out 29

Como capturar tela com o Skitch da Evernote

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 29/10/2015 às 11:39h

     Como aqui no PontoGeek nós costumamos abordar assuntos mais “difíceis”, alguns podem achar que esse post é um publieditorial disfarçado ou coisa parecida, por ele trazer um assunto que a maioria julga extremamente fácil. Contudo, lembre-se que nem todo mundo é geek como você.

     No meu dia-a-dia no trabalho, recebo algumas dezenas de emails contendo anexos com telas de sistemas e, na sua imensa maioria, as pessoas enviam documentos do Word recheados de figuras. A visualização fica horrível, pois as letras ficam extremamente pequenas, além de você ter que ler longos textos tentando explicar o que a figura deveria representar facilmente, uma vez que elas não trazem destaque algum.

     Existem dezenas de ferramentas para captura de tela, algumas gratuitas e outras pagas. O Skitch da Evernote é uma das que não custam nada e oferece recursos básicos, mas bem interessantes, numa interface descomplicada e bem intuitiva. Porém, muitos leigos ficam olhando pra tela do programa e pensando: “e ae? por onde começar?”.

     No vídeo acima eu explico de maneira bastante superficial e rápida (menos de 5 minutos) como utilizar os principais recursos do Skitch, permitindo que qualquer pessoa, por mais leigo que seja, consiga abolir a prática de ficar colando capturas de tela dentro do Word. Ele não foi feito pra isso! Até mesmo porque, podem existir informações confidenciais ou sensíveis nelas, que você não deseja compartilhar.

     Em tempo: sugiro que vejam o vídeo em tela cheia, observando se está na melhor qualidade possível, de forma a conseguir ver todos os detalhes mencionados.

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
mai 16

Sony Xperia Z3 quebrando aleatoriamente a tela e traseira

4 Comentarios »Postado por GordoGeek em 16/05/2015 às 17:19h

     Às vezes eu acho que alguma força sobrenatural (Deus?!) me pune quando eu decido insistir num erro. Foi assim quando eu comecei a comprar tudo quanto era Galaxy Sx e Note x, mesmo os anteriores me deixando nervoso e está sendo assim os aparelhos da linha Xperia da Sony.

     Meu Sony Xperia Z2 (tem vários posts aqui a respeito, pra quem quiser detalhes) esquentava demais e dava mil defeitos. Meu Xperia Z Ultra acabou quebrando a portinha que tampa a entrada de carregamento microUSB e não existe peça de reposição. Agora, meu Z3 simplesmente trincou a traseira, DO NADA! Tirei do bolso e pumba: constatei a merda.

     Alguns leitores já haviam me perguntado nas redes sociais se o Z3 era realmente uma aparelho frágil e se eu tinha tido algum problema com ele. Diferente do Z Ultra e do Z2, eu estava adorando meu Z3. Ele é rápido, tem 2 chips, é bonito, a prova d’água, etc. Tava bom demais pra ser verdade, né? Alegria de pobre realmente dura pouco…

     Comecei a procurar no Google e no Reclame Aqui, pra ver se achava problemas similares, já que os leitores já haviam me aviso e pumba: dezenas de problemas igualzinhos. Claro que eu não tenho comprovar se as pessoas realmente não derrubaram seus aparelhos e tão querendo dar migué. Mas o meu, eu posso garantir: não derrubei! O vídeo acima é justamente pra mostrar que ele está perfeito, sem qualquer marca de queda.

     O mais bizarro é que eu tenho um iPhone 6+ e um Xperia Z3, sendo que o iPhone é o que mais uso. E com ele não tive nenhum problema de quebra de vidro ou entortar, como muitos reportaram logo no seu lançamento. Aliás, falando em entornar, achei essa matéria justamente falando que o Z3 que entorta. Além desse problema, tem também matéria a respeito dos vidros trincando.

     Eu poderia usar da minha influência como mídia e tentar agilizar a troca via assessoria. Mas como quero ver qual será o tratamento da Sony, coloquei minha reclamação no ReclameAqui e vou aguardar pra ver o que a empresa vai me falar.

TAG(s):
Categoria(s): Android
mai 01

Como gravar a tela do Android (sem root) no OSX?

2 Comentarios »Postado por GordoGeek em 01/05/2015 às 20:54h

     Quer gravar a tela do seu smartphone Android no OSX, mas não sabe que ferramenta usar? Eu usei esse tutorial num Sony Xperia Z3 e gerei o vídeo que você pode ver abaixo:

     A parte legal do processo é que ele é bem simples e não exige root no aparelho. Porém, precisa ficar conectado via cabo microUSD ao computador. Não dá pra fazer a gravação usando uma rede sem fio, seja bluetooth ou Wi-Fi.

TAG(s):
Categoria(s): Android
jul 09

Espelhamento de tela do Nexus para o Google Chromecast

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 09/07/2014 às 23:59h

     Na última Google I/O foi dito que haveriam um update para permitir que os Android espelhassem suas telas no Chromecast, assim como já acontece no AirPlay do Apple TV. Claro, isso já deveria ter vindo nativamente desde o lançamento do dispositivo, no ano passado. Mas, não deixa de ser uma boa notícia. Porém, ainda em beta, não está liberado para todos os aparelhos.

     Eu havia imaginado que nesse primeiro o Google só tinha liberado o recurso para a linha Nexus, mas o Daniel Amaro me corrigiu no Twitter, enviando o link do projeto. Lá, vemos que, além da linha Nexus, aparelhos da Samsung, HTC e LG também estão aptos.

TAG(s):
Categoria(s): Android
jul 09

     Comentei aqui no blog que esqueci dois iPads em cima do carro e um deles foi atropelado ao cair. Mandei a vítima para a assistência e pedi pra fazerem uns vídeos do procedimento. Segue abaixo:

     Eu imaginei que reparar uma tela quebrada seria muito mais simples. No vídeo, dá pra ver que não é. A tela é toda colada e não apenas encaixada, parafusada ou algo similar.

TAG(s):
Categoria(s): Apple
jul 07

Flagra: Nexus 5 caindo no chão durante gravação

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 07/07/2014 às 17:03h

     Jajá vão começar a me acusar de derrubar os aparelhos no chão de propósito, com a intenção de viralizar alguns vídeos e fazer uns trocados no Youtube. Antes fosse, pessoal. Nos últimos dias eu ando realmente é com a mão furada e estou derrubando tudo, de smartphone a tablet.

     Eu tenho o plano de proteção da Pitzi em alguns aparelhos, mas como são muitos (mais de 20), ficaria uma verdadeira fortuna eu ter o plano em todos. Assim, eu acabo priorizando os aparelhos que saem mais comigo pra rua. Pelo visto, Murphy já sacou isso e só tem derrubado os que não tem o plano.

     Geralmente não gosto de aparelhos com a carcaça de plástico, como os da linha Galaxy, mas dei graças a Deus do Nexus 5 ser de plástico e não de metal ou de vidro. Com certeza, numa queda como essa do vídeo, teria quebrado ou amassado algo. Por sorte, quase nada aconteceu com ele.

TAG(s):
Categoria(s): Android
jul 07

Vale a pena trocar um Nokia Lumia 1020 pelo Lumia 1520?

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 07/07/2014 às 16:24h

     Já tive uns seis aparelhos Windows Phone e desde que comprei o Nokia Lumia 1020 eu atingi a felicidade plena no assunto “câmerafone”. Mas, como todo geek, logo que eu comecei a ver notícias do lançamento do Nokia Lumia 1520, a mão coçou. O aparelho é grandão (como eu gosto), tem um design mais bonito que o Lumia 1020 (na minha opinião e isso é bem subjetivo), é muito mais poderoso e, segundo diziam, tem uma câmera tão boa quanto. É isso tudo mesmo? Vale a pena trocar?

     Quando eu já estava prestes a colocar a mão no bolso pra comprar o Lumia 1520, resolvi entrar em contato com a assessoria da Nokia e fiquei surpreso com o excelente atendimento. Até então, todos os aparelhos que testei, foram comprados com dinheirinho suado. Diferente do que acontece com outras fabricantes, a assessoria não pediu nem meu “Media Kit” e foi super solícita em me enviar o aparelho para testes. Aparelho esse que, infelizmente, acabei quebrando, conforme contei aqui nesse outro post.

     Durante três semanas eu fiquei testando o aparelho e me deu uma dorzinha no coração quando tive que enviá-lo. Apesar de ter decidido manter o Lumia 1020, por causa da excelente câmera, o Lumia 1520 é um tremendo smartphone. Ele é do tamanho que eu gosto, muito poderoso e tem slot microSD (que o Lumia 1020 não tem). Se eu tivesse que andar com apenas um aparelho, teria me decidido por ele, pois mesmo tendo a versão 64GB do Lumia 1020, seria insuficiente pra eu ter todas as minhas fotos, vídeos, músicas, documentos, etc. Mas, como sempre ando com dois aparelhos e tenho um aparelho grandão no outro bolso, acabei optando pelo que tem uma câmera diferenciada.

     Apesar de ambos smartphones terem 2GB de RAM e o Windows Phone rodar bem fluido em ambos, não há como negar que o Lumia 1520, por ter uma CPU com quatro núcleos de 2.2GHz terá uma sobrevida maior que o Lumia 1020 com seus 2 núcleos de 1.5GHz. Por enquanto, ambos irão receber o Windows Phone 8.1. Mas, é bem provável que o Lumia 1520 rodará as próximas versões do sistema de forma mais lisa, tendo uma sobrevida maior.

TAG(s):
Categoria(s): Windows Phone
jun 27

Quebrei a tela do Nokia Lumia 1520 antes do review

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 27/06/2014 às 11:32h

     Já testei vários modelos de Nokia Lumia aqui para o blog (710, 520, 800, 1320 e 620) mas todos foram comprados por mim. Quando eu finalmente consigo o contato da assessoria e eles me enviam um produto pra review, o que acontece? Deixo o aparelho pra vibrar em cima da mesa, recebo várias chamadas e ele pumba: beija o chão, quebrando a tela, conforme vocês podem ver no vídeo abaixo.

     Desde 2008 que recebo produtos de assessorias para reviews e isso nunca tinha me acontecido antes. Fiquei bem chateado com o acontecido, ainda mais por ser o primeiro produto que a Nokia me envia e eu sequer havia feito o vídeo de review. Não estava “enrolando”, apenas queria aproveitá-lo ao máximo, até porque eu tenho um Lumia 1020 e estava na dúvida se trocava por um 1520 ou não.

     Eu tenho muitos smartphones por aqui, mas “só” saio de casa com 2 ou 3. Esses de uso mais frequente, eu tenho o plano de proteção da Pitzi. Pra quem não conhece, em caso de algum dano ao aparelho, como uma tela quebrada, o prejuízo é bem menor. Ao invés de se pagar R$ 800,00 numa tela, se paga uma franquia de R$ 80,00. O resto, a Pitzi assume. Porém, eles ainda não trabalham com aparelhos Windows Phone, o que é uma pena.

     Não faz nem uma semana, eu esqueci os iPads dos meus filhos em cima do carro, conforme eu contei aqui. Agora, acontece isso com o Lumia 1520. Como alguns brincaram no Twitter, eu preciso me benzer! Alguém ae tem uma sugestão de uma boa benzedeira?

     Brincadeiras a parte, que isso sirva de aprendizado para os leitores: use sempre uma capinha no seu aparelho, ainda mais agora, que eles estão ficando cada vez maiores e mais pesados, o que aumenta as chances de quebra da tela, por mais proteção que os fabricantes coloquem nela, como a tecnologia Gorilla Glass. Caso use um smartphone Android ou iPhone, pense seriamente em fazer um plano da Pitzi.

TAG(s):
Categoria(s): Windows Phone
jun 24

     Eu já tinha ouvido falar de histórias malucas e difíceis de acreditar envolvendo incidentes com iPads, iPhones, MacBooks e afins. Uma vez, no podcast MacMagazine no Ar, um convidado disse que esqueceu uma mochila contendo um MacBook Air do lado da roda do carro e ao sair, acabou passando por cima do mesmo. Pensei: ou é mentira ou esse cara é muito burro. Mas acreditem: pode acontecer com você.

     Geralmente, aos sábados, eu fico em casa com meus filhos, enquanto minha esposa trabalha. Mesmo contando com a ajuda de uma babá – já que eu também fico de plantão e atendo casos de emergência – nem sempre as coisas são tranquilas, especialmente quando estão com sono e se recusam a dormir. Nesse sábado (21), além de ambos estarem com sono, um deles ainda estava doente. Eu já havia ido com eles no plantão da Unimed e, cerca de duas horas depois, meu filho começou a reclamar de dores. Pensei que poderia ser meningite e fiquei desesperado.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Apple
out 31

Pitzi: o anjo da guarda que você precisa ter contigo

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 31/10/2013 às 21:17h

     Hoje eu estava ouvindo um podcast no Galaxy S4 enquanto caminhava no parque e, do nada, ele resolveu ficar mudo. Achei que talvez tivesse esbarrado sem querer em um dos botões de controle e ao tirá-lo do bolso, vi que estava desligado. Estranhei bastante, já que eu sai de casa com muita bateria. Tentei ligá-lo novamente e nada. Tirei a bateria, coloquei novamente, liguei, ae começou a carregar, mas não saia da tela inicial. Por sorte eu sempre ando com dois aparelhos no bolso. Senão tinha que voltar correndo pra casa, já que trabalho com suporte em sistema 24×7 (24 horas por dia, 7 dias por semana) e preciso ter sempre acesso a internet e telefone.

     Há alguns meses eu tive um problema parecido no meu Galaxy Note 2, conforme narrei nesse outro post. Por mais absurda que possa parecer a história, meu aparelho foi três vezes pra autorizada e fiquei sem o aparelho por quase dois meses. Já tinha até ido ao Procon e estava pronto pra ajuizar uma ação, quando alguém de bom senso na Samsung (existem poucas pessoas com esse atributo lá) me ligou pra resolver a questão. Recebi um aparelho novo, o que por um lado me deixou feliz, mas é exatamente isso que a lei determina. Me livrei de alguns anos brigando na justiça, mas aprendi uma lição. E sei que isso não é exclusividade da Samsung. Já vi inúmeros relatos envolvendo as mais diversas marcas.

     Como já sou gato escaldado, não vou enviar meu Galaxy S4 pra eles, apesar de estar novo, ainda na garantia. “Mas como assim, GG? Vai pagar pra outra assistência?”. Não. Na verdade, não vou nem pagar o Sedex e vou ter o aparelho de volta, arrumado e pronto pro combate, em menos de uma semana. Milagre? Não! Respeito, competência e logística afinada! E por isso compartilho essa ideia sempre que posso.

     Já falei da Pitzi aqui no blog, no Twitter, Facebook, Instagram, etc. Esse é o tipo de serviço que uso e recomendo aos quatro ventos. Acho que todos deveriam ter, pois qualquer aparelho eletrônico, por melhor que seja, algum dia vai te deixar na mão, seja por culpa do fabricante, do software, do tempo ou até de você mesmo, que pode deixá-lo cair no chão ou algo assim.

     O serviço oferecido pela Pitzi é clube de proteção, ou seja, você precisa ter o serviço contratado antes de acioná-lo. Não adianta deixar acontecer algum desastre e depois correr atrás, como já vi ocorrer dezenas de vezes com meus leitores. Depois do leite derramado, não adianta chorar. Muitas vezes a pessoa fica semanas sem aparelho, além de desembolsar altas quantias. Quem me acompanha no Twitter já deve ter me visto dando RT de inúmeros casos. E acredite: Murphy está ae pra te atormentar mais que o Saci. Uma hora, ele te acerta.

     Minha esposa sai de casa às 7:30h com nossos dois filhos, um de 3 anos e outra de apenas 1 ano. Trabalha o dia todo em seu próprio negócio, enquanto cuida deles. Costumam voltar pra casa só depois das 20hs. Nesse intervalo, leva um pra escolhinha, vai ao parque, faz mercado, etc. Nessas e outras, ocorre algum acidente, como o telefone beijar o chão. Nos últimos 3 meses, isso aconteceu 2 vezes. Por sorte, o telefone dela estava coberto pela Pitzi e a franquia ficou em apenas R$ 75,00 (com Sedex de ida e volta grátis). Sabe quanto ficaria numa autorizada? R$ 800,00! Detalhe: nas duas vezes, o aparelho foi e voltou tão rápido (cerca de 4 dias) que eu fiquei espantado com tanta agilidade.

     Ae você deve estar pensando: “poxa, mas sua esposa não é cuidadosa. Eu sou!”. Por mais carinho que a pessoa tenha com seu aparelho, usando capinhas, películas e afins, acidentes acontecem. Faz parte da vida. Smartphones estão sempre com você e foram feitos pra te acompanhar em todos os lugares. Não tem coisa mais chata que tratar um aparelho como uma jóia preciosa e nem poder usá-lo direito, com medo de quebrar. Claro que temos que ter cuidado com aparelhos que estão cada vez mais caros (tipo o Galaxy Note 3 por quase R$ 3.000,00!), mas não devemos ficar com essa neura.

     Apesar deu recomendar que todos façam essa adesão logo que comprarem seus aparelhos, a Pitzi não limita a cobertura apenas a aparelhos novos. Desde que ele tenha até um ano, será coberto. E outra coisa que vale a pena falar: não precisa ter sido comprado no Brasil. Ou seja, aquele seu iPhone 5 comprado nos Estados Unidos e que a Apple, apesar da garantia mundial, faz jogo duro pra te atender aqui, pode ser reparado pela Pitzi caso o pior aconteça.

     Faça um favor pra si mesmo, entre no site da Pitzi, consulte quanto fica o seguro do seu aparelho e tenha esse verdadeiro anjo da guardo ao seu lado. Tenho certeza que serão os R$ 20,00 (eu pago em torno disso) mais bem investidos por você em muito tempo. Ah, caso queira cancelar por qualquer motivo, pode cancelar. Não tem fidelidade, carência, multa, etc.

     Se você puder (e quisar) dar uma força pra esse gordinho que voz escreve, faça seu cadastro usando esse link, pois ambos vamos ganhar um mês grátis de cobertura. Como eu tenho 3 aparelhos cobertos pela Pitzi, qualquer ajuda dos queridos leitores é muito bem vinda.

     Update 01/11/2013 22:34h => Algumas pessoas confundem o serviço da Pitzi com o de uma seguradora. Se você precisa de um seguro contra roubo, furto e afins, o negócio é pesquisar junto a Porto Seguro e outras empresas desse segmento. O que se contrata com a Pitzi está mais para uma garantia extra, como a Apple faz com o Apple+ nos Estados Unidos, onde a pessoa pode pagar USD 99 e ter benefícios diferenciados para seu iPhone, como conserto de tela e outros.

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
preload preload preload