set 19

Quanto de RAM os lixos da Samsung consomem?

2 Comentarios »Postado por GordoGeek em 19/09/2014 às 13:17h

     Todo mundo que entende um pouco de tecnologia sabe que os fabricantes de aparelhos Android adoram modificar o sistema, tentando ao máximo personalizar a cara do produto, o que, geralmente, não acaba em boa coisa, pois atrasam os updates, deixam o gadget mais lento, além de tirar um pouco da experiência que o Google idealizou para o usuário.

     A Samsung é uma das empresas que mais mexem em seus aparelhos, adotando a famigerada TouchWiz. Quando eu comprava algo da marca, não demorava mais que uma semana pra tirar a ROM original e colocar outra, como Cyanogenmod ou Play Edition, que davam outra vida ao aparelho. A bateria passava a durar mais, o sistema estava sempre voando baixo, super fluido, etc. Mas, claro, isso trazia algumas coisas ruins, como a perda da garantia e de alguns recursos nativos, como o controle de infra-vermelho, suporte a ANT+, perda da Samsung Apps, incompatibilidade nativa com relógios Samsung, etc.

     Recentemente eu comprei um Galaxy S5 para poder desfrutar de uma perfeita integração com o relógio Gear 2, também da Samsung. Eu já usava o smartwatch com gambiarras em outros aparelhos, mas não estava satisfeito, já que algumas funções eram exclusivas de se rodar da forma nativa. Assim, comprei o tal aparelho, achando que ia ter uma bela experiência e….

     O resultado de algumas semanas de uso do Galaxy S5 é esse ae em cima. Tá pior que Windows, que vai ficando mais lento a cada dia de uso. Algumas pessoas argumentam: mas poxa, olha quantos apps você tem instalado. Amigo, se eu não fosse hard-user, eu não iria pagar R$ 2.500 num aparelho topo de linha. Eu teria pago R$ 400 num Motorola Moto E. Além disso, tanto o Nexus 5, quanto o Moto X, rodam com as mesmas configurações (launcher, apps, etc.) sem ficar essa porcaria do vídeo acima.

     Aliás, a brincadeira com os filhos da puta no primeiro vídeo, é justamente pra dar uma leve comida de rabo nos comentaristas brilhantes do Youtube. O povo não vê o vídeo com a devida atenção e fazem os mais diversos comentários. Ora, podem comentar, podem criticar, mas tudo com bom senso, embasando o que é dito. Caso contrário, vai pra lixeira.

     Como eu não vivo de blog, eu desfruto de uma liberdade impar. Por mais que alguns blogs e outros veículos sejam corretos, nem de longe eles tem a mesma liberdade. Já ouvi muitas histórias de gente que avaliou mal um produto e depois ficou na geladeira, não sendo chamado pra novos lançamentos, não recebendo produtos, ficando sem publieditorial, etc. Ou seja, meu maior compromisso aqui é com o leitor. Se o produto é ruim, eu vou falar e vou mostrar, para que ele não gaste suas economias em produtos que não valem a pena.

     Dando uma leve requentada num vídeo do começo da semana, vejam ae em cima minhas primeiras impressões sobre o novo Moto X. No mesmo vídeo eu mostro testes com outros aparelhos, como o Nexus 5, S5 e Note 3. Observem a nota que tirou cada um deles nos testes de benchmark.

     Em tempo: os novos iPhones lançados hoje tem apenas 1GB de RAM, segundo as empresas que desmontaram os produtos. Ou seja, a Apple consegue deixar o iOS super fluido com apenas 1GB de RAM. A Samsung precisa atoxar memória nos aparelhos porque sabe o quanto ela enche o sistema com coisas que ninguém quer.

TAG(s):
Categoria(s): Android
set 25

Algumas pisadas de bola da Samsung

4 Comentarios »Postado por GordoGeek em 25/09/2012 às 13:06h

     Já falei bastante aqui no blog e no Twitter sobre a Samsung. Tenho vários aparelhos da marca, como o Galaxy Tab tradicional, Galaxy Tab 2, Galaxy S, Galaxy X e Galaxy S3, além de já ter tido vários outros, como Galaxy Note, Galaxy Tab 10, etc. Apesar da minha fama de Apple fanboy, tô mais com cara de Samsung fanboy. Porém, nem tudo são flores nessa relação.

     Eu já havia decidido fazer esse post na noite de ontem e hoje pela manhã vi uma notícia que reforçou o meu desejo. Foi descoberta uma falha gravíssima em aparelhos da empresa que rodam a interface TouchWiz, aquela customização nojenta que já foi tema de post aqui ainda esses dias. Ou seja, além de piorar a experiência como um todo, ainda coloca o usuário em perigo.

     Um problema bastante recorrente nos fabricantes de aparelhos Android é a demora na atualização dos dispositivos. Aliás, um dos motivos pra tanta demora é justamente o monte de lixo que eles colocam em cima do Android disponibilizado pela Google. Com isso, muitos usuários acabam apelando pra formas alternativas de terem a versão mais recente do sistema rodando em seus smartphones. Muitos dos procedimentos não são fáceis e alguns até causam perda da garantia. Mas o que fazer se a empresa promete o update pra dia X, passam-se meses e nada?

Continue a leitura..

TAG(s):
Categoria(s): Android
preload preload preload