ago 17

     Se você é um daqueles que reclamam que gostaria de ver o “Game of Thrones”, futebol e outros conteúdos da TV em seu tablet ou celular, mas as operadoras não disponibilizam esse conteúdo pra você, saiba que existe uma forma fácil e barata de ter acesso a eles.

     O site PlayMove.TV disponibiliza planos a partir de R$ 30 mensais pra você acessar praticamente todo o conteúdo da TV fechada em qualquer dispositivo que queira. Inclusive, dá pra ver diretamente no site deles, sem a necessidade de configurar nada. Basta selecionar o canal e pronto.

     O processo de cadastro, pagamento e liberação é totalmente automatizado e funciona 24 horas por dia. Ou seja, chegou 21h do domingo, tá todo mundo falando de GoT na sua timeline e você não quer ficar de fora, dá pra fazer o cadastro na hora e já participar da brincadeira.

     Caso você opte em ver o conteúdo com mais conforto, diante da TV, basta configurar a lista IPTV na sua smartphone ou comprar uma caixinha de R$ 130 que faz a mesma função. Também dá pra ver no tablet e celular, seja usando aplicativos de terceiros ou da própria PlayMove.

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
ago 05

         É cada vez mais frequente você conhecer pessoas que estão cancelando suas assinaturas de TV e dando prioridade para outros meios de consumo de mídia, como Netflix, Amazon Prime e YouTube. Talvez seja porque a TV por assinatura é cara e a crise está pegando (o que faz com que as pessoas cortem custos), talvez seja pelo fato do mesmo programa ser reprisado inúmeras vezes ou ainda pelas propagandas irritantes de perfumes e sites de viagens aumentando consideravelmente. O fato é que os números divulgados pelas empresas e consultorias que acompanham o mercado indicam uma estagnação e em alguns meses até retração do mercado, o que muito preocupa as operadoras de TV.



         Num passado recente, a pirataria das TV por assinatura era feita através de aparelhos decodificadores que ficavam conectados a antenas e recebiam a programação como se fosse um assinante convencional. Porém, os mesmos quebravam a criptografia da operadora através de códigos que recebiam via internet ou através de uma segunda antena. Dependendo da região que você more, pode ser muito comum passar pelas casas e ver duas antenas de TV por assinatura, o que pode gerar um certo estranhamento do tipo “essa pessoa assina Sky e Claro?”. Não! Longe disso.

         O método de obter TV por assinatura pirata que está sendo mais utilizado no momento é o IPTV, que não exige um aparelho decodificador e pode levar mobilidade aos usuários, uma vez que funciona em praticamente qualquer PC, celular ou tablet. Além disso, funciona também em SmartTV e setup box vendidos a partir de R$ 120 em sites como o Mercado Livre. Assim, por um baixíssimo custo, as pessoas conseguem burlar a assinatura, dando um enorme prejuízo as operadoras.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
jun 29

Belkin @TV: um concorrente interessante para o SlingBox

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 29/06/2012 às 14:25h

     Um dos produtos que eu sempre quis ter e finalmente fui comprá-lo em 2010 é o SlingBox. Já falei sobre ele aqui no blog algumas vezes, tanto quando “apresentei” o produto e também depois, ensinando como configurar em diferentes setup-box.

     Pra quem ainda não conhece o conceito do produto, ele é um aparelho que você conecta no decoder da sua TV (Sky, Claro TV, Telefonica TV, etc.) e passa a ter acesso a esse conteúdo via iPad, iPhone, Android, PC, Mac, etc. Esse acesso pode ser feito dentro ou fora da sua casa, dando maior flexibilidade no consumo desse conteúdo. Assim, se você estiver esperando numa fila de banco ou até mesmo em viagem, pode continuar a ter acesso a todo conteúdo, como se estivesse sentado no sofá da sua casa.

     Eu comprei o modelo SD do SlingBox e estou bem satisfeito. O modelo HD era quase o dobro e não vi muita vantagem. De lá pra cá, surgiram alguns concorrentes pro SlingBox, como o Vulkano (esse até DVR interno tem) e o Belkin @TV. Apesar de achar o SlingBox um bom produto, ele é um tanto limitado e caro. Por exemplo, além do aparelho em si ser mais caro, você precisa comprar os apps dele em cada dispositivo. Se você tem um iPhone, um iPad e um tablet Android, vai gastar USD 90 em apps. A única forma de visualizar esse conteúdo gratuito é via browser.

     Uma das vantagens que vi no @TV da Belkin é justamente o preço, tanto do aparelho, como dos aplicativos. O aparelho em si custará USD 150, tendo apps gratuitos para tablets, mas pagos (USD 12.99) para smartphones. Bem, perto dos USD 30 do SlingBox, tá bom demais. Além desse benefício, ele ainda permite que, dentro de uma rede Wi-Fi, até cinco dispositivos tenham acesso ao conteúdo ao mesmo tempo. No caso do SlingBox, essa limitação é de apenas um por vez. Já via 3G, o @TV também tem essa limitação, provavelmente, devido a acordos com os produtores de conteúdo.

     O problema do @TV é que ele está em pré-venda já tem algumas semanas e não ficou claro quando realmente será entregue. Aliás, a Belkin tem me irritado muito com isso, pois eles tem outro produto bacana, pra automação residencial (WeMo), que há meses eu vejo propaganda e artigos por ae, mas nada de entregarem.

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
fev 26

Como configurar o AZBox Bravoo+ HD com Slingbox

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 26/02/2012 às 22:59h

     No começo de novembro do ano passado eu fiz uma breve resenha aqui no blog a respeito do AZBox Bravoo+ HD. Me comprometi a falar mais sobre o equipamento, mas eu uso tão pouco que acabei não voltando a falar sobre ele. Desculpas por isso.

     Depois de várias semanas com o equipamento parado, esses dias eu coloquei-o pra funcionar novamente (bem como o Probox 530) e acabei batendo muito a cabeça pra fazer funcionar em conjunto com o Slingbox. Pra quem não conhece o aparelho, falei sobre ele em abril de 2010 nesse post. Em resumo, ele faz streaming da sua TV paga para outros dispositivos, como PC/ Mac, iPad, iPhone e Android.

     Quando eu era assinante da Sky, nunca consegui fazer o Slingbox funcionar corretamente com meus decoders (eram 2 modelos diferentes). Acabei migrando pra Telefônica e dei a sorte de conseguir fazer funcionar, conforme narrei aqui. Agora, voltando pro “jardim florido” do mundo AZ, me vi novamente com esse problema.

     Como o meu Slingbox é o modelo mais simples (e mais barato), ele não tem HDMI. Por isso eu queria deixar o AZBox Bravoo+ HD na sala principal e o Probox 530 numa outra sala menor, junto com o Slingbox. Infelizmete, depois de vários dias tentando fazer funcionar com o Probox, desisti. No entanto, nessas minhas pesquisas, achei um esquema pra fazer funcionar no AZBox.

     A primeira coisa que você deve fazer é entrar aqui e fazer o download do arquivo. Depois, extraia o arquivo compactado. O arquivo que iremos usar é o C2013_PL.bin. Feito isso, acesse a página de configuração do seu Slingbox (atalho aqui. Clique em Get Started, escolha seu dispositivo, depois clique em Configure Inputs e escolha qual entrada você está usando pra ligar o decoder ao Slingbox (provavelmente será a Composite). Feito isso, seleciona Supported Devices, Satellite, Custom. No caminho, informe onde o arquivo .bin está no seu HD (ex.: /Volumes/MacOS/C2013_PL.bin). Ele vai subir o arquivo, testar e tudo estará funcionando.

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
nov 06

Primeiras impressões do AZBox Bravoo+ HD

12 Comentarios »Postado por GordoGeek em 06/11/2011 às 22:45h

     Temos aqui no blog três posts que são campeões de audiência: o maior deles (disparado), com mais de 2.000 comentários, é sobre como desbloquear seu modem 3G. Os outros dois são focados em TV, sendo um deles um comparativo entre os serviços Sky, Telefônica e Via Embratel e outro sobre como ter acesso a canais pagos, sem pagar, o famoso Gatonet.

     O artigo sobre o gatonet foi escrito há mais de dois anos, em 25 de setembro de 2009. Na época, a técnica mais utilizada era quebrar a codificação do sistema Nagra II, utilizado pela Telefonica. Tal estratégia consistia em pegar os códigos atualizados em fóruns ligados ao assunto, colocar num pendrive e atualizar o equipamento. O procedimento devia ser repetido mais ou menos a cada duas semanas, quando a Telefonica, numa tentativa de coibir tal prática, atualizava os códigos. Contudo, eles eram quebrados, semana após semana, em poucos minutos e disponibilizados aos interessados. Isso só terminou quando a empresa finalmente atualizou os equipamentos dos assinantes para trabalhar com o sistema Nagra III.

     Como numa corrida de gato e rato, a briga não acabou por ae. Os hackers acabaram criando (pelo menos que eu tenha conhecimento) duas novas formas de ter acesso ao conteúdo que queriam sem pagar. Uma delas consiste no uso de duas antenas (SS – satellite sharing), uma ficando responsável por pegar o sinal codificado da Via Embratel e outro por pegar os códigos hackeados de outro satélite. A segunda técnica é chamada de cardsharing (CS) e apesar de precisar apenas de uma antena, exige que o aparelho em questão tenha conexão à internet, pois é dela que virão os códigos de desbloqueio. Vários hackers montam servidores de CS e costumam cobrar cerca de R$ 25,00 mensais para liberar os códigos que permitem acesso a programação da Sky.

     No passado eu fiz testes usando um aparelho dos mais simples, o Probox 530 Lite (tem um post curto sobre ele aqui). Caso você tenha esse aparelho (ou outro similar), ele perdeu sua utilidade com a mudança do sistema de codificação (Nagra III). Todavia, é possível dar nova utilidade ao decoder com o uso de dongles, aparelhos que permitem tanto a conexão com a internet, usando a técnica de CS, quanto a uma outra antena via porta serial, na técnica SS. Esses dongles costumam ser encontrados na faixa de R$ 170,00 no Mercado Livre.

     Dada essa breve introdução aos “não iniciados”, vou falar um pouco sobre o AZBox Bravoo+ HD, um dos aparelhos mais badalados nos fóruns especializados (ele funciona nas duas técnicas, CS ou SS). Ele pode ser encontrado no Mercado Livre ao custo aproximado de R$ 530,00. Como os produtos são utilizados para finalidades que violam direitos autoriais, é comum os links serem denunciados e o Mercado Livre cancelar o anúncio. Assim, muitos preferem não dar detalhes dos aparelhos e muitos anunciam o aparelho todo como sendo apenas um controle remoto.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Geral
jul 12

     Depois de ficar quase um ano com a TV Digital da Telefonica, resolvi voltar pela Sky. Além da qualidade de imagem da Telefônica ser horrível, dando a impressão que usam uma técnica de compressão muito podre, o decoder deles é o pior possível. Os menus são feios, confusos, a grade de canal é sofrível, etc.

     Quando era assinante da Sky, ainda em 2008, comprei o tal Sky+, pagando a bagatela de R$ 1.200,00. Depois de algumas brigas com a operadora e com a intervenção da Anatel, aceitaram religar o meu Sky+ e acabei voltando para a operadora. Agora eu posso gravar a programação de forma fácil e ver quando eu tiver tempo disponível. Acabei pedindo um ponto adicional também e me enviaram o decoder básico (Technicolor S12L).

     Conforme eu já tinha comentado por aqui, consegui configurar o decoder da Telefonica para trabalhar com o Slingbox. Porém, estou tendo dificuldades para fazer o mesmo com os decoders da Sky. Não achei muita que se aproveite no Google e o pouco que aparece, não me dá nenhuma receita de bola válida. Tentei vários decoders e nada. Tentei customizar um novo e nada. Se alguém souber o que eu devo fazer, por favor deixe um comentário no post, pois ficar com o Slingbox sem controle é a mesma coisa que nada.

TAG(s):
Categoria(s): Geral
mai 11

Comparativo: Sky x Via Embratel x Telefônica TV

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 11/05/2010 às 21:39h

     Quem me segue pelo Twitter já conhece a história toda. Como acredito que muitos dos visitantes do nosso blog sequer sabem o que Twitter é (ou não veem utilidade pra ele), vou tomar tomar alguns parágrafos para explicar (resumidamente) a história toda.

     Eu já fui assinante da Sky por um tempo e logo que me mudei, o pessoal da Sky não conseguiu passar os fios pelas canaletas (depois de várias horas de tentativas, diga-se de passagem). Com isso, chamei um “faz tudo” pra fazer o serviço. Só que nesse intervalo, o tal “faz tudo” me recomendou algo que ele usava: o tal do “esquema Probox”, que eu já conhecia, mas sempre fiquei com receio de usar.

     Pra quem não conhece, o Probox (ou AzAmerica e similares) é um aparelhinho receptor que capta os sinais do satélite da Telefonica TV Digital, na faixa, sem precisar pagar nada pra ninguém. Eu já fiz um post sobre isso aqui no blog. Aliás, é o post mais visto desde então, responsável por mais de 80% da visitação, o que demonstra o interesse das pessoas sobre o tema.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
set 27

GatoNET – ProBox 530 Lite

2 Comentarios »Postado por GordoGeek em 27/09/2009 às 10:11h

     Há alguns dias falei aqui sobre um esquema conhecido como GatoNET, que é basicamente ter acesso aos canais de TV paga, sem pagar.

     No vídeo acima eu demonstro um pouco do aparelho ProBox 530 Lite e sobre as desvantagens do seu uso em relação aos serviços “oficiais”, prestados por exemplo, pela Sky, em especial ao Sky+, que possibilita a gravação do conteúdo.

     Update 02/01/2010 12:30h => Tenho observado pelo Google Analytics, já tem alguns dias, que o número de visitas do nosso blog saltou para quase 10 vezes mais que o habitual. Certamente, isso se deu pelo fato de que os Probox deram problema e estão todos atrás da resolução do mesmo. O meu mesmo, está parado a várias semanas. Infelizmente, não tenho boas notícias ou dicas para lhes dar.

TAG(s):
Categoria(s): Biblioteca Digital, Videos
set 25

GatoNET – TV Paga, sem pagar

15 Comentarios »Postado por GordoGeek em 25/09/2009 às 13:04h

     Que tal ter acesso a mais de 300 canais, inclusive conteúdo adulto, jogos exclusivos, pay-per-view e muito mais, sem pagar mensalidade a nenhuma empresa, como Sky, NET, Telefônicas e outras? Tentador, não? É disso que vou tratar nesse artigo, que aliás, está no topo do Google no assunto “gatonet”.

     Esse artigo foi originalmente escrito em 25 de setembro de 2009 e passou por uma revisão no dia 20 de outubro de 2011, pois os métodos mudaram bastante. Antigamente, o mais usual era comprar um aparelho AZBox (ou compatível) e tudo funcionava sem problemas, tendo em vista uma falha no sistema de criptografia do sinal da Telefonica (Nagra 2). Porém, há alguns meses a Telefonica atualizou o sistema para o Nagra 3, forçando os hackers a mudarem seus métodos, tais como Card Sharing e Satellite Sharing.

     É muito comum as pessoas falarem que “se o sinal tá caindo no meu quintal, não é crime”. Bem, eu não sou especialista em direito, mas pelo que eu li, o problema é pior quando você faz um “gato” usando um cabo, desviando o sinal de maneira intencional, seja de energia, água, internet, tv e outros. No caso do sinal via satélite, não existe legislação específica. Claro, existem projetos, mas nada foi aprovado. Dessa forma, vale o “princípio da legalidade”, ou seja, senão existe lei proibindo, não é crime.

     Eu já fui cliente de várias empresas e atualmente estou na Sky. Acho uma lástima pagar o que eu pago pra ter o serviço que eu recebo. Porém, como pai de família, não vou arriscar cometer um crime pra economizar alguns trocados. Como eu disse acima, pode ser que, “se te pegarem”, seu advogado consiga mil brechas pra te livrar. Contudo, você vai gastar com advogado e ter aborrecimentos. O intuito desse artigo é comentar sobre o assunto e não estimular o seu uso. Você quem deve decidir se isso lhe convém ou não.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
abr 28

Sky estréia conteúdo em HD

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 28/04/2009 às 19:29h

     A Sky finalmente estreiou sua oferta de canais em HD. Apesar de uma quantidade limitadíssima de canais, já é um começo. Infelizmente, anda meio salgado o bastante para a maioria dos bolsos, que terão que pagar mais de R$ 229,00 mensais para ter a novidade em casa.

     A a empresa irá começar uma campanha milionária na mídia que entre outras coisas trará a modelo Gisele Bündchen como garota propaganda. Não é a toa que o preço dos pacotes está salgado. Já imaginou o quanto a top internacional deve estar embolsando?

     Se você já tem um decoder da empresa, como o Sky+ (igual ao meu), pode ficar triste em saber que ele não é compatível com a nova tecnologia e você terá que pegar um da Sky em comodato. Os aparelhos tem a função de DVR e HD de 500Gb.

     E para fechar as notícias da Sky, o seu sempre simpático presidente, Luiz Eduardo Rocha, aproveitou a oportunidade para criticar a decisão da Anatel pela proibição do pont-extra e disse que isso só vai encarecer o preço dos pacotes, uma vez que alguém vai pagar a conta e certamente serão os consumidores de mais baixa renda, uma vez que os mais abonados já pagam pelo ponto extra e vão deixar de pagar.

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets, Vídeo
preload preload preload