set 29

Como conectar seu Google Voice num dispositivo SIP

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 29/09/2015 às 16:35h

     Talvez poucos leitores habituais do blog se interessem por esse post, então antecipadamente peço desculpas. Mas queria compartilhar um serviço gratuito que permite integrar uma conta Google Voice com equipamentos compatíveis com o protocolo SIP, o padrão de comunicação VoIP nas empresas.

     No meio empresarial, as pessoas até utilizam outras formas e protocolos de comunicação, como Skype, WhatsApp, Viber, Hangouts e afins. Mas o padrão mesmo é usar equipamentos compatíveis com o padrão SIP, que é sinônimo de VoIP empresarial. Assim, PABX, telefones IPs, ATAs, softphones e outros, ao menos nas empresas, geralmente são desse padrão.

     Fuçando no Google eu achei alguns poucos serviços compatíveis com Google Voice e SIP. A maioria deles, foi descontinuada. O único que consegui fazer funcionar foi o GVSIP, que apesar de planos pagos, tem um gratuito que vai atender a maioria dos usuários, uma vez que oferece 1.000 minutos grátis por mês.

     Caso você tente acessar o site e se depare numa mensagem de bloqueio, não ache estranho. É uma espécie de firewall provido pela CloudFare. Serve pra bloquear ataques de negação de serviço e outros. Assim, basta dizer que você não é um robô, digitando os números que serão mostrados pra você e o site carregará normalmente.

     Após criar a conta, você irá receber suas credenciais de acesso ao servidor SIP deles. Basta fazer essa autenticação usando um equipamento compatível, que pode ser desde um softphone (tal como o Acrobits, Bria ou X-Lite) ou um servidor iPBX. Quanto a conta Google, não precisa fornecer seus dados de acesso, pois a autenticação é feita de forma segura, com você autorizando o acesso a sua conta.

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
jun 04

Como vincular uma conta Skype a uma conta Microsoft

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 04/06/2014 às 01:17h

     Meses depois da compra do Skype pela Microsoft, a empresa de Redmond começou a integrar o serviço de autenticação da plataforma de telefonia IP. A tendência é que o usuário se autentique apenas com uma “Conta Microsoft” e a “Conta Skype” acabe morrendo. Já vemos isso no app do Skype para Windows Phone 8 e no desktop. Porém, em outras plataformas, ainda existe a opção do usuário escolher como irá se autenticar.

     Quando você estiver logado no site do Skype, vá até o rodapé do site, visualize “Detalhes da Conta”, “Configurações e Preferências” e clique em “Configuração da conta”. Note que você verá uma tela como essa, dizendo se a sua conta está “Conta Skype” está vinculada “Conta Microsoft” ou não. Caso esteja, você não precisa desse tutorial. Caso esteja como a da figura (não vinculada), vamos ao segundo passo.

     Abre o aplicativo do Skype no desktop e, caso já esteja logado, clique em “Ficheiro” (PQP hein Microsoft) e depois “Terminar Sessão”. Tô falando isso pois acho a usabilidade do app horrorosa e como não uso sempre, fico muito perdido. A Microsoft realmente tem o dom de deixar tudo mais complicado do que deveria ser.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
jun 03

Como se logar no Skype do Windows Phone 8.1

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 03/06/2014 às 17:30h

     Estou rodando há algumas semanas o Windows Phone 8.1 (Beta) no meu Nokia Lumia 1020. Muitas coisas melhoraram e outras ainda precisam melhorar bastante. Se comparado ao iOS ou Android, a plataforma da Microsoft ainda tá na pré-escola e ainda precisa comer muito arroz com feijão pra chegar no mesmo nível de recursos que seus concorrentes.

     Pra muita gente (talvez uns 95% das pessoas), muitos recursos são bobagens. Se a plataforma tiver WhatsApp, Facebook e um navegador, tá valendo. Evidentemente que o meu caso, geek absoluto (e provavelmente o seu leitor) isso nem de longe nos satisfaz. Somos “chatos”. Queremos (precisamos) de recursos. Não dá pra sair usando qualquer porcaria que não nos atenda, que não nos permita trabalhar, nos divertir, etc. Mas isso é outro assunto.

     Estava agora a pouco penando pra configurar minha conta Skype no Lumia e não conseguia. Ele dizia que os dados eram inválidos. Até que eu notei que ele não aceita mais os dados de login do Skype e queria os dados da minha conta Microsoft. Isso só acontece no Windows Phone. Verifiquei no iPad, iPhone, Xperia, LG G Pad, Mac e todos me permitem entrar via login do Skype ou conta Microsoft. Pra dizer o mínimo: lamentável.

     Se a sua conta Skype é recente ou se você já vinculou sua conta Microsoft a conta Skype, nada disso será problema. Porém, se a sua conta é antiga e você não fez esse vínculo, terá que entrar na interface web do Skype, ir até o seu perfil, editar, adicionar o email da sua conta Microsoft ao perfil, depois defini-lo como principal. Ae sim você poderá se logar no smartphone. Prático, não?

TAG(s):
Categoria(s): Windows Phone
mar 23

Fale um mês grátis com qualquer fixo na América Latina

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 23/03/2013 às 13:53h

     Ontem o @evefavretto tweetou sobre uma promoção do Skype que permite falar durante um mês com qualquer telefone fixo da América Latina. Como o Skype deixa claro nos termos de uso, pode falar à vontade, mas não ilimitado. Ou seja, o foco são pessoas físicas e não empresas, especialmente call-centers, empresas que fazem uso massivo de propagandas fonadas de forma automática, etc.

     Acredito que uma boa parte dos leitores do blog conhecem o Skype, mas uma minoria deve ter usado os serviços deles para ligar pra um telefone convencional. É muito comum que as pessoas usem o Skype para video-conferência e ligações de voz para outros usuários do serviço, seja num PC, smartphone, tablet, etc. Talvez por isso mesmo o motivo da promoção, ou seja, divulgar um serviço que poucos conhecem.

     Você pode comprar créditos pré-pagos no Skype e falar por R$ 0,14 o minuto com qualquer telefone fixo ou R$ 0,54 com qualquer telefone móvel no Brasil. Algumas cidades, como São Paulo (R$ 0,07) e Rio de Janeiro (R$ 0,09) são mais em conta. No entanto, pra cada chamada completada, você ainda vai pagar uma taxa de conexão no valor de R$ 0,19. Além disso, o Skype trabalha com o chamado “minuto cheio”, ou seja, se você falar de 1 a 59 segundos, vai pagar 1 minuto. De 60 a 119 segundos, 2 minutos. E por ae vai.. Ou seja, é mais barato que alguns planos de telefonia tradicional, mas precisa ficar ligado!

     Caso você seja um daqueles usuários cada vez mais raros de telefonia, que passam o dia ao telefone e precisam de muitos minutos, talvez seja mais negócio você pagar um plano mensal ilimitado. O plano mensal com minutos ilimitados para América Latina (esse que sai um mês de graça na promoção) sai por algo em torno de R$ 19,99. Digo “em torno de” porque o preço que eles passam é em euro, tem incidência de impostos (IOF e ICMS), mais a variação cambial, etc.

     Existe também um plano de R$ 13,99 pra quem precisa falar bastante com os Estados Unidos, sendo que esse tem a vantagem de incluir não apenas telefones fixos, mas também os celulares. Já com o mundo todo, voltado mais pra fixo, mas também comtemplando celulares de alguns países, sai por R$ 25,99. Veja, se você fala muito com o Brasil e o mundo, pagar menos de R$ 30,00 pra falar ilimitado, ao menos com fixos, é uma barganha.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
out 05

Migrando de iOS pra Android: que apps fazem falta

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 05/10/2012 às 11:08h

     Há algum tempo eu disse aqui no blog que só não adotava o Android como meu smartphone principal porque faltavam alguns apps de uso diário, como o Instagram, um bom leitor de notícias e Twitter. Bem, depois de anos de espera e promessas, o Instagram finalmente deu as caras na plataforma do robozinho, o Feedly, leitor de RSS que eu já vinha usando no Android, sofreu um update significativo e acabei me adaptando a vários apps de Twitter. Assim, não restaram mais obstáculos para eu começar a usar muito mais o Android do o que o iOS. Mas será que estou sentindo falta de algo?

     Antes de dizer do que eu sinto falta, vamos ao que eu não sinto falta, pois as versões dos apps são multiplataformas e estão presentes tanto na plataforma Apple como Google. A lista não é pequena e coloquei apenas os que eu mais uso: Twitter, Facebook, Facebook Messenger, Instagram, Getglue, Foursquare, Chrome, Skype, WhatsApp, Viber, Amazon Kindle, Pocket, Instapaper, Readability, Picframe, Speed Test, Banco do Brasil, Itaú, CEF, Paypal, Dropbox, Box.net, Google Drive, SkyDrive, RunKeeper, Nike+ Running, Shazam, SoundHound, Rdio, Spotify, TuneIn Radio, Netflix, SlingPlayer, Sky, Mercado Livre, Feedly, Wunderlist, IM+, WordPress, Pinterest e Fring. Deu pra ver que não é pequena, né? A maior parte desses apps são idênticos nas duas plataformas. Porém, podem existir pequenas diferenças de versões e recursos, como o fato do Instagram no Android não me deixar compartilhar fotos postados das pessoas que sigo e no iOS sim. Mas isso com certeza são coisas bem pequenas e acredito que em breve serão “corrigidas”, deixando as duas versões idênticas.

     Nessa semana eu fiz um post aqui no blog pra explicar um pouco melhor as diferenças dos sistemas de notificações das plataformas. Sempre que eu tentava explicar isso via Twitter, não me fazia entender. Por isso eu fiz um vídeo curtinho e acredito que agora minha ideia tenha ficado mais clara. Além do iOS ser muito mais flexível, a forma com que ele mostra as notificações, não se limitando a apenas uma, mas indo até um máximo de 10, me agrada mais. Outra coisa que aprecio bastante é que as notificações chegam praticamente imediatamente, diferente do que acontece no Android, onde a maioria dos apps não fazem uso dos servidores da Google pra notificar e precisamos configurar um intervalo de verificação.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Android, Apple, Dicas
out 02

Como fazer chamadas de graça para os Estados Unidos

5 Comentarios »Postado por GordoGeek em 02/10/2012 às 15:21h

     No começo de agosto eu expliquei aqui no blog como ter um número americano de graça. Na ocasião, disse que havia um problema chato com relação a utilizar a mesma conta Google Voice pra ligar de graça para números americanos. Hoje, vou mostrar como resolver isso.

     Pra quem é usuário de Android eu recomendo o GrooveIP (R$ 10,12). Existe uma versão grátis, mas ela tem algumas limitações chatas, como não funcionar via 3G (apenas Wi-Fi).

     Já para iOS, o único que consegui fazer funcionar da forma que eu queria é o Phone for Google Voice (grátis). Tem alguns outros apps por lá, inclusive pagos, que comprei pra fazer o post e achei bem ruins. Sem dúvida, esse que citei é o melhor custo x benefício.

     Apenas para relembrar o problema que vinha tendo, citado no outro post, é que como o Google Voice é um produto voltado pro mercado americano, para usá-lo no Brasil existem alguns problemas. Usando qualquer um dos apps citados acima, você não vai precisar mascarar seu IP (seja com VPN, proxy, etc.) e nem receberá uma ligação callback. Pra fazer uma chamada, basta abrir o app, digitar o destino e aguardar atender.

TAG(s):
Categoria(s): Android, Apple
set 25

Facebook Messenger: integrando a comunicação

2 Comentarios »Postado por GordoGeek em 25/09/2012 às 13:47h

     Não sou o fã número um do Facebook. Prefiro muito mais o Twitter, pois acho mais direto e objetivo, fazendo com que as pessoas resumam ao máximo o que querem passar. No Facebook, é muito comum a pessoa entrar pra ver uma coisa e 2hs depois se dar conta que a hora passou e ele se perdeu. É como a experiência de ler um livro num e-reader tipo Kindle ou num tablet. Justamente pra fugir disso, eu nem entro no Facebook. Só tinha conta criada pra acessar algum link que exigia cadastro. Porém, recentemente descobri um outro uso para a plataforma do Marquinho.

     Quando a pessoa tem produtos de uma mesma fabricante, como a Apple, tudo fica mais fácil, pois existem iMessage, Facetime, etc. Se os amigos forem fãs da marca, melhor ainda. Mas e quando os amigos são adeptos do Android, Windows Phone, etc.? Até então eu vinha apelando pro WhatsApp, aplicativo de mensagens instantâneas disponível em várias plataformas. Contudo, ele exige que você crie uma conta (vinculada a seu número de telefone) em cada aparelho. Ou seja, se você tem um iPhone e um Android, terá duas contas, o que certamente vai te dar trabalho em gerenciar a comunicação, contatos, históricos, etc. Uma outra solução seria o Skype, mas ele não tem uma função importante pra mim: histórico das mensagens trocadas.

     Na semana passada, procurando uma solução pra abandonar o iMessage (que aliás, integrado ao iMac, iPad e iPhone está excelente), acabaram me sugerindo o Facebook Messenger. Eu vinculei a minha conta pré-existente ao aplicativo e gostei bastante, especialmente quando vi que, assim como o iMessage, ele coloca o histórico da conversa em todos os dispositivos. É muito comum eu estar hora com o iPhone, hora com o Android e minha esposa tinha que ficar enviando mensagem para os dois, pois não sabia com qual eu estaria. Além disso, a informação se fragmentava, pois eu não tinha o histórico centralizado. Bem, com o Facebook Messenger, agora eu tenho a mesma conta em vários dispositivos, Apple ou não, facilitando demais a minha vida.

     Muito legal ter a solução nos smartphones e tablets, mas vamos combinar que quando estamos diante do PC, fica muito mais prático digitar usando o teclado, né? Mas isso não é problema! Além das soluções baseadas no browser, você pode usar outros comunicadores instantâneos, pois eles se integram ao Facebook Messenger. Basta criar uma conta tipo Jabber e colocar no cadastro seu_usuá[email protected] Tudo resolvido e integrado.

TAG(s):
Categoria(s): Android, Apple, Dicas
jul 13

Novo Skype, Twitter e Market e dão gás aos robozinhos?

2 Comentarios »Postado por GordoGeek em 13/07/2011 às 22:16h

     Essa semana eu dei uma encostada no meu Nexus One, que uso como celular secundário, para começar a usar o Galaxy S. Muitos confundiram com o Galaxy SII, lançado recentemente pela Samsung, mas eu optei por comprar a versão anterior, conforme expliquei aqui nesse outro post. Acabei dando sorte, pois nos últimos dias saiu update do Skype, Twitter e Android Market. Mas isso acabou trazendo melhoras significativas ao usuário?

     Seguindo em ordem cronológica, a primeira novidade foi o lançamento do Skype. A promessa era trazer a vídeo-chamada para os dispositivos Android e isso não veio. Pelo menos, não integralmente, uma vez que meia dúzia de aparelhos foram contemplados com a melhoria. No mesmo dia, surgiu uma versão modificada para suportar outros dispositivos. Eu testei no Nexus One, Galaxy Tab e Galaxy S. O resultado foi o pior possível: travamento seguido de travamento. Ou seja, se você faz parte da imensa maioria de usuários que não possui um dos aparelhos compatíveis com a nova versão, não teve o benefício e ficou com uma sensação muito conhecida dos usuários do robozinho: fui excluído.

     A novidade que apareceu ontem foi no novo Android Market, a loja onde o Google comercializa aplicativos, música, vídeos e livros. Oooops, novamente, não pra todo mundo. Eu tive que fazer uma gambiarra, similar a do Skype, jogando o arquivo da nova loja manualmente. Funcionou, mas ainda assim fiquei sem poder comprar livros, música e vídeos, pois isso só foi liberado para alguns países. Se vai chegar por aqui, ninguém sabe. Ou seja, novamente, grande parte dos usuário não teve qualquer vantagem nesse update, além da estética.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Android
jul 01

Skype mostra o grande ponto fraco da plataforma Android

3 Comentarios »Postado por GordoGeek em 01/07/2011 às 01:30h

     Um dos grandes trunfos da Apple é ter o total controle do conjunto dos seus gadgets, pois ela é quem projeto o software o hardware, permitindo o máximo de sinergia entre eles, visando proporcionar uma experiência de alto valor ao seu usuário. Já no mundo Windows, assim como no Android, Microsoft e Google tem que lutar para fazer algo que rode bem em hardwares de diversos fabricantes, que vão desde o mais XoomBrega (desculpe, não resisti), até o mais poderoso Dual-Core, com 1GB de RAM e blablabla.

     Ontem saiu um update do Skype para o Android e eu nem noticiei por aqui, pois a notícia era deveras irrelevante. Apesar de trazer a tão esperada vídeo-chamada para os aparelhos (coisa que a versão pra iOS já tem há tempos), o Skype limitou a novidade para um grupinho de aparelhos. Eu tentei testar aqui no meu Nexus One e no Galaxy Tab, sem sucesso. Nada de vídeo-chamada, nem entre eles, nem com o iPhone 4.

     Agora a pouco eu vi uma notícia de uma versão hacked do Skype, que permitiria a vídeo-chamada em outros dispositivos Android. Corri para baixar e instalar no Nexus One e no Galaxy Tab. Ele baixou certinho, começou a instalar, mas deu erro em ambos. Brochante…

     Apesar de saber que é muito complicado desenvolver para vários dispositivos, por que diabos uma empresa do porte do Skype, recém-adquirida pela Microsoft, solta um update tão ridículo como esse? Como eu já disse antes, a versão do iOS faz isso há meses, quão difícil é portar isso pra outros dispositivos Android? É por essas e outras que, mesmo preso ao cercadinho da Apple, usando um aparelho que, nem de longe, tem as melhores especificações técnicas, a Apple consegue fornecer a seus clientes uma experiência de uso muito melhor.

     Update 01/07/2011 15:55H => Vi uma dica de como instalar o Skype “hacked”. Antes de fazer o download, tem que remover a versão antiga. Eu fiz aqui e realmente instalou, mas não rodou legal no Galaxy Tab. Ele dá erro toda vez que se pede pra abrir a câmera. Já no Nexus One, foi tranquilo.

TAG(s):
Categoria(s): Android, Notícias
dez 30

FaceTime pra que? Agora o Skype faz vídeo-chamada!

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 30/12/2010 às 02:54h

     É isso ae mesmo amiguinhos: Skype agora faz vídeo-chamada! Adeus FaceTime cheio de limitações e frustrações! Um abração pro grande amigo Steve Jobs! Foi bom enquanto durou!

     Eu conheço pessoas que ficaram semanas tentando ativar a função FaceTime em seus iPhones, sem sucesso. Ligavam pra operadora, essa culpava a Apple. Ligava pra Apple, essa falava que era problema na operadora. Alguns, conseguiram ativar (como esse que vos fala), outros não tiveram essa mesma sorte. Várias dicas foram dadas, sendo que algumas surtiram efeito, outras não. Alguns programas similares surgiram, como o Fring, Tango, Yahoo e outros, mas nenhum com o mesmo charme e qualidade do FaceTime.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Apple
preload preload preload