out 31

Breve análise das opções de Cloud Computing no Brasil

2 Comentarios »Postado por GordoGeek em 31/10/2011 às 14:26h

     Estou escrevendo esse post para compartilhar os conhecimentos que adquiri ao pesquisar alternativas de serviços de Cloud Computing no Brasil, uma vez que o UOL Host decidiu receber o prêmio de mico do ano batendo todos os recordes anteriores de indisponibilidade com larga folga. É importante lembrar que, dependendo do tipo de projeto/ serviço que você precisa, existem alternativas internacionais muito mais acessíveis e conceituadas, como é o caso do AWS da Amazon, CloudSigma, Liquidit, entre várias outras. No meu caso, que trabalho fornecendo sistemas para provedores de telefonia sobre IP (VoIP), a latência de manter uma infra-estrutura fora do país é algo que invibializa a hospedagem internacional.

     O UOL Host tinha planos com preços bem agressivos, começando com 1 core de 1.2GHz, 512MB de RAM e 2Mb de banda (com tráfego ilimitado) por R$ 79,00 mensais. O plano seguinte tinha 2 core de 1.2GHz, 1GB de RAM e 4Mb de banda por R$ 129,00 ao mês. O painel do UOL Host era bem limitado e não tinha muitas opções. Pior, apesar deles venderem o conceito do cloud, como sendo fácil e rápido contratar recursos adicionais, isso não estava disponível. Segundo me informou um atendente pelo chat, teria que contratar uma nova máquina e migrar os dados. Ou seja, reinstalar e configurar tudo de novo, o que demanda muito tempo. Não sei se era só comigo, mas eu sentia que a performance dos servidores oscilavam demais. Nos finais de semana e a noite era excelente. Já durante o dia, tinha uma queda brutal de performance, como se os recursos oferecidos não fossem suficientes e garantidos. Em alguns casos, o servidor chegava a travar e apesar do painel de controle ter a opção de reboot, esse demorava vários minutos a voltar.

     Antes de apresentar as alternativas nacionais que estou testando, vou fazer alguns comentários sobre o AWS da Amazon, que talvez seja o mais conceituado serviço de computação em nuvem e atende milhares de clientes pelo mundo, incluindo ae grandes empresas. Apesar de ser um pouco confuso determinar quanto realmente você vai pagar por mês, o serviço é excelente. Sou cliente deles há alguns meses e posso dar meu testemunho de satisfação. O painel é super poderoso e permite mudar a configuração da máquina de forma extremamente rápida, colocando mais IPs, memória, CPU, discos, etc. E o melhor: você paga apenas o período que usar. Assim, se na média do mês você precisa de um determinado número de recursos, mas em todo final de mês (fechamento) nota que o serviço fica lento, basta colocar mais recursos nesses dias (ou até horas). Além disso, dá pra criar snapshots e modelos das máquinas, que podem ser facilmente replicadas, tanto dentro da mesma conta, como em outras contas. É muita facilidade!

     Voltando pra realidade brasileira, vamos começar a falar da Locaweb. Devo confessar que não sou muito fã da empresa, pois já tive uma péssima experiência com eles no passado. Certa vez eu migrei o blog pra lá, acreditando na propaganda que faziam, dizendo que os recursos eram todos ilimitados. Pouco tempo depois, o blog começou a apresentar várias falhas e quando entrei em contato, disseram que o número de conexões simultâneas do MySQL haviam excedido e eu deveria mudar de plano. Ae eu disse: “como assim? não é tudo ilimitado?”. E eles: “não sr.. ilimitado é apenas disco e tráfego, o resto tem que contratar a parte”. Como isso não tava escrito em lugar algum, fiquei muito p. da vida e tirei o site de lá. Todavia, se eu for levar em conta as experiências ruins que eu tive ao longo desses anos, vão sobrar poucas empresas para trabalhar. Assim, decidi que passado é passado e bola pra frente.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Geral
preload preload preload