dez 05

Minha péssima experiência com a Dell no Brasil

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 05/12/2017 às 17:11h

     Desde 2007, quando a Americanas fez uma promoção do Mac mini, sou um usuário de computadores da Apple. De lá pra cá, comprei um MacBook Pro em 2008, um iMac em 2011 e um MacBook Air em 2012. Porém, como os preços da empresa no Brasil estão além do razoável, com um iMac começando em R$ 8.000,00, tive de dar um passo atrás e voltar pro mundo Windows. Pro meu desgosto…

     Minha primeira tentativa foi comprar um notebook Samsung Odyssey. Pra quem não conhece, é a linha gamer da empresa. Como eu queria um computador com potência suficiente para editar vídeos em 4K e rodar máquinas virtuais, mesmo que isso comprometesse um pouco a mobilidade, aceitei pegar um notebook um pouco maior e mais pesado. Foram muitas decepções, conforme eu escrevi aqui. Mas em resumo: o aparelho, apesar de ser uma linha mais premium, é feito de um plástico vagabundo, o trackpad e teclado são horrorosos, além do HD ficar sempre em 100% e a bateria ser uma porcaria.

     Eu não queria montar um PC pois moro no interior e, caso o mesmo desse problema (e comigo sempre dá), eu iria ficar semanas sem o equipamento, além de ter de pagar altos valores com frete de ida e volta pra empresa (uns R$ 200, pegando um PAC com seguro). Cheguei a cotar com Kabum, ChipArt, etc. mas acabei optando por pegar um Dell, uma vez que eles tem atendimento no local, seja em casa ou escritório, no dia seguinte a abertura do chamado. E o cliente ainda pode pagar uma extensão de garantia até 3 anos. Assim, deixei de lado a ideia de montar um PC, esperei uma promoção e comprei um montado.

     Nas últimas semanas eu assinei vários canais sobre hardware no YouTube, pra me inteirar novamente desse mundo. Num passado bem remoto, eu sabia bastante sobre o tema, cheguei a ter uma loja de computadores entre 1999 e 2003, mas acabei ficando obsoleto no assunto. Não sabia sequer os nomes das linhas de CPU da Intel, AMD, placas de vídeo, etc. Assim, depois de semanas aprendendo mais e conhecendo o que tinha disponível, acabei optando pela linha de CPU AMD Ryzen, uma vez que eles um números de cores maior que a linha da Intel i7, então seria perfeito para meus propósitos, especialmente na hora de renderizar os vídeos.

     Eu vi uma promoção no Hardmob sobre um Dell Ryzen 1400, com 8GB de RAM, GPU RX560 e 1TB de HD por R$ 2.600. Os comentários eram positivos e acabei comprando. Porém, 3 dias depois, apareceu um outro Dell, dessa vez um Ryzen 1700X e GPU RX570 por R$ 3.500. Como a diferença era pouca e eu teria quase o dobro de performance, fechei a compra também. Pensei em cancelar a compra do Ryzen 1400, pois nem havia entrando em produção ainda, mas decidi ficar com ambos, pra ter um backup e também uma máquina pra esposa.

     Estranhamente, quem chegou primeiro foi o Ryzen 1700X, mesmo o pedido sendo colocado depois. E, logo ao ligar, notei algo estranho: as letras estavam meio serrilhados, dando um efeito horroroso para a leitura. Como o PC veio com o Ubuntu, achei que fosse algo relacionado ao Linux. Assim, peguei um pendrive do Windows 10 e instalei. Tive de ligar na Microsoft, pois não estava conseguindo ativar, mas deu certo. Porém, o problema do vídeo ainda continuava. Tentei usar outros 2 monitores e acontecia o mesmo. Comprei outros cabos, pra ver se era isso, mas nada.

     Alguns dias depois, quando o Ryzen 1400 finalmente chegou, achei que, como ele já vinha com Windows, não teria o mesmo problema. Ledo engano. Logo ao ligar, ele funcionou perfeitamente, mas depois dos vários updates do Windows, a imagem ficou ruim igual a do Ryzen 1700X. Reinstalei, travei o Windows Update pra não atualizar e danificar a qualidade da imagem, mas mesmo assim, os softwares da Dell conseguiram burlar meu bloqueio e atualizaram os drivers, ferrando tudo de novo.

     Num mundo ideal, eu apenas ligaria para a empresa e tudo seria resolvido, correto? Bom, o que eu não sabia é que o suporte da Dell anda péssimo. Você liga no 0800 e demora quase 1 hora pra alguém te atender. Enquanto isso, tenta outras opções como chat e email, que também não funcionam. Ae faz o esforço de aguardar 1h na linha pelo atendimento, quando o suporte lhe diz que esse tipo de problema não é coberto pela garantia, pois se trata de problemas de software e eu devo ver com a Microsoft.

     Falando em software, muitos dos aplicativos que eu precisaria rodar nos PCs não funcionaram, como Vegas 15 e Adobe Premiere (pra edição de vídeo). Não sei se é alguma incompatibilidade com os Ryzen, com as VGA, com o conjunto ou sabe-se lá Deus o que. O fato é que o suporte não pode me ajudar e eu não posso aguardar meses até sair uma correção, seja da Dell, seja dos desenvolvedores dos softwares, pra finalmente conseguir usar o PC que comprei.

     Como eu vi que não conseguiria resolver o problema, o próprio suporte da empresa sugeriu que eu devolvesse o produto. Mas, ficaram de me ligar e nada. Eu já abri 3 solicitações no ReclameAqui e a empresa se limita a pedir pra eu ligar pro 0800, o qual nunca consigo falar. A ligação ainda sugere que eu tente o chat, mas ao acessá-lo, cai numa página dizendo que ele não está disponível. Na opção de email, também nada acontece. Tentei ainda, dentro do site, achar alguma forma de contato. Preenchi um formulário e aparentemente foi, mas minutos depois, chegou um email de falha, dizendo que o email foi recusado. Frustrante!

     No passado, comprei produtos da Dell pra mim, para familiares e clientes. Mas depois de ver como o suporte da Dell no Brasil está precário, fico realmente com receio de recomendar algo da empresa. Espero que melhorem, pois ficar na mão da Apple, com seus produtos caríssimos, também não é opção.

TAG(s):
Categoria(s): Geral
jun 05

Suporte veicular universal para smartphones

3 Comentarios »Postado por GordoGeek em 05/06/2014 às 15:52h

     Como trabalho em casa, raramente preciso sair com o carro. Usar GPS então, nem pensar, já que aqui é uma cidade pequena, não tem trânsito e já conheço tudo. Porém, esses dias eu precisei ir pra Campinas e tive que usar o GPS. Só ae me dei conta que o único suporte que eu tinha por aqui (tinha outros, mas sabe-se lá Deus onde estão), era para iPhone 4S.

     Acabei recorrendo ao Mercado Livre para dar uma procurada em um novo suporte veicular, mas priorizei os modelos que não fossem pra um smartphone específico, tendo em vista que cada hora estou com um aparelho diferente e acaba mudando formato, tamanho de tela, etc. Comprei esse modelo por menos de R$ 22,00 e gostei bastante.

TAG(s):
Categoria(s): Gadgets
mai 06

Moto X com problema? É foda, mas vale a pena formatar.

3 Comentarios »Postado por GordoGeek em 06/05/2014 às 15:22h

     Meus primeiros meses com o Moto X foram fantástico. Apesar de não ser nenhum topo de linha, ter uma câmera bem modesta e não ter slot pra cartão microSD, o aparelho da Motorola era um smartphone que eu gostava bastante. Porém, depois de alguns updates, muitos apps instalados e mais um bocado de meses usando-o intensamente, ele virou uma porcaria, a ponto deu ter que me segurar e contar até 10 pra não jogá-lo contra a parede várias vezes ao dia.

     O comportamento anormal mais visível no Moto X era a sua velocidade. O que antes era muito fluido ficou parecendo um Galaxy S2. Tudo era arrastado e demorado, apesar dos testes de benchmark indicarem que ele estava rápido. Na prática, isso não se refletia. Além disso, a função mais interessante do aparelho, seus comandos de voz sempre ativos, apresentavam erro em 90% das vezes que eram acionados. Aparecia uma tela de erro de processo no Android e era um inferno. Extremamente frustrante, especialmente quando eu estava dirigindo.

     Eu tentei por duas vezes resolver os problemas com o chat da Motorola, fazendo inúmeros procedimentos, que me roubaram quase 1 hora cada. Digo roubaram porque esse tipo de tempo que a gente perde é algo realmente jogado no lixo, pois poderíamos estar fazendo várias coisas, seja do trabalho ou lazer. Mas enfim, nada resolvia. Eu também desinstalei vários apps que usava com pouca frequência e poderiam estar deixando o aparelho lento, até mesmo porque, se o Android não tiver pelo menos uns 2GB livre, ele sempre roda meio arrastado, coisa que aparentemente não acontece em outros sistemas, como iOS e Windows Phone.

     Como eu tinha tokens de sete bancos instalados no meu aparelho, não queria dar um reset de fábrica e perder tudo. Além de ter que ir em cada banco novamente, teria que baixar, instalar e configurar todos os apps novamente, o que com certeza toma pelo menos umas 8hs do meu tempo. Mas, como o aparelho estava insuportável, eu tive que apelar e fiz o procedimento.

     Já é de se imaginar que deu um baita trabalho para voltar ao estado anterior do aparelho, né? Mas funcionou. Joguei no lixo mais algumas horas do meu tempo, mas finalmente tive de volta o meu aparelho como era antes. Assim, se você já tentou praticamente de tudo e seu Moto X ainda está uma droga, apele para esse procedimento. Não é rápido, não é indolor, mas provavelmente irá resolver.

TAG(s):
Categoria(s): Android
out 26

Kickstarter: suporte para carregar até 8 dispositivos

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 26/10/2013 às 01:58h

     Acredito que muitas pessoas tenham um carregador de celular na cabeceira da cama. Mas muito provavelmente tem outros espalhados pela casa, pelo trabalho e na mochila/ bolsa, já que a autonomia de bateria dos nossos gadgets está longe de ser a ideal, onde apenas uma carga noturna é suficiente para durar um dia todo de trabalho e lazer.

     Aqui em casa eu fixei um suporte de madeira na parede e coloquei um filtro de linha abaixo dele. Ali ficam quatro carregadores, com os mais diversos tipos de conectores. Assim, posso carregar tantos meus gadgets, como facilitar a vida de meus convidados. Mas, como o suporte é liso, muitas vezes alguém vai plugar ou desplugar algum celular e acaba esbarrando nos demais, o que infelizmente pode gerar alguns prejuízos desagradáveis, como uma tela quebrada.

     O projeto do vídeo ae acima é bastante curioso. Apesar da ideia ser simples, ele é elegante, prático e seguro. Os cabos ficam enrolados num dispositivo retrátil e não fica aquela massaroca de fios, o que além de deixar feio, pode ajudar a provocar acidentes. Além disso, existem 8 gavetinhas onde você pode por o seu gadget, dificultando que um esbarre em outro.

     Apesar de ter atingido apenas quase 40% da meta estipulada, é muito provável que veremos o produto por ae, já que ainda tem 50 dias de financiamento. O preço é de USD 65 durante a preorder.

TAG(s):
Categoria(s): Kickstarter
out 26

     Esse projeto não é daqueles que você fica apaixonado logo de cara e muito provavelmente não tem um único pedaço de silício. Porém, achei interessante postá-lo aqui pra mostrar como às vezes, devemos ficar atento aos problemas que surgem diante de nós. Pois problemas, se bem aproveitados, podem ser na verdade um caminho para desenvolvermos algo útil não apenas pra gente, mas pra muita gente.

     A ideia parece extremamente simples, mas com certeza envolveu muito trabalho até começar a se tornar realidade. Foram feitos inúmeros testes pra chegar no formato ideal, bem como achar os materiais certos pra cada parte do produto.

     O projeto já ultrapassou com folga a meta estipulada e será disponibilizado a partir de USD 15 para apoiadores e USD 25 quando for efetivamente colocado a venda no varejo.

TAG(s):
Categoria(s): Kickstarter
jun 17

O atendimento da Apple no Brasil é realmente bom?

6 Comentarios »Postado por GordoGeek em 17/06/2013 às 10:29h

     Já escrevi algumas vezes sobre o atendimento da Apple no Brasil, sendo a mais recente em janeiro, onde relatei a história de um leitor que comprou um iPhone no exterior e a Apple Brasil se negou a honrar a garantia. E claro, da mesma forma que recebo comentários negativos, também recebo outros positivos.

     Hoje eu vou reportar um caso que aconteceu comigo. No final do mês eu comprei um Time Capsule de 2TB na loja online da empresa. Poucos dias depois, fiquei sabendo que uma nova linha havia sido lançada. Como eu nem tinha aberto o produto e estava dentro do prazo pra cancelar, entrei em contato e fiz a solicitação. Em seguida, recebi esse email, onde se lê em letras garrafais que a transportadora deles entraria em contato comigo.

     Passados sete dias, nada do contato. Ligo agora a pouco pra Apple, pra saber o que houve, e a atendente me diz que esse email não deveria ter sido enviado, pois não reflete a realidade. Eles já estão cientes do problema há alguns dias, ela própria já reportou isso alguma vezes para o superior, mas o problema ainda continua. Ou seja, eles tão sabendo do problema, o sistema passa informação errada pro cliente e eles nem pra entrar em contato pra passar a informação correta. Show de atendimento hein…

     Como eu gostaria de trocar o meu Time Capsule modelo antigo pelo novo, achei que eles iriam coletar o novo e, chegando lá, iriam despachar o novo. É o que qualquer um esperaria, né? Mas não… Eu preciso enviar o produto, bancar o frete, aguardar 10 dias úteis, ae eles vão pedir o estorno no meu cartão de crédito, que pode demorar 2 faturas (2 meses) e ae, se eu quiser, compro o novo. De boa, não vou comprar. Vou comprar em outra empresa, que me dê mais atenção como cliente e queira meu dinheiro.

     Como eu disse no primeiro parágrafo: eu sei/ que vai ter gente contanto histórias cabeludas de falta de respeito e outros narrando o contrário, com a Apple dando show no atendimento. Isso acontece com qualquer empresa, de qualquer segmento. Eu só gostaria de ter uma ideia se temos mais casos de avaliação positiva ou negativa, pra saber há quantas anda o atendimento da Apple Brasil. Afinal, pagamos muito caros nos produtos da marca que, em tese, são de uma categoria premium. O pós-venda é também premium? Deixe seu comentário.

TAG(s):
Categoria(s): Apple
jul 22

Primeiras impressões: suporte veicular Xtand Go

2 Comentarios »Postado por GordoGeek em 22/07/2012 às 11:58h

     Desde que comprei meu primeiro iPhone, acho que já tive uns 5 suportes veiculares, dos mais variados modelos e marcas. Nenhum chegou a durar mais que 6 meses. Quando eu o deixava colado no vidro, o sol acabava estragando a borracha. Quando eu colocava do lado das portas ou no porta luvas, sempre o encontrava quebrada (misteriosamente, nunca era ninguém, simplesmente quebrava. Ahan..).

     Eu já tinha desistido de comprar suporte veicular, mas quando me deparei com o Xtang Go da Just Mobile na B&H Photo, acabei mudando de ideia. Por ele ser pequeno e desmontável, estou botando fé que ele vai durar mais. Todos os meus outros suportes tinham partes que não eram tão flexíveis e eram geralmente grandes e desajeitados. Espero estar com a razão, pois ele me custou cerca de USD 35.

TAG(s):
Categoria(s): Viagem
mai 03

Meu Xbox/ Kinect gringo deu problema. E agora?

3 Comentarios »Postado por GordoGeek em 03/05/2011 às 13:45h

     Apesar de não ser um gamer, acabei comprando o Xbox no começo do ano em virtude do Kinect. O aparelho fez um enorme sucesso e ultrapassou a marca das 10 milhões de unidades vendidos em curtíssimo prazo, dando uma surra no iPad e entrando para o livro Guiness de recordes como o aparelho eletrônico de adoção mais rápida da história.

     A versão que comprei foi a Slim de 250GB e essa quantidade de HD tem se mostrado bem útil, pois já baixei mais de 200 demos na Xbox Live americana. No entanto, devo confessar que os jogos tradicionais não me encantam muito. Já comprei quase 10 jogos para o Kinect (e nenhum tradicional) e venho me divertindo muito, tanto sozinho, como com a família e amigos.

     Ontem eu fui jogar uma partida de tênis de mesa no Kinect Sports (meu vício atual) e notei que tinha algo errado. Os movimentos estavam pouco precisos e às vezes simplesmente parava de responder. Achei que o Kinect estava indo pras cucuias, pois esse comportamento já vinha ocorrendo nos últimos 3 dias. Ae veio a dúvida: o que fazer em caso de problema no Xbox ou no Kinect quando se comprou o produto lá fora? A garantia dele é mundial ou local?

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
abr 13

Updates sobre a Apple no Brasil

9 Comentarios »Postado por GordoGeek em 13/04/2011 às 00:58h

     Muitos sites (nacionais e internacionais) deram várias notícias nos últimos dias sobre a possível instalação de uma fábrica da Apple no Brasil. Em meio a uma imensidão de rumores, preferi não fazer nenhum post a respeito, me limitando a alguns comentários no Twitter. Agi dessa forma porque achei que não tinha nada a acrescentar e não queria ser mais uma notícia tomando o tempo dos leitores nos feeds.

     Hoje no entanto, surgiram declarações de autoridades confirmando os investimentos da Foxconn no Brasil e possivelmente teremos iPads sendo montados por aqui. É uma boa notícia? Sem dúvida, além de gerar empregos, provavelmente não sofreremos com escassez de produtos (como vimos no iPhone 4 e o imenso atraso do iPad). Porém, pra quem acredita que os preços vão desabar (teve site noticiando que um iPad custaria entre R$ 800,00 e R$ 1.000,00) eu acho pura balela, por maiores que sejam os incentivos fiscais. Isso porque, o custo de produção no Brasil é muito maior que o da China. Se por um lado vai haver redução de tributos, outros custos serão agregados ao preço final. Basta comparar o custo de um empregado aqui e lá, além do custo de energia, telecomunicações, transporte, etc.

     Como bem lembrou vários sites, entre eles o da Bia Kunze, outros fabricantes já estão presentes no Brasil (como Samsung e Motorola) e nem por isso o preço dos seus tablets são mais em conta. O Galaxy Tab estreiou batendo acima dos R$ 2.500,00 e só depois de muito tempo baixou. O Motorola Xoom, que chega no final do mês, vem por quase R$ 2.000,00. Dae pra cair pra R$ 800,00 ou R$ 1.000,00, como alguns sites especulam, vai uma enorme diferença, né?

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Apple
mar 03

Como é o suporte da Microsoft na XBox Live?

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 03/03/2011 às 13:08h

     Quem visita o blog pra ficar informado dos assuntos Apple deve estar p. da vida por esses dias com meus posts sobre o universo Microsoft, mais especificamente sobre minhas descobertas com meu XBox. Mas paciência galera, eu gostaria que o Apple TV tivesse suporte a jogos, mas como não tem…

     No final do ano eu tive um problema com um iTunes Gift Card e precisei usar o suporte. Na ocasião, houve um problema com o código de resgate. Quando eu raspei o cartão, devo ter feito de maneira incorreta e ele danificou os números. Eu descrevi isso pro suporte da Apple, conforme relatei nesse outro post e eles foram extremamente eficientes em resolver meu problema.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
preload preload preload