ago 14

     Essa história já deve ter acontecido contigo ou você já ouviu algum conhecido falar coisa similar. Cansado da sua banda larga obsoleta, o cliente liga pra sua operadora solicitando a migração para um plano superior e ouve “senhor, não temos viabilidade técnica no momento”.

     Geralmente, quem mora em grandes centros, onde a concorrência no setor é feroz, não sofre com isso. Porém, moradores de bairros mais afastados e especialmente quem mora no interior do estado, ouve demais isso. Chega a ser desesperador, pois você vê seus amigos falando que tem internet de 100Mb e você ae se arrastando com meros 2Mb, onde tudo que se faz é aguardar, pacientemente, as coisas carregarem. E, quem como eu, é pai, sabe que paciência não é lá uma das grandes virtudes dos filhos quando querem ver Netflix, Youtube, jogar, etc. Né?

     Não dá pra generalizar e dizer que todas as operadoras são sacanadas, mas vamos fazer um exercício de imaginação. Fulano tem uma internet DSL de 2Mb da operadora fictícia Telecômica e paga R$ 69 por ela. Já o plano de fibra com 100Mb, sai por R$ 89, ou seja, apenas R$ 20 a mais. Qual o interesse comercial de tal operadora em vender um produto 50 vezes mais rápido pra esse consumidor, caso ela não tenha concorrentes na região? Pois bem, é isso que acontece em grande parte do país.

     Um dos motivos mais usados pelas operadoras que não querem migrar o cliente de plano é a tal “inviabilidade técnica”. Porém, quase nunca provam/ explicam exatamente o que isso quer dizer. E, em certos casos, chegamos ao bizarro dos vizinhos terem o serviço, mas o consumidor em questão não. Isso é ilegal?

     Eu conversei com o advogado Robson Edésio da Silva sobre isso e transcrevo abaixo o que conversamos.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
mai 20

Comercial sincero de internet banda larga

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 20/05/2013 às 13:16h

     Já reclamei tanto da minha “banda larga” da Telefonica/ Vivo que não vou me repetir por aqui. Ao invés disso, vou compartilhar um vídeo feito pelo Parafernalha, que de maneira muito engraçada, mas bem real, mostra como as empresas de Telecom geralmente tratam seus clientes.

     Aproveitando o post, gostaria de ter uma noção de como anda o serviço de banda larga pelo Brasil. Deixem nos comentários por favor, que empresa você utiliza e que nota você dá pra ela.

TAG(s):
Categoria(s): Geral
out 17

Bizarrices das Telecoms no Brasil: caso Anatel

8 Comentarios »Postado por GordoGeek em 17/10/2012 às 20:16h

     Quem me acompanha no Twitter sabe o quanto eu tô fudido, pois moro numa cidade do interior de São Paulo e não tenho opção de Telecom pra operadora fixo. Logo, ou fico com a Vivo ou fico com a antiga ex-Telefônica. E pior: a operadora sabe bem disso e acaba tomando atitudes ridículas, que aumentam o seu faturamento, deixam os acionistas felizes no curto prazo, mas detonam o relacionamento com o consumidor, que reza diariamente para que chegue concorrência, podendo mandar a antiga a …

     Depois de várias ligações pro atendimento da empresa (10315), pra ouvidoria e pra Anatel, hoje me liga uma pessoa que, pela primeira vez, parecia estar disposta a resolver os problemas. Senão, ao menos explicar exatamente porque o problema não poderia ser resolvido, deixando o cliente a par de tudo.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Geral
fev 26

Como configurar o AZBox Bravoo+ HD com Slingbox

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 26/02/2012 às 22:59h

     No começo de novembro do ano passado eu fiz uma breve resenha aqui no blog a respeito do AZBox Bravoo+ HD. Me comprometi a falar mais sobre o equipamento, mas eu uso tão pouco que acabei não voltando a falar sobre ele. Desculpas por isso.

     Depois de várias semanas com o equipamento parado, esses dias eu coloquei-o pra funcionar novamente (bem como o Probox 530) e acabei batendo muito a cabeça pra fazer funcionar em conjunto com o Slingbox. Pra quem não conhece o aparelho, falei sobre ele em abril de 2010 nesse post. Em resumo, ele faz streaming da sua TV paga para outros dispositivos, como PC/ Mac, iPad, iPhone e Android.

     Quando eu era assinante da Sky, nunca consegui fazer o Slingbox funcionar corretamente com meus decoders (eram 2 modelos diferentes). Acabei migrando pra Telefônica e dei a sorte de conseguir fazer funcionar, conforme narrei aqui. Agora, voltando pro “jardim florido” do mundo AZ, me vi novamente com esse problema.

     Como o meu Slingbox é o modelo mais simples (e mais barato), ele não tem HDMI. Por isso eu queria deixar o AZBox Bravoo+ HD na sala principal e o Probox 530 numa outra sala menor, junto com o Slingbox. Infelizmete, depois de vários dias tentando fazer funcionar com o Probox, desisti. No entanto, nessas minhas pesquisas, achei um esquema pra fazer funcionar no AZBox.

     A primeira coisa que você deve fazer é entrar aqui e fazer o download do arquivo. Depois, extraia o arquivo compactado. O arquivo que iremos usar é o C2013_PL.bin. Feito isso, acesse a página de configuração do seu Slingbox (atalho aqui. Clique em Get Started, escolha seu dispositivo, depois clique em Configure Inputs e escolha qual entrada você está usando pra ligar o decoder ao Slingbox (provavelmente será a Composite). Feito isso, seleciona Supported Devices, Satellite, Custom. No caminho, informe onde o arquivo .bin está no seu HD (ex.: /Volumes/MacOS/C2013_PL.bin). Ele vai subir o arquivo, testar e tudo estará funcionando.

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
nov 06

Primeiras impressões do AZBox Bravoo+ HD

12 Comentarios »Postado por GordoGeek em 06/11/2011 às 22:45h

     Temos aqui no blog três posts que são campeões de audiência: o maior deles (disparado), com mais de 2.000 comentários, é sobre como desbloquear seu modem 3G. Os outros dois são focados em TV, sendo um deles um comparativo entre os serviços Sky, Telefônica e Via Embratel e outro sobre como ter acesso a canais pagos, sem pagar, o famoso Gatonet.

     O artigo sobre o gatonet foi escrito há mais de dois anos, em 25 de setembro de 2009. Na época, a técnica mais utilizada era quebrar a codificação do sistema Nagra II, utilizado pela Telefonica. Tal estratégia consistia em pegar os códigos atualizados em fóruns ligados ao assunto, colocar num pendrive e atualizar o equipamento. O procedimento devia ser repetido mais ou menos a cada duas semanas, quando a Telefonica, numa tentativa de coibir tal prática, atualizava os códigos. Contudo, eles eram quebrados, semana após semana, em poucos minutos e disponibilizados aos interessados. Isso só terminou quando a empresa finalmente atualizou os equipamentos dos assinantes para trabalhar com o sistema Nagra III.

     Como numa corrida de gato e rato, a briga não acabou por ae. Os hackers acabaram criando (pelo menos que eu tenha conhecimento) duas novas formas de ter acesso ao conteúdo que queriam sem pagar. Uma delas consiste no uso de duas antenas (SS – satellite sharing), uma ficando responsável por pegar o sinal codificado da Via Embratel e outro por pegar os códigos hackeados de outro satélite. A segunda técnica é chamada de cardsharing (CS) e apesar de precisar apenas de uma antena, exige que o aparelho em questão tenha conexão à internet, pois é dela que virão os códigos de desbloqueio. Vários hackers montam servidores de CS e costumam cobrar cerca de R$ 25,00 mensais para liberar os códigos que permitem acesso a programação da Sky.

     No passado eu fiz testes usando um aparelho dos mais simples, o Probox 530 Lite (tem um post curto sobre ele aqui). Caso você tenha esse aparelho (ou outro similar), ele perdeu sua utilidade com a mudança do sistema de codificação (Nagra III). Todavia, é possível dar nova utilidade ao decoder com o uso de dongles, aparelhos que permitem tanto a conexão com a internet, usando a técnica de CS, quanto a uma outra antena via porta serial, na técnica SS. Esses dongles costumam ser encontrados na faixa de R$ 170,00 no Mercado Livre.

     Dada essa breve introdução aos “não iniciados”, vou falar um pouco sobre o AZBox Bravoo+ HD, um dos aparelhos mais badalados nos fóruns especializados (ele funciona nas duas técnicas, CS ou SS). Ele pode ser encontrado no Mercado Livre ao custo aproximado de R$ 530,00. Como os produtos são utilizados para finalidades que violam direitos autoriais, é comum os links serem denunciados e o Mercado Livre cancelar o anúncio. Assim, muitos preferem não dar detalhes dos aparelhos e muitos anunciam o aparelho todo como sendo apenas um controle remoto.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Geral
mai 11

Comparativo: Sky x Via Embratel x Telefônica TV

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 11/05/2010 às 21:39h

     Quem me segue pelo Twitter já conhece a história toda. Como acredito que muitos dos visitantes do nosso blog sequer sabem o que Twitter é (ou não veem utilidade pra ele), vou tomar tomar alguns parágrafos para explicar (resumidamente) a história toda.

     Eu já fui assinante da Sky por um tempo e logo que me mudei, o pessoal da Sky não conseguiu passar os fios pelas canaletas (depois de várias horas de tentativas, diga-se de passagem). Com isso, chamei um “faz tudo” pra fazer o serviço. Só que nesse intervalo, o tal “faz tudo” me recomendou algo que ele usava: o tal do “esquema Probox”, que eu já conhecia, mas sempre fiquei com receio de usar.

     Pra quem não conhece, o Probox (ou AzAmerica e similares) é um aparelhinho receptor que capta os sinais do satélite da Telefonica TV Digital, na faixa, sem precisar pagar nada pra ninguém. Eu já fiz um post sobre isso aqui no blog. Aliás, é o post mais visto desde então, responsável por mais de 80% da visitação, o que demonstra o interesse das pessoas sobre o tema.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
out 15

Verdades sobre a “Banda Larga Econômica”

11 Comentarios »Postado por GordoGeek em 15/10/2009 às 16:51h

     A internet já faz parte da vida de muita gente, especialmente dos brasileiros, que sempre aparecem liderando o tempo de navegação online em pesquisas do gênero. Porém, nem todo mundo tem acesso a internet em casa, sendo as “lan house” um dos pontos onde a população de mais baixa renda consegue o acesso.

     Já tem algum tempo que o governo federal estuda uma forma de democratizar o acesso a internet. Cogita-se inclusive reativar a finada Telebrás para essa tarefa. Porém, o governo do estado de São Paulo, tomou um passo a frente e abriu mão do ICMS (que representa 25% do valor da conta de telefone) para essa finalidade. Contudo, pelo que andei lendo, essa chamada “banda larga econômica”, vai ter a super velocidade de 250kbp/s.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Notícias
set 25

GatoNET – TV Paga, sem pagar

15 Comentarios »Postado por GordoGeek em 25/09/2009 às 13:04h

     Que tal ter acesso a mais de 300 canais, inclusive conteúdo adulto, jogos exclusivos, pay-per-view e muito mais, sem pagar mensalidade a nenhuma empresa, como Sky, NET, Telefônicas e outras? Tentador, não? É disso que vou tratar nesse artigo, que aliás, está no topo do Google no assunto “gatonet”.

     Esse artigo foi originalmente escrito em 25 de setembro de 2009 e passou por uma revisão no dia 20 de outubro de 2011, pois os métodos mudaram bastante. Antigamente, o mais usual era comprar um aparelho AZBox (ou compatível) e tudo funcionava sem problemas, tendo em vista uma falha no sistema de criptografia do sinal da Telefonica (Nagra 2). Porém, há alguns meses a Telefonica atualizou o sistema para o Nagra 3, forçando os hackers a mudarem seus métodos, tais como Card Sharing e Satellite Sharing.

     É muito comum as pessoas falarem que “se o sinal tá caindo no meu quintal, não é crime”. Bem, eu não sou especialista em direito, mas pelo que eu li, o problema é pior quando você faz um “gato” usando um cabo, desviando o sinal de maneira intencional, seja de energia, água, internet, tv e outros. No caso do sinal via satélite, não existe legislação específica. Claro, existem projetos, mas nada foi aprovado. Dessa forma, vale o “princípio da legalidade”, ou seja, senão existe lei proibindo, não é crime.

     Eu já fui cliente de várias empresas e atualmente estou na Sky. Acho uma lástima pagar o que eu pago pra ter o serviço que eu recebo. Porém, como pai de família, não vou arriscar cometer um crime pra economizar alguns trocados. Como eu disse acima, pode ser que, “se te pegarem”, seu advogado consiga mil brechas pra te livrar. Contudo, você vai gastar com advogado e ter aborrecimentos. O intuito desse artigo é comentar sobre o assunto e não estimular o seu uso. Você quem deve decidir se isso lhe convém ou não.

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Dicas
jul 03

E dá-lhe Telefônica

Sem Comentarios »Postado por GordoGeek em 03/07/2009 às 19:35h

     Sabe aquela cláusula contratual que “proíbe” que você mude de operadora dentro da vigência do contrato, lhe impondo uma multa de doer no bolso? Segundo o Ministério Público Federal, ela só pode ser cobrada quando o prestador de do serviço mantém a qualidade do serviço, o que, pelo entendimento do MPF, a Telefônica não o fez. Sendo assim, a empresa não teria direito a cobrar a multa. Muito boazinha, a empresa acatou a decisão, que começa a valer na próxima segunda-feira e valerá por 90 dias.

     A situação da Telefônica é tão grave e parece até que chutaram macumba. Mas na verdade isso é reflexo da falta de investimentos e do alto grau de tercerização dos serviços, pelo visto, sem muito critério técnico, apenas fechando contratos pelo menor preço. Nem comentei nada porque nossos leitores já estão cheios de tanta notícia sobre a empresa, mas ontem, novamente, o Speedy deixou muita gente na mão.

     No próximo dia 7 deve ocorrer uma audiência pública em Brasília, onde estão presentes o presidente da Telefônica, o diretor-executivo do Procom-SP e representantes da Anatel.

TAG(s):
Categoria(s): Notícias
jun 19

Anatel irá proibir Telefônica de vender Speedy

1 Comentario »Postado por GordoGeek em 19/06/2009 às 22:46h

     Essa é daquelas notícias que eu só acredito vendo, mas a Folha noticiou que a Anatel irá proibir a Telefônica de vender novas assinaturas do seu serviço de banda larga Speedy, até que fique comprovado que a operadora irá melhorar a qualidade no atendimento, tendo em vista, os recentes problemas causados pela empresa aos usuários paulistas.

     A decisão de impedir que uma operadora continue vendas dos serviços não é nova e já foi usada no passado contra a operadora OI, que vinha sofrendo problemas constantes no estado de Góias. Nós, clientes da Telefonica no estado de São Paulo, torcemos muito que essa forma de pressão funcione e faça com que a empresa seja um pouco mais responsável na prestação de serviços fundamentais.

TAG(s):
Categoria(s): Notícias
preload preload preload