eu ou você achamos, pouco importa. Como eu já disse e vou me repetir, a lei não vai estar do seu lado.

     Esse tipo de situação, onde um produto aparece com preço extremamente divergente do real (mais de 90% de “desconto”) é uma situação. Outra bem diferente é o caso do Xbox One do Submarino, onde estávamos numa época de promoções, o site espalhou pra todo lado banners dizendo que os preços seriam extraordinários, depois aparece um produto com desconto factível de 50% e alguém compra. Por favor não confunda alhos com bugalhos.

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
dez 03

Submarino vendendo Xbox One por R$ 1.319,91

6 Comentarios »Postado por GordoGeek em 03/12/2013 às 13:57h

     Todos sabem que eu adoro uma polêmica. Meu perfil no Twitter já revela exatamente o que eu espero de rede social: “Tô aqui pra me divertir e não pra fazer amigos. Se o que eu falo te ofende, você que se foda. Simples assim.“. Nunca fico em cima do muro, não sou político e dou minhas opiniões, afete a quem afetar. É meu jeito. Não gostou, paciência. Não é obrigado a gostar e muito menos a ficar por perto.

     Na semana passada ocorreu a famosa Black Friday e praticamente todas as lojas do Brasil aderiram, o que é extremamente bizarro, porque eu vi até motel e farmácia participando da promoção. Quem estava assistindo TV ou navegando na internet na sexta-feira foi atropelado por uma quantidade gigantesca de anúncios sobre “preços inacreditáveis”. O Submarino, por exemplo, disparou email, fechou publieditorial com diversos sites, espalhou banner e o diabo a 4, anunciando descontos de “até 80% + 12% no boleto”. Ou seja, os descontos anunciados poderiam passar de 90%.

     Muitos sites, inclusive o próprio Submarino, não se limitaram a fazer apenas a Black Friday na sexta-feira e estenderam os preços para todo o final de semana. Algumas lojas ainda participaram da tal Cyber Monday, também outro costume americano. E, ontem a noite, eu fiquei sabendo que o Submarino estava vendendo o Xbox One por R$ 1.319,91. Como o preço de tabela do produto é R$ 2.299,00, cobrar uns 50% disso pra quem anunciou “até 92% (80+12)”, tá dentro do razoável, não? Fui lá e comprei! Comprei muitos! Como SEMPRE faço quando acho algo barato, seja na internet, seja em loja física. E duvido que você leitor não faça o mesmo. Ou você gosta de pagar caro nas coisas?

     Pouco tempo antes, eu já havia comprado iPad mini 16GB por metade do preço na Saraiva. Fiz o mesmo com Xbox 360 no Walmart. E fiz exatamente a mesma coisa em vários outros sites, aproveitando a promoção. Porém, em alguns, como o Walmart, havia um claro anúncio: uma unidade por CPF. O próprio sistema não deixava fechar mais de um. Tecnicamente, isso é uma coisa muitíssimo simples. Algo que o maior grupo varejista online do Brasil, a B2W, dona do Submarino, teria condições de fazer, caso quisesse. Em nenhum momento o site deu nenhum alerta que não poderia comprar mais de um. Aliás, nossa legislação prevê que o dinheiro tem curso legal e poder liberatório, ou seja, não se pode proibir o cliente de comprar, caso ele tenha dinheiro pra isso. Alguns sites, como o Walmart, fazem isso ilegalmente, pois sabem que uma minoria da população tem ciência da lei e vai correr atrás dos seus direitos.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Geral
out 22

LG Nexus 4 por apenas R$ 791,10 na Americanas

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 22/10/2013 às 18:45h

     O Neto Cavalcanti me enviou a pouco no Twitter o link para a promoção do LG Nexus 4 por apenas R$ 791,10 à vista na Americanas.com. Detalhe: tem que ser por esse link! Se você entrar direto pelo site deles o preço é maior. Então preste atenção e faça a coisa certa, antes de vir me xingar que não funcionou ;)

     Se você ainda não conhece o produto, saiba que ele possui um custo x benefício excelente, ainda mais nessa promoção. É um smartphone quad-core e 2GB de RAM que roda o Android puro do Google, ou seja, recebe updates sem depender de operadora ou fabricante. Para saber mais sobre ele, veja esse outro post que fiz sobre ele.

TAG(s):
Categoria(s): Android
set 16

Vale a pena comprar um Nexus 4 agora?

5 Comentarios »Postado por GordoGeek em 16/09/2013 às 12:03h

     Não é raro encontrar promoções de varejos (especialmente o Ponto Frio) vendendo o Nexus 4 por R$ 879,12 no boleto bancário. É um preço bem atrativo para um smartphone quad-core e 2GB de RAM. Mas como, em breve, o Google irá anunciar o Nexus 5 (pelo dobro desse valor), vale a pena essa compra?

     O preço, sem dúvida, é matador pelo que ele oferece, independente se daqui algumas semanas virá um novo Nexus ou não. Isso não vai mudar com a chegada de novos aparelhos. Com certeza você vai fazer um bom uso desse aparelho, especialmente porque ele recebe os updates direto do Google, sem depender de operadoras ou outros fabricantes (tais como LG, Samsung, HTC, etc.). Então, se você quer gastar pouco, ter um smartphone com uma boa performance e updates garantidos, pode comprar.

     Não sei se todo mundo sabe, então vou fazer aqui algumas ressalvas, que foram justamente os motivos que me levaram a não comprar o aparelho anteriormente. Primeiro, e mais incômodo no meu ver, é a falta de um slot microSD para expandir sua capacidade. Os aparelhos vendidos por aqui geralmente são 16GB. Então, se você consegue viver apenas com isso, sem problemas. Outras coisinhas chatas, que acabaram impactando na minha decisão: a câmera não é das melhores, a duração da bateria idem e essa não é removível.

TAG(s):
Categoria(s): Android
set 09

Chupa essa uva Vivo: perdeu playboy

2 Comentarios »Postado por GordoGeek em 09/09/2013 às 12:59h

     No ano passado a Vivo fez uma super promoção em sua loja online. A princípio, pelos preços bem baixos, todos acharam que poderia ser um erro no sistema. Porém, a empresa usou o blog oficial para confirmar que era sim uma promoção válida. Fui eu lá comprar uns aparelhos, como muitos outros. Contudo, a empresa não entregou. Tentei contato de diversas formas, seja diretamente com a empresa, seja via ReclameAqui, Anatel e Procon. Nada resolveu, então tive que recorrer ao Juizado Especial Civil.

     Depois de quase um ano de “novela”, hoje saiu a decisão da Justiça: ganhei! Além de devolver o valor pago pelos aparelhos não entregues, mais uma multa por danos morais, o juiz ainda condenou a empresa a pagar uma outra multa por ter tentado “tumultuar” o processo, colocando canhotos assinados por mim em outra compra, como se eu tivesse sim recebido os aparelhos não entregues. Pra dizer o mínimo: vergonhoso! Fato que demonstra bem o tipo de respeito (ou a falta dele) que a empresa tem com seus clientes. É mais um capítulo que me ajuda a nutrir um profundo ódio pela Telefonica/ Vivo.

     Como muitas pessoas me perguntavam como andava o processo, esse post é não apenas mais um update, mas um incentivo para que as pessoas lutem pelos seus direitos, o que é algo bem raro aqui no Brasil. Eu sei que a Justiça é lenta, é um saco ter que ficar indo em órgãos de defesa do consumidor, advogados, fórum e tudo o mais, mas tem que ir. Você só é um cidadão completo quando tem seus direitos honrados. Eu tenho absoluta convicção que a Vivo vai recorrer, de forma a atrasar o pagamento da sentença, mas isso faz parte (infelizmente). Meu processo contra eles (ou qualquer empresa) nunca é movido exclusivamente pra obter uma indenização financeira (claro que é sempre bem vindo, não sejamos hipócritas), mas sim pra retomar meus direitos, que eu não permito que sejam dilacerados dessa forma, seja pela Vivo, Mercado Livre, Mandic, Samsung ou qualquer outra empresa.

     Aliás, hoje também saiu a decisão de um outro processo meu, contra o Mercado Livre. Adivinhem se ganhei? Toma outro #chupa na cara dessa empresa de sacanas, com mais de 14.000 reclamações no site ReclameAqui. E ainda tem outra pra vir, contra a Mandic, que tirou meus servidores em Cloud do ar, sob alegação de falta de pagamento, mesmo estando tudo em dia.

TAG(s):
Categoria(s): Geral
jul 16

LG Nexus 4 de 16GB por apenas R$ 879,12 à vista

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 16/07/2013 às 22:31h

     O Submarino às vezes tem bons descontos pra quem tem o cartão deles. Dessa vez o @o_nerd avisou que o smartphone Nexus 4 de 16GB, o puro sangue do Google/ LG, está saindo por R$ 879,12. Preço muito bom por um quad-core com 2GB de RAM, apesar de não ter uma câmera tão boa assim, bateria não removível e ausência de slot para cartão microSD. Tem inclusive o novo modelo branco.

TAG(s):
Categoria(s): Android
jul 11

Promoção: Samsung Galaxy S3 por R$ 1.199,00 em 10x

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 11/07/2013 às 21:46h

     Novamente o @o_nerd nos tráz a dica de uma ótima promoção na eFácil. Dessa vez é o Samsung Galaxy S3 por R$ 1.199,00 em 10 vezes sem juros ou R$ 1.175,02 à vista.

     Apesar do smartphone da Samsung ter mais de um ano de mercado, vamos lembrar que ele tem uma CPU de 4 núcleos, ou seja, ainda roda tudo muito bem (e vai rodar por um bom tempo). Acho que R$ 1.199,00 está um preço bem atraente! Mas se você tiver com mais dinheiro pra gastar, vez ou outra aparece o S4 por R$ 1.799,00 também na eFácil.

TAG(s):
Categoria(s): Android
jul 09

Tablet de 7″ ASUS ME172V por apenas 10 de R$ 39,90

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 09/07/2013 às 21:10h

     Que tal um tablet baratinho de 7″ de um fabricante respeitado para deixar na mão da criançada ou fazer tarefas que exijam pouco desempenho? Esse é o foco do tablet ME172V da Asus. Ao menos, no meu modo de ver. Porque evidente que a fabricante vai querer colocá-lo no mesmo patamar de um iPad mini ou tablets mais poderosos, o que nem de longe é verdade.

     O @wallacedpq me avisou pelo Twitter que a Fastshop tem Asus M#127 por R$ 362,38 à vista ou 10 parcelas de R$ 39,90. Se você quer algo bem barato, mesmo que modesto, mas não quer apelar para um fabricante pouco conhecido (Xing Ling), recomendo.

     O ME172 da Asus tem tela de 7″ LED WSVGA (1024X600), CPU single core, 1GB de RAM, 8GB de espaço interno e espaço para cartão microSD, de forma a expandir a capacidade do bichinho na parte multimídia, colocando documentos, músicas, vídeos, etc. Pra criançada, é suficiente, pois dá pra ver Netflix, desenhos, filmes, etc. Ele roda Android 4.1, ou seja, não dá pra instalar apps no cartão, ficando restrito ao armazenamento interno.

TAG(s):
Categoria(s): Android
preload preload preload